Com promessa de ser fiel ao livro, filme “A Cabana” chega aos cinemas em 2017

1

O filme que adaptará o livro “A Cabana” para o cinema está, finalmente, saindo do papel. Lançada em 2007, a obra vendeu mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo e entrou para a lista de best sellers mundiais por vários meses.

O autor, William P. Young, filho de missionários, criou uma história fictícia para explicar o conceito da Trindade e o relacionamento humano com Deus de forma simples e compreensível para os mais leigos.

De forma a quebrar tabus, retratou Deus como uma mulher negra, Jesus como um carpinteiro do Oriente Médio e o Espírito Santo como uma mulher asiática. O choque do público com tais representações foi antecipado pelo autor, que colocou o personagem protagonista, Mack, com um olhar crítico a todas essas questões.

A ousadia de Young ao apresentar a Trindade de forma pouco ortodoxa foi criticada por algumas lideranças cristãs, que chegaram a classifica-la como heresia, mas também foi amplamente elogiada por outros líderes cristãos, que frisavam uma conquista importante: apresentar uma questão teologicamente complexa de forma simples.


Na estória, Mack está com o coração pesado, de luto pela perda de sua filha, que havia sido sequestrada e assassinada. O local mais provável para o crime, de acordo com a Polícia, seria uma cabana no meio da floresta. Certo dia, ele recebe um bilhete para ir ao local, e contra todos os seus instintos, ele chega na cabana e tem um encontro com Deus, que muda sua vida, sua forma de olhar para o mundo e de enxergar a Trindade.

O filme chega às telonas em março de 2017, com um elenco de atores conhecido do público. O protagonista será vivido pelo inglês Sam Worthington (“Avatar”, “Fúria de Titãs”) e Deus será representado pela atriz norte-americana Octavia Spencer, vencedora do Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em “Histórias Cruzadas”.

O ator que interpretará Jesus será o israelense Avraham Aviv Alush. A direção do filme ficou a cargo de Stuart Hazeldine e o roteiro sob responsabilidade de John Fusco (“O Tigre e o Dragão: a Espada do Destino”).

De acordo com informações do Christian Today, a equipe de marketing do filme vem trabalhando na divulgação com o slogan “você nunca está tão só como você pensa”, o que resume o espírito do livro de Young.

“Parte da minha jornada terrena é tentar mostrar que a alma humana é uma criação muitíssimo intrincada e maravilhosa de Deus… que nós ainda deixamos uma enorme parte dela a ser explorada… Jesus não veio ao mundo iniciar uma nova religião. Jesus não é o ‘fundador do cristianismo’. Ele veio destruir o pensamento religioso através da introdução do conceito de relacionamento. E são os relacionamentos que sempre nos deixam sem ter o controle, isso é o tema mais importante de ‘A Cabana’”, afirmou o autor há alguns anos, sublinhando o conceito do Evangelho sem o viés dos dogmas.

Antes de chegar a um formato definitivo, o filme “A Cabana” passou por grandes especulações. Uma delas apontava a apresentadora e empresária Oprah Winfrey como intérprete de Deus, com a direção a cargo de Forest Whitaker, vencedor do Oscar de Melhor Ator em “O Último Rei da Escócia”.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA