Furacão Matthew: entidade missionária pede oração pelo Haiti; Mortos já passam de mil

0

O furacão Matthew deixou mais de mil mortos no Haiti, além da destruição de boa parte da já precária infraestrutura do país. Diante desse cenário, uma entidade missionária vem reunindo voluntários para amenizar o sofrimento do povo e pediu orações.

Segundo informações da agência Reuters, o número de mortos vem subindo rapidamente, enquanto o governo reconhece apenas 336. Há dificuldades em relação ao fornecimento de água, energia e comida.

“Nós não temos mais nada para conseguir sobreviver. Todas as lavouras foram destruídas, todas as árvores frutíferas estão derrubadas, eu não tenho ideia de como isso vai ser restaurado”, lamentou Marc Soniel Noel, vice-prefeito de Chantal, uma das as cidades mais afetadas pelo furacão.

A entidade missionária Compassion, que atua no país desde 1968 e atualmente atende mais de 94 mil crianças, pediu oração aos demais cristãos: “Orem para que Deus controle o furacão, retarde, minimize as suas ameaças e mantenha a nação segura. Ore, pedindo por provisão suficiente para as eventuais vítimas e pessoas afetadas. Ore pelo governo do Haiti”, afirmou o diretor Guilbaud Saint Cyr.


Nascido no Haiti, Guilband afirmou que as pessoas mais pobres tornam-se mais vulneráveis em momentos como esse, e lembrou o terremoto de 7 graus na escala Richter de 2010, quando mais de 200 mil pessoas perderam a vida.

“[Eles vivem] em tendas, perto de cavernas, penhascos, etc. Em tempos de furacões como este, lhes falta tudo. Isso inclui abrigo, comida, água, roupas secas e produtos de higiene pessoal”, contextualizou, segundo informações do Christian Today.

O furacão Matthew causou, inclusive, o adiamento das eleições presidenciais do Haiti, que estavam marcadas para o último domingo, 09 de outubro.

Nos Estados Unidos, a tormenta chegou enfraquecida, mas ainda assim deixou centenas de milhares de pessoas sem energia na Flórida devido às rajadas de vento de até 290 Km/H.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA