No futebol já não sou visto como jogador, e sim, como pastor, diz o artilheiro Ricardo Oliveira

1

Ricardo Oliveira, atacante do Santos, participou de um evento como palestrante e afirmou que no seu meio profissional já deixou de ser tratado como um mero jogador devido à sua postura e dedicação ao ministério pastoral.

No vídeo divulgado pelo projeto Escola do Reino, liderado pelo pastor Eduardo Reis, Oliveira conta que sua dedicação ao ministério mudou a percepção dos colegas de profissão sobre ele.

“Hoje eu já não sou tido mais como jogador de futebol no meio da minha profissão. Se alguém aí é sintonizado e conhece um pouquinho de futebol, pode saber que todo mundo me chama de pastor. Já deixou de ser só o Ricardo de Oliveira, mas o pastor, porque Deus me levantou assim”, disse.

A busca por preparo e constante capacitação é destacada pelo pastor, que destaca que sempre passa adiante o que adquire: “Eu não perco uma aula e pode se preparar, porque daqui a pouco vem uma galera comigo lá da Baixada, porque os meninos estão sedentos, eles querem vir aprender. Eu estou aprendendo aqui e estou pregando tudo lá embaixo”, afirmou, revelando seu trabalho evangelístico com os colegas de profissão.


Com 25 gols marcados em 2015, Ricardo Oliveira é até aqui o maior artilheiro do Brasil no ano. Aos 35 anos de idade, ele mantém uma rotina de treinamentos preventivos e chutou para longe a desconfiança sobre sua condição física, já que vinha atuando no futebol árabe, notadamente menos competitivo que o Brasileiro.

No Campeonato Brasileiro, Oliveira também lidera, com 12 gols marcados. O mais recente aconteceu no último domingo, 30 de agosto, quando o Santos venceu o Cruzeiro por 1×0 no Mineirão. O gol de fora da área já é apontado como um dos mais bonitos da competição até o momento.

Assine o Canal

1 COMENTÁRIO

  1. Este elemento é um agressor e disatrata os companheiros dentro de campo e depois vem com essa conversinha fiada, é um tremendo cara de pau! Merece irt direto pro inferno!!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA