Silas Malafaia afirma que o Conselho Federal de Psicologia está a serviço do ativismo gay, e lança a campanha “Eu apoio Silas Malafaia”

464

As afirmações do pastor Silas Malafaia sobre a homossexualidade, ressaltadas pela participação do pastor no programa “De Frente com Gabi”, motivaram uma nota do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que comparou suas declarações com a inquisição, e afirmou ser lamentável “que exista um profissional que defenda uma posição de retrocesso”.

Como resposta, Malafaia publicou um vídeo no qual afirma que o Conselho está a serviço do ativismo gay, e que o mesmo foi ideologizado por uma “esquerda medíocre que não suporta crenças e valores do cristianismo, mas sim crenças e valores do humanismo ateísta”.

O pastor afirma ter ficado com vergonha da nota publicada pelo Conselho, visto que ele não se apresenta como psicólogo, mas como pastor. Assim, Malafaia questiona qual a relação do CFP com seus posicionamentos enquanto líder religioso. O pastor continua em seu vídeo tecendo uma série de críticas ao conselho que, segundo ele, quer calá-lo. Citando trabalhos do psicanalista Sigmund Freud, Malafaia defende que a homossexualidade pode sim ser reorientada, e que a psicologia não é uma ciência exata.

– Quer dizer que a psicologia passou a ser ciências exatas? Deixou de ser ciências humanas? Quer dizer que já está definido tudo sobre homossexualidade? Quer dizer que não pode haver divergências? – questionou Malafaia, que disse ainda que o conselho é inquisitório.


O pastor cita ainda o artigo 5º da Constituição Brasileira, como fundamento para sua liberdade de crença e opinião, que ele diz estar sendo cerceada pelo CFP.

O posicionamento do pastor motivou também a criação de uma petição pública pela cassação do seu registro de psicólogo. Em seu site, o pastor respondeu à manifestação afirmando se tratar de um movimento feito por “intolerantes gays”, e lançou a campanha a favor de uma petição similar em seu apoio.

A manifestação, que pretende reunir cerca de 100 mil assinaturas e será destinada à presidente do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro (CRP/RJ), está sendo combatida pelo pastor com uma segunda petição, que tem como objetivo reunir 200 mil assinaturas, o dobro da proposta pela primeira.

Intitulada “Silas Malafaia, Eu Apoio”, a campanha rapidamente atingiu um grande número de apoiadores como o cantor David Quinlam, a psicóloga Marisa Lobo e o deputado federal Marco Feliciano, o que a levou a angariar milhares de assinaturas.

Em seu vídeo, Malafaia concluiu afirmando que ninguém vai calá-lo, e que o Conselho Federal de Psicologia “perdeu a chance de ficar quietinho, de não escrever asneira e nem instrumentalizar o CFP com instrumentos do ativismo gay”.

Assista ao vídeo na íntegra:

Assine o Canal

Leia a resposta do pastor ao abaixo-assinado:

Na entrevista com a Gabi, como também nos meus programas, eu nunca me apresento como psicólogo, e sim como pastor, e os próprios entrevistadores assim me reconhecem, é só verificar. Eu pergunto:

O que o conselho de psicologia tem a ver com isto? Estou garantido pela Constituição Federal no seu artigo 5º que me garante liberdade para expressar meus pensamentos, e não posso ser privado por convicções políticas, filosóficas, e religiosas. Os que se dizem injustiçados se tornaram os maiores intolerantes. Querem criminalizar a opinião.

Peço a sua ajuda para fazer parte de um abaixo assinado para enviar ao CFP pela não cassação do meu registro de psicólogo. Não podemos nos omitir. Eles querem calar a nossa voz. Acesse, preencha seus dados e assine. É simples e rápido.

Links sobre o caso:

Petição “Pela cassação do registro de psicólogo do Sr. Silas Lima Malafaia

Petição, “Pela **NÃO** cassação do registro de psicólogo do Sr. Silas Lima Malafaia

Por Dan Martins, para o Gospel+

464 COMENTÁRIOS

  1. Pela 1º vez parabenizo os membros da IURD pela campanha de votação de para o fim da seca no nordeste, isto sim é fazer a vontade de DEUS e socorrer o pobre e a viúva.

    Agora aos Malafentos? O que dizer, povo hipócrita que fica nesta luta carnal com os homossexuais, seu pastor usa de vocês criaturas, para se promover com a dor e o preconceito e desprezo que vocês oferecem aos homossexuais, amor?? bondade?? nada vocês não tem nada são árvores secas, seu Pastor só está na mídia por está guerra tosca.

    Sem ele, ele nada seria pois já muitos anos, não é conhecido como um homem de Deus, amor não existe no coração deste senhor.
    Vejo o Missionário RR Soares, Caio Fábio entre outros, mesmo não concordando com o homossexualismo ainda consegue amar estas pessoas,
    Já malafaia destila ódio, afasta cada vez mais estas pessoas e seus familiares de JESUS.

    Bodes Malafentos um dia vocês darão contas a Cristo do sangue dessas pessoas.

    • Infelizmente a maioria do povo alienado por BBB , fazendas, JN, etc não consegue analisar os graves fatos ocorridos neste curto espaço de tempo. Ocorre que há uma ação meticulosamente coordenada para fomentar uma guerra contra o cristianismo e/ou valores conservadores de qualquer natureza, baseada em dialética de falsos argumentos. Criaram uma palavra homofobia para simplesmente criminalizar qualquer pessoa que tenha ideologia ou filosofia contrária, e assim criminalizar a opinião, impedindo-a completamente.
      Veja bem, o crime não é mais agressão nem ofensa e sim o PENSAMENTO CONTRÁRIO!
      O que é criminalizar pensamentos contrários se não ditadura comunista?
      A situação é gravíssima! Toda a notícia é sempre colocada de forma a apoiar o lado comunista, formando assim uma visão deturpada na opinião popular conseguindo assim aprovar estas leis que terão consequências terríveis, de ordem clara comunista marxista para destruir a família e os valores familiares.
      O estado determinar como você deve pensar e criminalizar opinião contrária.Em breve será impossível ensinar valores, até mesmo dentro de sua própria casa.

  2. silas malafaia gostaria que vc fosse com essa veemencia e fize se uma campanha nos meios de comunicações e tambem nas igrejas contra a corupção que assola nosso pais. não ficar tentando aparecer em cima do preconceito desenfreado que ja estar deixando muitas pessoas que realmente acreditava em deus desistimulado em procurar um auxilio espiritual. deus te aceita do jeito que vc é, o amor de deus é um amor incondicional não olha para o seu pecado , cor religião , sexo , classe social.esse sim é o verdadeiro amor.

  3. Agora não pode mais falar nada contra a homossexualidade, é obrigatório todo mundo achar normal e correto, com a direito a ser comparado a um assasino homofóbico se não seguir isso. Esse é o poder da mídia, a que ponto chegamos…

  4. Para mim a psicologia no Brasil, subordinada a esse conselho ativista gay, está desmoralizada. Imaginem, uma área de saúde corrompida por uma vertente ideológica.

    Nem tudo está perdido: aquele que realmente sofrer de algum desconforto ideológico procure a FILOSOFIA CLÍNICA. Essa vertente de terapia e área científica não está amordaçada por conselhos ideologistas, partidários, umbandistas, heterofóbicos e vigaristas.

  5. Ser homossexual é uma questão de orientação sexual e não de biologia ou genética. Geneticamente só existe o ser masculino e o ser feminino e esta condição já vem marcada biologicamente na vida de qualquer pessoa. É uma relação cromossomática XX ou XY, e nada difere disto e, portanto, todos somos heterossexuais. Todavia, se a questão é de orientação sexual, a expressão “orientação” nos remete ao pensamento de que tal orientação pode se dar para o masculino ou para o feminino, mediante processos de formação dessa orientação, independente do sexo da pessoa. Vamos, por assim dizer, é uma questão de “aprendizagem” onde a pessoa aprende aquilo que ela apreende por processos psicologicamente descritos por muitos teóricos (Piaget, Margareth Mead, Hall, Roger…) então, ninguém nasce homossexual mas recebe influência do meio e, mediante esta influência, apreende conteúdos que o “orientam” para a homossexualidade. Não é doença e nem distúrbio. É um aprendizado e uma decisão em adotar um conceito novo sobre sua sexualidade que é distinta da sexualidade biológica ou genética: é uma sexualidade construída. Eu diria que, entre os aspectos invariantes e os variantes, a homossexualidade está nos aspectos variantes do comportamento humano, segundo os postulados piagetianos. Então, se é um aprendizado, é possível que a pessoa, tomando contato com novos conceitos e novos conteúdos, possa adotar novas decisões e optar por retornar seus comportamentos ao modelo biológico e ser, novamente, heterossexual. Por isto, nunca devemos abandonar os homossexuais e nem desprezá-los pois para todos os seres humanos o Senhor Jesus reservou o perdão que sempre está disponível. Pastor Leonardo Severo da Luz Neto.

DEIXE UMA RESPOSTA