Humorista Marcelo Marrom afirma que “a verdadeira alegria está em quem tem a Jesus”

1

O humorista Marcelo Marrom, tido como um dos nomes conhecidos do atual humor brasileiro, concedeu recentemente uma entrevista na qual falou da sua fé e sobre como pregar o amor de Deus para as pessoas. A entrevista do humorista, que é nacionalmente conhecido por suas participações no programa de TV “Altas Horas”, aconteceu durante um pocket show no estúdio da Rádio Vida FM para o lançamento do CD Acústico de Fernandinho.

Marcelo Marrom contou que teve um encontro com Deus por volta dos 17 anos, em um retiro de carnaval de uma Igreja Batista, e afirma que tem tentado falar sobre o amor de Deus de uma forma simples às pessoas.

– O que eu tenho tentado ser e fazer é pregar o evangelho de uma maneira natural. As pessoas estão um pouco cansadas de ouvir o tradicional ‘Jesus te ama’ e não ver o outro vivendo isso, se preocupando com o próximo, dando um pouco do que tem para o próximo, e é isso que eu tenho tentado fazer – afirmou.

– Trabalho com humor, tento levar alegria através das minhas piadas que não são nada gospel, são piadas das mais diversas naturezas, mas a gente sabe que a verdadeira alegria está em que tem a Jesus. Faço um show e faço as pessoas darem risada, mas acabou o show acabou e talvez a pessoa volte vazia para casa, afinal não estou fazendo um show evangélico, mas de humor. A verdadeira alegria está nisso que vivemos aqui hoje. Demos risada, adoramos e não saímos vazios – completou Marcelo Marrom.


O humorista falou também sobre o tempo que ficou afastado da fé após sua conversão, e destaca que, apesar de todos os seus erros durante a caminhada, Deus nunca o abandonou.

– Me afastei, voltei, vivi altos e baixos, mas uma coisa é certa, eu nunca fui abandonado por Deus. Tenho até hoje a convicção de que a todo tempo Ele estava comigo, até nos momentos mais travessos e pecaminosos, Ele me guardou e me livrou de um mal maior – afirmou o humorista, em entrevista ao portal Guiame.

Conhecido por fazer um tipo de humor que não leva o rótulo de “gospel”, Marcelo Marrom falou também da visão limitada que muitas pessoas têm sobre os evangélicos, de que estes falam apenas de assuntos relacionados à igreja.

– Cada dia mais as pessoas entendem que quem é cristão é normal. Tem um culto lá em casa toda quarta-feira e o princípio básico é ver o que Deus quer de nós através da Palavra dEle, mas acaba o culto e a gente conversa sobre diversas coisas – afirmou, destacando que muitos ainda estão presos em um antigo estereótipo sobre ser cristão.

– O povo já está entendendo que aquele crente de cabelo dividido e terno e gravata, que a gente via muito antigamente, é um estereótipo que criaram pra gente. Existe ainda o cara de terno e gravata e cabelo dividido, que agrada ao coração de Deus, mas existe o mais maloqueiro, igual eu, que está na TV, no rádio, em todos os lugares – destacou Marcelo Marrom, afirmando que sua maior preocupação é a de que as pessoas vejam em sua vida aqui o que ele tem pregado nos cultos que participa.


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA