Pastor Marco Feliciano coloca projeto apelidado de “cura gay” na pauta de votação da Comissão de Direitos Humanos

39

O polêmico projeto apelidado pela mídia de “cura gay” foi colocado em pauta de votação da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados pelo deputado pastor Marco Feliciano (PSC-SP).

O projeto, de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO), ex-presidente da Frente Parlamentar Evangélica, resume-se a um decreto legislativo que derruba uma determinação do Conselho Federal de Psicologia (CFP) e libera os psicólogos para atenderem pacientes que busquem ajuda profissional para mudar sua orientação sexual e isenta de punição os profissionais que se pronunciem sobre a questão.

Atualmente, o CFP proíbe que os profissionais de psicologia recebam pacientes que busquem tratamento ou orientação em busca de mudar sua orientação homossexual.

O relator do projeto, deputado Anderson Ferreira (PR-PE), manifestou-se favorável à proposta, dizendo que ela “constitui uma defesa da liberdade de exercício da profissão e da liberdade individual de escolher um profissional para atender a questões que dizem respeito apenas à sua própria vida”.


João Campos, autor do projeto, justificou a iniciativa dizendo que “o Conselho Federal de Psicologia, ao restringir o trabalho dos profissionais e o direito da pessoa de receber orientação profissional extrapolou o seu poder regulamentar”.

Ivan Augusto, presidente do Conselho Regional de Psicologia do Distrito Federal (CRP-DF), afirmou que a entidade é contra o tratamento de homossexuais pelo fato de que a homossexualidade não ser considerada doença, de acordo com informações do G1. “O que a gente quer é que sendo uma questão que não tem um diagnóstico, é muito difícil dar opinião sobre como pessoa gosta de ser. Até hoje não vi ninguém ser tratado. Não é nenhum problema, é uma solução de cada um”, afirmou Augusto.

Feliciano também incluiu na pauta da próxima sessão a apreciação dos projetos que criminalizas a discriminação contra heterossexuais e que especificam atos considerados crimes de discriminação e preconceito, indo além da atual lei do racismo.

A assessoria do pastor Marco Feliciano afirmou que os projetos foram colocados em pauta por estarem na lista de propostas que devem ser analisadas pela CDHM: “O presidente da comissão coloca em pauta de votação. Se existe estratégia de votação, isso deve partir dos deputados”, observou Feliciano.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

39 COMENTÁRIOS

    • ABIBLIA DIZ EM APOCALIPSE QUE OS AFÊMINADOS NÃO ENTRARÃO NO REINO DO CÉU;
      ESTAMOS NO FIM DOS TEMPOS ,É LESBIICA ,GAY ,IGREJAS APOIANO ESSA NOGEREIRA
      O QUE FALTA AGORA ACONTECER? EU DOU TODO APOIO AO PASTOR MARCOS FELICIANO ELE É HOMEN DE DEUS. NO TEMPO QUE O PAIS ERA DOMINADO PELOS MILITARES NADA DISSO ACONTECIA, OS GAY VIVIA COM OFUIFO SOBRE PROTEÇÃO NINGUEM SABIA QUEM ERA GAY , DEPOIS DESSA SAFADEZA DE SOCIALISMO OS FIOFOS
      FARAM LIBERADOS OS GAY TIRARAM O ZÉ-BOSTECO DA VIGILANCIA E LIBERARAM GERAL
      QUEM DEFENDE ESSES GAY É PIOR QUE ELES. EU SEI QUE JESUS LIBERTA MAS ELE QUEREM DÁ AVONTADE E A AIDIS MATANDO ,TUDO DEPOIS DESSES CARAS.

  1. É FÁCIL ENTENDER COMO OS ATIVISTAS INTERPRETAM A BÍBLIA, VEJAM: Está escrito: “Não se deite com um homem como quem se deita com uma mulher; é repugnante.
    Levítico 18:22
    PARA OS ATIVISTAS ESTÁ ESCRITO: “Se deite com um homem como se ele fosse uma mulher, isso é maravilhoso.”
    APRENDERAM A OLHAR PARA O PRETO E DIZER QUE É BRANCO. A ESCOLA DELES FOI OUTRA. QUEM OS ENSINOU ASSIM? FOI JESUS? A IGREJA?

  2. É FÁCIL ENTENDER COMO OS ATIVISTAS INTERPRETAM A BÍBLIA, VEJAM: Está escrito: “Não se deite com um homem como quem se deita com uma mulher; é repugnante.
    Levítico 18:22
    PARA OS ATIVISTAS ESTÁ ESCRITO: “Se deite com um homem como se ele fosse uma mulher, isso é maravilhoso.” …
    APRENDERAM A OLHAR PARA O PRETO E DIZER QUE É BRANCO. A ESCOLA DELES FOI OUTRA. QUEM OS ENSINOU ASSIM? FOI JESUS? A IGREJA?

  3. é acho que cada um tem que tomar conta de sua vida, nunca vi um ex gay, ja vi ex crente, mais não ex gay, acho que a pessoa nasce gay, não é como um viciado, ele não teve escolha, acho que um projeto desses é ridiculo e sem base, mostrando o total despreparo desse partido que mais parece uma mafia chamado PSC, com pessoas com mentalidade da idade média e vendo problemas onde não se há solucão, eu por exemplo acho ridiculo uma pessoa roubar o dinheiro de um pobre coitado desesperado que está em sua igreja, mais não se pode acabar com a igreja eu sei, é o meio de controlar a massa de manobra, o problema é querer mudar coisas que não se mudam, poxa deixem o cara fazer o que quiser da vida, eu ficaria extremamente chateado se tentassem me convencer a não gostar de mulher por exemplo, o cara nasceu gostando de homens e não é um babaca qualquer que vai fazer ele pensar diferente, acho que o que precisa é respeitar essas pessoas que já sofrem preconceitos da sociedade e agora sofre preconceito do governo? PAIS LAICO JÁ

  4. Mas quem disse que psicologos não tratam pessoas com distúrbio de identidade???? existem negros que não se aceitam, gordos, magros que não se aceitam, assim como gays, transexuais etc..Psicologos fazem tratamento destas pessoas, se cara fala que quer ser hetero, ele vai sugerir para o cara tentar sair com mulher(caso consiga) mas nunca vai lhe prometer cura

    o que não pode é um psicologo falar que um gay que não se aceita vai ser transformado em hetero pela psicologia, seria propaganda enganosa.. ia chover processos no conselho..
    imagina a cena: “um cara chega para um psicologo, eu não quero mais ser gay, tou sofrendo com isto, quero gostar de mulher”….passa 2 anos o cara não transa mais com homem, mas não tem tesão nenhum olhando uma mulher. o paciente pode entrar em desespero ficar mais doente ainda. até tentar a morte, muito comum nestes caras que não se aceitam.

    até o EXODUS, entidade evangelica que trabalhava na “cura”, abandonou estas terapias, por se mostrarem ineficazes, gerando mais sofrimento que cura.

    http://noticias.gospelmais.com.br/exodus-international-abandonando-terapias-cura-gay-38537.html

    ENQUANTO ISTO EVANGELICOS BRASILEIROS, querem ir em contra-mão com o mundo, psicologos e especialistas.

  5. Mas quem disse que psicologos não tratam pessoas com distúrbio de identidade???? existem negros que não se aceitam, gordos, magros que não se aceitam, assim como gays, transexuais etc..Psicologos fazem tratamento destas pessoas, se cara fala que quer ser hetero, ele vai sugerir para o cara tentar sair com mulher(caso consiga) mas nunca vai lhe prometer cura

    o que não pode é um psicologo falar que um gay que não se aceita vai ser transformado em hetero pela psicologia, seria propaganda enganosa.. ia chover processos no conselho..
    imagina a cena: “um cara chega para um psicologo, eu não quero mais ser gay, tou sofrendo com isto, quero gostar de mulher”….passa 2 anos o cara não transa mais com homem, mas não tem tesão nenhum olhando uma mulher. o paciente pode entrar em desespero ficar mais doente ainda. até tentar a morte, muito comum nestes caras que não se aceitam.

    até o EXODUS, entidade evangelica que trabalhava na “cura”, abandonou estas terapias, por se mostrarem ineficazes, gerando mais sofrimento que cura.

    http:// noticias.gospelmais.com.br/exodus-international-abandonando-terapias-cura-gay-38537.html

    ENQUANTO ISTO EVANGELICOS BRASILEIROS, querem ir em contra-mão com o mundo, psicologos e especialistas.

    • Existe uma confusão. Psicologia não é ciência natural, como a medicina, e sim social. Quem trata de doença mental é o psiquiatra (que é o médico), não o psicólogo. Assim, ao atender um homossexual que deseja se “reorientar” o psicólogo não pode“curar”, posto que sua atribuição não é esta. Nesse contexto, o projeto de João Campos apenas garante segurança para os homossexuais que desejam buscar apoio psicológico.
      Repetindo: Quem trata de doenças mentais é o psiquiatra e não o psicólogo. E homossexualidade não é considerada doença na psiquiatria. Logo, não faz sentido esta gritaria sobre este projeto

      • Sim psiquiatra trata, medica doenças mentais esquizofrenia, sindrome do pânico, biolaridade, etc com medicamentos, mas a parte de orientação, ouvir é o psicologo, ele não tem este poder de “cura”

        seria uma lei inutil, pois na pratica já é feito este tratamento, só não se promete cura, pois seria charlatanismo. veja o rapaz evangelico que deu entrevista a cantora gospel…

        Mas quem disse que psicologos não tratam pessoas com distúrbio de identidade???? existem negros que não se aceitam, gordos, magros que não se aceitam, assim como gays, transexuais etc..Psicologos fazem tratamento destas pessoas, se cara fala que quer ser hetero, ele vai sugerir para o cara tentar sair com mulher(caso consiga) mas nunca vai lhe prometer cura

        o que não pode é um psicologo falar que um gay que não se aceita vai ser transformado em hetero pela psicologia, seria propaganda enganosa.. ia chover processos no conselho..
        imagina a cena: “um cara chega para um psicologo, eu não quero mais ser gay, tou sofrendo com isto, quero gostar de mulher”….passa 2 anos o cara não transa mais com homem, mas não tem tesão nenhum olhando uma mulher. o paciente pode entrar em desespero ficar mais doente ainda. até tentar a morte, muito comum nestes caras que não se aceitam.

        até o EXODUS, entidade evangelica que trabalhava na “cura”, abandonou estas terapias, por se mostrarem ineficazes, gerando mais sofrimento que cura.

        http://noticias.gospelmais.com.br/exodus-international-abandonando-terapias-cura-gay-38537.html

        ENQUANTO ISTO EVANGELICOS BRASILEIROS, querem ir em contramão com o mundo, psicologos e especialistas.

  6. em primeiro lugar os pastores evangélicos se colocaram acima de Deus e de Cristo por afirmarem falsamente realizarem curas e milagres, coisa essa que não existe, pois se isso fosse verdade não haveria doentes e deficientes físicos no mundo. segundo não satisfeitos com essa heresia, agora querem arrogantemente se colocarem acima dos médicos e doutores no assunto da medicina moderna. o pior de tudo isso é que em pleno seculo 21 existam pessoas tolas que acreditam e seguem tais líderes religiosos!

  7. Existe uma confusão. Psicologia não é ciência natural, como a medicina, e sim social. Quem trata de doença mental é o psiquiatra (que é o médico), não o psicólogo. Assim, ao orientar um homossexual que deseja se reorientar não se pode falar em “cura”. Nesse contexto, o projeto de João Campos apenas garante segurança para os homossexuais que desejam buscar apoio psicológico.
    Repetindo: Quem trata de doenças mentais é o psiquiatra e não o psicólogo. E homossexualidade não é considerada doença na psiquiatria. Logo, não faz sentido esta gritaria dos militantes gays sobre este projeto

  8. Sou a favor, acho que se a pessoa sofre por ter tendências homossexuais e quiser buscar ajuda na psicologia nada mais justo do que ter esse lado també, imagina uma pessoa homossexual ou alguém que tem dúvidas sobre sua sexualidade buscar ajuda com esses profissionais e esses o incentivarem a ser homossexual…

  9. SE UMA PESSOA HOMOSSEXUAL DESEJA DEIXAR ESSA “PRATICA COMPORTAMENTAL” E BUSCA AJUDA PORQUE Ñ PODE SER ATENDIDA EM UM CONSULTÓRIO….É UMA PALHAÇADA O QUE OS ATIVISTAS GAYS FAZEM, TODA ESSA BADERNA POR NADA……

    SIM A VIDA, SIM AO CASAMENTO(HOMEM E MULHER),SIM A MARCO FELICIANO NA CDHM!!!!!

  10. Se o tal comportamento GAY não é uma doença, torna-se ainda muito mais grotesco do que se possa imaginar; lamentavelmente, parece que num futuro muito próximo as famílias normais como as conhecemos, aceitarão esta prática macabra que é o homossexualismo, como correto para os humanos.
    Que DEUS tenha misericórdia para aqueles que lutam por uma libertação deste jugo.

    • Santa ignorância ,.Deus tem que ter misericórdia destas pessoas que não tem conhecimento algum .Leia antes de falar tanta asneira .A pessoa nasce gay entende ,não tem como mudar . Tem que mudar este celebro destes religiosos que não tem o que fazer fica fazendo a cabeça de pessoas ignorantes . Sabe quantos animais no mundo são gays ?muitos! ai você vai falar ,mais eles não raciocinam ,mais uma prova que se existe DEUS ele criou o gay . Se não o animal não iria querer o mesmo sexo. Meu caro sou mulher e não vou nunca ficar com uma mulher, mais nem por isto eu não respeito a condição de outra pessoa .

  11. Poderiam colocar também um projeto para cura de religiosos, afinal eles acreditam em seres invisíveis e imaginários. Poderíamos curá-los dessa loucura…

    • Ditadura, é sua igreja farisaíca, promover cura para pessoas já tão sofridas nesta sociedade machsita e homofóbica, de uma suposta doença que as mais de 21 anos a Organização Mundial de Saúde, proibe sewr tratado com o doença.

      Isto sim é N A Z I S M O.

      Hither, matou milhares de gays, judeos, ciganos etc.

      Tudo por achar que eram pessoas inferiores e doentes.
      O doente era Hitler, assim como Feliciano e seus seguidores fariseus, sepulcros caídos, não persebem que estão espalhando o ódio a angústia e tristeza, e afastando milhares de alma de Cristo.
      E tudo para que políticos evangélicos entrem na lista dos mais ricos do mundo.
      Como a palavra diz: o meu povo padece por falta de conhecimento.

    • Rosa, não seja ignorânte, todos podem buscar tratamento se quiserem isto não é proibido, o que o tal feliciano e a loba querem é suprimir da lei as seguintes claúsulas:

      Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.

      Art. 4° – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.

      Ou seja, eles querem legilitar os ataques de Malafaia, Feliciano e Loba, contra os homossexuais e assegurar que suas clinicas clandestinas continuem funcionando e perpetuando o sofrimento destes que buscam estes traamento para serem aceitos na igreja.
      Concluí-se que feliciano e sua corja, querem sim que através de lei os homossexuais sejam vistos como doentes.
      Isto é NAZISMO, Hitler conseguiu fazer com que toda a Alemanha , vice os judeios e homossexuais como doentes, tirou seus, bens, sua dignidade e pior fim os matou.

    • Ditadura è: tahar um minoria de doente, mesmo quando a ciência diz o contrário é justamente isto que Hitler fez, toma a Alemanha acreditar que judeus e gays eram doentes, tirou lhes a dignidade, suas casas e por fim os matou.
      Feliciano é tão nazista como muitos aqui.
      Que por acreditarem, que isto erá lhes garantir uma família feliz, é melhor encaminhar todos os gays para clinicas evangélicas e faturar com estas pobres vidas.

      Contanto que meus filhso acredtem que gays não existem, os gays que se danem, que vivam em clínicas.
      Fariseus sim são doentes, ganãnciosos, só olham o próprio umbigo, quando vêem os homossexuais enchem a mão de pedras.
      Mas Cristo um dia ira pedr conta a vocês do sangue deste povo que vocês querem taxar como doentes, e estragar-lhes a vida.

  12. É realmente um problema muito sério. Não podemos deixar de acompanhar esses embates que tenho a certeza que só vão beneficiar aqueles que precisam de esclarecimentos. Essas coisas já existem no mundo por muito tempo, mas agora as famílias estão se preocupando muito com as tendências sexuais de seus filhos e isso é um direito delas. Um pai vê seu filho,aq

  13. É realmente um problema muito sério. Não podemos deixar de acompanhar esses embates que tenho a certeza que só vão beneficiar aqueles que precisam de esclarecimentos. Essas coisas já existem no mundo por muito tempo, mas agora as famílias estão se preocupando muito com as tendências sexuais de seus filhos e isso é um direito delas. Um pai vê seu filho,aq

  14. Vou vê se consigo fazer o meu comentário, fiz o primeiro e foi parar não sei aonde. Olhem esse problema é muito antigo no mundo. Vamos discutir, debater, fazer o possível para amenizar essa situação. Pais humilhados, famílias destruídas, não pode continuar assim

  15. Homofóbico, poderia muito bem fazer projetos para melhoria da saúde, educação, desemprego, ou seja para o bem de todos os cidadãos, porém prefere e se acha no direito de julgar os outros, (se julga é porque se acha um um ser puro), julgamentos só cabem a Deus. O povo precisa de representantes que querem o bem de todos, sem discriminação, preconceitos e julgamentos.

  16. Mais que pouca vergonha, um país com tantos problemas e pessoas morrendo todos os dias, e esse infeliz vai fazer projeto pra curar gays? Toma vergonha na sua cara feliciano e assume logo que você queima a rosca, que vai ficar mais lindo.

    • Dante se você seguiu tudo o que aconteceu desde o começo do mandato de feliciano então você sabe que não foi ele que começou essa catástrofe. Por caso foi ele que gritava quando tentava presidir uma CDHM ? Por caso foi ele que invadiu uma igreja e beijou outro do mesmo sexo na frente de varias pessoas e até de crianças ? Por acaso foi ele que estava protestando em frente a uma igreja e até mostrando partes intimas ? Quem esta errado nisso tudo me diz ? Sim existe muitos problemas para se tratar mais o ATIVISTAS GAYS NÃO ESTÃO DANDO NEM UMA OPORTUNIDADE DIREITO PARA ELE TRABALHAR.

  17. Pra quem acha que ele está certo só digo que vocês estão completamente errados em apoiar esse cara e pensar semelhante a ele. Com base em que vocês acham que os gays precisam de cura? Vocês são gays por acaso e sabem como nos sentimos? A única cura que queremos é a de ter que conviver com pessoas igual a maioria de vocês. Pessoas que não cuidam nem do próprio nariz e acham que precisamos de suas opiniões equivocadas! Vocês percebem que isso reclassifica homossexualidade como doença? Há 30 anos ela foi retirada do rol de doenças internacionais e agora vocês querem nos reclassificar como doentes? Eu sou muito mais feliz hoje do que era antes de saber quem eu era de fato e não me sinto doente em momento algum. Agora lhes pergunto: No que isso melhorará a vida de vocês? O fato de eu ser gay ou não vai refrescar o que pra vcs? Se a tv exibe programas com alguém gay é pq a “ditadura gay” quer dominar o mundo mas vcs não percebem que esses programas que vocês querem nos enfiar goela abaixo dominam muito mais tempo na programação diária da tv aberta brasileira. Quem quer dominar o que então, me digam? Que chatice!

  18. Vamos deixar de besteiras…so sabemos que Deus existe,so sabemos que o diabo existe,so sabemos sobre o mundo,estaçoes do ano,nomes de passaros e de todo ser vivente e em geral tudo

  19. POVO DEIXEM DE SER LEVADOS PELA MIDIA, APRENDAM A LER E PROCURAR A VERDADE! NÃO EXISTE “CURA GAY” A PSICOLOGIA NÃO USA ESSES METODOS!
    LEIAM ESSES ARTIGOS DO PROJETO DE LEI!
    “Art. 3° – os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.”
    Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.
    Art. 4° – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.

  20. Nivaldo-Angola
    Servo Marco Feliciano, vai enfrente Angola ta contigo, gay e antibiblico, Deus fez homem e mulher.
    Arrependam-se e deixe o Servo trabalhar e Deus vai curar os Gay. Eu creio Lc 1:37

  21. […] O polêmico projeto apelidado pela mídia de “cura gay” foi colocado em pauta de votação da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados pelo deputado pastor Marco Feliciano (PSC-SP). O projeto, de autoria do deputado João Campos (PSDB-GO), ex-presidente da Frente Parlamentar Evangélica, resume-se a um decreto legislativo que derruba uma determinação do Conselho Federal de Psicologia (CFP) e libera os psicólogos para atenderem pacientes que busquem ajuda profissional para mudar sua orientação sexual e isenta de punição os profissionais que se pronunciem sobre a questão. Atualmente, o CFP proíbe que os profissionais de psicologia recebam pacientes que busquem tratamento ou orientação em busca de mudar sua orientação homossexual. O relator do projeto, deputado Anderson Ferreira (PR-PE), manifestou-se favorável à proposta, dizendo que ela “constitui uma defesa da liberdade de exercício da profissão e da liberdade individual de escolher um profissional para atender a questões que dizem respeito apenas à sua própria vida”. João Campos, autor do projeto, justificou a iniciativa dizendo que “o Conselho Federal de Psicologia, ao restringir o trabalho dos profissionais e o direito da pessoa de receber orientação profissional extrapolou o seu poder regulamentar”. Ivan Augusto, presidente do Conselho Regional de Psicologia do Distrito Federal (CRP-DF), afirmou que a entidade é contra o tratamento de homossexuais pelo fato de que a homossexualidade não ser considerada doença, de acordo com informações do G1. “O que a gente quer é que sendo uma questão que não tem um diagnóstico, é muito difícil dar opinião sobre como pessoa gosta de ser. Até hoje não vi ninguém ser tratado. Não é nenhum problema, é uma solução de cada um”, afirmou Augusto. Feliciano também incluiu na pauta da próxima sessão a apreciação dos projetos que criminalizas a discriminação contra heterossexuais e que especificam atos considerados crimes de discriminação e preconceito, indo além da atual lei do racismo. A assessoria do pastor Marco Feliciano afirmou que os projetos foram colocados em pauta por estarem na lista de propostas que devem ser analisadas pela CDHM: “O presidente da comissão coloca em pauta de votação. Se existe estratégia de votação, isso deve partir dos deputados”, observou Feliciano. FONTE: GOSPEL MAIS […]

DEIXE UMA RESPOSTA