Marina Silva diz defender o direito de homossexuais à união civil, mas afirma ser errado usar o termo “casamento”

46

A candidata Marina Silva (PSB) afirmou durante entrevista que aceita a união civil entre pessoas do mesmo sexo, mas frisou que a palavra casamento é a representação da união entre um homem e uma mulher.

Em meio às discussões sobre os rumos que um país de mais de 202 milhões de habitantes tomará a partir de 2015, quando o novo presidente comandará o Palácio do Planalto, a mídia voltou a dar ênfase às propostas feitas pela coligação de Marina Silva para um grupo social específico, os homossexuais.

Na entrevista de Marina ao Jornal da Globo, na madrugada da última terça-feira, 02 de setembro, a ex-senadora interrompeu os jornalistas para dizer que ela discorda do uso do termo “casamento” para a união civil gay: “Em termos da palavra casamento está errado, porque o que nós defendemos é a união civil entre pessoas do mesmo sexo. O certo seria Marina Silva é a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo”, disse, de acordo com informações do portal Uol.

Marina, que em outra ocasião disse que não há motivo para debates sobre o assunto, afinal do Supremo Tribunal Federal (STF) já decidiu favoravelmente pela união homossexual, reforçou suas explicações sobre a polêmica em torno de seu programa de governo.


A candidata afirmou que houve um equívoco na divulgação do material, pois por falta de revisão, um trecho redigido por ativistas gays foi colocado no capítulo que trata das políticas públicas para o movimento LGBT, ao invés do que havia sido acordado entre ela e o falecido Eduardo Campos.

“O documento que foi encaminhado como contribuição pelo movimento LGBT não foi considerado documento da mediação do debate, foi um documento tal qual eles enviaram”, explicou Marina.

Questionada se as ações de seu governo seriam influenciadas por sua fé evangélica, Marina chamou a atenção para outro ponto, afirmando que sua crença tem sido usada pelos adversários políticos de forma equivocada para acusá-la de ser uma extremista religiosa: “Isso é uma forma que as pessoas foram construindo, ou estão construindo, pra tentar passar uma imagem de que eu sou uma pessoa que é fundamentalista”, rebateu a ex-senadora.

Ao final, Marina foi questionada sobre suas leituras da Bíblia Sagrada, e afirmou que as Escrituras são uma fonte de inspiração para ela: “Dificilmente encontra-se uma pessoa que diga que é 100% racional. Essa pessoa estaria presa à realidade, e teria uma subjetividade muito pobre”, contrapôs.


46 COMENTÁRIOS

    • Exatamente. Se os direitos não forem iguais, que rasguem a constituição pois não somos um ESTADO LAICO.

      Afinal, defesa de direitos iguais é um dos princípios mais básicos do Estado Laico.

  1. Me disponho a pensar, se no momento em que a fé da irmã Marina Silva, for posta em julgamento, para então tomar parte na Vida Eterna com CRISTO, se Este mesmo SENHOR, terá por inocente alguém, que por um prato de lentilhas, negocia a integridade de suas convicções. Embora a sociedade hodierna despreze veementemente A Palavra de DEUS, todo aquele, que espera receber o Galardão do Arrebatamento, jamais poderá agir de tal modo, mesmo substituindo a terminologia em relação à prática do que, diante de DEUS irrevogavelmente é considerado pecado. Frise-se, que minha argumentação, não cerne sobre indivíduos, antes, acerca das práticas.

  2. Concordo com marina,casamento homossexual não existe.
    eu não vejo problema os moço e as moça terem uma união Civil no cartório perante a lei,agora se eles querem casar na igreja com a bênção de um sacerdote ai a minha opinião é de discordância e repugnação e ai da igreja que fizer uma celebração dessa,abominável é ao senhor.

    • Luciano

      Penso da mesma forma, se querem viver juntos, na esfera civil não vejo por que alguém deva se opor.
      Mas a questão, e creio que a coisa poderá sim chegar nesse ponto, será quando começarem a lutar para que igrejas sejam obrigadas a realizar esses “matrimônios”

        • Te digo Regis e Elder (lunático), nenhum gay com amor próprio buscaria casar em uma igreja “homofóbica”, existem igrejas inclusivas que os casão, existem igrejas anglicanas, e até no budismo existe casamento homoafetivo, está mentira de e casar em suas preconceituosas igrejas foi o meio que Silas usou para tirar mais dinheiro de vocês e encher a Câmara de Deputados evangélicos corruptos, digo isso pois são os mais faltosos, e envolvidos em falcatruas dentre outros fiascos.
          E mais o termo casamento é “pagão” totalmente pagão e já era realizado em outras civilizações babilônicas muitos séculos antes da existência do judaísmo.
          Ou seja o casamento não é uma instituição cristã, e muito menos pertence os evangélicos fundamentalistas.
          Se vocês se prestassem a estudar um pouco massa de manobra e votos de cabrestos gospel não existiriam e nosso país e seriamos um país mais rico com certeza e não teríamos tantos pastores milionários.

    • que bobagem luciano tenho certeza que vc nunca ouviu falar que um gay quisesse casar na igreja, e sim ter os mesmos direitos que um casal hetero tem quando se casam no civil amparado por lei constitucional.

  3. Se os homossexuais acham tão importante se casar diante de Deus, por que não leem a Bíblia e entendam de uma vez por todas que para Deus só existe união entre homem e mulher?
    Agora, se eles querem realmente se casar, de maneira diferente da que Deus estabeleceu, que criem sua própria ceita e casem-se!
    Se já são rebeldes por natureza para não atender uma ordem de Deus, cometer a torpeza de criar sua própria religião para satisfazer os seus desejos mundanos, não deixará Deus mas alegre, mas deixará pelo menos a igreja de Jesus em paz.
    Ou será que tudo isso, casamento gay, é só um pretexto para tirar a paz que há nas igrejas de Cristo?

    • Querido sua bíblia deturbada e mal interpretada eu não, leio, utilizo a Bíblia de Jerusalém.
      E não se preocupe, nenhum casal gay com o mínimo de amor próprio buscaria casar em uma igreja homofóbica, temos igrejas inclusivas, Anglicanas, e até para gays,budistas existe casamento.
      Quem inventou essa história de utilizar a igreja de vocês foi o cão raivoso do seu pastor Malafaia, justamente pra formar um exército de gente ignorante e fundamentalista.

      • Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens também, deixando o contato natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro.” Romanos 1:26-27, na biblia está escrito, então se está escrito é ela que eu confio pois a bíblia é o meu manual de vida e deveria ser o seu, servir a Deus não é fazer o que desejamos ou queremos é viver o que é certo, quando se fala em livre arbitrio se fala em escolhermos servir a Deus da maneira que Ele quer ou vivermos aprisionados pelo Diabo e nossa carne, não conseguindo assim vencer a natureza pecaminosa,

    • Casamento diante de Deus? Onde? Só vejo eles pedindo casamento CIVIL para terem os mesmos direitos civis que o resto da população. E nisso, eles estão certos.

      Tenho certeza que muitos deles sabem que nunca vão poder exigir um casamento nas igrejas. Porém, pq religiosos xiitas ficam vetando o direito deles se casarem no estado? Pior, lideres milionários cujas as igrejas não pagam um centavo de impostos, enquanto cidadãos lgbts pagam os mesmos impostos que todos nós. Se for assim, acho que o movimento deveria pedir isenção de impostos, pra compensar a injustiça de ver uns caras que enriquecem com dízimo e oferta de ovelhinhas, sem pagar nenhum imposto ao estado.

  4. Marina, evangélica que diz ser está cometendo um grande erro em ser a favor da união de homossexuais. Sinceramente, perdeu o meu voto simplesmente por apoiar uma coisa que Deus condena. Quando ela se converter e começar a fazer a vontade de Deus terá o meu voto.

  5. o Aécio Neves é favor do casamento gay, e isso o Silas Malafaia não fala:

    htt p://igay.ig.com. br/2013-05-07/senador-aecio-neves-se-declara-a-favor-do-casamento-gay.html

    (tirar os espaços)

  6. “Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade.” (Efésios 4:22-24)

  7. Crente adotar é quase piada, vivo no meio gospel, é mais fácil, católico e espírita adotar, pois evangélico de inicio já tem preconceito pois dias que a criança abandonada levará maldição hereditária para sua linda família gospel.
    Se as pobres crianças abandonadas dependessem dos “evangélicos” jamais teriam família, esta raça de víboras e tão cega, mas tão cega, que se adorna como se fosse pura, se enfeita, mas como JESUS disse são sepulcros pobres.
    Preferem que as crianças moram nas ruas que sejam adotadas por casais homoafetivos.

    • André, sepulcro caiado é você, sou e evangélico de família evangélica, tenho um irmão adotivo que amamos como se fosse de sangue, conheço vários evangélicos que adotaram crianças, você não passa de um estúpido desconhecedor dos verdadeiros evangélicos, crianças abandonadas não são malditas mas você com certeza é um maldito, e precisa sim pode de Jesus na tua vida para que sejas abençoado, e toda desgraça que tens passado é o teu ódio contra o que é de Deus.

  8. Eu estava pensando em votar com toda a minha família em Marina, mas depois dessas declarações dela, desisti .
    É só pelo fato de que eu na minha ignorãncia política, não entendo muito dessas coisas . Eu gostaria de entender na prática, a diferença entre casamento e união .
    Eu estou falando de PRÁTICA .

DEIXE UMA RESPOSTA