Ministério Público proíbe crianças de fazerem a oração do Pai Nosso em escola pública

33

A oração que Jesus ensinou vem se tornando objeto de reprovação pelas autoridades públicas, em especial, o Ministério Público, ignorando a liberdade religiosa preconizada na Constituição Federal. Uma escola pública em Barra Mansa (RJ) foi proibida de reunir os alunos para recitar o Pai Nosso.

A Secretaria de Educação do município recebeu uma notificação do Ministério Público pedindo que a oração realizada pelos alunos fosse suspensa, devido a uma denúncia anônima que acusava a direção da escola de coagir e constranger os alunos, além de favorecer as religiões cristãs.

A diretora da escola, Maria Aparecida Almeida, argumentou que o momento de oração era feito como uma reunião para reflexão, e os alunos eram livres para manifestar qualquer pensamento: “Esse momento foi proposto pelos professores e os próprios alunos para que eles ficassem mais tranquilos ao subir para as salas de aula e expusessem qualquer manifestação, como poesias, avisos, orações. É um momento espontâneo, não forçado, em que poderia ser de qualquer cunho religioso, mas no momento apenas os cristãos sentiam essa vontade de realizar suas orações. Utilizamos para dar dicas como sobre a dengue, zika, por exemplo”, explicou a diretora, segundo informações do jornal A Voz da Cidade.

Maria Aparecida afirmou que agora apenas o hino nacional e os avisos serão realizados no momento de reflexão, para evitar ações judiciais.


Luciana Barbosa Borges de Sá, subsecretária de Educação, comentou que na última reunião com os diretores foi tratado o respeito à laicidade na escola pública, embora haja o ensino religioso: “No ensino religioso são tratadas todas as religiões e doutrinas, é falado de uma forma pluralística assim como determina o MEC”, explicou.

33 COMENTÁRIOS

  1. Sou muito religioso, e por isso concordo com o Ministério Público. Explico: a sociedade não é formada apenas pela religião cristã – o Pai Nosso é uma oração cristã -, mas por muitas outras religiões.

    Ora, além do fato da escola pública ser uma instituição laica e que acolhe alunos de todas as crenças e não-crenças, as crianças não podem ser expostas a um ambiente onde apenas uma religião tem direito a oração, e como simplesmente não é possível orações de todas as religiões, então que não haja oração de nenhuma.

    Ademais, o povo evangélico e católico tem de entender que escola existe para o ensino secular.

    Religião se aprende no lar e na igreja ou templo, e se pratica no dia-a-dia, e quem não gostar que matricule seu filho em escola confessional.

    • E ouvir os país das crianças muçulmanas, hinduistas, budistas, etc., para a realização das orações de suas confissões de fé, deve ou não ser feito? Cidadão, escola pública não é escola confessional. Em um país em que mais da metade da população é católica, ouvir os país opinarem sobre rezar ave Maria e salve rainha nas escolas públicas é bom para os evangélicos? Tome juízo, moço.

  2. A constituição diz que a educação é um direito dos pais portanto estes devem ser ouvidos na hora de qualquer mudança que afeta direta ou indiretamente os alunos. Acredito que os pais de alunos e professores não foram ouvidos, portanto tal decisão do ministério público é autoritária e ilegal, tantos problemas na educação para serem sanado, e o ministério público se dobrando ao desgosto de grupos e segmentos contrários a ordem e os bom costumes.

    • E ouvir os país das crianças muçulmanas, hinduistas, budistas, etc., para a realizarão das orações de suas confissões de fé, deve ou não ser feito? Cidadão, escola pública não é escola confessional. Em um país em que mais da metade da população é católica, ouvir os país opinarem sobre rezar ave Maria e salve rainha nas escolas públicas é bom para os evangélicos? Tome juízo, moço.

  3. Não é existe uma lei que proíba a oração. Se acontecer a oração, quem não crê em Deus, fique calado. E deixe os alunos que creem orarem. Porque não há “implicância” com as grandes “besteiras” que são ensinadas…. Para tudo tem uma explicação. Neste caso é que Deus incomoda!…

  4. Não entendo o porque do Ministério Público proibir uma prática que está na própria Constituição Federal, no artigo 210, parágrafo 1º, que determina o ensino religioso “facultativo para o aluno, nos horários normais das escolas públicas de Ensino Fundamental”; e no artigo 33 da LDB (Lei de Diretrizes e Bases) diz que “os sistemas de ensino ouvirão entidade civil, constituída pelas diferentes denominações religiosas, para a definição dos conteúdos do ensino religioso”.

  5. Os alunos poderiam se reunir entre eles e fazerem a oração voluntariamente. Isso o Estado não pode proibir. Estado Laico não significa Estado ateu. No Estado Laico as igrejas ou associações religiosas não podem ser subvencionada pelo erário, mas devem ser protegidas.

    • Escola não é igreja, não é templo, não é mesquita. Será que você não entende o perigo, para a liberdade de consciência, culto e expressão, o privilegiar uma religião em detrimento de todas as demais? O que falta para você admitir isso: conhecimento ou sinceridade? Você gostaria, como evangélico, que seus filhos fossem submetidos, na escola pública, à ladainhas católicas? À orações a santos, à invocações de espíritos, à cantares de mantras? Pense!

      • Minha filha ja foi submetida as doutrinas católicas sou evangélico não procurei o MP simplesmente falei a ela para respitar e que nao fizesse….em seguida conversei com a professora e caso resolvido.

        Simples assim.

  6. segundo o que li na matéria o momento era aberto para TODAS AS RELIGIÕES e TODO TIPO DE MANIFESTAÇÃO, logo o MP errou. Acertaria se fosse uma imposição da escola o que pelo que li na matéria não era. Puro excesso de zelo

  7. Eu continuarei a fazer minha parte para combater a “erotização das nossas crianças”!
    Quanto mais se procura mais se acha!
    “A ideologia de gênero” foi negada pela grande maioria da população, mas os governos de esquerda não desistem em doutrinar nossos filhos.O MEC vem liberando livros para as criança isso que o Ministérios Publico deveria se preocupar com estas faltas de respeito e que vem destruindo as famílias!!!

  8. Que tipo de cristão é você?”
    A esse pergunta, respondo: “Um cristão que pensa que tem a mente aberta, é ecumênico e tolerante. “Eis o que significa para mim cada um desses termos:
    QUE PENSA: Deus dotou-nos de um cérebro e deseja que o empreguemos em toda parte. Deixamos de honrar a Deus quando abandonamos nessa capacidade intelectual. A Bíblia,assim como a Constituição de um país,pode ser interpretada de diferentes formas. É nossa missão nos esforçarmos ao máximo para entender como ela fala conosco e como seus ensinamentos se aplicam à nossa vida.
    DE MENTE ABERTA: A vida possui uma séria de complexidades e mistérios que jamais serão completamente entendidos aqui na Terra. Minha fé é forte, mas não pretendo possuir todas as respostas, e em incomodam as pessoas que se acham donas da verdade.
    ECUMÊNICO: Acredito que deva haver relações amigáveis entre as diversas religiões e respeito os sistemas de crença diferentes do meu. Aquilo em que os outros acreditam é tão verdadeiro para eles quanto as minhas crenças o são para mim. Acho que deveríamos buscar pontos em comum, usando as religiões para tornar o mundo um lugar melhor para todos.
    TOLERANTE: A Bíblia afirma claramente que não devemos julgar uns aos outros. Sinto profunda rejeição por pessoas que julgam, principalmente em relação a questões de fé, e definem quem será ou não “salvo”.Acho que deveríamos concentrar nossa energia em honrar a Deus,vivendo de acordo com os ensinamentos da Sagradas Escrituras.

  9. Minha filha estuda em colégio católico onde se reza o pai nosso e ave maria diariamente .,.
    E se proibir entro na justiça ., pois as Freitas educam muito bem todos os alunos .,.
    O resto é heresias protestantes do Brás

    • A-pelando continuamente contra,
      P-rotestantes, Cristãos sinceros, obedientes ao ensino da Palavra,
      O-stenta amargura, insegurança, falta de entendimento,
      L-adrando os que na verdade buscam o único Senhor e Salvador,
      O-diando sem discernimento o que não conhece…
      “Conhecereis a verdade e a verdade te libertará”

  10. Proibem as crianças de orarem o “Pai Nosso”, mas querem ensinar as crianças desde cedo a promiscuidade, ideologia de gênero e outros ritos do inferno. O que se planta hoje, amanhã se colhe. É por isso que o mundo caminha para o abismo de imoralidade, violência e falta de amor com o próximo. Os presídios estão lotados, a criminalidade, violência e aumento de viciados está assustador. Deixe DEUS fora da vida de alguém e só restará destruição.

    • Faço minhas, as suas palavras. Estão invertendo os valores. Acho que a escola é uma extensão de nossa casa. Proíbem a oração do Pai Nosso (que é uma oração universal) , mas incentivam para que nossas crianças optem pela libertinagem sexual. Daqui a pouco, o Ministério vai querer “obrigar” os professores a queimarem suas Bíblias, com ameaça de serem exonerados!
      Acho que só está faltando isso!!
      Uma vergonha !!

  11. A EDUCAÇÃO É RESPONSABILIDADE DO ESTADO E NÃO DA IGREJA!!!! O ESTADO É LAICO!!! PARA OS IGNORANTES Significado de Laico
    adj. Característica do que ou daquele que não faz parte do clero; que não pertence a instituição ou ordem religiosa: empresa laica; escola laica; Estado laico.
    Que não aceita ou recebe influência religiosa; que se opõe ao que é eclesiástico; secular.
    OU SEJA A ESCOLA TEM QUE ENSINARO CURRICULO E NÃO RELIGIÃO!!!

  12. Estão corretíssimos. Escola não é igreja, é local de aprender e estudar. Quer rezar? Vai pro culto, pra missa ou outro local específico de oração. Daqui a pouco estão fazendo despacho de macumba no pátio de recreio e achando que isso é normal. Crianças ainda não têm capacidade de pensar sobre religião nenhuma e precisam ser protegidas contra lavagem cerebral precoce.

  13. marcelo criança não capacidade de pensar sobre religião, mas tem capacidade para aprender sobre sexo e gays nas escolas não é? não é isso que o mec está colocando nas escolas? e porque vcs não fazem capanha contra isso? por isso eu sei que vcs são doentes mentais.vcs sofrem de desvio psicológico.ou sejam são psicopatas.

  14. Muito infeliz sua colocação JÁ se percebe pelo teu comentário NÃO pode haver manifestação religiosa na escola mais pode em presídio prefiro meus filhos ouvir falar de DEUS na escola do que dentro de uma cela de cadeia

  15. Josemir Magalhaes O que uma coisa tem a ver com a outra? Sexo e Homossexualidade são assuntos que devem ser tratados sim na escola, pra diminuir o preconceito no caso da homossexualidade e conscientizar sobre doenças etc no caso do sexo, isso não tem nada a ver com religião, o que você acharia se na escola pudesse fazer ritual de macumba antes das aulas?? Pense, é simples.

    • Bom dia Pedro Ferreira , palavras sua “Sexo e Homossexualidade são assuntos que devem ser tratados sim na escola, pra diminuir o preconceito no caso da homossexualidade e conscientizar sobre doenças etc”, então nesta sua lógica deve ser feita sim a oração do Pai Nosso, para diminuir o preconceito contra os cristãos que estão se espalhando pelo mundo todo e diminuir as degolas e as queimadas. Abraço.

  16. Concordo. Uma coisa é os estudantes terem acesso aos conhecimentos da diversidade religiosa, o que inclui conhecer as diferentes religiões a partir de estudos científicos, com aportes filosóficos, antropológicos e sociológicos. Isso ajuda na formação do cidadão pois a religião está na sociedade, influencia na formação dos sujeitos e na organização social. O cidadão precisa ter conhecimentos para fazer uma leitura crítica da contribuição da religião, bem como das violências operadas por ela ou a partir dela. Outra coisa, que não é constitucional, é realizar práticas religiosas na escola, como orações…. Isso é dever da família e das respectivas comunidades religiosas. Enquanto não se compreerder isso, não se avança.

DEIXE UMA RESPOSTA