Parábola bíblica do “filho pródigo” ganha adaptação contemporânea para o cinema

0

A parábola bíblica do Filho Pródigo estará em breve nas telas dos cinemas do Brasil, em uma versão pop e contemporânea. Essa é a promessa de uma empreitada liderada pelo cineasta paulistano Pedro Lucínio, de 44 anos.

Radicado em São José do Rio Preto, no interior paulista, o cineasta trabalha em seu primeiro longa-metragem. O nome do filme é Pródigo, e está sendo rodado desde o começo do mês na cidade de Tabapuã (SP). No set, montado na Fazenda Água Milagrosa, uma equipe de 20 profissionais trabalha para a realização do projeto.

– A parábola do filho pródigo é uma história fantástica e atual. Tem uma temática cristã, mas também contemporânea – afirmou Lucínio, em uma entrevista ao R7.

O longa-metragem, que tem previsão de estreia para 2014, chega em um momento em que filmes com temática religiosa tem ganhado o público, a exemplo de recentes filmes voltados ao público espírita com fartas bilheterias. Porém, o cineasta afirma que esse projeto cinematográfico não tem apenas o público cristão como alvo.

– Existe um nicho para a temática religiosa no cinema. Mas meu filme não é só para evangélico. Porque até um ateu conhece a parábola do filho pródigo. É uma obra universal – reforça o diretor, afirmando que seu longa não é pregação e que se este fosse o objetivo, “colocaria uma câmera em um culto”.

– O que faço é cinema – completa.

Pedro Lucínio conta com o incentivo do ProAC do Estado de São Paulo para as filmagens, mas o diretor ainda busca novos patrocínios, visto que foi autorizada a captação de R$ 587 mil, mas ele até agora só conseguiu metade deste valor.

Para os 60 dias de filmagens, um dos apoiadores está sendo a Prefeitura de Tabapuã, que ajudou com questões logísticas, como transporte e alimentação.

– O filme Pródigo será um marco na imagem de Tabapuã. Apoiar a cultura sempre traz um retorno fantástico – explicou o prefeito da cidade, Jamil Seron (PSDB), que afirma ter “abraçado o projeto”.

João, o protagonista do filme, será interpretado pelo estreante Yuri Macri, de 17 anos. O rapaz, que não é ator profissional e antes cantava em uma igreja evangélica, conta que teve aulas com o preparador de elenco Adriano Ferreira, que é também segundo assistente de direção, para se prepara para o filme. Ele revela também ter feito um laboratório para compor o personagem.

– Fui para a fazenda do meu tio e convivi muito com meu primo, Victor, de 12 anos, para me inspirar na composição de meu personagem, que é muito inocente. É uma oportunidade única para mim – revelou.

O elenco tem ainda atores como Rodney Magalhães, na pele do pai, Enoque, e Gloria Rabelo, como a avó moderna de João, Zulmira. Ainda há Rafael Nardi, que estreia nos cinemas como Daniel, o irmão mais velho de João, e é chamado pelo diretor de “o galã do filme”, e o argentino Juan Manuel Tellategui, que viverá Z, o antagonista da história que vai levar o João para o mau caminho.

De acordo com o R7, que visitou o set de filmagem, o filme conta também com participações especiais, como as dos músicos locais Juvenil Martins, Edivaldo de Atayde e Eduardo Higuti, convidados para tocar em uma cena de festa na fazenda.

Assista ao trailer do filme:

Assine o Canal

Por Dan Martins, para o Gospel+

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA