Brasil

Pastor Ed René Kivitz fala sobre orgulho e vaidade e afirma que “o Reino de Deus é coisa de criança”. Leia na íntegra

Comments (0)
  1. Jairo Luis Jairo disse:

    NÃO EXISTE NADA MAIS ENGRAÇADO DO VER EM PLENO SÉCULO 21, MILHÕES DE ADULTOS BOBOS FALANDO SOBRE REINO DOS CÉUS APENAS PORQUE ESTÁ ESCRITO EM UM LIVRO QUALQUER. VÃO SER BURROS ASSIM NO INFERNO.

    1. Kol Mikaleson disse:

      morre diabo

  2. Jairo Luis Jairo disse:

    ALGUÉM RESPONDE: ONDE FICA O REINO DOS CÉUS???????

  3. A chamada da matéria não condiz com o assunto exposto e até fiquei surpreso, pois admiro o Pr René. Mas, lendo o que ele escreveu, não deixo de concordar. Oxalá os homens compreendessem o que Jesus quis ensinar sobre o assunto. O mundo seria bem melhor.

  4. Kamal Robles disse:

    Gosto do pastor Ed René Kivitz, mas não concordo com o texto, no meu ponto de vista ser como criança naquela época no pensamento Judeu, uma criança não era vista como bobinha, infantil, inocente, mas de pouca importância assim como leprosos, viúvas, etc… Ser como criança no meu ponto de vista é ser considerado sem valor, de pouca importância para a sociedade.

    1. Então eu devo ser como o leproso? Mas sem a lepra? Que é uma figura de pecado e sujeira!?

      Você vai responder: "Não, não como o leproso por causa da lepra, mas de pouca importância"
      Então responderei: "Então não é com todas as características do leproso? E da criança!? Eu diria que sim, mais características de criança além dessas que você citou!"

      A criança não é apenas alguém que não da importância para valores intrínsecos, ou alguém que não cogita poder ou fama. Ela é além disso, alguém inocente para o pecado pura de coração, sem interesses materiais, disposta sempre a se machucar por uma brincadeira, se sujar por uma guloseima. Eu diria que os adultos de hoje estragam a infância dos seus filhos, falta muito esse "ser criança" em cada um.

    2. Ei Kamal, desce do pedestal homem de Deus, ninguém tá interessado em saber se vc concorda ou não com o texto, tão pouco, com"o seu ponto de vista", o Ed René deixou claro que é o ponto de vista de Jesus, no sentido de simplicidade e pureza de alma!

    3. Kamal Robles disse:

      Marlene Paiva, Talvez seja este o principal problema dos evangélicos, não se importar com o próximo não tentar compreender o que ele pensa não se convalescer de sua dor!!! Sera que você seria capaz de tomar frente a prostituta como fez Jesus? Sera que você não esta adorando lider religioso? e não a Jesus. Agora se você esta interessada com meu ponto de vista isto pouco me importa! é o meu ponto de vista não sou obrigado a concordar com tudo!!! Dizer "sim" pra tudo não é ser livre, é viver sem critério. Quanto a descer do pedestal, te confesso não tenho pedestal!!! minha aureola é torta, e minha azeitona vive caindo fora da empada, não levo vida de santinho, na realidade não sou!! Quanto sua critica, foi muito bom receber ela, foi muito construtiva para mim!!! Fique em Paz!!!! Isto não é demagogia!!! é constatação!!!!

    4. Ei Marlene Paiva, pisa no freio aí poxa rs.
      No final da matéria tem um campo para "Comentários" e ele fez igual a você, clicou no campo, escreveu o que pensa e deu enter.

      Não vi pedestal no comentário dele, acredito apenas que o Kamal deve ter ouvido mais de uma vez pregadores que estiveram em Israel e/ou que pregam com base Judaica nas traduções etc, é muito comum hoje em dia, o que não é 100% um problema. Eu acho que nesse exemplo a interpretação regional da palavra e interpretação judaica, envolvendo cultura removeu um pouco da sensibilidade que eu acredito que Jesus usou, a sensibilidade de dar a criança outras características.

    5. Kamal Robles disse:

      Não, Philippe Gandolfi, você não deve ser como leproso!!! o que me impressiona em Jesus, é que ele tinha uma grande capacidade de andar com a baixa estirpe da sociedade se é que eu posso chamar assim!!! Veja só, a prostituta, leprosos, Zaqueu, etc… emfim todos aqueles que a sociedade rejeitava, no meu pensamento ser como criança significa ser, pequeno entre os grandes!!! não adianta você ser um super religioso como os fariseus, e não compreender o ministério pascal!!!!! Vou deixar aqui uma dica!!! LEIA OS LIVROS DE Brennan Manning. A Paz!

    6. Kamal Robles disse:

      E no meio dessa balburdia toda arrumei mais dois amigos, Marlene Paiva e Philippe Gandolfi. Legal!!!!

    7. Devo comentar que embora concorde com você quanto as pessoas que Jesus andava e tocava pra sociedade não tinha valor, nesse caso das crianças é a sua inocência que o Eterno quis nos ensinar. Ele ensinou que no reino não há maior e nem menor tocando naqueles e naquelas a quem era repudiado. Agora com as crianças ele nos ensina que devemos ser inocentes e de bons sentimentos de uns para com os outros, se não fosse assim de que modo deveria entendermos a natureza do amor. As crianças quando brigam, logo esquece, os adultos guerreiam. Por isso ele nos ensina como devemos viver no mundo, sem as preocupações da vida porque afinal de conta ele nos chamou. Sem preocupações como as crianças. Paz e bem.

  5. O título da matéria faz o leitor ter outra noção diferente do que seria o conteúdo. Não sei se isso foi de propósito ou não, tomara que não tenha sido.

  6. Quem esta achando que o título não condiz com a matéria é porque o seu coração esta mais cheio de religiosidade do que de amor, você esta pensando mais nas coisas deste mundo do que nas coisas dEle. Quando disse: "Coisa de criança" tenho certeza que você tentou interpretar: "Coisa sem importância, pra gente sem maturidade!" – Mas quando eu li eu saquei na hora esse figura da criança com o Reino de Deus.

  7. Kamal Robles disse:

    Não, Philippe Gandolfi, você não deve ser como leproso!!! o que me impressiona em Jesus, é que ele tinha uma grande capacidade de andar com a baixa estirpe da sociedade se é que eu posso chamar assim!!! Veja só, a prostituta, leprosos, Zaqueu, etc… emfim todos aqueles que a sociedade rejeitava, no meu pensamento ser como criança significa ser, pequeno entre os grandes!!! não adianta você ser um super religioso como os fariseus, e não compreender o ministério pascal!!!!! Vou deixar aqui uma dica!!! LEIA OS LIVROS DE Brennan Manning. A Paz!

    1. Ah, eu vi aqui! Achei que tinha comentado o outro comentário …

      Eu sei que não devo ser como leproso, só quis mostrar que Jesus não poderia ter dito – Quem não for como o leproso. Também não disse Quem não for como a prostitua ou Quem não for como a Viúva… Mas disse como crianças não só por causa de UMA característica delas, mas de muitas outras além dessa que você citou: "De pouca importância assim como leprosos, viúvas, etc"

      Resumindo eu só não concordei com o seu comentário 100% porque o que o Rene disse esta certo, e esta certo o seu adendo: O reino de Deus é coisa de criança sim:

      "Coisa de gente que não deseja esse mundo, coisa de gente inocente, ingenua (no bom sentido), coisa de gente simples, que é verdadeira, que não cobiça posições de poder e autoridade…" e por aí vai. A visao do Ed Rene esta certa e a sua TAMBÉM! Abração!

    2. Kamal Robles disse:

      Com certeza O reino é coisa de criança!!! não poderia ser de forma diferente, só não concordo com a forma que o texto se refere a ser como criança!!! Mais não é por causa disso que vou deixar deixar de gostar do pastor , Ed René Kivitz , conheço seu trabalho!!! e posso dizer sem medo é um grande homem!!! E acredito que seja a critica ou o elogio, sempre construtivo!!! Abraços, Philippe Gandolfi, apesar de te conhecer somente aqui no face, posso te dizer foi muito bom te conhecer!!!!

  8. Kamal Robles disse:

    E no meio dessa balburdia toda arrumei mais dois amigos, Marlene Paiva e Philippe Gandolfi. Legal!!!!

  9. Na verdade o pastor interpretou muito bem a metafora biblica, reino dos ceus é coisa de criança, infantilidae e bestialidade, tolice no final jesus tinha doze tolos metaforicamente após tolos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *