Pastor Franklin Graham diz que cristãos “devem escolher o martírio” e nunca negar a fé em Jesus

6

Em tempos de perseguição extrema a cristãos, o pastor Franklin Graham afirmou que os seguidores de Jesus Cristo “devem escolher o martírio e não negar sua fé”.

Em entrevista ao The Kelly’s File, na Fox News, o pastor filho do evangelista Billy Graham afirmou que os cristãos do Iraque, Síria e outras partes do Oriente Médio são heróis da fé, e terminam sofrendo por recusarem a conversão ao islamismo.

“Os cristãos não são apenas um alvo, mas estão sendo massacrados. Mulheres geralmente são estupradas por soldados, os homens são executados/fuzilados na frente de suas famílias. Isso acontece todos os dias”, lamentou.

Franklin Graham, que é fundador da entidade Samaritan’s Purse, lembrou do caso do pastor Saeed Abedini, que está preso no Irã apenas por ser cristão.


Os jornalistas perguntaram a Franklin se os cristãos dessa região não deveriam aceitar o que os terroristas querem ouvir, e declararem-se muçulmanos apenas para poupar suas vidas, porém o pastor foi enfático em recusar essa possibilidade: “Os cristãos foram martirizados séculos atrás, no império romano, quando eram devorados pelos leões. Nós estaríamos traindo cada pessoa que se encontrava lá, por sua fé, que defendeu a Jesus Cristo, se fizéssemos o que os terroristas querem… Eu acho que nós [sempre] tomaremos uma posição em favor da nossa fé”, concluiu.

Perseguição

Recente estudo revelou que em média, ao longo dos últimos anos, 100 mil cristãos foram mortos no mundo a cada doze meses, o que significa que cinco seguidores de Jesus Cristo são mortos por minuto ao redor do mundo.

O número de cristãos perseguidos hoje no planeta é de 150 milhões, o que corresponde a 80% de toda a perseguição religiosa existente no mundo.


6 COMENTÁRIOS

  1. já tentaram isto na Russia, levaram os crentes para a sibéria fizeram um buraco no gelo em cima do mar, e mandavam negar a jesus, a o chegarem na beira perguntavam negas a Jesus, e eles não, levaram um tiro na cabeça e eram jogados no buraco, assim foi feito com vários, até que um destes ficou pensando e tremendo, iria negar sua fé, quando o soldado disse se você negar eu assumo teu lugar, depois de interrogado por seus líderes, disse ele, cada um que eu matava via um anjo que descia dos céus e o recolhia.

  2. também creio que perseguição não é nada comparada a dor que cristo sofreu….também creio que nos no Brasil, não temos se quer direito em dizer que somos perseguidos…pois se compararmos com cristãos no primeiro séculos e hoje somos nada em relação a perseguição…que alegria se tiver uma aqui no Brasil, rsrs…

  3. O mártir do cristianismo é próprio Cristo,

    Não devamos estimular esse tipo de coisas, as sucessivas martirizações.

    Negar a Cristo num momento de rancor humano eu entendo ser o mais inteligente, aliás o próprio Cristo fugiu da morte, tendo morrido quando ele entendeu que era o tempo.

    Que fujam, que tomem conta de seus filhos, e depois da igreja de vocês quando os ânimos arrefecerem.

    • Esse segmento sofre de sérios transtornos psíquicos de sadomasoquismo: perseguem e são perseguidos. Se os cristãos não fazem mais isso, é porque leis de um país laico não permitem. Deem poder a esses fanáticos evangélicos que verão novamente “hereges”, e principalmente umbandistas e homossexuais, arderem nas fogueiras.

      .

DEIXE UMA RESPOSTA