Pastor mata a tiros homem que invadiu culto e passou a ameaçá-lo na frente dos fiéis

22

Um incidente aparentemente de intolerância terminou com a morte de um homem durante um culto no último domingo, 18 de outubro. E o responsável pelos cinco disparos foi o pastor da igreja.

O caso foi registrado na cidade de Detroit, Michigan (EUA), no templo da City of God Church. De acordo com as testemunhas, o homem entrou no local armado com um martelo e um tijolo, proferindo palavras de ameaça contra o pastor.

Quando ele avançou em sua direção, o pastor Keon Allison sacou sua pistola Glock e disparou cinco vezes. Os fiéis acionaram o serviço de emergência e o homem foi socorrido e levado para um hospital na vizinhança, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Posteriormente, o homem foi identificado como Deante Smith, de 25 anos. Segundo informações do Christian Headlines, o chefe da Polícia de Detroit, Steve Dolunt, afirmou que o Allison e Smith já haviam tido desentendimentos em outras oportunidades: “Aparentemente, o pastor teve problemas com o homem antes. Ele vinha sendo ameaçado pela vítima. Ele [Smith] entrou no culto e ameaçou o pastor”, afirmou.


Agora a Polícia investiga detalhes do caso, e enquanto isso, o pastor está sendo mantido na prisão para responder às dúvidas das autoridades sobre o caso.

Um vereador da cidade, Andre Spivey, defendeu o pastor: “A realidade é que as coisas podem acontecer em qualquer lugar agora. [Igreja] é um refúgio de descanso e segurança… se você não está seguro num lugar de adoração a Deus, onde poderá estar?”, questionou.

A cultura norte-americana, por conta da história de fundação e independência do país, é de incentivo ao porte de armas. Episódios recentes, em que igrejas foram alvo de ataques, e até cristãos em uma universidade foram executados, o sentimento de que é necessário se proteger tem crescido entre os cidadãos do país.


22 COMENTÁRIOS

      • de qual mente criminosa falas, pelo que vejo está usando o lado do cerébro ativista gay ateu, quer dizer bandidão entra armado tenta matar e o pr. deveria morrer sem se defender, é bala nele morreu tentando matar, ou vc. acha que um polícial que atira para matar assaltante bandido para se defender é criminoso?
        ou um gay que se defender de um bandido e oi matar tem mente criminosa, explique onde o que se defende tem mente criminosa.
        defina oque é defesa própria

        • Mesmo sendo permitido na legislação Norte Americana, acho que não seria adequado a um pastor (que deve pregar a paz) portar uma arma.
          Sou cristão e sei que devemos ao máximo nos afastar de problemas, brigas, intrigas…

        • TÁ ”SERTO” ENTÃO! SE O PA$TOR QUISESSE SE DEFENDER BASTARIA UM TIRO. MAS O MONSTRENGO DESCARREGOU 5 DE UMA VEZ. MENTE CRIMINOSA A DO PA$TOR E DE QUEM O APÓIA.
          PA$TOR ARMADO, NUM CULTO RELIGIOSO E AINDA TEM BESTA PARA DEFENDÊ-LO. SÓ PODE SER DA MESMA LAIA DELE.

        • TÁ ”SERTO” ENTÃO! SE O PA$TOR QUISESSE SE DEFENDER BASTARIA UM TIRO. MAS O MONSTRENGO DESCARREGOU 5 DE UMA VEZ. MENTE CRIMINOSA A DO PA$TOR E DE QUEM O APÓIA.
          PA$TOR ARMADO, NUM CULTO RELIGIOSO E AINDA TEM BESTA PARA DEFENDÊ-LO. ?;?

  1. certo o pastor,fez o que tinha que ser feito,cortou o mal pela raiz,as pessoas estão achando que o fato de ser cristão tem que aceitar o desrespeito,se ele não tivesse esta atitude ele que ia ta morto porque martelo também nesta ocasião estava sendo usado como uma arma,mas para quem acha que ele estava errado se coloca no lugar dele.

  2. Um pastor armado? E com a arma no local de culto? Que espécie de fé é essa que confia na arma e não no Senhor? E como ficam estas palavras de Cristo dirigidas a Simão Pedro:

    Guarda a tua espada, pois todos os que lançam mão da espada à espada morrerão. (Mt 26:52)

    • Sandro, desta vez preciso discordar de você. O direito a legítima defesa é soberano.

      Quando Pedro sacou da espada ele não estava se defendendo e sim atacando. O soldado não tinha ido contra ele, e sim contra Jesus que, por sua vez, não queria ser defendido naquele momento pois estava indo à Cruz por nós.

      Sou a favor de todo indivíduo ter direito a se defender. Agora sou contra a pena de morte, que mata alguém que já está detido e controlado.

    • SANDRO

      “Um pastor armado? E com a arma no local de culto? Que espécie de fé é essa que confia na arma e não no Senhor? E como ficam estas palavras de Cristo dirigidas a Simão Pedro:
      Guarda a tua espada, pois todos os que lançam mão da espada à espada morrerão. (Mt 26:52)”

      Sim, sim, tudo muito bonito no campo das idéias.
      No mundo real é diferente.
      Veja que o pastor já tinha sido ameaçado por esse infeliz.
      O estranho é ele disparar CINCO vezes contra o agressor.

      Se alguém me atacar, leva chumbo mesmo, não importa Bíblia nem nada.
      Mas só se não houver outro meio de afastar o atacante…
      Eu aponto a arma e mando o cara parar, se não parar, azar dele, vai lá bater um papinho amigável e cordial com Shaitan o Execrável.
      Melhor isso que deixar que eu seja violentada.

      A própria Bíblia fala que se a mulher é atacada e não grita, ela é executada também.
      Mas e se ela não estiver em condição de gritar?
      Que legal, transformar a vítima em culpada e o culpado em vítima!
      Se todos que usam a espada, pela espada morrerão, a legítima defesa, onde fica?
      Será que o Vaticano vai me proteger?
      Nada, eles só protegem os trilhõe$ de dólare$ que tem lá dentro do$ muro$.

      E outra, você pergunta que fé confia numa arma e não no Senhor.
      Se é assim, ande pelo centrão de São Paulo altas horas da noite, sozinho e desarmado.
      E fale pros “manos” esse teu discurso-padrão de “paz e amor” e anti-homofobia.
      Depois me conte a experiência…
      Ora, você não confia no Senhor?
      Há um ditado assim: CONFIO EM DEUS, TRANCO MINHA CASA…

      Há um risco de 1 em 1.000.000.000 de ser atingida por um raio, mas não é por isso que vou ficar no alto de uma colina em campo aberto, segurando para o alto uma barra de ferro, durante uma tempestade.

      • E se depois de martelar a cabeça do pastor, ele tivesse martelado e matado mais alguns fiéis ??.
        Então moises não teve perdão ao matar o soldado do egito ?. claro, não era pra ele ter matado, mas ele quis defender o seu povo. ele se arrependeu e Deus o perdoou.
        O pastor deve pedir perdão a Deus, mas talvez se ele não fizesse isso, o louco do martelo poderia matar várias pessoas.

      • O seu prazer, dona MARIANA, consiste apenas em tentar refutar o que eu escrevo.

        Qualquer coisa que eu escreva!

        Se eu tivesse dito que concordei com o pastor assassino, você diria que estou errado.

        • SANDRO

          “O seu prazer, dona MARIANA, consiste apenas em tentar refutar o que eu escrevo.
          Qualquer coisa que eu escreva!”

          Primeiro, “dona” é tua mãe.
          Segundo, eu só refuto ideias claramente falsas.
          Terceiro, eu não tento refutar, eu efetivamente o faço.
          Quarto, eu não fico a favor só porque alguém é contra e vice-versa.
          ———————————————————————————————————
          “Se eu tivesse dito que concordei com o pastor assassino, você diria que estou errado.”

          Eu fico do lado de quem está com a razão.
          Por coincidência, não é o teu lado.

  3. O fato de poder usar armas nos (EUA)não significa que um Pastor que se diz homem de Deus, tem que está armado num culto,se fosse num outro lugar até ainda,mas na igreja,e tirar a vida de alguém so por causa de ameaças,um tijolo e um martelo? Ora que Deus resolve do jeito dele e não do nosso.

  4. Como alguém pode imaginar que é legitima defesa atirar 5 vezes contra uma pessoa que não esta de posse de uma arma de fogo, e arma de fogo dentro de um templo religioso? Foi pura e simplemente uma execução – cinco tiros quando, em ultimo caso, poderia atirar para não matar.

      • Estaria morto por que? Você não que a vítima não portava arma de fogo? Poderia ter sido rendido, mas o pastor sequer tentou rendê-lo por ameaçar atirar ou, quando muito, atirar para imobilizar, não para matar a vítim. O pastor executou o homem, e o fez com muita ira, pois foram nada menos que 5 tiros.

        E você aí, justificando um assassinato por dizer que o cara “poderia” voltar com uma automática. Que é isso companheiro? Se fosse assim a polícia jamais deveria render um suspeito, mas já sair matando para evitar que o mesmo possa voltar com uma automática. Olha, você não precisa, para ser crente, defender coisas erradas que crentes praticam, meu caro.

  5. O vereador Andre Spivey deveria ler a Bíblia e ‘descobrir’ o que ela diz sobre igrejas. Segundo ele ‘igreja é a casa de deus’. A bìblia diz: “Deus não mora em templos feitos pelas mãos dos homens” (Atos 17:24,25). O cara entra nesse ambiente de morte “armado” com um martelo e um bloco de cerâmica que, talvez tenha comprado do pastor por 200 dólares. Como comercializou o pastor Valdemiro da igreja MUNDIAL que vendeu milhares de blocos de barro por 200 reais cada um. São uns ESTELIONATÁRIOS que deveriam estarem presos. Hipócritas! Como os chamou Jesus e os comparou a TÚMULOS CAIADOS “Por fora limpos, por dentro PODRES!” Mateus 23:27,28,33 -.

  6. o pastor ele errou feio ele nao tinha o direito de atirar no homem so porque ele trazia martelo e tijolo por a caso nessa igreja nao tem obreiros porque ele nao mandou obreiros pra pegar o homem o que ele fez cometeu um grande pecado diante de Deus ele deve ser removido do pastoral ele é mã influencia para com os seus crentes nenhum homem tem direito de tirar a vida de um outro homem e quem tem esse direito é o proprio Deus

  7. o pastor ele errou feio ele nao tinha o direito de atirar no homem so porque ele trazia martelo e tijolo por a caso nessa igreja nao tem obreiros porque ele nao mandou obreiros pra pegar o homem o que ele fez cometeu um grande pecado diante de Deus ele deve ser removido do pastoral ele é mã influencia para com os seus crentes nenhum homem tem direito de tirar a vida de um outro homem

DEIXE UMA RESPOSTA