Pastor da Igreja Universal é assassinado em assalto após culto; Ladrões levaram ofertas

1

Um pastor da Igreja Universal do Reino de Deus foi assaltado após sair de um culto e assassinado pelos criminosos.

O crime aconteceu no bairro de Arthur Alvim, na zona leste de São Paulo (SP), no último domingo, 26 de junho.

De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo, Gonçalo Alves Neto estava acompanhado da esposa em um carro quando os assaltantes fecharam o veículo e os abordaram.

O pastor e a esposa estavam na rua Afonso Porto, quando os bandidos impediram sua passagem e um dos criminosos desce e vai em direção ao carro.


Neto percebeu que se tratava de um assalto e tentou fugir, mas o ladrão efetuou um disparo que o atingiu. O carro, desgovernado, bate em um muro, e o bandido vai até a porta do passageiro, abre e toma uma sacola que continha R$ 800,00.

Sem serem incomodados, os criminosos fugiram na sequência, e posteriormente a Polícia encontrou o carro usado no crime na Vila Jacuí.

O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, que ainda não tem suspeitos, apesar de uma câmera de segurança ter gravado toda a ação.

Violência nossa de cada dia

Assaltos a igrejas evangélicas se tornou algo corriqueiro no Brasil. Há poucos meses, um ladrão invadiu um culto na cidade de Sumaré (SP) e anunciou um assalto.

A Polícia foi acionada enquanto ele pedia dinheiro e objetos, além de ameaçar os fiéis. A certa altura, ele agrediu uma fiel a coronhadas e atirou contra o filho dela.

Quando os policiais chegaram ao local, iniciaram uma troca de tiros com o assaltante, que terminou morto. Com o assaltante, os policiais encontraram três celulares, três relógios e R$ 140,00.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA