Pastores assumidamente gays reconhecem a homossexualidade como pecado e que casamento é entre homem e mulher; Entenda

82

As discussões sobre o casamento gay em todo o mundo levaram três pastores a assumirem sua orientação homossexual e ao mesmo tempo, defenderem o princípio de que o casamento representa a união entre um homem e uma mulher.

A polêmica se estabeleceu quando os pastores Sean Allberry, Sean Doherty, Ed Shaw organizaram uma publicação reconhecendo suas atrações por pessoas do mesmo sexo, e afirmando que isso não diminui sua plena confiança no Deus da Bíblia e na visão de que o casamento é a união de um homem e uma mulher.

O artigo A Different Kind of Coming Out (que pode ser traduzido como “Uma maneira diferente de sair do armário”) foi escrito pelos três, e explica que, apesar de sentirem atrações homossexuais, entendem que a postura da Bíblia – que define a prática como pecaminosa – continua sendo verdadeira.

Dois deles, Allberry e Shaw, optaram por uma vida de celibato, e Doherty vive o que definiu como “pós-homossexualidade”, pois se casou e se tornou pai de três crianças. Na entrevista à revista Cristianity (que também publicou o artigo), Allberry disse que eles três abriram mão da privacidade para marcar posição e ajudar outras pessoas a viverem conforme sua fé, sem transgredir a verdade bíblica.


Os três acreditam que a definição das Escrituras sobre a homossexualidade e o casamento heterossexual seja “inegociável”, e que por isso, querem ajudar outros cristãos na mesma situação deles.

“Eu continuo ouvindo comentários sobre como os evangélicos são ‘anti-gay’, mas eu ouço amigos evangélicos que estão começando a se desviar do Evangelho nesta questão. Nós três podemos falar a partir de uma perspectiva pessoal sobre o que significa viver com este problema. Da minha própria experiência, eu diria que Deus é bom e por isso é a Sua palavra nem sempre é fácil, mas é boa”, disse Allberry.

Segundo Allberry, depois de ouvir um pregador dizer que “todos nós somos pecadores na área sexual”, ele passou a compreender que, como seres caídos, não seria sensato planejar toda uma vida a partir de sua orientação sexual.

O pastor ainda diz que é necessário abrir as portas para que os homossexuais sejam recebidos nas igrejas e possam ter suas vidas transformadas. “Eu não digo que para se tornar um cristão tem que sair primeiro da relação homossexual em que você está. Mas eu não vou esconder nada nas letras miúdas: o verdadeiro ensino de Cristo sobre a ética sexual. Eu não posso dizer que esta é uma questão secundária, pois a Bíblia fala com uma voz muito clara. parte da chamada de Jesus de que cada um de nós deve tomar a nossa cruz e segui-Lo”, disse.

Allberry reconhece suas fraquezas nessa área e diz que nem tudo se resume ao sexo: “Nós também demonstramos nosso amor para as pessoas que não têm sexo . Eu sou um homem com a sexualidade masculina celebrada, não reprimida, pelo meu celibato”.

O pastor afirma ainda que “um amigo homem pode se tornar uma espécie de atração”, e que separar as coisas é a parte mais complicada: “Eu tive que aprender da maneira mais difícil onde traçar a linha quando amizades tornaram-se um pouco intensas demais”.

Em sua franqueza, o pastor diz que o fato de saber que nunca será casado é complicado de aceitar: “Há uma parte de mim que gostaria de ser um marido e um pai. Eu vejo algumas famílias muito de perto, e eu posso ver o lado bom da vida em família. Mas em outros momentos você também percebe que nem tudo é um passeio no parque”, disse, usando uma metáfora para explicar que há dificuldades tanto no celibato quanto no casamento.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

82 COMENTÁRIOS

  1. bom apareceu agora aqui um divisor de aguas, ou seja é condenada a pratica homossexual, e não o homossexual,,, segundo a palavra destes pastores que são…a bíblia esta certa…este negócio que DEUS é amor e tudo esta liberado…pertence a estas inclusivas onde querem é perpetuar o pecado, e não deixar que os gays sejam libertos

  2. homossexualismo é pecado. Não tem como ignorar isso à luz da bíblia. As denominações devem se preparar para lidar com essa questão, e não ficar fazendo discursos odiosos como o do silas malafaia mas também não ficando fazendo de conta que esse problema não existe na igreja.

    homossexuais devem ser tratados com respeito pela igreja, e devem ser ajudados no seu processo de libertação dessa prática contrária a vontade divina. Ser homossexual não é ser criminoso, nem ser cidadão de segunda classe. Essas pessoas precisam de ajuda.

    Infelizmente hj, estão sendo propagadas denominações que aceitam abertamente essa condição, onde até os pastores ( ou pastoras ) são homossexuais. Claramente, um caminho rumo à porta larga da perdição. Pessoas que falavam contra o homossexualismo e hj o defendem como permissão de Deus…

    como esses “pastores” se sentem quando leêm I Coríntios 6:9 ?

    Não lhes pesa a consciencia?

        • Sacrificio de tolo? Pra vc ate pode ser, mais para eles que conhecem um Deus verdadeiro e sabem que existe o céu e o inferno, concertezas não é sacrificio de tolo!

          • Acho que não me expressei direito ou você não tenho entendido. Pastores assumidamente gays reconhecem que o homossexualismo é pecado, ora ! Se eles reconhecem que isso é um pecado, a base da bíblia sagrada, eles vão para o inferno. O salário do pecado é a morte. Um pastor tem que ter o seu exemplo a base da bíblia, para mim esses pastores são outros que estão se levantando para desvirtuar muitas pessoas para o caminho certo, por que ? Como pastores eles tem uma influência muito grande e muitas pessoas se espelham neles. Só vejo uma coisa certa ali é que eles reconhecem o pecado e sabem que estão errado, faça o que eu digo não faça o que eu faço, entende ? Se você dayana, conhece as escrituras sagradas sabe que Deus abomina o pecado.

  3. Bela atitude desses dois.

    “Dois homens subiram ao templo com o propósito de orar: um fariseu (evangélico), e o outro publicano (homossexual). O fariseu, posto em pé , orava de si para si mesmo , desta forma: Ó Deus , graças te dou porque não sou como os demais homens (pois sou pecador, mas sou lavado no sangue do cordeiro), roubadores , injustos e adúlteros, nem ainda como este publicano (homossexual); jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho. O publicano , estando em pé , longe , não ousava nem ainda levantar os olhos ao céu , mas batia no peito , dizendo : Ó Deus , sê propício a mim , pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa , e não aquele; porque todo o que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado”. Lucas 18:-14

  4. As igrejas sempre estiveram com as portas abertas para eles, ate porque realmente qualquer um deles tem o aval de Deus quando Jesus diz venham a mim do jeito que estiver, pois ai ele indo vai dar a oportunidade de Deus através de seu Santo Espirito trabalhar na vida do mesmo para liberta-lo deste mal, mas mas mas, ai cabe ao ser que esta nestas condição aceitar a Jesus, vemos que os mesmos deste site não conforma com o que lhes são falados sobre esta condição, quando os mesmo não admitem que não existe ex gay como se para Deus existe impossíveis, agora estes ai do testos estão afirmando o correto, o que não se pode admitir e o que aquela que se diz pastora em sobradinho df fez um casamento dos mesmos sabendo que isso não e possível aos olhos de Deus, fazendo com que os mesmo se sintam a vontade na ilusão que estão certos e que foram abençoados em tal proceder, isto e que não pode mas não pode mesmo, AGORA QUANTO AOS GAYS PARA IREM PARA A IGREJA DEPENDEM UNICA E ESCLUSIVA DE SUAS VONTADES ,eles e quem tem de decidirem porque ai entra o livre arbítrio, não so para eles mas para toda a raça humana,

  5. Jesus, salva, cura e liberta! Não há nada que ele não possa fazer! Quanto ao homossexualismo, os evangélicos apenas dizem o que está escrito na bíblia. Nós não queremos e nem podemos alterar o que está escrito! Deus ama a todos incondicionalmente mas abomina o pecado. E a prática do homossexualismo é considerado pecado por Deus, ele Deus, é o criador de tudo e decidiu que isso é abominável então quem sou eu para dizer o contrário! Se creio nele, aceito o que ele deixou escrito! Nesse mundo ninguém tem autoridade para anular o que ele deixou escrito. Decidam, vocês tem livre escolha, creiam ou não, se decidirem crer tem que aceitar! Fiquem sabendo, Deus é amor, ama o pecador, mas não ama o pecado!

  6. Eu posso estar errado, mas acho o ser humano não é um número, mas uma equação muito complexa. Os evangélicos dizem que ninguém nasce gay, e os militantes homossexuais dizem que todos nascem gay. Ou é preto ou branco, e como sempre o preconceito é contra o cinza.

    Eu acredito que há casos e casos. Acho que só deixa de ser gay, quem nunca foi gay. Pessoas confusas, curiosas, pervertidas, que tiveram experiências traumáticas com o sexo oposto, que foram abusadas quando crianças etc.. esses nunca foram gays, mas tiveram sua sexualidade desviada. Esses podem sim, abandonar o desejo homossexual e nunca mais serem tentados para isso.

    E acredito que há os que tem alguma predisposição genética para isso. Não é um gene gay, mas como pessoas tem predisposição genética para o alcoolismo, sem existir gene alcóolatra, o sedentarismo, a poligamia, para comportamento violento etc.. Ora, o verdadeiro alcóolatra, e não o que se tornou por problemas familiares, emocionais etc., nunca deixará de ser alcóolatra. Ele pode sim, viver em abstinência. Vai matar um leão por dia. Vai dizer não para a bebida todos os dias, por uma causa maior. Mas sua predisposição genética sempre vai fazer da bebida uma tentação para ele. Isso é o que se aprende nos alcóolicos anônimos. O mesmo vale para os ninfomaníaco(a)s, que nunca vão deixar de ser, nunca vão se livrar do desejo, mas que podem, negar isso todos os dias, por amor a algo maior. O mesmo vale, acredito eu, para os homossexuais por predisposição genética, que eu acredito que sejam muito poucos.

    Porque não acreditar que alguns nascem com essa predisposição para uma sexualidade desviada? Infelizmente, vivemos em um mundo caído e corrompido pelo pecado, e há falhas na natureza por causa do pecado de Adão: crianças nascendo deformadas, com doenças genéticas, pessoas que nascem cegas, etc. Não tem os que nascem ninfomaníacos, sem existir gene ninfomaníaco? Mas isso não significa que ele deva se entregar ao pecado, mas encarar isso como Paulo encarou o espinho na sua carne, ou como o alcóolico que mesmo sentindo desejo pela bebida, abandona essa prática por algo maior: o amor próprio, o amor à família e amigos, ou Deus.

    Acho que se enganar, é a pior coisa, pois acaba enganando aos outros também. É como o alcóolico que diz que não é alcóolico, e sempre vai estar caindo na tentação, por não encarar a realidade da sua situação.

    Não seria melhor assumir que é, como esses pastores, e dizer que optou por negar sua natureza dia após dia por amor a Cristo? Nós, homens heterossexuais, não fazemos isso para ter um relacionamento monogâmico? Não negamos nosso desejo de possuir várias mulheres? Igualmente hipócrita é o cara que diz que não olha para outra mulher.

    Talvez você questione: mas Deus não tem o poder de transformar um homossexual verdadeiro? Claro que tem. Assim como ele tem para curar os cegos, mas há muitos que ele não cura. Assim como ele tinha poder para retirar o espinho da carne de Paulo, mas não tirou. Só Deus sabe porque esses tem de carregar esse fardo. Mas bem aventurados são os que encontram em Deus força para a sua fraqueza, sem negar entretanto, a sua fraqueza, pois esta sempre o conduzirá para a humildade, para a negação de si mesmo, e para a dependência de Deus.

    “Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram feitos pelos homens; e há os que se fizeram eunucos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o”. Mateus 19:12

    • Eduardo,
      Não concordo quando você deixa claro que o homossexual deva se privar do seu desejo pelo mesmo sexo, pois acredito que, se ele for fiel ao seu companheiro ou ela for fiel à sua companheira, não há pecado nessa união.
      Todavia, digo-lhe que você está entre os poucos que têm uma percepção tão autêntica do que é ser gente. Parabéns.

  7. E desde quando ,meu caro, fariseu significa ‘evangélico’ e ‘publicano’ significa homossexual ??
    Ta usando a Bíblia a seu favor ? CUIDADO pra não pecar contra Deus.

    • Só Deus sabe quem vai para o inferno, pois só ele conhece o coração dos homens. Mas parece que você Zaqueu, não leu a reportagem direito, ou tem dificuldade de interpretar o que lê. Eles não vivem em pecado, não praticam sexo homossexual, eles são homossexuais (sentem atração por homens), mas optaram por negar seus desejos por amor ao Reino de Deus. Um é casado, e dois se fizeram eunucos para o Reino de Deus (vivem no celibato).

    • Quem é vc pra dizer que alguém vai para o inferno?

      Eu respondo , nos não somos ninguem!! Pare de Julgar, pois eles preferiram o celibato e o outro se casou! Agora dizer que vai para o inferno só pq é gay?
      Fala SERio deusinho!!

        • eduardo nobre

          A maioria dos crentes sabem ler sim, mas não gostam é de ler. Isso explica como muitos nunca leram a biblia inteira e também tem dificuldade em interpretação de textos.

          Se os crentes gostassem mesmo de praticar o hábito da leitura, leriam e meditariam na bíblia e iriam perceber que muitas coisas que tem sido ensinadas como verdades absolutas e biblicas nas denominações em geral, não tem fundamento.

          Por isso, quando falamos certas verdades ocultas a eles, aqui, eles logo falam: ” mas aonde que tá isso na bíblia ” ?

          pois não tem o hábito de ler, muito menos a bíblia. Essa é a verdade!

        • Crente ate sabe ler, mais pode ser ansioso como eu ler somente o começo da leitura!

          Eu porém estou aprendendo a ser diferente! Conseguir ler toda a Bíblia, mais só ler não resolve, por isso estou começando a estuda-la aos poucos!

          Agora se vc esta me julgando quanto a minha resposta, eu digo continuo com minha opinião: o cara pode ser gay desde que não pratique a homossexualidade e segue a Cristo como salvador, Creio eu que ele será salvo!

          • Certíssima Dayana, a consumação do pecado esta no ato de fazer o que e errado se eles continuarem firmes ate o fim como manda A Santa e Gloriosa Palavra de Deus com certeza serão Salvos, eu posso olhar uma mulher e acha-la bonita e admirar sua beleza ate ai eu não pequei de jeito maneira mas quando a olho e começo a fixar os olhos e começar a imaginar coisas com ela com certeza eu já pequei, quem anda pelo Espirito sabe muito bem o que estou falando, eu quando estou na rua e vejo uma mulher e a acho bonita ate ai e natural, mas quando eu penso comigo em espirito sou cobrado e na mesmo segundo o meu espirito me diz e ela e bonita mas não e pra seu bico e sabe o que e isso o meu espirito que e temente a Deus me cobrando a atitude correta, ou meu espirito me falando sai fora porque al contrario você peca, uma pessoa pode pensar eu vou roubar um banco, ate ai ele não pecou, mas quando ele parte para ir roubar ai ele já pecou porque ai ele já assumiu o erro ou o pecado de ir roubar, estes pastores escolheram a melhor patê em suas vidas pois reconheceram que estavam com a parte podre, e quando tomaram a atitude certa se fortificaram em Jesus e com plena certeza se os mesmos continuarem firmes ate o fim serão como sem sombra de duvidas Salvos, o nosso Deus jamais leva em conta os tempos de ignorância se assim fora ninguém de sobre a face da terra seriam Salvos, pois todos sem duvidas são pecadores e para se livrar do estado pecaminoso so existe este caminho Jesus Cristo

          • ¨Não posso impedir que um pássaro pouse sobre minha cabeça, mas posso impedir que ele faça ninho sobre a mesma.¨ Do pensamento até o ato pecaminoso há uma tremenda lacuna a ser preenchida que devemos evitar a qualquer preço.

          • Dayana, me desculpe se me expressei mal. Eu não critiquei você, eu concordei com tudo que você disse, e por isso disse isso, que crente não sabe ler, me referindo ao Zaqueu.

      • Dayana, você se casaria com um “ex-gay”, sabendo que ele não sente atração sexual por você e, na hora H, se excita pensando num belo mancebo? Conheço muitas mulheres nessa situação. Elas sabem que o cara sai com homens, mas aceitam a situação. É muita carência e desespero, você não acha?

  8. Anton Mendel, vc cita vários mandamentos do Velho Testamento, claramente ordenados ao Israel do AT, cujas exigências foram cumpridas por Jesus em favor dos que nEle crêem, e acha que está abafando? Essa questão já foi superada em Atos 15 há muito tempoo. Tu é muito fraco nas Escrituras, não valendo nem a pena perder tempo discutindo com vc. Acha que os cristãos que estão aqui não contra-argumentam contigo é por falta de resposta? Não, meu caro, é porque não chega nem a valer a pena… Quanto a questão dos personagens da matéria, o fato de alguns optarem pelo celibato, penso que é semelhante ao homem que tem o desejo de adulterar, mas abre mão de seus desejos por causa do Senhor, mesmo que a tentação continue lá. Ser tentado não é pecado, mas sim ceder à tentação.

  9. Eu acredito que não existe ex-gay. Mas eu amei a colocação dos caras de que pode muito bem haver o celibato para seguir a Deus. Isso sim é verdade…
    O discurso não deve ser de ódio e de dizer que Deus abomina isso ou aquilo… deve ser de amor, amor a essas pessoas que sofrem por nascerem com tendencias diferentes daquelas da maioria das pessoas… por isso temos que sempre respeitar isso…neles… homossexuais, que não deixarão nunca de sentir essa tendencia (será como um espinho na carne…) mas que podem vencer o desafio de obedecer a Deus…

    • Tudo no mundo em todos os tempos e épocas e ate eras, que se fazia e se deixa de fazer se chama ex, ex drogado, ex católico, ex crente, ex espirita, ex padre, ex pastor, ex casado, ex solteiro, ex macumbeiro, ex piloto , ex motorista, ex engenheiro, ex medico, ex apresentador ex faxineiro, ex musico, ex cantor, ex prastituta, ex prostituto, ex governador, ex presidente, ex prefeito, ex ateu, ex budista, ex palhaço, ex fugitivo, ex funcinario, ex fotografo, ex pedreiro, ex carpinteiro, ex armador, ex ajudante, ex solteiro, ex incrédulo, ex general, ex assassino, ex pistoleiro, ex fazendeiro, ex juiz, ex procurador, ex advogado, ex enfermeiro, es torneiro mecânico, ex funileiro, ex pintor, ex bispo, ex papa, ex coroinha, ex diácono, ex presbítero, ex fuzileiro, ex combatente, ex soldado, ex fusto, ex dono, ex proprietário, ex tabelião, ex cartoerio, ex igreja, ex prefeitura, ex banco, ex trator, ex cavalo, ex homem ,ex mulher, ex criança, ex adolescente, ex rio, ex lagoa, ex ponte, ex nascente, ex estrada, ex dinossauro, ex plitonossauro rex, ex tudo que e ssauro, ex otario, ex burro, ex jumento, ex bobo,ex asno, ex Marcelo frota, ex Clarita, ex anton, ex contras, ex viados, ex gay, ex traveste, ex homo sexuais, ex bicha, ex boiola, ex frsco, ex borboletas, ex cor de rosa, ex frescarines, ex rapas alegre, ex inteligente, ex cientista, ex pitagoras, ex leonado da vinte, ex ipocrates, ex ipocrita, ex bondade, ex ruindade, ex porteira, ex arreio, ex espora, ex praça ex rua ex avenida ex burrice, e por ai vai os ex são milhares de milhares são ex que não acba mais

  10. Eu reprimia meus desejos de adulterar, por amor a Deus e à minha esposa, e não acho que seja sacrifício de tolo. Acho que por ela e meus filhos vale a pena todo o meu sacrifício, ainda mais pelo meu Senhor. O respeito e admiração que ela e meus filhos tem por mim, não tem preço. A Paz de estar caminhando com o Senhor, não tem preço. Tudo que vale a pena na vida, se consegue com sacrifício. Para ser alguém na vida, você tem a repressão de desejos de ir para baladas, beber, viver na gandaia, para se trancar em um quarto e estudar não é? Para ser um bom funcionário, tem que reprimir o desejo de ficar até tarde na rua, para dormir cedo, acordar cedo e ser um funcionário pontual não é? Fique no vento dos desejos, como folha sem direção, e você vai ver onde vai parar.

    • Vç é mais um daqueles que ama Jesus e odeia sua igreja edy. Vai se converter de verdade. Vc,clamando,stardustedson Souza,são tudo hipócrita e fariseu!

      • Eu não odeio minha igreja templo de salomão, mas não idolatro igreja e pastores como certas pessoas fazem, chegando a considerar a palavra do bispo acima da palavra de Deus. Se a igreja (veja bem, a igreja institucional, não a Igreja do Senhor, que é formada por indivíduos), é formada por homens falhos e pecadores, como todos somos, é claro que ela não vai ser perfeita e vai cometer erros, por isso, não idolatro igreja e nem bispos, mas considero tudo que é dito, absorvendo o que é bom e descartando aquilo que não edifica e não está de acordo com o Evangelho. Isso é ruim? Pois é assim que faziam os crentes de Beréia, e foram elogiados por Paulo por isso.

        “Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim”. Atos 17:11

  11. Bruno Bastos, você é que tem dificuldade de ler e interpretar uma matéria. Esses pastores são homossexuais (sentem desejos pelo mesmo sexo), mas não praticam o sexo homossexual, justamente por saberem que isso é pecado aos olhos de Deus. Eles negam a sua natureza e o seu desejo por amor ao Reino de Deus. Um é casado com mulher, e tem filhos, e não trai a sua mulher em relações homossexuais, e os outros dois optaram por serem eunucos por amor ao Reino de Deus (não praticam sexo de nenhuma forma). Na verdade, eles estão dando excelentes exemplos do que significa negar a si mesmo, matar a carne para vivificar o espírito. Se eles praticassem o sexo homossexual, cedessem ao seu desejo, aí sim, estariam vivendo em pecado, mesmo sabendo que isso os levará ao inferno. Mas eles mesmo sentindo desejo, se negam a cometer essa prática pecaminosa.

    • Bom exemplo para um pastor você não acha ? Já que agora parece que virou moda seria um meio de se livrar das escrituras . Posso se intolerante no assunto em questão mais hoje em dia me recuso acreditar que sem uma parceira eles consigam viver fiel a Deus porque a carne é fraca e o diabo é astuto, me desculpem mais acho assim. Essa é a minha opinião. Não foi atoa que Deus criou eva.

      • Estou quase certo que crente não sabe ler.

        Então, Bruno, seguindo seu raciocínio, o apóstolo Paulo também era um masturbador compulsório certo? Ou Paulo era uma espécie de homem superior? Então, ele estava agindo inspirado pelo diabo quando disse isso:

        “Porque quereria que todos os homens fossem como eu mesmo (solteiro); mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um de uma maneira e outro de outra. Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se”. 1 Coríntios 7:7-9.

        “O que está sem mulher (solteiro), está cuidadoso das coisas que são do Senhor, como há de agradar a Deus. Mas o que está casado, está cuidadoso das coisas que são do mundo, como há de dar gosto à sua mulher.”

        E quando Jesus disse que há os que se fazem eunucos pelo Reino de Deus, em vez de dizer que nem todos estão aptos para isso (como ele, que não se casou), deveria dizer que ninguém está apto para isso, pois todos se tornarão masturbadores. Acho que Jesus esqueceu.

      • Vejamos, Bruno, seguindo seu raciocínio, o apóstolo Paulo também era um masturbador compulsório certo? Ou Paulo era uma espécie de homem superior? Então, ele estava agindo inspirado pelo diabo quando disse isso:

        “Porque quereria que todos os homens fossem como eu mesmo (solteiro); mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um de uma maneira e outro de outra. Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se”. 1 Coríntios 7:7-9.

        “O que está sem mulher (solteiro), está cuidadoso das coisas que são do Senhor, como há de agradar a Deus. Mas o que está casado, está cuidadoso das coisas que são do mundo, como há de dar gosto à sua mulher.”

        E quando Jesus disse que há os que se fazem eunucos pelo Reino de Deus, em vez de dizer que nem todos estão aptos para isso (como ele, que não se casou), deveria dizer que ninguém está apto para isso, pois todos se tornarão masturbadores. Acho que Jesus esqueceu.

      • Pois é Bruno, além de intolerante, você é acusador e caluniador, pois, se acha que um homem não pode viver tal condição (eu acredito que muitos poucos, muito raros mesmo, conseguem), está chamando Jesus e Paulo de mentirosos. Entendeu?

        Mas, seguindo o seu raciocínio, o mesmo pode ser dito de você e qualquer outro hétero: a carne é fraca e o diabo é astuto, duvido que ele não dá uma puladinha de certa de vez em quando. A carne é fraca, duvido que você não vive ardendo de desejo por aquela irmãzinha da igreja de vez em quando. Duvido que você de vez em quando não dá uma espiadinha em uma revista erotica na banca. A carne é fraca, duvido que você de vez em quando não mente para seu patrão para faltar trabalho. A carne é fraca, duvido que você de vez em quando não sente vontade de bater no seu chefe ou naquele cara que te fechou no trânsito, e só por odiá-lo, já se tornou assassino, duvido que não olhou com desejo para aquele mulherão que passou, e só por desejar se tornou adúltero Etc., etc., etc.

        Portanto Bruno, se só a condição de pecador te leva para o inferno, nenhum homem se salvará. Uma coisa é você ser um pecador por natureza (todos somos descentes de Adão, e estamos sujeitos à imperfeição da carne, como nascer com predisposição para alcoolismo, como nascer ninfomaníaco, ou como ser ou adquirir comportamento homossexual ou violento), outra coisa é se entregar a essa natureza pecaminosa e se tornar escravo do pecado.

    • Belo discurso, mas duvido que os “eunucos” não se masturbem. Quem dá excitação a eles: homens ou mulheres? Mesmo nos casos de poluções durante o sono, um sonho erótico deixa os homens excitados. Portanto, a pessoa não peca apenas por atos e não existe pecadinho e pecadão. Então…

      • Roberto, na verdade esta história de não existir pecadinho e pecadão é conto da carochinha… 1 Jo 5:16 e 17 fala sobre pecados para a morte ou não! Se o pecado não é para a morte, deve-se orar por ele. Outro detalhe: todos somos pecadores! Estes pastores estão sim no Verdadeiro Caminho, pois confessaram seus pecados (tornando-se assim seres humanos), mas estão negando seus desejos carnais (todos os temos em algum grau…) para cumprir com a Palavra de Deus! Louvado seja o Nome do Senhor!!

          • O Bruno Bastos já afirma outra coisa. Vocês próprios não se entendem. É por isso que existem tantas igrejas. Cada pastor tem a sua própria interpretação da bíblia e as ovelhas ficam que nem bosta n’água – pra lá e pra cá.

  12. não precisava nem ter bíblia para ver que a união de dois homens é ridículo,
    pois o penis nasceu para vagina ,assim como vagina está para o pênis ,e pronto sem discussão!!!!

  13. O homossexualismo é um pecado contra o próprio corpo e se não molestar outras pessoas já está de bom tamanho, devemos contrariar os desejos da carne, não só referente à sexualidade, mas também ao apego a bens materiais e outros mais. O consultório para a medicação correta de todos, todos mesmos, pecados se encontra nas escrituras e o Médico dos médicos é JESUS.

  14. Dayana, li a reportagem sim, e observei que eles tem atração por pessoas do mesmo sexo mais não fazem nenhum ato de sexo com as mesmas. Só quero lembrar que só no pensar, no desejar nós já pecamos e quando você esta atraído por alguma coisa normalmente você tem que ter um motivo para isso podendo ser físico ou emocional e já que esses pastores, segundo a reportagem, assumiram o celibato dificilmente iram viver e até acredito que eles não consigam viver dessa maneira pois a imoralidade sexual é tão grande que sofremos tentações diariamente. 1º CORINTIOS CAPITULO 7 versiculo 1 e 2 já é o suficiente para dizer que sou contra ao celibato.

    • Você pode até ser contra Bruno, mas Paulo e Jesus Cristo são a favor dos que tiverem fé para viver tal condição. Aí meu amigo, me desculpe, mas eu prefiro acreditar nesses dois do que em você.

      “Porque quereria que todos os homens fossem como eu mesmo (solteiro); mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um de uma maneira e outro de outra. Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu. Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se”. 1 Coríntios 7:7-9.

      “O que está sem mulher (solteiro), está cuidadoso das coisas que são do Senhor, como há de agradar a Deus. Mas o que está casado, está cuidadoso das coisas que são do mundo, como há de dar gosto à sua mulher.”

      • Eduardo não estou pedindo para acreditar em mim, aliais maldito é o homem que confia no homem só estou colocando a minha opinião e não estou nem ai se você acha certo ou não, se você acredita ou não, isso é o que eu acho não seja intolerante comigo para mim hoje em dia a única frase válida é a que você escreveu: Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.

        • Bruno Bastos, eu jamais acreditaria em você, mas é você quem não está acreditando nas palavras de Jesus e de Paulo, devido à sua incapacidade de leitura e interpretação. Vou citar a frase que para você é válida (já que você escolhe o que é válido ou não da Bíblia):

          Mas, SE NÃO PODEM CONTER-SE, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.

          Entendeu agora Bruno? SE, não podem conter-se. Claro, se você não aguenta o tranco, é melhor fazer como um dos três, que se casou.

          • Eduardo você é mesmo uma pessoa intolerante pois não tem a mínima habilidade de reconhecer a diferença que eu postei aqui eu acredito em Deus, não acredito nesses pastores tão pouco conseguirem viver só. Eu conheço essa frase eu acho que você não tem habilidade mental para reconhecer a diferença que postei aqui. Não quero prosseguir com essa debate pois não entraremos em um consenso pois seria uma discussão divergente infinita.

  15. Isso mostra que ser homossexual ñ é opção. Ninguém escolhe ter aentimentos homossexuais ou heterossexuais, simplesmente se sente. O que as pessoas podem escolher é viver sua sexualidade ou não.

  16. Tudo o que Deus diz nas Escrituras Sagradas, é verdade, somente o diabo diz o contrario, atraves dos seus seguidores. quando se alerta a humanidade sobre qual o caminho que nos leva A Deus, não é estar julgando povo Brasileiro. As portas das Casas de Adoração a Deus, que eu Saiba,sempre estiveram abertas a todos sem descriminação.é só entrar e seguir os Mandamentos De Deus. O que não se pode é entrar e permanecer no Pecado. Povo de Deus, e os Que ainda não são de Deus(os que não aceitaram a Jesus Cristo, como o seu salvador), só se Tem dois caminhos, 1º o que nos leva a Deus, através de Jesus Cristo. 2º o caminho do diabo, através do pecado. não vão querer andar em pecado aqui na Terra e querer proteção Terrena, e Salvação Celestial. Deus, só considera seus Filhos, os que aceitarem a Jesus Cristo, como o seu único Salvador, e seguir os seu Mandamentos,fora disso não há Salvação .JESÚS CRISTO,AMA CADA UM DE VOCÊS, QUEM QUER TER A VIDA ETERNA AO LADO DE DEUS, JESUS CRISTO, A OPORTUNIDADE É AGORA.O MUNDO ESTA PRESTE E SER ENTREGUE PARA O (D)dIABO POR SETE ANOS, E O QUE ELE MAIS ODEIA, É O SER HUMANO, POR SER FEITO A SEMELHANÇA DE DEUS. NENHUM SER PODERA DIZER QUE NÃO SABIA.
    APOCALIPSE.22, VERSICULO,15.LÊIAM, MESMO NÃO SENDO CRENTE EM JESUS CRISTO, E PESSA PARA ELE DAR O ENTENDIMENTO.

  17. Só existe uma igreja Roberto, e ela não tem limites físicos, nem templo e nem CNPJ. O que tem muito, são denominações religiosas, essas sim se multiplicam como coelhos.

  18. Quanta bobagem.!!! realmente o carnal não pode compreender ou melhor dicernir o que é espiritual…..!!!! em vez de ficarem debatendo a palavra de DEUS vão evangelizar via net. amém.. DEUS ABENÇOE A TODOS.

  19. Jesus esteve com pecadores, entretanto quando estes pecadores se chegavam a Jesus, Ele pedoava os pecados e dizia: “…vá e não peques mais…”, ou seja, vc agora está liberto do seu pecado. Quais os tipos de pessoas se apresentaram a Jesus nessa condição de pecador? os ladrões; as prostitutas e todo tipo gente. Será que não tinha homossexual nesse grupo?! Com certeza tinha, então acho que no caso desses pastores, se eles deixaram a prática homossexual ou nunca praticaram, mas possuiam desejos homossexuais, estão certos em se manifestar para ajudar outras pessoas que se enquadram nesse perfil.
    Agora, sem sombra de dúvidas que o homossexualismo ou a homossexualidade são pecados, Deus abomina, e não adianta inventar igreja inclusiva, porque tal prática continuará sendo pecado.

    MARANATA, ORA VEM SENHOR JESUS!

  20. NAO EXISTE EX-GAY. Mesmo ”com ‘Cristo”, ninguem deixara de ser homossexual sorry! Hoje se sabe disto atraves da ciencia, da psicologia e estudos em genetica. Podem espernear, mentir, pseudo-cientificar, chamar de ”ditadura” a divulgacao dessas informacoes e jurar que gays fizeram uma ”escolha”, mas a verdade que a biblia e sua interpretacao sobre a homossexualidade ;e EQUIVOCADA e ultrapassada(como muita coisa na religiao feita por homens, sujeita ao contexto historico e social da epoca) fica mais evidente. Entre admitir que a biblia esta errada e defender sues preconceitos e dogmas falidos, os religiosos evangelicos preferem a segunda opcao, claro! Seu desespero que as pessoas tenham vidas normais e felizes sendo gays ‘e o medo de que sua fe sobre este assunto (e por extensao muitos outros) esteja errada. Na verdade, um MEDO de que tudo que acreditam em seu mundo estreito esteja errado. E o medo gera raiva, odio e esta perseguicao aos gays, ate os colocando como ”monstros” que querem destruir a familia, bal bla bla. Que triste. Falta de estudo ou ma vontade mesmo? Acordem! Saiam desse obscurantismo religiosos e seus mundos de temores, culpas e preconceitos!! Vivam (ja que dizem serem tao felizes na igreja) e deixem os outros viverem, Simples assim.

    • Maria Candinha, realmente vc tem razão, não existe gay e nem ex-gay, apenas homens e mulheres que praticam atos homossexuais, que é pecado. Caso eles deixem de praticar os atos homossexuais continuarão sendo homens e mulheres, que não é pecado. Simples assim.

    • É… você está certo….. a Bíblia está errada, a ciência também…. e a psicologia, desde que não seja a dos ativistas…. também está errada, a desculpe a genética também está errada….. é e a natureza também… afinal de contas este negócio de nascermos homens, ou mulheres…. está tudo errado.. acho que você deveria dar umas aulinhas para o criador….Êle não deve entender muito disso… você é que sabe de tudo….

    • Maria Candinha!
      É… você está certa….. a Bíblia está errada, a ciência também…. e a psicologia, desde que não seja a dos ativistas…. também está errada, a desculpe a genética também está errada….. é e a natureza também… afinal de contas este negócio de nascermos homens, ou mulheres…. está tudo errado.. acho que você deveria dar umas aulinhas para o criador….Êle não deve entender muito disso… você é que sabe de tudo…. Quem sabe você seria capaz dee criar um mundo melhor que este em que nós vivemos….

    • Maria candinha ,eles não são inocentes ,um falou até em pegar em arma e a polícia precisa saber disso.* E até para ter filhos, somos nós quem temos de parir*.
      Sabe como se mata desejo da carne? fazendo JEJUM, quem está por trás do homossexualismo é um ESPIRITO DE PROSTITUIÇÃO ou com apelido de pomba gira que é tudo diabo mesmo,se você lesse a bíblia ia ver que no começo já existia isso.É por isso que se chama SODOMITAS que é um nome da cidade de LÓ ,os homens queriam estrupar outros homens sem saber que eram ANJOS, por isso DEUS destruiu a cidade com FOGO

  21. SODOMA E GOMORRA (GÊNESIS 18-19)

    “O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei”… (Oséias 4, 6)

    A passagem do livro do profeta Oséias (4, 6) é muito séria! Muitos homossexuais e heterossexuais foram enganados simplesmente por falta de conhecimento, porque não se aplicaram em conhecer e estudar a fundo as Escrituras, buscando o direcionamento do Espírito Santo para compreender estas pouquíssimas passagens, que tão facilmente podem ser explicadas. Nesta parte, faremos uma abordagem a todas as passagens intencionalmente interpretadas contra os homossexuais.

    Não pense que as interpretações acerca do pecado de Sodoma e Gomorra foram sempre as mesmas. Na verdade, elas têm sido variadas entre os tempos e por último, para sustentar um preconceito, há alguns séculos os homofóbicos passaram a afirmar que a destruição havia sido por causa da “homossexualidade”.

    Leia os textos dos capítulos 18 e 19 de Gênesis e sem “pré-conceitos” entenda realmente o que aconteceu. Perceberá que os homens daquelas cidades queriam violentar sexualmente os anjos que chegaram à casa de Ló. Caso você nunca tenha ouvido falar, consulte livros de história, enciclopédias, internet… sobre o assunto xenofobia, que é a repulsa a coisas ou pessoas estrangeiras, medo e ódio aos estrangeiros.

    Por que o medo de nações estrangeiras? Lembra dos “espias de Jericó”? Existia uma estratégia de guerra e dominação entre os povos da Antiguidade de enviarem seus espiões para examinar a terra inimiga e voltarem às suas contando sobre todos os procedimentos e andamentos das cidades a serem invadidas. Uma forma de intimidar e refrear o envio de espiões, era violentando sexualmente os “visitantes”.

    Voltando ao contexto, se fosse uma questão de homossexualidade pura e simples, por que haveria Ló de oferecer suas filhas virgens? Ele não seria tão estúpido para oferecer mulheres a um bando de homossexuais abusadores. Se ele ofereceu suas filhas, é porque sabia que os mesmos não eram homossexuais.

    Esta situação de repulsa aos estrangeiros é logo encontrada alguns livros a frente do Antigo Testamento e pouco se fala sobre este texto da Bíblia. “Estando eles alegrando o seu coração, eis que os homens daquela cidade (homens que eram filhos de Belial) cercaram a casa, batendo à porta; e falaram ao ancião, senhor da casa, dizendo: Tira para fora o homem que entrou em tua casa, para que o conheçamos. E o homem, dono da casa, saiu a eles e disse-lhes: Não, irmãos meus, ora não façais semelhante mal; já que este homem entrou em minha casa, não façais tal loucura. Eis que a minha filha virgem e a concubina dele vo-las tirarei fora; humilhai-as a elas, e fazei delas o que parecer bem aos vossos olhos; porém a este homem não façais essa loucura.” (Juízes 19, 22-24).

    Estas histórias apenas confirmam os assuntos que seguem, por isso é importante que você leia com muita atenção. Este tipo de atitude para Deus é degradante. Violentar sexualmente uma pessoa, com o prazer de humilhar uma orientação sexual que não lhe era natural. Isto é exatamente o contrário da vontade de partilhar afetivamente uma vida a dois.

    O profeta Ezequiel revela o verdadeiro pecado de Sodoma: “Eis que esta foi a iniqüidade de Sodoma, tua irmã: Soberba, fartura de pão, e abundância de ociosidade teve ela e suas filhas; mas nunca fortaleceu a mão do pobre e do necessitado.” (Ezequiel 16, 49). Sodoma cometeu abominação por sua constante hostilidade, segregação e agressão ao ser humano. Trazendo esta questão para os nossos dias, podemos afirmar que o papel “sodomita” atualmente é desempenhado pelas próprias igrejas homofóbicas, pelo alto grau de rejeição a seres humanos, vidas, enfim, a toda uma comunidade de pessoas que Deus aceitou em amor.

    Jesus repreende com severidade estas atitudes de rejeição a pessoas: “E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? Ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber. Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes. Então, eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos? Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim. E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.” (Mateus 25,38-46).

    2) LEVÍTICO 18,22 e 20,13

    Pois, com efeito, o mandamento anterior é ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade (pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou), e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual nos aproximamos de Deus. (Hebreus 7,18-19).

    Transcrevemos um e-mail que circula na Internet de autor desconhecido muito usado em diversos estudos sobre o tema desta obra. É a resposta a uma locutora homofóbica de uma rádio evangélica norte-americana que adora usar o Livro Levítico para condenar os homossexuais.

    “Querida locutora,
    Gosto muito do Livro de Levítico e concordo que os cristãos devem sim viver debaixo da lei. Afinal, para que um sacrifício único e suficiente em Jesus Cristo? Para que uma Nova Aliança no Espírito deixando todo o conteúdo, rituais, sacrifícios da lei mosaica de lado? Mas tenho alguns problemas em cumprimento da Lei. Será que você poderia me ajudar?
    • Eu sei que quando eu queimo um bezerro no altar, como um sacrifício, o odor que se desprende é cheiro suave e agradável ao Senhor. (Levítico 1, 5-9). O problema são meus vizinhos. Eles dizem que o odor não é nada agradável e ameaçam chamar a Saúde Pública, que também não gosta do odor. Que devo fazer?
    • Levítico 11, 7-8 – diz que ao tocar o cadáver de um porco me torna impuro. Poderei praticar algum esporte com bola feita de pele de porco, caso use luvas?
    • Levítico 11, 12 – diz que comer marisco é abominação. É uma abominação maior ou menor do que a homossexualidade?
    • Eu sei que não devo ter contato com uma mulher durante o seu período menstrual (Levítico 18,19). O problema é; como saber? Sempre que pergunto, a maioria das mulheres se sentem ofendidas.
    • Levítico 19,19 – diz-me que não posso plantar tipos diferentes de sementes no mesmo campo, e nem usar roupas feitas de dois tipos diferentes de material. Devo concluir que serei condenado se tiver uma hortazinha no fundo do quintal com alguns vegetais e temperos, ou se usar uma camisetinha básica, de algodão e poliéster.
    • A maioria das pessoas que conheço corta o cabelo de vez em quando, apesar de que isso é expressamente proibido (Levítico 19, 27). Estaremos todos condenados?
    • Levítico 21,16-20 – declara que eu não posso me aproximar do altar de Deus se eu tiver um defeito físico. Eu uso óculos. Será que Deus faz “vista grossa” para este pequeno detalhe?
    • Levítico 25, 44 – declara que eu posso possuir escravos ou escravas, desde que tenham sido comprados em um dos países vizinhos. Um amigo meu insiste que essa regra se aplica a argentinos e paraguaios, mas não a uruguaios. Poderia me orientar? Por que não me é permitido possuir escravos uruguaios?”

    No Antigo Testamento, a aliança de Deus com o povo de Israel dependia do cumprimento da lei mosaica, que compõem os cinco primeiros livros da Bíblia chamado Pentateuco , e que posteriormente foi compilado pelo filósofo judeu Maimônides em seiscentos e treze mandamentos.

    Hoje, como cristãos, vivemos na Nova Aliança ou tempo da graça e não estamos sujeitos a estas proibições da lei de Moisés; tanto é que, por exemplo, não guardamos os sábados, comemos carne de porco, camarões (Deuteronômio 14,3-21), alimentos com sangue (Deuteronômio 12) etc.

    A lei era por demais austera e disseminava, por isso mesmo muito preconceito, impedindo o livre acesso de todos a uma vida plena com Deus. Veja aqui mais alguns exemplos: “Fala a Arão, dizendo: Ninguém da tua descendência, nas suas gerações, em que houver algum defeito, se chegará a oferecer o pão do seu Deus. Pois nenhum homem em quem houver alguma deformidade se chegará; como homem cego, ou coxo, ou de nariz chato, ou de membros demasiadamente compridos. Ou homem que tiver quebrado o pé, ou a mão quebrada, ou corcunda, ou anão, ou que tiver defeito no olho, ou sarna, ou impigem, ou que tiver testículo mutilado.” (Levítico 21, 17-20).

    Pobre daquele que tivesse o mínimo defeito. Imagine você quem usa óculos, tem o nariz chato, teve uma doença de pele, quebrou a mão ou o pé… um portador de necessidades especiais (cego, coxo, corcunda…), anão, eunuco (que entrasse na categoria mutilação), jamais teriam livre acesso a Deus. Exatamente por esta razão, o Apóstolo Paulo será categórico ao afirmar que a lei em nada aperfeiçoou a vida humana: “Pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou) e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual chegamos a Deus.” (Hebreus 7, 19).

    Certa vez ouvi uma história muito interessante sobre os judeus homossexuais e o cumprimento da lei mosaica através de um amigo judeu e gay. Perguntei ao mesmo sobre como eles faziam para seguir a lei mosaica e a resposta foi: “Pastor Marcos, mesmo os judeus ortodoxos gays tem relacionamentos homossexuais sem muitas dificuldades. Você como advogado sabe que na lei é fácil encontrarmos uma brecha; o texto fala para não se deitar como se fosse uma mulher. Assim muitos judeus gays resolveram o problema não tendo relação com penetração, pois não estaria nenhum dos dois como ‘mulher fosse’, já que assim procedendo, o casal não incorreria nesta questão prevista pela Halachá .

    Por outro lado, como na lei judaica não há referência alguma sobre uma mulher deitando-se com outra mulher, como homem fosse ou coisas do gênero, não há problemas em relação às mulheres lésbicas.”

    Uma lei é passível de ser burlada, entretanto nossa Aliança com Cristo passa necessariamente por uma relação profunda com o Espírito Santo, relação esta impossível de ser burlada, já que ela é a base sobre a qual podemos viver plenamente a mesma Aliança pela justificação que o próprio Cristo nos concede. “E de tudo o que, pela lei de Moisés, não pudestes ser justificados, por ele é justificado todo aquele que crê.” (Atos 13, 39). E a própria homossexualidade está inscrita precisamente nesta justificação.

    Com Jesus nada mais precisa ser burlado, já que vivemos em uma Nova Aliança, pois a letra mata, mas o Espírito do Senhor vivifica (2 Coríntios 3,6); Jesus Cristo trouxe a todos esta nova aliança. Na ministração da Ceia do Senhor, seguindo os ensinamentos de Jesus, verbalizamos e afirmamos estar bebendo o sangue da “Nova Aliança”.

    Isto significa que não precisamos viver no cumprimento dos preceitos e prédicas da lei mosaica, pois temos acesso direto a Deus pela Graça de Jesus Cristo, através deste que é a própria Palavra viva de Deus.

    Assim: “O fim da lei é Cristo para a justiça de todo aquele que crê.” (Romanos 10,4).
    O Senhor Deus nos resgatou da lei, enviando o seu próprio filho Jesus que já pagou nossos pecados (cumprindo a própria lei) para que não fossemos mais subjugados a maldição dos antigos rudimentos mosaicos, afinal: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós.” (Gálatas l 3,13).

    A Epístola de Paulo aos Gálatas revela que aqueles que insistem na continuidade das práticas da Lei estão em maldição para com Deus. “Pois todos quantos são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque escrito está: Maldito todo aquele que não permanece em todas as coisas que estão escritas no livro da lei para fazê-las.” (Gálatas 3,10).

    Veja que a Lei em nada aperfeiçoou a vida dos homens e o propósito do Senhor Deus já era de introduzir uma esperança em um plano mais amplo. “Pois, com efeito, o mandamento anterior é ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade (pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou), e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual nos aproximamos de Deus.” (Hebreus 7,18-19).

    A nova lei se estabelece em Cristo a partir do Amor e o fruto da nova aliança no Espírito Santo consiste na própria essência do amor; contra o amor nenhuma lei prevalece. “Mas o fruto do espírito é: o amor (…) contra estas coisas não há lei.” (Gálatas 5,22.23).

    Ultrapassadas estas questões faremos a exegese do texto do livro Levítico 18,22 e mostraremos que mesmo na antiga aliança a relação de amor entre pessoas do mesmo sexo não era condenada.

    Primeiramente, esta era uma lei que tinha como principal objetivo impedir que o povo de Deus se envolvesse em práticas de rituais dos povos circunvizinhos. Lembre-se de que, nesta época, o povo de Israel estava no meio do deserto e se desviava constantemente dos propósitos de Deus, por se misturar com os costumes de outros povos, dentre eles práticas de idolatria, prostituição cultual e sacrifícios sexuais a outros deuses que sempre envolviam a questão do sexo “contra a natureza.”

    Situe-se no contexto: “Não procedereis como se faz na terra do Egito, onde habitastes; não procedereis como se faz na terra de Canaã, para onde os conduzo”. (Levítico 18, 3).

    A partir de uma análise histórica daquela região na Antiguidade, compreendemos que a prática homossexual no Egito e em Canaã estava articulada diretamente à cultos ligados a questão do êxtase e da fertilidade, criando todo um conjunto de exercícios de prostituição ritual abominável aos olhos de Deus.

    Todo tipo de prática sexual era utilizada nestes rituais, incluindo sexo entre pessoas do mesmo gênero, mas não apenas este. Por exemplo, nestes rituais, famílias inteiras de agricultores quando desejavam uma colheita próspera, promoviam cultos de fertilidade nos templos destes “deuses” onde pais, mães, filhos… todos praticavam sexo ao mesmo tempo com os prostitutos cultuais ou os chamados “prostitutos sagrados” em sacrifício.

    O livro do Levítico não estava proibindo formas de relacionamento homossexual em amor (ou seja, o que hoje entendemos como homoafetividade), mas uma condenação a esta forma de adoração a outros deuses e também a esta forma de sacrifício idólatra, que se distanciava da adoração que se recomendava fazer ao Deus de Abraão. Algo que fornece um precioso embasamento aos nossos argumentos é que a própria palavra traduzida como “abominação” (no hebraico “toevah”) nos textos do Antigo Testamento, somente é utilizada num contexto de idolatria em toda a lei.

    Desta forma, podemos ler este texto de Levítico 18,22 como: “Com um homem não te deitarás, como se fosse mulher. É prática de idolatria.”

    Em Deuteronômio 23,17 (também outras passagens, principalmente no livro dos Reis) observamos a confirmação sobre a existência da prostituição cultual e o que o texto do Levítico estava condenando. Veja “Não haverá prostituta sagrada entre as israelitas, nem prostituto sagrado entre os israelitas” (Deuteronômio 23, 17 – versão da Bíblia de Jerusalém ).

    Algumas traduções bíblicas mais tendenciosas do Antigo Testamento trocam a terminologia: “prostituto sagrado” pela palavra “sodomita” já criando uma falsa idéia de que o texto estava se referindo aos homossexuais; aqui encontramos uma clara e mal intencionada manipulação das Sagradas Escrituras Sagradas para construir uma doutrina homofóbica onde o pecado de Sodoma corresponderia proposital e diretamente à homossexualidade.

    Perceba a malícia: “Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel; nem haverá sodomita dentre os filhos de Israel.” (Deuteronômio 23, 17).

    A troca só nos ajuda a compreender que há sim uma manipulação da própria semântica bíblica em algumas passagens com a exclusiva finalidade de fomentar preconceito e exclusão.

    Por fim, ao longo desta obra teremos visto claramente que as Escrituras Sagradas jamais fizeram qualquer menção negativa ao relacionamento de amor entre duas pessoas do mesmo sexo. O que as Escrituras condenam realmente são as práticas de prostituição cultual e “sagrada”, a violência, e o abuso sexual e práticas de sexo contra a natureza, ou seja, privadas de contato, afeto e reciprocidade.

    3) ROMANOS 1, 21-28

    Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. (Romanos 8, 1).

    Existe uma expressão muito intrigante que diz: “texto sem contexto é pretexto”. Não resta dúvida que a mensagem bíblica é atemporal, poderosa e eterna; mas sua narrativa necessita naturalmente de uma contextualização apropriada. Aqui nesta passagem da carta do Apóstolo Paulo aos cristãos de Roma devemos indagar questões como: qual tipo de sexo era praticado naquela cultura? A qual tipo de relação sexual estava o apóstolo se referindo?

    No verso 21, encontramos: “não o honraram como Deus” e logo em seguida dos versos 23-25 percebemos que o texto se refere ao pecado da idolatria. Nos versos 26-27, vemos o abandono do seu desejo natural, do seu prazer natural a uma vida de prática sexual desumanizada.

    Mais uma vez o texto trata da relação sexual que não é advinda de um gesto de amor, de complemento, de carinho, de unidade, mas “contra a natureza”.

    Pergunte a um homossexual o que lhe é natural na questão sexual. É amar a uma pessoa do mesmo sexo? Você se complementa em amor com uma pessoa do sexo igual ao seu ou com alguém de gênero diferente? Ao se provocar a situação em que alguém naturalmente homossexual tenha de se relacionar com uma pessoa do sexo oposto, o que se está fazendo na realidade é uma agressão de ordem mental e física, já que isto se choca frontalmente com a natureza daquela pessoa.

    Da mesma forma, converse com um heterossexual sobre o que seria natural para o mesmo. Como o mesmo teria uma vida completa não fugindo da sua natureza? A resposta seria com uma pessoa do sexo oposto.

    Podemos estudar o contexto da carta aos cristãos da igreja em Roma pela história, literatura, filmes de época, bem como outras fontes importantes, como discursos políticos, dramaturgia e a retórica latina.

    Uma das mais fundamentais características da sociedade romana era o seu desprezo pela questão da identidade sexual. Tudo poderia ser revertido, de forma obstinada e compulsiva para uma pluralidade descontrolada de atos sexuais, muitas vezes desumanos e perversos. Um dos personagens mais famosos daquela época era o Imperador Calígula, soberano de Roma exatamente na época em que Paulo escreveu esta epístola.

    Historiadores apontam para aspectos do mundo romano bastante marcantes de seu tempo: a indiferença a questão da natureza sexual dos cidadãos da “civitas”, o apego cada vez maior aos cultos de fertilidade vindos das províncias orientais do Império, a criação de adolescentes pelo aparelho de Estado, distante de suas famílias; neste último caso pode-se observar ainda a prática, de origem grega, do relacionamento sexual entre rapazes mais jovens e homens mais velhos, independente de suas orientações sexuais.

    Em determinada fase da vida eles até se casavam com uma mulher, todavia, o sexo entre homens se inscrevia na questão da honra e da dignidade aristocrática, já que as mulheres ocupavam socialmente a periferia das relações sociais, sendo terrivelmente marginalizadas e muitas vezes consideradas apropriadas exclusivamente para fins de procriação.

    Portanto, duas coisas podemos depreender da sociedade romana que Paulo testemunhou e na qual de uma certa forma viveu, a despeito de sua formação judaica: a misoginia e o abuso.

    Há ainda outro aspecto que precisa ser ressaltado: a forma de relação entre pessoas do mesmo sexo era absurdamente assimétrica, ou seja desigual e injusta, já que envolvia adultos e crianças, velhos e jovens no mesmo ato. Não há dúvida que essas práticas, em sua versão perversa, são absolutamente contra a natureza!

    Concluímos, portanto que a condenação da Carta aos Romanos era a condenação a experimentação de formas sexuais contra a natureza pelo simples desejo ou busca por prazer, sem uma orientação sexual correspondente e inata, estes não tinham a orientação homossexual. Isso nós também, da mesma maneira que Paulo, consideramos pecado.

    4) 1 CORÍNTIOS 6,9-10 E 1 TIMÓTEO 1,10

    O qual nos fez também capazes de ser ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica. (1 Coríntios 3, 6).

    “Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem “malakoi”, nem “arsenokoitai”, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus.”

    Nesta passagem, temos dois termos que chamam a atenção. O primeiro, “malakoi”, foi traduzido pela versão de Ferreira de Almeida, da Bíblia em Português, como “afeminados” e o segundo na mesma versão “arsenokoitai”, como “sodomitas”. Duas palavras equivocadamente traduzidas, em uma clara operação de adulteração das Sagradas Escrituras.

    Também, existem duas versões da Bíblia que fazem traduções para estas duas palavras que podemos chamar de abomináveis, tratam-se da “Bíblia na linguagem de hoje” que traduz “malakoi” como “adúlteros” e “arsenoitoitai” como “homossexuais”; já a “Nova Versão Internacional” – NVI traduz “malakoi” e “arsenoitoitai” como: “homossexuais ativos” e “passivos” respectivamente, o que configura um exercício semântico criminoso e abusivo, ressaltando que estas são as versões da Bíblia preferidas dos homofóbicos religiosos.

    Recomendamos que jamais comprem estas duas versões ou caso vocês já as tenham, risquem em seus exemplares as palavras falsamente traduzidas e coloquem as corretas, como mostraremos neste estudo.

    Veja como é fácil perceber a manipulação Bíblica. As Escrituras Sagradas datam de mais de 2000 anos; como seria possível ter na Bíblia a palavra homossexual se o termo surgiu apenas em 1869, criado pelo escritor e jornalista austríaco Karl-Maria Kertheby?

    Para esclarecermos estas dúvidas precisamos estudar os textos bíblicos em seus idiomas originais. É fácil comprar em qualquer loja de artigos bíblicos, uma versão original da Bíblia, do Novo Testamento em grego e verificar estas palavras. Compre também um dicionário, veja as raízes das palavras no grego e constate o que mencionamos aqui.

    Estas duas palavras podem, de acordo com o contexto em que são utilizadas, ter mais de um significado. Mas, esteja certo que jamais terão qualquer sentido real aplicado ao termo homossexual. Neste sentido elas jamais se aplicarão a um relacionamento de amor e fidelidade entre duas pessoas do mesmo sexo.

    O termo grego “malakoi” literalmente pode ser traduzido como “mole”. E dentro daquela cultura misógina do primeiro século, podemos dizer que uma associação com a feminilidade era vista como negativa em termos morais. Assim, “mole” poderia ser uma descrição de qualquer tipo de comportamento de vaidade exacerbada ou fraqueza de caráter. Um outro sentido para esta palavra poderia ser a referência à prostituição cúltica masculina, que também era muito forte na época e na cultura romanas .

    O termo “arsenokoitai” que foi traduzido como “sodomita” na versão de Ferreira de Almeida, só passou a se referir a prática homossexual na Alta Idade Média. Provavelmente, alguns homossexuais poderiam estar incomodando alguns religiosos que não entendiam o que era de fato ser homossexual!

    “Arsenokoitai” consiste em uma palavra de significado por demais obscuro, lembrando que é grande a quantidade de termos e palavras no grego clássico que significavam “comportamento homossexual”. É preciso lembrar ainda que o Apóstolo Paulo não utilizou nenhuma delas, de onde podemos concluir que ele se referia realmente a algo muito específico.

    Etimologicamente, podemos dizer que o radical linguístico “arsen”, quer dizer macho e “koitos”, quer dizer cama. Este termo não possui nenhum registro na literatura grega antes de ser utilizado pelo apóstolo Paulo. Isto parece ser, portanto um neologismo do próprio Paulo, elaborado na composição desta epístola. Como o significado original deste neologismo pode ter se perdido no tempo, isto favorece interpretações grosseiras, sendo esta a palavra predileta para o arsenal homofóbico e tendencioso. No passado esta palavra antes de “sodomita” foi usada como “masturbadores” por algumas traduções bíblicas.

    Por outro lado, é bom sabermos que nem tudo está perdido, pois hoje temos algumas traduções bíblicas, mais fiéis aos textos no idioma original. Em Português, temos a “Bíblia de Jerusalém” que é atualmente a melhor tradução das Sagradas Escrituras no mundo, onde teólogos judeus, cristãos e protestantes traduziram do hebraico, aramaico e grego para o francês sem intermediações pretensamente tradutológicas que acarretariam em qualquer distorção. Assim, quando queremos uma tradução mais fiel recorrermos à Bíblia de Jerusalém. As palavras que mencionamos de 1 Coríntios 6, 9 foram traduzidas pela Bíblia de Jerusalém da seguinte forma: “malakoi” como “depravados” e “arsenokoitai” como “pessoas de costumes infames”. Já em 1 Timóteo 1,10 a palavra “arsenokoitai” se repete e veio na versão da Bíblia de Jerusalém como “pederastas”, ou seja, adultos que fazem sexo com crianças

    • uii santinha…, aprendeu a distorcer a bíblia pra defender suas práticas hahaha…, pena que seus argumentos são muito fracos perante ela, Romanos 1:27 e 28 é uma verdade imutável amigo, desista dessa idéia por que não funcionar…

      • É Léllison, peçamos ao Espírito Santo muita força e sabedoria por aqueles que ainda não tem muita clareza de fé. Diante de argumentos tao bem elaborados (enganosos) até
        os escolhidos correm risco de alguma dúvida. Deus tenha misericórdia dos que tramam com tanta astúcia.

  22. PASTORES! Não são genuínos pastores evangélicos. Podem ser qualquer coisa… Mas, não são Evangélicos! Historicamente os evangélicos não apoiam tais práticas.
    É a mesma coisa quando chamam as Testemunhas de Jeová de evangélicos, não são evangélicos!

    • amigo eles nunca disseram que apoiam tais praticas esta claro no texto!e vc nao faz nada escondido não! seu pecado e diferente do deles so porque sentem atração por homens!? nao existe pacadinho ou pecadao mano! existe pecado! que se deixamos na cruz”ele é fiel e justo para nos perdoar” pelo poder da cruz!e sim! nunca nós evangelicos somos “testemunhas de jeová” que diz isso com certeza e alguem que nao tem entendimento nenhum de evangelicos e de Testemnunha de Jeová!.

    • A questão é : O pecado está ao nosso redor e cabe a nós correr dele assim como José fez . Os pastores erraram sim, mas nao cabe a nós julga los ! É Abominação , mas o importante é que ocorra um arrependimento vindo do nosso coração para que Deus venha perdoa los mediante um reconhecimento ! Amém, vamos parar de dizer que todos vao para o inferno ! Precisamos ser imitadores de Cristo.

  23. Deus ama o PECADOR (pessoa) e NÃO O PECADO (ato, pratica )

    IGREJA jamais pode contemporizar com o PECADO, PRATICA HOMOSSEXUAL, porem em hipotese alguma pode fechar as PORTAS AO HOMOSSEXUAL

  24. 1 Coríntios – Capítulo 6

    12 Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.

  25. Tá então vamos fazer o seguinte, recebamos os ladrões de carro, traficantes e homicidas em nossas igrejas e falar que eles não precisa mudar porque Deus é amor e ama a todos da forma que ele é. Conversa fiada a igreja nunca rejeita um homossexual o problema é que as pessoas querem a benção mais não querem o abençoador (JESUS) QUE NÃO TOLERA PECADO!!!

DEIXE UMA RESPOSTA