Peça de teatro Porno Gospel satiriza pastor Silas Malafaia e cantores evangélicos

15

Uma peça de teatro chamada Porno Gospel, que está em cartaz na cidade de Curitiba (PR), vem causando polêmica pelo seu título e texto, uma sátira à política local e às lideranças evangélicas nacionais.

“Uma Farsa Teatral Baseada em Fatos Reais” , diz a descrição da peça, que está em cartaz desde o último dia 19 de maio, no miniaudiório do Teatro Guaíra. Escrita por Mariana Zanette, Ludmila Nascarella, Fernando Cardoso e Marvhem Hd, a peça é dirigida por Mariana Zanette.

A história contada em tom de comédia se passa em Paradise City, “uma cidade perfeita com moradores perfeitos”, e que “após uma catástrofe na Cidade Vizinha recebe milhares de pessoas ‘diferentes”, diz a sinopse do espetáculo teatral.

“É ano de eleição para a prefeitura da cidade, a deputada e candidata do Partido Missionário do Senhor, Holly Holla Cristy tenta conseguir apoio com o famoso comunicador do Senhor, o apresentador de TV e pastor Jair Malagaia. Ela luta pela moral, bons costumes e exclusão de toda situação que possa macular a imagem da cidade. Ele, empresário de sucesso, carismático e atraente prega os princípios da moralidade calcado na cura das perversões através de seus produtos gospeis”, diz a divulgação.


A sátira critica a postura das lideranças evangélicas, e faz clara referência aos artistas gospel e ao pastor Silas Malafaia, televangelista e líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC).

A repercussão da peça na mídia local levou o vereador Tiago Gevert (PSC) a iniciar uma coleta de assinaturas para aprovarem uma moção de repúdio ao espetáculo, segundo informações do CGN.

Em nota, Gevert afirmou que o título da peça expressa intolerância ao gênero musical evangélico: “Enquanto o tema da Marcha para Jesus deste ano [Somos o povo da cruz] gerou polêmica e alguns promotores se sentiram ofendidos, poucos dias depois nos deparamos com uma obscenidade, traduzida no título de uma peça teatral e mascarada com o conceito de arte para, aí sim, demonstrar total intolerância religiosa. Esta peça, em cartaz no Teatro Guaíra, deveria ser proibida pelo título profano e pelo texto de caráter difamatório àqueles que professam o Evangelho”, diz o requerimento de Gevert, que deverá ser votado na Câmara Municipal de Curitiba nesta quarta-feira, 01 de junho.

15 COMENTÁRIOS

  1. No fim dos tempos os verdadeiros cristãos seriam perseguidos, difamados …, palavra de Cristo.

    Engraçado, não vejo ninguém criticando a católica. Será que não é ela cristã?

    Há, sim, em verdade cristianismo não é o mesmo que catolicismo.

    • Protestante é invejoso mesmo! Jesus disse que seriamos perseguidos por causa d’Ele. Os católicos foram e sempre serão perseguidos por causa d’Ele. Saulo, conforme relato bíblico já perseguiam os católicos. Onde estavam os protestantes naquela época? No ventre da serpente? O protestantismo foi inventado pelo herege Lutero no século XVII ou você ignora isso?

      • alcantara onde que paulo perseguia católicos, ele perseguia evangélicos, ou seja aqueles que viviam e pregavam o evangelho, o catolicismo veio 400 anos depois com o teu rei idolatra

    • Engraçado e quanto aqueles que usam o nome de Deus pra se enriquecer e dar mal testemunho do que e ser cristão? Cade os evangélicos correndo atras disso? Quantos picaretas e falsos profetas fazendo milagre e vivendo da fé das pessoas? Essa peça humorística e justamente contradizendo isso… Humor não e pra se levar a serio… mas pelo menos faz a gente pensar aonde que esse barco vai parar… O diabo não ta escondido num buraco (nem mesmo em um teatro) e sim atrás de um palanque tentando enganar e levar muitos a perdição..

    • levi
      na verdade a manuca é um homem, e apenas faz ativismo ateu aqui se usando da católica para combater os cristãos, então vc. deve é combater o alcantara e não a manuca

  2. A primeira vez que li uma matéria aqui foi sobre a Banda Satânica Ghost, e achava eu que iriam descer a lenha e tal. Me surpreendi. Fizeram um texto completamente imparcial e feliz que poderia muito bem ter sido escrito em uma mídia não religiosa. Gostei, vou continuar lendo matérias aqui, essa inclusive foi engraçada, é isso aí. (y)

DEIXE UMA RESPOSTA