Professor que sofre com perda de memória fica desaparecido e é localizado por pastor

0

Um homem que estava desaparecido por uma semana foi encontrado e ajudado por um pastor evangélico na rodoviária de Cuiabá (MT). Identificado como o professor Jairo Marques do Nascimento, de 35 anos, ele havia sido visto pela última vez em Cruzeiro do Sul, no Acre, onde mora.

A mãe de Jairo informou ao G1 que o professor já havia passado por situações semelhantes anteriormente, com perda parcial de memória. Em quatro oportunidades, saiu sem destino, o que obrigou a família a buscar ajuda policial para localizá-lo.

“Foram dias angustiantes” disse Maria da Conceição Marques, a mãe do professor. Segundo ela, Jairo leciona física e história na escola Flodoardo Cabral, que atende alunos do Ensino Médio.

Os familiares receberam a informação do paradeiro do professor e contaram com a ajuda do pastor, que é amigo de Jairo e se dispôs a ir a Cuiabá para encontrá-lo. O pastor mora em Xapuri, no Acre, e levou o professor para sua casa, onde deu abrigo, levou ao médico e ofereceu ajuda espiritual.


Segundo a Polícia, o professor saiu com seu carro e dirigiu até Rio Branco, capital do estado. Lá, tomou um ônibus para Porto Velho, em Rondônia, e depois pegou outro ônibus até a capital mato-grossense.

“O que a minha família passou eu não desejo para ninguém, foram dias angustiantes, até hoje eu não estou conseguindo me alimentar direito. O pastor já ia retornar quando encontrou meu filho, ele está em Xapuri na companhia do pastor e recebendo ajuda psicológica para em breve retornar. Quero apenas ressaltar que está tudo bem com ele”, relatou a mãe do professor.

Jairo é casado, pai de dois filhos e não apresentava sintomas desse distúrbio há alguns anos. O pai do professor, Raimundo Adriano do Nascimento, 70 anos, demonstrou alívio ao descobrir que o filho estava bem: “Ele é um rapaz inteligente e dedicado ao trabalho, tanto que os estudantes fizeram manifestação para pedir mais agilidade nas buscas. Graças a Deus deu tudo certo e em breve ele estará de volta ao lar e ao trabalho”, concluiu.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA