Religiosos criticam deputados que usaram “nome de Deus em vão” na votação do impeachment

6

A votação da abertura do impeachment na Câmara dos Deputados no último domingo, 17 de abril, foi marcada pela menção, por vários parlamentares, a Deus em suas justificativas de voto. Esse fato incomodou algumas lideranças religiosas, que costumam se posicionar com um viés de esquerda.

Na visão dessas lideranças, a separação entre a fé e o Estado precisa ser mais extrema, suprimindo as liberdades de expressão e crença salvaguardadas na Constituição.

De acordo com levantamento realizado pelo portal iG, a menção a Deus ocorreu 59 vezes durante a votação, ficando próxima à quantidade de vezes que a palavra “corrupção” apareceu.

Um dos que fizeram referência a Deus, o presidente da Câmara Eduardo Cunha afirmou, em seu voto, que espera que “Deus tenha misericórdia desta Nação”.


Para a presidente do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC) – o mesmo que se manifestou contrário ao processo de impeachment –, pastora Romi Bencke, essas citações distorcem o sentido da religião: “Não concordamos com essa relação complexa e complicada entre religião e política representativa”, pontua.

O CONIC é formado por congregações de igrejas como a Evangélica de Confissão Luterana, Episcopal Anglicana do Brasil, Metodista e Católica. Para Romi, uma das preocupações sobre a questão é com o uso da religião para justificar um posicionamento em questões controversas.

“Infelizmente, vimos que os parlamentares que se pronunciaram em nome de Deus, ao longo do mandato, se manifestam contra mulheres, defendem a agenda do agronegócio e assim por diante. Nos preocupa bastante o fato de Deus ser invocado na defesa de pautas conservadoras – é ruim adjetivar, mas é a primeira palavra que me ocorre – e de serem colocadas citações bíblicas descontextualizadas. Não aceitamos isso e eu acho que é urgente refletir sobre o papel da religião na sociedade”, argumenta, deixando de observar que o agronegócio em si é o único setor da economia brasileira que segue em alta, minimizando a recessão pela qual o país passa e produzindo alimentos para o próprio país e para exportação.

Para Leonardo Boff, teólogo e ex-sacerdote católico, a referência a Deus para expressar uma convicção a respeito do processo é vã: “Dezenas de parlamentares da bancada evangélica fizeram claramente discursos de tom religioso e invocando o nome de Deus. E todos, sem exceção, votaram pelo impedimento. Poucas vezes se ofendeu tanto o segundo mandamento da lei de Deus que proíbe usar o santo nome de Deus em vão”, afirmou.


6 COMENTÁRIOS

  1. Declarações de um Boff mesmo. Boff meu filho, existe uma grande diferença entre se falar de Deus e se invocar o nome de Deus. Outra coisa importante, cada um expressa sua fé do jeito que bem entende. Voce jamais irá entrar no coração de uma pessoa para saber a real intenção dele. Deus no entanto conhece. Mais uma coisa, Deus não é de barro, ferro, gesso ou pedra. Ele sabe tratar com o ser humano e não precisa da sua opinião boçal para isso. Com certeza Deus sabe diferenciar se é algo sério ou mera zombaria. Na verdade Boff só que aparecer. Cada uma que me aparece.

  2. As pessoas estão condicionadas a não pensarem, vivem presas e apoiadas na MÍDIA, EM FALSOS IDEAIS e principalmente em FALSOS PROFETAS que hoje dominaram a IGREJA, levando com sigo muito ao INFERNO.

    IGREJA EVANGÉLICA está apoiando um GOLPE, e aliada a ULTRA DIREITA, nada mais é do que a confirmação da profecia da "MARCA DA BESTA".

    A direita no velho testamento representa a palavra de Deus, no cajado de Moisés; sempre guiado pela mão direita (Êxodo 15:12, Levítico 8:23, Zacarias 11:10, Isaías11:4, Lucas 22:69) e , assim como no evangelho segundo Jesus; suas ovelhas estariam á Direita (Mateus 25:33)

    A MARCA DA BESTA na mão direita, é a nada mais do que a corrupção que dominaria as comunidades (igrejas) nestes fins tos tempos, como ocorreu com Israel: O Anticristo.(2 Tessalonicenses 2:4)

    Por isso que as Marcas de Deus (simbólicamente) é primeira aliança divína com o povo hebreu ou pacto da antiga aliança (Hebreus 8 : 6).

    “E será isso por ((((sinal sobre tua mão)))), e por ((((frontais entre os teus olhos)))); porque o Senhor, com mão forte, nos tirou do Egito.”(Êxodo 13:16)

    E hoje na época da Graça, o evangelho é a NOVA MARCA ou Sinal de Deus para com os homens (João 1:17). Assim; o CAPITALISMO são uma das Marcas da Besta nas frontes (conciências) e na mão (atos) direita (Apocalipse 13:16). Como a liberdade, humildade e justiça defendida por socialistas são Marcas do Evangelho.

    E por trás de todo o GOLPE está como sempre: A NOVA ORDEM MUNDIAL.

    http://aespadademiguel.com/besta-apocaliptica/besta-apocaliptica-e-guerra-contra-o-comunismo-e-socialismo-esquerda/

  3. Acontece que a maioria da bancada de evanjegues têm processos judiciais para responderem. Alguns são casados,descasados e amasiados. Uma vergonha! Invocam o nome santo do Senhor para esconderem suas mazelas. Desconhecem o decálogo completamente. Só enganam incautos como você,paspalho.

  4. Francisco De Assis Oliveira, não se esqueça de que Bolsonaro, o novo integrante do PSC – Partido Social Cristão, já se divorciou mais de uma vez. O cara posa de bastião da moral e dos bons costumes, defende a tal "família tradicional", mas não consegue manter a própria família dele. Diante deste quadro, por que você diz que Noemia Britto não tem moral para falar? Quem moral tem Bolsonaro, que tem tantos apoiadores no meio evangélico e, por causa disso, já pensa em ser Presidente da República? Pra vocês, basta invocar o nome de Deus para ser bem visto, mas o passado (e até o presente) condena os tais escolhidos.

  5. “na votação do processo de impeachment, tanto foi a invocação de Deus que é impossível que uma pessoa mencionada tantas vezes não mereça ser investigada.
    Aí todo mundo diz: ‘o senhor vai ter que investigar Deus’.
    Eu digo: ‘Não provoque, vai que ele resolve fazer uma colaboração premiada, esse cara sabe de tudo’”(Rodrigo Janot)

  6. Rodrigo Janot

    é que tem razão “Não provoque, vai que ele(DEUS) resolve fazer uma colaboração premiada, esse cara sabe de tudo’”,
    ===
    kkk hã! hã! se DEUS for fazer justiça desses pa$$tores EMBUSTEIROS!!!!
    não quero nem VER!!!! kkk vai ser castigo em cima de castigo!!!!!

  7. Francisco De Assis Oliveira, duvido que você não frequente uma dessas seitas que eu citei.
    Por que vocês, em vez de ficarem enriquecendo pastores sem escrúpulos, não seguem as orientações do próprio Jesus em Mateus 6: "Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á"?

  8. Francisco De Assis Oliveira, você não respondeu meu questionamento. Vou repetir, já que diz que os petistas são satanistas (eu não apoio o PT):
    E os que apoiam homens de deus, feito Eduardo Cunha, Magno Malta e Bolsonaro? O que você tem a dizer a respeito deles?

  9. Roque Oliveira quem é que está apoiando Bolsonaro aqui? Todo divorciado que casa de novo comete adultério não importa o motivo, segundo casamento não existe, e o Bolsonaro que que sei é catolico. Quem diz que o passado condena para os que estão em Cristo é o diabo, parabéns vc pé filho do diabo.

  10. Francisco De Assis Oliveira, o mal de pessoas incautas como você é tirar conclusões precipitadas sobre as pessoas. Realmente eu votei em Lula no primeiro mandato por causa da promessa que ele e o PT faziam de combate à corrupção. De lá pra cá meu voto é nulo. Imagino a mente de seres inferiores que se veem na obrigação de votar em alguém (ainda que contra a vontade) e serem obrigados a ter uma religião. Não tenho partido político, não tenho time de futebol e não tenho religião. E vivo muito bem assim.

DEIXE UMA RESPOSTA