Em resposta à Parada Gay, deputado propõe que crime de ultraje a culto se torne hediondo

18

O crime de ultraje a culto pode se tornar hediondo, caso a proposta do deputado federal Rogério Rosso (PSD-DF) seja aprovada pela Câmara dos Deputados. O projeto foi apresentado após as manifestações consideradas ofensivas aos símbolos cristãos durante a Parada Gay em São Paulo, no último domingo, 07 de junho.

A proposta foi apresentada na última segunda-feira, 08 de junho, e o deputado usa o termo “cristofobia” para justificar a alteração na lei, e afirma que as manifestações dos ativistas gays se encaixam nesse perfil.

De acordo com o portal Terra, Rosso é evangélico e argumenta que é necessário alterar o Código Penal, que atualmente, prevê pena de prisão de um mês até um ano de detenção, mais multa, para quem for condenado por “ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo”.

De acordo com a proposta do parlamentar, o crime passaria a ser punido com pena de quatro a oito anos de prisão, além de multa. Se a proposta avançar e o ultraje a culto for classificado como crime hediondo, o indiciado não poderá ser liberado com pagamento de fiança, e deverá aguardar o processo na cadeia.


“A intenção desse projeto de lei é proteger a crença e objetos de culto religiosos dos cidadãos brasileiros, pois o que vem ocorrendo nos últimos anos em manifestações, principalmente LGBTs, é o que podemos chamar de ‘Cristofobia’, com a prática de atos obscenos e degradantes que externam preconceito contra os católicos e evangélicos”, escreveu Rosso no texto do projeto de lei.

“Alguns manifestantes que participam de ‘Paradas LGBTS” ou “Parada Gay” têm zombado e desrespeitado a fé dos cristãos, agindo reiteradamente de forma desrespeitosa contra os símbolos do cristianismo”, acrescentou.

A última edição da Parada Gay em São Paulo, no domingo, gerou enorme repercussão por causa da “crucificação” do transexual Viviany Beleboni, que ficou seminu em cima de um trio elétrico, “pregado” a uma cruz, fazendo referência a Jesus Cristo. Uma placa acima de sua cabeça carregava a frase “basta de homofobia com GLBT”, o que foi entendido por diversos cristãos como ofensa a um símbolo religioso.

O Ministério Público Federal recebeu duas representações de parlamentares evangélicos insatisfeitos com a manifestação, e deverá investigar se houve crime de ultraje durante o evento.

18 COMENTÁRIOS

  1. Se essa lei pega. Vai encher a cadeia de protestantes evanjegues ., hereges pois eles adoram adentrar nas igrejas católicas e quebrar tudo , fazem isso até em canais aberto de tvs.,

    • Com certeza, Lopes, esses fanáticos se fazem de falsos amigos do católicos pregando respeito aos “símbolos cristãos” quando todos sabemos que eles ridicularizam os católicos que veneram imagem e os insultam gravemente de idólatras e endemoniados.

  2. Iniciativas obtusas e inconstitucionais como a desse parlamentar, que não tem a menor chance de ser aprovada, vem fortalecer o alerta que estamos fazendo no sentido da tentativa cada vez mais escancarada e atrevida da horrorosa medusa evangélica fundamentalista domininonista em implantar um regime teocrático no Brasil. Que o Parlamento e o povo brasileiro despertem para o avanço desses fanáticos que não respeitam sequer a laicidade do Estado agindo como fundamentalistas radicais e interrompendo a sessão na Câmara para, entre gritos, palavras de ordem e rezas, tentar impor sua visão toltalitária. Mas não prevalecerão em seu intento, pois a sociedade brasileira, as instituições democráticas, a Justiça, até mesmo o Exército brasileiro, não tolerarão que o país se torne mais um reduto de fanáticos enlouquecidos pela religião como acontece hoje no Oriente. Fica também o alerta aos organizadores da parada gay que, tendo tantos temas de interesse e importância para tratar, vão dando lugar para aloprados que gostam de cutucar onça com vara curta. De qualquer forma, os evangélicos não irão ditar e interpretar as leis deste país, não imporão sua visão obtusa, limítrofe e redutiva, mas acabarão por se tornarem cada vez mais isolados na medida em que vão revelando sua face totalitária.

  3. Essa raça de víboras se coloca falsamente, como os cínicos e hipócritas que são, em defesa dos “símbolos cristãos”, se fazendo de falsos amigos dos católicos, quando todos sabemos de como eles se referem aos católicos que veneram esses mesmos símbolos, a saber: idólatras, e isso quando não praticam horrendos vilipêndios como o de chutar e quebrar imagens de Jesus.

    Esse é o tipo de “respeito” pela religião que eles querem: respeito só para si mesmos, pois são intolerantes para com todas as visões de Deus, da religião, do ser humano, da sexualidade que não se conforme às suas visões puritanas, obtusas, medievais e totalitárias.

    Na religião são totalitários; no Parlamento, nulidades. Não tendo capacidade intelectual para propor projetos de Lei que realmente interesse a nação, querem fazer do Congresso Nacional uma igreja de onde esperam governar teocraticamente o país substituindo a Constituição pela Bíblia lida conforme suas próprias visões e interpretações limítrofes, intolerantes, inquisitoriais.

    Já mostraram do que são capazes ao aprovar, na surdina, a lei que aumenta as vantagens de suas igrejas em relação ao tesouro da nação, tesouro cada vez mais assaltado e esvaziado por todas essas matilhas de cães ladrões e corruptos descarados que seguem destruindo o país.

    Mesmo não sendo católico estou convicto de que a Igreja de Roma não dará apoio aos surtos dominionistas que, por não terem mais condições de pregar o Evangelho, já que se tornaram mercenários da fé e da política, partem agora para agressões contra os gays, a liberdade de consciência e expressão, bem como as liberdade civis e individuais que guardam preocupantes semelhanças com o que radicais estão fazendo no Iraque, na Síria e em vários outros lugares infestados de fanáticos. Acorda, Brasil, antes que o mal degenere até um ponto insustentável.

  4. Bom, se as Ovelinhas estao revoltadas, direito delas, agora, transformar a corrupcao e roubalheira em crime hediondo essa bancada que se diz crista, nao quer, pq sera neh ? e outra, isso tb vai valer para as religoes afro ? Porque esses seres que se dizem de Deus vivem pregando que eh coisa do demonio,

    Voces evangelicos nao tem respeito pela religiao dos outros, agora sentem na pele como eh ser insultado na sua propria crenca, agora voces sabem como um umbandista se sente qdo voce o chama de demonio

    • Anonimo, evangélicos dominionistas só têm olhos para si mesmos. Dizem que os gays queremos impor uma “ditadura”, mas não percebem que são eles que tentam impor sua religião de fanatismo e suas visões de mundo e de Deus ao conjunto da população.

  5. a verdade que já é hediondo a existencia das aberrações gays. eles fazem as sua proprias familias terem vergonha de terem um lixo desses. as aberrações gays espalham doenças como ratos e baratas. as aberrações gays em sua totalidade são pedofilos imundos. as aberrações gays não tem o minimo de educação. as aberrações gays são tão doentes que não sabem pra que serve o ku. as aberrações gays tem que começar a serem eliminadas. temos que acabar com o mal que elas estão fazendo a familia e ao mundo. vamos em frente e vamos fazer sangrar já que eles gostam de aparecer sangrando. sangre uma aberração gay como um porco e faça um favor ao mundo.

    • Imaginei ter lido que ele é evangélico. Católicos serão os mais beneficiados com essa lei, apesar de não passarem de idólatras miseráveis, segundo os tais escolhidos.
      .

  6. Estou de pleno acordo com essa atitude. Detesto pessoas que não respeitam o que deveria ser respeito. Tanto, que acho que essa medida de CRISTOFOBIA deve sim ser aprovada, tanto quanto a HOMOFOBIA.
    Cada um vive e faz o quer da sua vida, desde que respeite o próximo e seu espaço. Sabemos que em todos os lugares e seguimento, existem pessoas de bom caráter como de péssimo caráter. Essas pessoas devem ser colocadas no seu devido lugar.
    Embora, esse caso seja a velha história de quem nasceu primeiro, “O OVO ou A GALINHA”, ou seja, quem provocou primeiro e cutucou a onça com vara curta. Aí dá no que deu.
    A questão é simples! Basta se respeitarem. Caso contrário aplique a lei do CRIME HEDIONDO. Doa a quem doer e seja quem for. CADA UM CUIDA DA SUA VIDA e deixe para quem sabe ser justo e capacitado para julgar, que é DEUS.

  7. Este é o principio da igualdade,tem direitos mas também tem deveres,se podem fazer também podem responder pelos seus feitos, os gays,homossexuais,lésbicas e demais do gênero,estão decepcionando cada vez mais os que o apoiavam,se fazendo de coitadinhos de vitimas da sociedade,da igreja,chamando os outros de homofóbicos fundamentalistas arcaicos,discriminadores,são menosprezados,injustiçados e DIZIAM ATÉ MESMO SEREM FILHOS DE DEUS PAI DO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, qual a justiça que realmente eles querem? porque as sua atitudes não são de quem quer justiça,mas sim querem sobrepor aos demais não não aceitam o seus comportamentos de imundícia,mas como sempre a mentira tem o seu tempo, estão mostrando que realmente são de verdade,mostrando a cara do pai deles que é o diabo, imagine o que estes filhos do diabo de mente suja, estão preparando para a próxima passeata deles,não demorou muito para que eles mostrar o que são, e para que vieram.ACREDITEM NELES SE QUISEREM MAS JÁ SABEM QUEM SÃO,NÃO DIGA MAIS QUE FOI ENGANADOS(AS).

  8. Esse projeto de lei obtuso é tão factível de aprovação quanto o foi o do parlamentar fundamentalista do PSOL que berrava no Congresso pela alteração da Constituição.

  9. Informo ao Servo, ao Darth Shadow e a quem mais interessar possa, que respondi a contento os comentários que ambos fizeram contra minha pessoa na postagem referente à notícia “Feliciano Convoca líderes de todas as denominações a agirem contra ‘desgraceira’ dos ativistas gays”.

DEIXE UMA RESPOSTA