Sérgio Moro julgará acusações de lavagem de dinheiro contra AD Brás e pastor Samuel Ferreira

11

A Assembleia de Deus no Brás, do Ministério Madureira, está no radar da Operação Lava Jato, assim como seu pastor presidente, Samuel Ferreira.

Na última quinta-feira, 12 de maio, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a decisão do ministro Teori Zavascki de remeter para o juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara de Curitiba (PR), as investigações sobre a suspeita de lavagem de dinheiro para o deputado federal suspenso Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ex-presidente da Câmara dos Deputados.

Dentre os investigados estão a AD Brás e o pastor Samuel Ferreira, segundo informações do jornal O Dia. O STF rejeitou o argumento da defesa da denominação, que alegava que o caso deveria ser avaliado pela Justiça Federal em São Paulo, já que é na cidade que a igreja está sediada.

A investigação contra a AD Brás e Ferreira aponta que Cunha teria usado a igreja para movimentar parte dos US$ 5 milhões que o deputado teria recebido em propina no negócio em que a Petrobras contratou dois navios-sonda.


O procurador-geral Rodrigo Janot detalhou, na ação, as negociações entre Cunha e o lobista Fernando Falcão Soares, o Baiano, que foi operador do PMDB no petrolão e assinou acordo de delação premiada com a Lava Jato, permitindo o aprofundamento das investigações.

Janot apontou que outro lobista, Julio Camargo, foi orientado por Cunha a fazer “doações” para a AD Brás como forma de repassar os valores da propina. Durante as investigações, a Polícia Federal e a Procuradoria Geral da República (PGR) identificaram duas transferências bancárias em agosto de 2012 feitas por empresas de Camargo para uma filial da denominação em Campinas, somando R$ 250 mil, e justificada falsamente como “pagamento a fornecedores”.

“Não há dúvidas de que referidas transferências foram feitas por indicação de Cunha para pagar parte do valor da propina referente às sondas”, afirmou Janot.

A defesa do pastor Samuel Ferreira está sendo feita pelo criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay. O advogado afirmou considerar um exagero a abertura de inquérito para investigar as relações de Cunha com a denominação: “Bastaria ter mandado um ofício para que o pastor Samuel justificasse a doação. Evidentemente, ele não sabia a origem desse dinheiro. São feitas doações pelo Brasil todo”, declarou Kakay.


11 COMENTÁRIOS

  1. As falcutruas protestante que já são de conhecimento de muitos ., agora será desvendadas na lava jato e na mídia assim a grande falcatrua das seitas que desviam milhares e milhões de diZimos dos fiéis já tá na hora do povo brasileiro abrir seus olhos para exergar a arrogância dos vendilhoes do templo.,oremos

  2. Pastor agride mulher com socos no rosto e vai preso em Piracicaba, SP
    Homem de 44 anos cortou teste da vítima com golpes, segundo polícia.
    Agressão foi durante briga por ciúmes; vítima foi atendida no pronto-socorro.
    Do G1 Piracicaba e Região – 17/05/16

    Um pastor de 44 anos foi preso após atingir com socos o rosto e a cabeça da esposa, de 43 anos, na noite da segunda-feira (16) em Piracicaba (SP). Segundo a Polícia Civil, as agressões aconteceram depois que a auxiliar de produção expulsou o suspeito de casa durante uma discussão por ciúmes. Um dos socos chegou a cortar a testa da vítima, que foi atendida no pronto-socorro do Piracicamirim.
    De acordo com o boletim de ocorrência, a vizinha do casal chamou a Polícia Militar depois de ouvir a discussão. Quando os PMs chegaram à residência, localizada no bairro Jardim Noiva da Colina, o pastor relatou que a mulher estava nervosa, o agrediu e ele teria apenas se defendido.
    Com um corte no supercílio e as roupas sujas de sangue, a auxiliar de produção relatou à PM que discutiu com o marido por ciúmes e pediu para que ele saísse de casa, mas como ele se negou, ela arrumou as coisas do homem e colocou dentro do carro.
    Segundo a Polícia Civil, o pastor ficou irritado com a situação e deu vários socos no rosto e na cabeça da mulher, provocando o corte no supercílio. Ela foi atendida no PS e o suspeito foi levado para a delegacia de plantão, onde recebeu voz de prisão em flagrante.
    A polícia arbitrou fiança de R$ 900 para o pastor, que não pagou o valor. Ao G1, o filho da mulher, de 18 anos, relatou que há meses o padrasto estava ameaçando sua mãe. “Ela está com o rosto bastante machucado, os olhos inchados. Pastor que é pastor não faz uma coisa dessas”, disse o jovem.

  3. Nunca devemos fazer prejulgamentos. É pecado! Ninguém sabe sobre a questão levantada. Não é pecado e nem crime igreja receber doações. O crime está no doador, porém a igreja e o pastor pode ser totalmente inocente. Cautela povo@!!!

  4. Pastor morde mulher em frente Igreja assembleia de Deus.
    Um cão da raça pastor alemão, mordeu a perna de uma mulher em frente à Assembleia de Deus no Brás, a mulher foi socorrida pelo samu e levada para o hospital.

  5. O LAMENTAVEL É MUITOS CRISTÃOS DIZER QUE O CISTÃO NÃO PODE SE ENVOLVER COM POLÍTICA OU SER CANDIDATO, MAS SE ENVOLVER COM OS MAUS POLITICOS PODE. OS CRISTÃOS DESIFORMADOS DIZEM QUE TODOS SÃO IGUAIS É UMA CONTRADIÇÃO, POIS TODOS QUE SE DIZEM SER CRISTÃOS PREGAM QUE O SANGUE DE CRISTO PURIFICA DE TODO PECADO, DESTA FORMA OS QUE ESTÃO LAVADOS E REMIDOS COM O SANGUE DE CRISTO NÃO SÃO IGUAIS AOS QUE FURTAM E ROUBAM!

  6. Olha igreja de jesus com estes acontecimento e outros nao so na ADBRAS como em outros ministerios nao tenho duvida que os fins dos tempos estao proximos entao deves criticar vamosvigiar com nossa linguas e orar para Deus liberta esses irmaos corrupitos e a nos tambem porque pecadinho e pecadao para Deus nao temos diferença e vamos saquear o inferno e ganhar almas para o reinos

DEIXE UMA RESPOSTA