Sob perseguição de muçulmanos, cristãos nigerianos se arriscam indo a cultos: “Este pode ser o último”

10

Os relatos de cristãos nigerianos sobre a perseguição sofrida no país são abundantes e, infelizmente, recorrentes. Grupos radicais islâmicos que têm como objetivo erradicar os seguidores de Jesus Cristo continuam agindo impunemente.

A Nigéria é um país dividido religiosamente falando, com pouco mais da metade da população professando a fé cristã, enquanto a outra metade é muçulmana. Até o surgimento dos extremistas do Boko Haram, a convivência entre os dois grupos era relativamente pacífica.

De acordo com relatos de missionários, os cristãos locais hoje convivem com as recomendações das autoridades para que suas igrejas restrinjam os dias e horários de cultos, devido à dificuldade em garantir a segurança das celebrações e dos fiéis na volta para suas casas.

A cada vez que um cristão sai de casa para ir à igreja, a incerteza sobre poder voltar pra casa é cada vez maior. Segundo informações do site bibliatodo.com, a organização de direitos humanos cristã Jubilee Campaign vem monitorando os ataques de grupos como o Boko Haram, e constatou que os cristãos são os principais alvos dos extremistas.


Para reforçar esse argumento, a entidade citou um relatório do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), que revelou que “aproximadamente 42% de todos os ataques que ocorreram na República Federal da Nigéria em 2014 foram nas comunidades cristãs, e os outros 58 % foram distribuídos entre escolas, agências governamentais, hospitais e civis”.

Outros estudos da ONU dão conta que no ano de 2012 a Nigéria registrou mais de 60% das mortes de cristãos em todo o mundo por perseguição religiosa.

As agências missionárias cristãs de abrangência internacional cobram da ONU e dos chefes de países que são potências militares uma maior atenção com a crise terrorista perpetrada pelos fundamentalistas do Boko Haram na Nigéria.


10 COMENTÁRIOS

    • Deus não protegeu o filho, tendo morrido na cruz. Imagine você, eu e outros não morrerem.

      Meu caro, aprenda. Com a morte, que é o caso em apreciação, a proteção cresceu, pois os que partem vão para os braços do Pai. Já nós, ficamos nesta pesada, suja e desconfortável terra. A proteção é a morte. Lembre-se de Estevam sendo apedrejado, todavia enxergando já em sua morte uma janela no céu.

      • Pois é. Todo mundo quer ir pro ceu, mas ninguém quer morrer.
        Quanto ao “pois os que partem vão para os braços do Pai”, eu não sabia que o Juízo Final já tinha acontecido.
        Ninguém me falou nada.
        Sacanagem!
        .

    • o Apostolo Paulo já dizia Porque para mimo viver é Cristo, e o morrer é lucro. Filipenses 1:21.
      Sabemos que esse mundo jáz o maligno portanto estamos nele más não vivemos para ele más sim para apregoar novos céus e nova terra! O Senhor nos deu uma missão pregar o ide até que ele venha.

      • É mesmo? Então por que quando os crentes sentem uma dorzinha de barriga correm logo pro médico? Não seria o caso de correrem para seus quartos e orar, conforme previu Jesus?

        • antes de citar trechos da bíblia leia o texto e o contexto .e nem todos que dize ser cristãos são realmente não se pode olhar para alguns e levantar opiniões assim como em sua vida não se pode olhar para voce e julgar toda sua família se baseando apenas em vc. DEUS cura quem ele quer ,mas também a sua mão esta sobre um medico competente

    • CLAUDIO

      Concordo com o Levi, em parte.
      Além de Jesus, Pedro e Paulo receberam como recompensa, o martírio, não a pro$peridade do Pedir Ma$$edo, Waldemiro Sandiabo e Erra Erra Soare$.
      E assim foi com os mártires dos primeiros tempos, jogados às feras em Roma.
      Mas por outro lado, ter religião é uma coisa, mas morrer por causa dela?
      E ver o marido ou a mulher e os filhos sendo degolados?
      Poucos tem essa coragem.
      Eu já adianto que não tenho…
      E se eu me convertesse ao islamismo, teria de seguir à risca à draconiana Sharia, que de divina não tem nada, não é de Deus, mas do senhor das trevas.
      Não poderia estudar, trabalhar, nem andar na rua sozinha, porque o “sagrado” Alcorão permite o estupr0 de qualquer mulher encontrada na rua sem um homem acompanhando.
      Deve ser a única coisa que esses idiotas com cérebro de camelo lêem, aliás poucos entre eles sabem ler, eles conhecem do “sagrado” livro deles só o que ouvem dos companheiros.
      Triste dia foi aquele em que o falso profeta Maomé diz ter recebido o livro diretamente do céu, mandado pelo falso deus Allah.
      Mesmo caso da Bíblia, nos livros atribuídos a Moisés, em que “Deus” mandava matar aos milhares, destruir cidades inteiras.
      Assim é o mentiroso Alcorão, com inúmeras atrocidades do falso profeta e seus sucessores sendo atribuídas à divindade que chamam de Allah, que já existia antes de Maomé.
      Era um dos deuses adorados em Meca, naquele tempo toda a região era politeísta.

    • Não à perseguição aos cristãos, isso é um crime hediondo.

      Infelizmente, todos os povos cometem essas atrocidades em algum momento da sua história.. os cristãos dizimaram quase um continente inteiro de índios pagãos… os pagãos romanos tentaram destruir judeus e cristãos, os japoneses que em sua religião, acreditavam que seu imperador era o deus vivo, descendente da deusa do Sol, Amaterasu, estupraram e perseguiram os chineses durante a guerra.. na África nem se fala…..

      O próprio homem é o mau desse mundo

  1. minha amiga princesa de arendelle,nunca faça isso pelo amor de deus,eu fui casada com um homem muçulmano por 20 anos ,sofri demais ,todos os dias eu sinto a dor de ser espancada e torturada por esses covardes,tem um ditado arabe-muçulmano que diz que mulher deve apanhar pra aprender a obedecer,eu essa religião eles batem na gente tododia e ainda sofro,por favor nunca siga essa religião, ela defende espancamento de mulheres e ruim demais ,minha querida filhinha.

DEIXE UMA RESPOSTA