Teólogo afirma que pastores estão se promovendo com a tragédia da cheia do rio Acre

28

O estado do Acre vive uma situação de calamidade devido às fortes e intensas chuvas que elevaram o nível do rio Acre em mais de 18 metros, quebrando um recorde que já durava 18 anos.

A quantidade de desabrigados superou a barreira de 10,6 mil pessoas, segundo informações da TV Brasil. Hoje, o nível do rio já começou a baixar, e atualmente está na casa dos 16 metros de profundidade.

Diante desse cenário, o teólogo e professor Ruy Cavalcante publicou um desabafo no Púlpito Cristão sobre o que considerou um oportunismo de muitos líderes evangélicos do estado com a situação calamitosa.

“A situação ainda é de absoluta calamidade, mas esta pequena vazante já nos traz esperanças de que em pouco tempo o rio chegará a sua profundidade normal. Acontece que […] um grupo de mais de 60 pastores, ‘apóstolos’, e demais membros de igrejas evangélicas desta capital, encabeçados pelos líderes das maiores igrejas do estado, como a ‘apóstola’ Deise, da Igreja Renovada, o Pr. Agostinho, da Igreja Batista do Bosque, Daniel Batistela (JOCUM) dentre outros, com a presença da primeira-dama do município e também da vice-governadora, se dirigiram até uma das pontes centrais para realizar orações e atos proféticos, declarando que o rio diminuiria suas águas, acabando com o sofrimento do povo, lançando a bandeira do estado, ungida com óleo, nas águas barrentas do rio Acre”, descreveu o teólogo.


Para Cavalcante, houve uma tentativa de promoção pessoal através da tragédia alheia: “Aproveitaram para culpar a população pela cheia do rio, pedindo perdão pelas ‘orgias’ comparadas a Sodoma e Gomorra, ocorridas especialmente no município de Brasiléia, que culminaram com esse ‘castigo’”, disse o teólogo.

“Obviamente que, com a atual conjuntura, o rio irá baixar, nem precisaria de meteorologistas, tampouco de revelações sobrenaturais para saber. Este é, portanto, o momento ideal para que os aproveitadores se passem por profetas, demonstrem seus ‘poderes’ e decretem seus milagres […] O pior de tudo é que legiões de evangélicos, ignorantes biblicamente, exaltarão os feitos dessa gente, como já está acontecendo pelas redes sociais. Estou recebendo relatos e mais relatos dessa natureza. Pessoas até sinceras, mas completamente enganadas, crendo que tais atos podem reverter a ação da natureza por si só, creditando na conta de falsos profetas um milagre inexistente”, desabafou o teólogo acreano.

Por fim, Ruy Cavalcante faz questionamentos bastante pertinentes sobre a atuação remediadora dos líderes evangélicos que fizeram o “ato profético” pela vazante do rio: “Vocês não se questionam o porquê de essa gente, que afirma possuir tanta unção, tanta fé, tanto poder, não realizarem tais atos quando a notícia de que o rio subiria foi dada pela Defesa Civil, impedindo assim toda essa tragédia? Vocês não se perguntam por que só agora, depois que a mesma Defesa Civil anuncia que o rio iniciou o processo de vazamento, é que tais profetas realizam seus atos patéticos?”, perguntou, antes de acrescentar que a situação é lamentável: “Hoje será mais um dia em que no meu querido estado do Acre, os falsos profetas serão exaltados, mais um dia de tristeza para os que amam e zelam pelo verdadeiro Evangelho, mais um dia em que esse mesmo Evangelho será achincalhado por aqueles que deveriam amá-lo. Deus tenha misericórdia de todos nós”.

28 COMENTÁRIOS

  1. Pastor, Ruy Cavalcante, parabéns por haver denunciado mais esse oportunismo dos vendilhões do Evangelho! Os protestantes históricos precisam denunciar abusos dos pentecostais e neopentecostais e que envergonham a igreja protestante no Brasil.

  2. Já vi muitos carros benzidos pelos padres se espatifando em acidentes.

    Mas nunca vi nenhum teólogo de nada do tipo que fez essas considerações acima ser contra os atos católicos com esse viés.

    O acre possui o maior número de evangélicos de forma proporcional do Brasil, então que respeitemos.

    Índios fazem suas orações, mas nunca vi esse teólogo de não sei qual igreja a fazer também essa mesma crítica.

    No Nordeste não somente o povo, mas os padres saem em procissão por chuvas.

    Padre Marcelo dá banho no povo todos os domingos via a globo, isto seis horas da manhã, mas esse teólogo nunca falou nada.

    Os de cultura e religião afro vão aos mares, aos rios e enchem de coisas parecidas, mas cadê o teólogo a criticar?

    Somente os evangélicos são fanáticos quando praticam um ato de fé?

    Fanático é o teólogo que não consegue enxergar coisas parecidas noutros credos. Onde ele praticou a universidade dele? Pergunto por praticar em face de que parece os amadores que se metiam a praticar profissão para a qual não estudaram. O falar é amadorístico e desprovido de conhecimento.Teólogo de fundo de quintal.

      • Isso é a prova que não basta os ritos religiosos, mais a mais, se todos se apegarem com tanta fé, ninguém retorna pra eternidade, pois o povo viveria de unção em unção. Espatifamos todos nós em face de chegada a hora, e isso é coisa do criador e a criatura. A bem da verdade, uma vez chegando lá, por ser tão bom, ninguém reclamou e voltou. Nossa casa não é aqui, meu caro, está esquecendo que Paulo testifica que morrer é lucro?

    • Levi-ano, mas o protestantismo não foi criado para consertar os erros da católica? Então porque fazem pior? Eu hein….. Sua resposta foi uma total falta de argumentos, que aliás ninguém tem para defender estes heresiarcas que andam benzendo toalhinhas, fronhas, vassouras, perfumes,sabonetes, rosas, meias, canetas, pedrinhas, spray anti-capeta,carnês da prosperidade,etc…etc….

      • Janete,

        O protestantismo não foi criado para consertar. Os católicos se impuseram contra as mortes praticadas pela igreja deles com o advir da inquisição, e com exigência de credos outros, os judeus, serem compungidos à conversão, em síntese, o absolutismo católico.

        Deus não se opõe às manifestações de fé, aliás coisas desse tipo ocorreram no velho testamento, tudo como um marco, nunca como se tais coisas em si bastassem como objeto de fé.

        Quanto ao episódio acreano, apenas fiz referência pra mostrar o preconceito com os evangélicos, bem assim de que o tal teólogo firma suas convicções sobre premissas falsas.

  3. A situação no Acre é realmente triste!

    Vejo como um ato de caridade os cristãos ORAREM e PEDIREM BENÇÃOS visando ajudar as pessoas a superarem todo sofrimento e angústia.

    Agora, seria um péssimo exemplo fazer uso de profecias visando PROMOÇÃO COM essa TRAGÉDIA!

  4. Atos profeticos mesmo seria essas apostolas ( apostolas ? ), bispos, pastores e lideres evangelicos venderem Tudo o que tem ( seus carros importados, seus avioes particulares, suas mansoes e joias e etc…), e ajudarem essas milhares e milhares de familias que perderam tudo e estao passando fome. Isso sim seria um belo ato profetico, outro belo exemplo do verdadeiro ato profetico seria ao menos essa turma abrirem seus templos e socorrerem essas pessoas que estao no desespero.

    • É uma vergonha Janeta,ver esses mercenário da fé e filhos do diabo se aproveitando d a
      da fraqueza e desgraça alheia para tirarem proveito e se promoverem.Isso não ajudar a
      ninguém,isso é calculismo e interesse.O grupo Talibã antes de chegar ao poder no Afeganistão também faziam essas falsas cariddes.Víboras e bestas-feras mesmo,assim diz
      JESUS contra estes tais

  5. Parece que todos que estão respondendo e criticando a ação de fé destas pessoas, esqueceram que existe um Deus que é sábio e poderoso, e é ele que vai julgar todas as coisa, se vocês não têm fé, respeite a fé dos outros, porque todas as palavras que sair da boca do homem(mulher) irão prestar conta com o Senhor

  6. Prezado Teólogo, a verdade está na palavra de deus e o Sr. como teólogo deveria saber já que a Teologia estuda a palavra de Deus e está escrito em diversas partes da Bíblia que os pecados e feitos pecaminoso dos homens sobre a aterra fazem com que suas produções diminuam, a natureza se revolte e muito mais, é ver o primeiro pecado de caim, Deus imediatamente disse que a terra não produziria mais a sua força por que a mesma abriu a sua boca e bebeu do sangue de Abel, agora imaginemos quantos ´sangues já foram derramados inocentemente desde o de Abel? Então é claro que essas cheias são fatores da natureza produzidas pelos pecados dos homens sim. quem dera houvesse mais Pastores com essa responsabilidade em orar diante das calamidade colocando as autoridade incrédula e os pecados dos homens como prova dos fenômeno da natureza.

    • Parabens Sebastião concordo plenamente contigo, Ao inves de Criticar este teólogo deveria tambem estar Orando sim quem nos dera muitos e muitos Pastores e Crentes do Brasil inteiro estar a Orar á Deus pelos Irmãos acreanos

  7. E que mal há em orar, buscar a Deus e se arrepender dos maus caminhos? Pior é criticar e não fazer nada, só crítica pela acrítica! A História da humanidade está cheia de relatos históricos da intervenção de Deus quando o povo a Ele clama, esse teólogo deveria saber disso! Aliás, é o próprio Deus que estimula orar e se arrepender em casos como esse, ou ele não lê mais a Bíblia!

  8. Acho que todas essas coisas que se passam são mesmo resultado dos pecados do homem…A cada dia , a desobediência a Deus , a falta de amor ao próximo e a palavra de Deus estão fkando menos importantes para nós. ..Assim como Deus fez antes e está lá registrado na Bíblia que além de ser livro sagrado é fonte histórica incontestável, Ele pode e está fazendo agora para q mais uma vez se cumpram as profecias de Apocalipse. Quem não crer, q se prepare pois verão muito mais…Então , quem conhece a palavra de Deus tem como obrigação , levá-la a todos os povos e creio que esses pastores estão apenas revelando a palavra de Deus aos q n conhecem, alertando oara a verdade..do q está po vir e cumprindo o seu papel de cristão. ..Pois quem

DEIXE UMA RESPOSTA