Após se converter ao Evangelho, foragido da Justiça se entrega à Polícia para “pagar dívida”

5

Alex dos Santos Pinheiro era um fugitivo da Polícia e, após ser alcançado pelo Evangelho, decidiu se entregar à Justiça na última segunda-feira, 04 de julho, em Curitiba (PR).

Antes de ser acolhido por uma igreja evangélica, Pinheiro havia fugido há cerca de um mês da Colônia Penal Agrícola de Ponta Grossa, no Paraná. Na igreja, ele foi aconselhado a deixar a vida de crimes, e terminar de cumprir sua pena de 19 anos por assaltos.

“Ele chegou aqui na delegacia por volta das 10h com um pessoal da igreja. Fugiu da cadeia há cerca de um mês e ficou perambulando por Sítio Cercado e acabou acolhido [pelos evangélicos]”, disse o investigador Henrique Lima, de acordo com informações do jornal Extra.

Quando foi à delegacia, ele portava uma Bíblia e estava acompanhado da pastora da igreja que o aconselhou. Antes da condenação, Pinheiro acumulou 15 passagens pela Polícia, por crimes de assalto cometidos em Ponta Grossa e Campos Gerais.


Em entrevista à rádio Banda B, ele revelou que estava vivendo nas ruas quando conheceu os evangélicos: “Me deram pouso, comida e roupa e agora estou disposto a pagar minha dívida”, afirmou.

“Se a gente tentar explicar o ser humano, muitas vezes vão achar que somos loucos. Estou disposto a pagar minha dívida, afinal tenho que pagar às leis da terra, antes de encarar o julgamento de Deus”, acrescentou Pinheiro.

O condenado foi mantido no 10º Distrito Policial até ontem, 05 de julho, para a conclusão de trâmites burocráticos, e depois foi enviado de volta ao sistema penitenciário.

5 COMENTÁRIOS

  1. Pastor dos EUA ameça contar tudo sobre maior congresso cristão do Brasil
    O pastor estaria sendo ameaçado de morte pelo filho do presidente do Gideões.
    O Congresso Gideões Missionários da Última Hora, criado há mais de 30 anos pelo pastor Cesino Bernadino, que está internado em estado grave com problemas no pulmão, está sendo ameaçado por um pastor, ex-assessor de Cesino e atualmente líder de um ministério nos EUA, o pastor Marco Aurélio.
    Ameaças
    O pastor Marco Aurélio gravou e divulgou um áudio em diversos grupos de Whatsapp em que ele ameaça contar tudo o que sabe sobre os bastidores do Gideões. Ele diz que todos ou pelo menos a grande maioria dos pastores que pregam lá, tem que pagar para ter uma oportunidade. Ele conta que muitos se endividam, vendem carros, casas, tomam emprestado de agiota, para poder ter a chance de subir ao altar e aparecer no maior congresso evangélico do país. Marco Aurélio diz que em breve irá sair uma entrevista em que ele vai contar tudo oque viveu lá dentro, e diz que depois desta entrevista será difícil do Gideões ficar de pé.
    Inimigo
    Nos áudios divulgados, ele fala sempre no pastor Reuel Bernardino, filho do pastor Cesino e vice presidente do congresso. Ele diz que foi refém de Reuel muitos anos, pagando propinas o tempo todo para poder realizar seu trabalho. Ele conta que chegou a ser ameaçado de morte e que um sobrinho de Reuel teria comprado uma arma para matá-lo.
    Prostituição e drogas
    Um outro ponto importante dos áudios é quando ele fala dos pastores que se prostituem e usam drogas. De acordo com ele, muitos cheiram cocaína e frequentam motéis com prostitutas. Ele não chega a citar nenhum nome por enquanto, apenas o do pastor Reuel.
    Cesino sabe?
    Diante de tudo isso, e mesmo sem saber os nomes de quem está envolvido, as pessoas fazem a seguinte pergunta: O pastor Cesino sabe? Ainda nos áudios, Marco esclarece: o pastor Cesino é totalmente diferente, ele não se envolve com nada disso, ele não tem culpa do que acontece lá, o filho é que é assim. O acusador não esclarece se Cesino sabe ou não, apenas diz que não é culpa dele.
    Ele não revelou quando ou onde será publicada essa entrevista, mas suas palavras ecoaram no meio evangélico e os áudios estão sendo compartilhados em centenas de grupos de whatsapp no país.
    Fonte: blastingnews

DEIXE UMA RESPOSTA