Autoridades criam normas que proíbem pastores de se referirem à homossexualidade como pecado

118

A legalização do casamento gay nos Estados Unidos abriu caminho para uma nova limitação à crença e à liberdade de expressão. Em alguns estados, pastores estão sendo proibidos de se referir à homossexualidade como pecado, conforme ensina a doutrina cristã.

Em Kentucky, pastores que trabalham como conselheiros voluntários em unidades prisionais do estado foram proibidos de se referir à prática homossexual como um “pecado”. De acordo com informações do site WND, os líderes religiosos que usarem o termo durante as sessões de aconselhamento com os presos terão suas credenciais cassadas e não poderão mais exercer o trabalho nos presídios.

Em outros estados, como Califórnia, Oregon e Nova Jersey, as autoridades passaram a proibir as sessões de aconselhamento que tentem expor outro ponto de vista sobre a homossexualidade que não seja o da aceitação do comportamento.

O primeiro caso a ganhar as manchetes foi o do pastor David Wells, que foi desligado do quadro de conselheiros de uma instituição voltada a menores infratores. O trabalho de Wells, com apoio da Igreja Batista de Pleasant View, era realizado há dez anos em unidades prisionais de Kentucky. O caso foi parar na Justiça, com assessoria da ONG cristã Liberty Counsel.


Os representantes da ONG argumentam que o conceito de que a homossexualidade é pecado está presente na Bíblia Sagrada, e que “tirar a Bíblia das mãos de um pastor é como remover o bisturi das mãos de um cirurgião”, e acrescentou: “Sem ela, eles não podem trazer a cura”.

A proibição à atuação de Wells aconteceu no último dia 07 de julho, sob a justificativa de que ele estava se recusando a acatar as novas diretrizes, que proíbe a crítica a “estilos alternativos de vida sexual”, por ser “depreciativo”,” tendencioso” e constituir “discurso de ódio”.

O pastor, no entanto, defende-se explicando que nenhum dos menores infratores que estavam internados na unidade visitada por ele era obrigado a participar dos cultos, muito menos a conversar com os voluntários.

Casos semelhantes ocorreram nos estados da. As autoridades estão proibindo sessões de aconselhamento que tentem dissuadir jovens que têm atração por pessoas do mesmo sexo.

118 COMENTÁRIOS

  1. isso é um absurdo. estão tirando a liberdade de culto… estão colocando ferrolhos na boca dos cristãos. Devemos orar e muito por essa situação alarmante.

  2. Tô falando que o anti_cristo vai ser um gay, tá na bíblia que ele terá um tipo de repulsa pelas mulheres, aliás, o próprio Satanás odeia as mulheres, pois foi de uma de nós que nasceu o salvador Jesus Cristo o filho de Deus!
    Esses homossexuais não querem direitos, e sim privilégios, querem nos calar de qualquer forma, mas isso não vai acontecer, pois se nos calarem até as pedras clamarão.

        • Mesmo reconhecendo que o Papa e seus demais subordinados são sobremaneira desarticulado com a bíblia, não creio ser ele o anti-Cristo.
          O romanismo, mais parece aos falsos profetas, em virtude dos ídolos que veneram. Existe uma frase bem típica do falso, “peça a mãe que o filho atende” ou Maria “medianeira”

          • Peça a mãe que o filho atende,sim.Não falha,pois ela é a primeira
            crente e é serva de JESUS.Ela é fácil de ser atingida.JESUS você
            atinge,mas precisa ter o ESPÍRITO SANTO de DEUS.Isso para você atingir o que quer,mas JESUS está sempre protegendo e ajudando mesmo aos pecadores que não prestam e não valem nada.Nossa Senhora tem moral,sim,diante de JESUS e os demais
            santos também, e até pastores ungidos que a palavra não caui no chão e é atendido,viu manoel.Não é o seu caso,que vive pesado e sufocado por toda sorte de homofobia e preconceitos contra tudo e todos que não se curvam a você,sua laia e sua lacraia.

    • VANESSA

      Tem uns que comentam no Gospel Mais que são discípulos do Jean.
      Aquele que veio do Big Bost@ Br@sil.
      O cara é paranóico, tudo é homofobia, até avião caindo.

      E tem uns ativistas/radicais/extremistas que não querem igualdade.
      O que realmente querem são privilégios, direitos especiais e tratamento diferenciado.
      Cotas para gays em concursos e vestibulares.
      Só não explicam como o(a) candidato(a) vai provar que é homossexual.
      Só a palavra dele já vale?
      Vão mandar os candidatos ao proctologista?

      Agora imagine um lugar de respeito, tipo uma igreja, onde um homem e uma mulher não possam ficar se beijando escandalosamente, nesse caso podem ser expulsos do lugar.
      Mas se forem dois homens se beijando, os ativistas querem que ninguém possa impedir.
      O que é isso, senão exigir tratamento diferenciado?

      Eles querem ser MAIS que os héteros.
      Querem tirar dos documentos oficiais as palavras “pai” e “mãe”.
      Querem proibir a comemoração do Dia dos Pais e do Dia das Mães.
      E falam que não querem destruir a família, os caras de pau.

      Querem fazer igual à história da professora inglesa lésbica, aquela que proibiu as crianças de assistir ao desenho da Branca de Neve, alegando que era ofensivo aos homossexuais, por mostrar um príncipe e uma princesa.
      Tentaram fazer isso aqui, obra de uma deputada federal do PT, banir histórias infantis e criar versões gay.

      Mostrei essas informações ao comentarista Sandro, o mamãe-quero-ser-Jean-Willis, mas ele discordou totalmente.
      Ele aprova só o que lhe for favorável.
      E apela para os ataques “ad hominem” quando não tem mais argumentos.
      O que esse desclassificado quer é atenção e elogios, senão põe-se a chorar.

      Esses dias me chamou de “cadela”, mas o tiro saiu pela culatra, pois lembrei a ele que nenhuma cadela faz sexo com outra e nem um cachorro enfia o pênis noutro macho.
      E é mentira que o homem veio do macaco.
      Porque o macaco não faz sexo com outro macho, e o “homo sapiens” faz.
      Então o macaco teria degenerado e virado isso: o homem?

      Quem foi o primeiro homossexual do mundo?
      Foi o HOMO ERECTUS, um ancestral do homem moderno.
      Entendeu?
      HOMO(ssexual)
      ERECTUS = ereto

      A origem da palavra “gay”, vc sabe?

      God
      Abominates
      You.

      Vi isso num comentário aqui mesmo no Gospel Mais.
      Antes que comece o “mimimi”, isso está na Bíblia.
      “O HOMEM NÃO SE DEITARÁ COM HOMEM, COMO SE FOSSE MULHER”.
      “ISSO, DIZ O SENHOR, É UMA ABOMINAÇÃO”.
      (Levítico)
      HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA

      Falando nisso, até a Bíblia queriam proibir ou pelo menos retirar as partes “ofensivas”.
      Tá certo que no Velho Testamento tem muita coisa que é ficção, símbolos e alegorias, mas a Bíblia é nada mais nada menos que a Bíblia.
      Du-vi-de-o-dó que alguém consiga mexer nela.

      “DEIXANDO O USO NATURAL DA MULHER, APAIXONARAM-SE UNS PELOS OUTROS”
      Esse eu sei que é em Romanos.
      Novo Testamento, e aí ativistas?
      Esse não é da lei judaica…é cristão…

      Mas sem sequer falar na Bíblia, pode-se dizer que é biologicamente inadequado, até para mulheres, “aquela” forma de sexo.
      Nas locadoras os filmes pornô mais alugados têm na capa a palavra “A**L”.
      Dizem que é “erógeno”, mas essa palavra vem do grego erós=”amor” e genós=”gerar”, então seria “o que gera o amor”, mas que amor vem de um esgoto, onde só tem imundícies?
      Ali é saída, não entrada, e saída de sujeira fétida.

      O homem que pede isso à mulher, ele está negando a feminilidade dela.
      Mais ainda: ao colocar sua ferramenta “ali” da mulher, ele está se igualando a um rato pestilento.
      VEJAM, ESTOU FALANDO DE MULHERES, NÃO DE GAYS…
      Não sei se vc fica ofendida com isso, Vanessa, mas eu fico.
      Fico ofendida em minha dignidade de mulher.
      Fala sério, imagina eu, de quatro feito um animal, sendo penetrada “ali”?!
      N-U-N-C-A J-A-M-A-I-S.
      Agora parece que macho e fêmea seriam coisa do passado, cada um pode ser o que quiser.

      Como não pensamos nisso antes?
      Nada mais de pênis e vaginas, o ânus é solução para tudo.
      Qualquer um pode transar com qualquer um…é isso que eles querem.
      Com isso o Brasil estará “ânus” à frente dos outros.
      Ânus para presidente já!

    • VANESSA

      São iguais ao Jean…aquele…
      Aquele que veio do indecente BBB, aquela abominação que os idiotas pagam para poder assistir 24 horas por dia.
      O cara é paranóico, tudo é homofobia, até avião caindo.
      Caiu um avião na Malaysia e o J. W. já foi dizendo que o avião não caiu não, foi derrubado porque havia homossexuais nele.
      Capaz de falar que o ataque de terroristas ao WTC em 11 de setembro foi para matar homossexuais.
      Aquele cara não tem o que fazer.

      E tem uns ativistas/radicais/extremistas que não querem igualdade.
      O que realmente querem são privilégios, direitos especiais e tratamento diferenciado.
      Um exemplo: cotas para gays em concursos e vestibulares.
      Só não explicam como o(a) candidato(a) vai provar que é homossexual.
      Só a palavra dele já vale?
      Ou vão mandar os candidatos ao proctologista?

      Agora imagine um lugar de respeito, tipo uma igreja, onde um homem e uma mulher não possam ficar se beijando escandalosamente, nesse caso podem ser expulsos do lugar.
      Mas se forem dois homens se beijando, os ativistas querem que ninguém possa impedir.
      O que é isso, senão exigir tratamento diferenciado?

      Eles querem ser MAIS que os héteros.
      Querem tirar dos documentos oficiais as palavras “pai” e “mãe”.
      Querem proibir a comemoração do Dia dos Pais e do Dia das Mães.
      E falam que não querem destruir a família, os caras de pau.

      Querem fazer igual à história da professora inglesa lésbica, aquela que proibiu as crianças de assistir ao desenho da Branca de Neve, alegando que era ofensivo aos homossexuais, por mostrar um príncipe e uma princesa.
      Tentaram fazer isso aqui, obra de uma deputada federal do PT, banir histórias infantis e criar versões gay.

      Mostrei essas informações ao comentarista Sandro, o mamãe-quero-ser-Jean-Willis, mas ele discordou totalmente.
      Ele aprova só o que lhe for favorável.
      E apela para os ataques “ad hominem” quando não tem mais argumentos.
      O que esse desclassificado quer é atenção e elogios, senão põe-se a chorar.
      Parece o moleque dono da bola, que a leva embora se o jogo

      Esses dias me chamou de “cadela”, mas o tiro saiu pela culatra, pois lembrei a ele que nenhuma cadela faz sexo com outra e nem um cachorro enfia o pênis noutro macho.
      E é mentira que o homem veio do macaco.
      Porque o macaco não faz sexo com outro macho, e o “homo sapiens” faz.
      Então o macaco teria degenerado e virado isso: o homem?

      Quem foi o primeiro homossexual do mundo?
      Foi o HOMO ERECTUS, um ancestral do homem moderno.
      Entendeu?
      HOMO(ssexual)
      ERECTUS = ereto

      A origem da palavra “gay”, vc sabe?

      God
      Abominates
      You.

      Brincadeirinha…..LOL LOL LOL
      Vi isso num comentário aqui mesmo no Gospel Mais.
      Antes que comece o “mimimi”, isso está na Bíblia.
      “O HOMEM NÃO SE DEITARÁ COM HOMEM, COMO SE FOSSE MULHER”.
      “ISSO, DIZ O SENHOR, É UMA ABOMINAÇÃO”.
      (Levítico)
      HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA

      Falando nisso, até a Bíblia queriam proibir ou pelo menos retirar as partes “ofensivas”.
      Tá certo que no Velho Testamento tem muita coisa que é ficção, símbolos e alegorias, mas a Bíblia é nada mais nada menos que a Bíblia.
      Du-vi-de-o-dó que alguém consiga mexer nela.

      “DEIXANDO O USO NATURAL DA MULHER, APAIXONARAM-SE UNS PELOS OUTROS”
      Esse eu sei que é em Romanos.
      Novo Testamento, e aí ativistas?
      Esse não é da lei judaica…é cristão…

      Mas sem sequer falar na Bíblia, pode-se dizer que é biologicamente inadequado, até para mulheres, “aquela” forma de sexo.
      Nas locadoras os filmes pornô mais alugados têm na capa a palavra “AN*L”.
      Dizem que é “erógeno”, mas essa palavra vem do grego erós=”amor” e genós=”gerar”, então seria “o que gera o amor”, mas que amor vem de um esgoto, onde só tem imundícies?
      Ali é saída, não entrada.
      Deus criou a humanidade como machos e fêmeas, cada parte do corpo humano de ambos tem uma finalidade e “ali” não é órgão sexual.

      O homem que pede isso à mulher, ele está negando a feminilidade dela.
      Mais ainda: ao colocar sua ferramenta “ali” da mulher, ele está se igualando a um rato pestilento, este é que frequenta esgotos.
      VEJAM, ESTOU FALANDO DE MULHERES, NÃO DE GAYS…
      Não sei se vc fica ofendida com isso, Vanessa, mas eu fico.
      Fico ofendida em minha dignidade de mulher.
      Agora parece que macho e fêmea seriam coisa do passado, cada um pode ser o que quiser.

      Como não pensamos nisso antes?
      Nada mais de pênis e vaginas, o ânus é solução para tudo.
      Qualquer um pode transar com qualquer um…essas idéias tenebrosas é que querem impor à sociedade.
      Com isso o Brasil estará “ânus” à frente dos outros.
      Vai ser assim só no dia de São Nunca.

      • O DIABO É TUDO QUE NÃO PRESTA, É GAY É DROGADO É LADRÃO É ASSASSINO, ENROLAM MENTIROSO, ENTÃO O PIOR DE TODOS É O VIADO UMN DOS PRINCIPAIS DEMONIOS DE SEU REINO, SANDRO TU É DO DIABO

        • quantas mentias CLAMANDO
          com toda certeza quem vai pro inferno é voce
          MENTIROSO IMUNDO

          como voce pode afirmar que ghay é drogado, ladrão e assassino ?
          então agora prove o que voce esta falando , seu crente nojento
          não percebe que quem vai pro inferno é voce mesmo ?
          voce é um lixo humano

          • ENTÃO NOS PROVE QUE TODOS OS GAYS SÃO ASSASSINOS, BANDIDOS OU SEI LÁ MAIS O QUE . . .
            VOCE NÃO PASSA DE UM RETARDADO MENTAL, QUE QUER ESPALHAR O ÓDIO E PRECONCEITO

            ACEITA LOGO QUE QUEM VAI PRO INFERNO É VOCE, CRENTE IMUNDO

            SE VOCE QUISER COLOCO DUZIAS E DUZIAS DE NOTICIAS SOBRE PASTORES EVANGÉLICOS LADRÕES , ASSASSINOS E ESTUPRADORES AQUI . . .

            JÁ FIZ OUTRAS VEZES ISSO . . . . E TODOS VOCES FICARAM CALADINHOS . . . .

      • Você não precisa saber se pratica ou não. Só fique bem longe dele para o seu bem, isso é o que você precisa saber. Além dele ser o pai da mentira, é extremamente ardiloso e astucioso.

        • janio aberração.

          não deixa de pratica as dicas que te dei..

          lava o cu sujo e carnicento com creolina , isso vai desinfetar seu fiofó fidido.
          depois vc passa Baygon, o Baygon evita DST………

  3. Em face da Bíblia defender a escravidão, um religioso supremacista branco – lembram da ku klus klan? -, poderia alegar perseguição se for impedido pelas autoridades de pregar a escravidão?

    • Que escravidão você está falando? Conhece história antiga? Sabe que naquele tempo era reino contra reino e os vencidos viravam escravos ou eram mortos? A Bíblia falar da realidade da época é história. Mas é porque a Bíblia fala. Texto fora de contexto é pretexto.

    • A biblia não defende a escravidão, mas devido a natureza errada do ser humano ela descreve os direitos dos escravos.
      Sem contar que a escravidão em Israel naquela época não era igual à de hoje.
      Veja:

      Êxodo 21:2
      Quando comprares um escravo hebreu, seis anos ele servirá; contudo, no sétimo ano sairá livre, sem pagar nada pela liberdade.

      Levítico 25:39
      Se teu irmão tornar-se pobre, estando contigo, e vender-se a ti, não lhe imporás trabalho de escravo:

      Deuteronômio 15
      12 Se teu compatriota hebreu, homem ou mulher, vender-se a ti como escravo e servir-te durante seis anos, no sétimo ano tu o deixarás ir em plena liberdade!
      13 Contudo, quando lhe deres a liberdade, não o despeças de mãos vazias:
      14 dá-lhe com generosidade dos animais do teu rebanho e do produto da tua eira e do teu tanque de prensar uvas. Dá-lhe conforme a bênção que Yahweh, o teu Deus, tem concedido a ti mesmo.
      15 Recorda que foste escravo na terra do Egito, e que o SENHOR teu Deus te redimiu. É por isso que eu te dou hoje essa ordem.

      Jeremias 34:14
      No fim de sete anos cada um de vós libertará seu compatriota hebreu que tenha se vendido a vós por qualquer motivo. Depois de te servir durante seis anos, tu o libertarás. Mas vossos pais não me ouviram nem prestaram atenção.

      • Henrj,

        é simplesmente patética sua exdrúxula tentativa de defender a escravidão citando textos onde ela é aprovada e regulamentada. É algo tão claro que a escravidão não só é permitida como determinada no Antigo – e tolerada no Novo Testamento por Paulo – que só ignorância, fanatismo ou a má-fé podem explicar tentativas como a sua de relativizar e tentar justificar a escravidão na Bíblia. E não adianta vir com essa conversinha mole, verdadeira falácia, de dizer que a escravidão se devia “a natureza errada do ser humano”, porque na Bíblia tudo o que o deus “homem de guerra” (Êx. 15:3) não concordava como sendo certo para seus seguidores ele prontamente proibia. Os textos que você cita não só confirmam como estabelecem a escravidão, e se o deus “homem de guerra” de Moisés fosse contra, ele teria proibido, não mantido como aparece na Bíblia. Veja o absurdo de querer atribuir ao Deus de Jesus as leis de Moisés: há um texto em que escravos são chamados de “dinheiro” do seu proprietário.

        “Se alguém ferir a seu servo ou a sua serva com pau, e este morrer debaixo da sua mão, certamente será castigado, mas se sobreviver um ou dois dias, não será castigado; porque é dinheiro seu.” (Êxodo 21:20-21)

        “Disse mais o Senhor a Moisés e a Arão: Esta é a ordenança da páscoa; nenhum, estrangeiro comerá dela, mas todo escravo comprado por dinheiro, depois que o houveres circuncidado, comerá dela. O forasteiro e o assalariado não comerão dela.” (Êxodo 12:43-45)

        “E quanto aos escravos ou escravas que chegares a possuir, das nações que estiverem ao redor de vós, delas é que os comprareis. Também os comprareis dentre os filhos dos estrangeiros que peregrinarem entre vós, tanto dentre esses como dentre as suas famílias que estiverem convosco, que tiverem eles gerado na vossa terra; e vos serão por possessão. E deixá-los-eis por herança aos vossos filhos depois de vós, para os herdarem como possessão; desses tomareis os vossos escravos para sempre; mas sobre vossos irmãos, os filhos de Israel, não dominareis com rigor, uns sobre os outros.” (Levítico 25:44-46)

        Paulo defende a escravidão:

        “Vós, servos, obedecei em tudo a vossos senhores segundo a carne, não servindo somente vista como para agradar aos homens, mas em singeleza de coração, temendo ao Senhor. E tudo quanto fizerdes, fazei-o de coração, como ao Senhor, e não aos homens…” (Colossenses 3:22-23)

        “Exorta os servos a que sejam submissos a seus senhores em tudo, sendo-lhes agradáveis, não os contradizendo nem defraudando, antes mostrando perfeita lealdade, para que em tudo sejam ornamento da doutrina de Deus nosso Salvador.” (Tito 2:9-10)

        • Sandro
          Você é ou não submisso ao seu patrão?
          Se Paulo dissesse para os escravos agir de forma contrária, decerto estaria insuflando uma rebelião contra as autoridades vigentes.

          “Esta palavra denota, por vezes, um homem que voluntariamente se dedica ao serviço de outra pessoa. Assim, Josué foi o servo de Moisés; Eliseu de Elias e Pedro, André, Filipe e Paulo eram servos de Jesus Cristo. Os servos de Faraó, de Saul e de Davi, eram os seus súditos em geral, e os seus agentes e conselheiros de tribunal em particular. Os filisteus, sírios e as outras nações eram servos de Davi, ou seja, eles obedeciam e pagavam-lhe tributos. Os servos de Deus são aqueles que são devotados ao Seu serviço e obedecem a Sua Palavra Sagrada. Em seu sentido primário, a palavra significa na Bíblia, geralmente, ou um funcionário contratado, ou um servo que era propriedade de seu mestre por um tempo limitado e sob várias restrições. José é o primeiro que lemos sobre como foi vendido para a escravidão, Ge 37:27,28. As famílias de alguns dos primeiros patriarcas continha muitos servos, que aparentemente foram tratados com bondade e justiça, os assuntos mais importantes, às vezes, eram confiados a eles, e eles podiam herdar bens de seu mestre, Ge 14:11-16 15:2-4 24 :1-10. Eles compartilhavam os privilégios religiosos da família, Ge 17:9-13,27 18:19, e não eram transferidos para outros mestres.
          No estabelecimento da comunidade hebraica, a servidão involuntária foi predominante em todos os lugares, e na medida em que existiu entre os judeus, Moisés tentou trazê-lo no âmbito das restrições exigidas pela religião e pela humanidade. A forma mais branda de vínculo de serviço foi a de um hebreu na casa de outro hebreu. Ele poderia estar vinculado a este serviço de diversas formas, principalmente através da pobreza, Ex 21:7 Le 25:39-47; para absolver-se de uma dívida que não poderiam pagar, 2Rs 4:1; para fazer a restituição de um roubo, Ex 22:3; ou para ganhar o preço de seu resgate do cativeiro entre os gentios. Esta forma de serviço não poderia continuar mais de seis ou sete anos; a menos que, quando o ano sabático chegava, o servo optava por permanecer definitivamente ou até que o Jubileu com seu mestre, em sinal do qual ele tinha a orelha furada diante de testemunhas , Ex 21:2,6 25:40.
          Os escravos dos hebreus não eram para servir com rigor, nem transferidos para um mais cativeiro mais pesado, ele tinha um recurso para os tribunais, o direito de todos os privilégios religiosos, o poder de exigir a libertação de uma prestação equivalente pecuniária, e uma doação de seu mestre em sua libertação, Le 25:47-55 De 15:12-18. Compare também 2Cr 28:10,11 Ne 5:1-13 Jer 34:8-22. A lei previa igualmente a libertação de um hebreu, que estava em cativeiro com um estrangeiro residente, Le 25:47-54. Das nações ao redor e entre eles, especialmente de seus inimigos em cativeiro e o restante dos cananeus, o hebreu obteve muitos servos. Estes eram protegidos por lei, De 1:16,17 27:19, e podiam tornar-se prosélitos, frequentar as festas, aproveitar a instrução religiosa e os privilégios, Ex 12:44 De 12:18 29:10-13 31:10-13. O empregado que foi mutilado por seu mestre devia ser posto em liberdade, Ex 21:26,27; os refugiados da opressão estrangeira seriam bem-vindos, De 23:15,16; e sequestro ou roubar um homem era proibido, sob pena de morte, e.g De 21:16 24:7 1 Timóteo 1:10.
          A escravidão romana, tal como existia no tempo de Cristo, era relativamente desconhecida para os judeus. Os romanos faziam cativos os que eram tomados em guerra, havia também escravos comprados. Seu cativeiro era perpétuo, e o comandante exercia inquestionável controle da pessoa e da vida dos seus escravos. No entanto, grandes números foram libertados, e, em muitos casos os libertos romanos elevaram-se para as mais altas honras.
          A alusão da Bíblia a servidão involuntária implica que é uma condição má e indesejável de vida, mas o servo que não podia obter a sua liberdade era divinamente exortado ao contentamento, 1 Coríntios 7:20-24. Entretanto, a Bíblia dá indicações quanto aos deveres recíprocos de senhores e servos, Ef 6:5-9 Colossenses 3:22 4:1 Tit 2:9 Filemom 1:1-25 1Pe 2:18; e proclama as grandes verdades da origem comum de todos os homens, a imoralidade de cada alma humana e o seu direito à Bíblia e os meios necessários para conhecer e servir o Senhor, a aplicação de todas as relações de senhor e servo, superiores e inferiores, e empregados e empregadores, impediria toda a opressão, que Deus abomina, Sl 103:6 De 24:14 Isa 10:1-3 Am 4:1 Mal 3:5 Tg 5:4.
          Fonte: American Tract Society Bible Dictionary.”

          • Veja bem, adianta de nada tentar argumentar com um tolo. Na cabecinha dele, o que Deus não gostava acabava com a pessoa. Eu queria era ver o Sandro criando um ser e esse ser se rebelando contra ele…hahahaha…aí eu queria ver se ele obedeceria às vontades de sua criação. O Sandro também não entende que a Bíblia relata o conselho dados aos escravos para se manterem vivos, pois escravo de outra nação valia nada. E pior, ele critica Deus, hehehe…tão engraçado. Será que ele sabe o que é temor a Deus? Creio que nem de longe,

          • Henrjk,

            Falácias não mudarão o fato de ser a Bíblia a favor da escravidão, do machismo, da homofobia, da xenofobia, da sujeição da mulher e outras tantas barbáries que provam que esse livro não fala de DEUS, mas do deus tribal “homem de guerra” (Êx. 15:3) dos antigos judeus do deserto.

        • Sandro
          Antes que as escrituras fossem escritas, a escravidão já existia.
          Ninrode era grande caçador perante Deus. Este Ninrode era um dominador de homens, escravizava-os.
          A biblia relata e tambem tenta humanizar os senhores donos de escravos.
          Li um livro relatando a época do dominio holandês em Pernambuco que afirmava que os escravos negros preferiam ficar com os senhores judeus por estes não serem iguais aos demais senhores não-judeus que eram muito cruéis.

    • Jânio
      O homossexualismo e a prática tudo é pecado como qualquer outra prostituição, a diferença é que aqueles ou aquelas que vivem de prostituição, não entram com pedido de lei de privilégio.
      O mundo marcha a passos largos para sodomia. Creio junto a muitos irmãos de fé, seja os dias que antecede a vinda de Jesus (arrebatamento da igreja, a noiva do cordeiro), MARANATA.

      • Assim como uma pessoa hétero que vive na prostituição e deixa alcança perdão, do mesmo modo é o gay, basta pedir perdão a Deus em nome de Jesus, ” vai-te, e não peques mais” João 8:11

  4. Jesus, mesmo não falou dos gays, mas escolheu a Paulo, “Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel” Atos 9:15
    E Paulo, disse: “E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro” Romanos 1:27.
    Jesus, falou do falso profeta, e quem são estes? É todo aquele q

  5. Ninguém está nessas prisões por cometer “homossexualidade”, e sim latrocínio, furto, homicídios diversos, estelionato, tráfico de drogas, estupro, pirataria etc., é sobre esses crimes que deveriam tratar as sessões de aconselhamento.

    Afinal, você deseja aconselhar e ajudar o sistema prisional, ou fazer proselitismo religioso?

    Parece que só se pode pregar cristianismo falando de homossexualidade, um tema que Jesus nem se importou em abordar, os crentes abordam praticamente como cerne principal de suas pregações, como que, sem pregar contra homossexualidade, não há Evangelho, pois o Evangelho, sem a pregação contra a homossexualidade, não é Evangelho. Jesus pregou um meio Evangelho, incompleto, inútil se lido sozinho, Jesus por Jesus, não basta, sem Paulo, sem Pedro, sem Malafaia, sem as pregações contra a homossexualidade, Jesus é só uma peça do quebra cabeça, incompleto.

    Se a verdadeira intenção do cristão fosse regenerar o ser humano, entregar um novo homem para a sua família e para a sociedade, independente de ele se converter para a sua religião ou não, ele não se importaria com isso. Mas logo se vê que a intenção é outra, se a ovelha não vem para o seu rebanho (sua religião, para que possa te alimentar), não te interessa.

    As autoridades não estão restringindo sua liberdade religiosa, o recado é claro: as prisões pertencem a um estado laico, que garante sua liberdade religiosa, desde que não ofenda a dignidade do ser humano, do seu próximo. Seu direito termina onde começa o direito do seu próximo. Quer contribuir e ajudar? Seja bem vindo, toda ajuda é necessária, certamente sua religião tem muito a contribuir. Mas que fique claro, que você como voluntário, está aqui para ajudar, não para fazer proselitismo e beneficiar sua religião. Pode falar da sua fé, desde que não ofenda a dignidade do seu próximo (homossexual), sua verdade não é absoluta, e pode machucar quem não acredita nela.

    Jesus converteu Zaqueu sem dizer uma palavra de condenação, apenas com um ato (entrando em sua casa para comer, quando esse não se achava digno disso), sem dizer uma palavra ele ganhou o coração do ladrão que estava ao seu lado, sem condenar ele obteve o arrependimento da mulher adúltera. Esse mesmo Jesus, de um Evangelho incompleto segundo vocês, não precisou de Paulo, nem de Pedro, nem de Malafaia, e nenhum desses estava com ele na Cruz. Incompleta, é a fé de vocês.

    • Texto maravilhoso, verdadeiramente iluminado! Muito obrigado, de coração, Eduardo Nobre, por compartilhar com a gente um pouquinho da grandeza de seu caráter, da nobreza de seus ideais e da inspiração de seus pensamentos.

    • Eduardo Nobre
      A realidade na época de Jesus não é igual a de hoje.
      O homossexualismo não era vigente em Judá e nem os sacerdotes o defendiam, a Torah era clara quanto a esse e outros assuntos.

      • A respeito da homossexualidade em face do judaismo, Henrjk, leia isto:

        “Eunuquismo e homossexualidade: uma releitura bíblica

        Alexandre Feitosa

        É consenso que a Bíblia não apresenta o conceito de homossexualidade tal qual o conhecemos. Entretanto, há relances que aludem implicitamente aos homossexuais nas Escrituras. Essa constatação é possível na figura dos eunucos. Não estou afirmando que o eunuquismo e a homossexualidade são termos sinônimos. Esses homens ocupam uma posição especial em Isaías 56, representando a classe dos sexualmente excluídos na Antiga Aliança, entretanto, o profeta os destina a uma promessa grandiosa de inclusão ao povo de Deus.

        A figura do eunuco é decisiva nas palavras de Jesus no relato de Mateus 19.12. Visto que o único modelo de casamento da época era heterossexual, é óbvio que Cristo não poderia fazer qualquer referência a relações homoafetivas. A noção de orientação sexual na cultura judaica inexistia, Cristo usou um conceito que para nós seria rudimentar, mas que se relaciona diretamente à homossexualidade. Como assim?

        Embora a história ateste alguns casos de relações homossexuais envolvendo eunucos, o conceito geral da Antiguidade Judaica era o de que eunucos não se casavam. Isso se relacionava intimamente à sua função primordial, não única: a guarda das mulheres. Cristo separa muito bem os tipos de eunucos: os de nascença; os feitos pelos homens; e os que se fazem eunucos pelo reino. A nós interessa o primeiro tipo: o eunuco de nascença.

        A análise do termo usado por Cristo deve ser feita de acordo com o contexto sociocultural e linguístico da época. Os judeus conheciam dois tipos de eunucos de nascença, chamados especificamente de “eunucos do sol”. Eram assim chamados, pois nunca viram o sol sob outra condição, a não ser a de eunucos. Os eunucos do sol podiam ser homens com problemas congênitos ou homens sem libido que os impossibilitava ao casamento com uma mulher.

        Segundo o Talmude, tais eunucos se caracterizavam pelos modos frágeis e femininos. Clemente de Alexandria, um dos pais da Igreja (século II), reafirmou que a visão judaica sobre tais eunucos os associava a homens que naturalmente se afastavam das mulheres. Esse “afastar-se naturalmente das mulheres” não indica apenas a falta de libido puramente, mas indica a falta de libido POR MULHERES. O contexto da fala de Jesus é o casamento heterossexual. O Novo Testamento judaico (Editora Vida) se refere aos eunucos de nascença como homens que nasceram sem o desejo deste casamento, ou seja, entre homem e mulher. Parece-me bastante claro que os eunucos do sol também incluíssem os homossexuais, ou melhor, se refiram a eles já que estes são bem mais numerosos que homens congenitamente incapazes. Sendo assim, a homossexualidade torna-se inata e isenta de pecado. Conclusão a que muitas igrejas já chegaram oficialmente, como é caso da Igreja Católica. Sabe-se que a homossexualidade pode ter vários fatores em sua constituição, porém, a experiência dos homossexuais a situam ainda na infância, quando não há condição de escolhas sexuais conscientes. Embora a ciência apresente apenas indícios da origem da homossexualidade, o conceito de Cristo é o que deve prevalecer para o cristão homoafetivo.

        Como percebemos, Cristo falou sim sobre pessoas homossexuais, não com a mesma complexidade que conhecemos hoje, claro, o mais importante é que ele não atribuiu nenhum caráter pecaminoso à condição sexual de tais pessoas.”

        Fonte: site teologiaeinclusao. blog spot. com. br

        • Essa porcaria de artigo é isso mesmo, uma”releitura” porca e imbecilizada. Elimina textos claros, inventa uma realidade histórica besta falaciosa, e tem a pretensão de ser ”séria”, vão se catar. Quer dar, dê… Mas mentir pra se justificar, engana quem?, nem a si mesmo.

        • Sandro
          Embora algumas pessoas queiram afirmar que o homossexual seja tambem eunuco, isso está muito longe de ser real.
          O eunuco caracteriza-se pelo fato de não ter libido ou apetite sexual e incapacidade de gerar filhos.
          Então, por não ter essas características ficaria muito difícil um homossexual ser eunuco.
          Pois o homossexual alem de não faltar libido e ter apetite sexual normal, ainda possui seus órgão sexuais intactos.

          As três classe de eunucos citados tratava das missões de cada um deles.
          – chamados de “natural” ou “eunucos do sol” nasceram congenitalmente incapazes ou sem libido (instintos e desejos sexuais).

          – Os feitos pelos homens, que no literal seria os que foram castrados o que os deixava sexualmente impotente.

          -Os eunucos por amor ao Reino de Deus que eu entendo serem os que para se dedicarem mais a obra, decidiram não se casar como foi Paulo. Estes não necessariamente precisariam se castrar, pois o celibato assumido já era um sacrifício em si mesmo.

          Na cultura judaica de então essas pessoas eram excluídas e só se conheciam as duas primeiras classes.
          Cristo incluiu a terceira classe para demonstrar que haveria pessoas que não se casariam para melhor se dedicar a propagação do evangelho e que estas pessoas deveriam ser amadas e aceitas nos seus propósitos.
          Muitas igrejas só aceitam pastores se forem casados e existem muitos pastores que não queiram se casar para se dedicar melhor a causa.

        • henrjk, eu não vou entrar no quesito da discussão bíblica (que a Torá deixava claro isso, segundo você), porquê a Torá é tão clara, que para todo texto existem quatro níveis de interpretação. A Torá é tão clara, que existe uma tradição oral para explicá-la (Mishná), e que para explicar a tradição oral (a explicação), existe um livro de discussões rabínicas (a Guemará, a explicação da explicação), um livro que se lê e estuda em 07 anos (mais tempo que uma faculdade, – o Talmude), somente para entender a Torá, e ainda sim há discussões milenares acerca de alguns textos, que até hoje não foram resolvidas, e segundo o cristianismo, mesmo com todo esse estudo, eles ainda não reconheceram o Messias não é? Então não vejo nada de claro na Torá.

          Em Israel o casamento gay é realizado desde 2006, a parada gay tem apoio do estado. Antes, a união civil entre pessoas do mesmo sexo já era reconhecida desde 1993, e um casal homossexual usufrui de todos os direitos de um matrimônio heterossexual. O exército israelense também aceita aceita homossexuais (desde 1993). Aliás, ser homossexual não é empecilho para o serviço obrigatório no exército. Em áreas tais quais a previdência social, o direito à herança e adoção de crianças por casais gays, os homossexuais têm direitos quase iguais aos casos de heterossexuais.

          A Torá, aparentemente regulamenta a pena de morte, enquanto a Halachá (lei judaica) não a permite. Curioso não? Só para ver como não há nada claro na Torá.

          Já existem sinagogas gays há muito mais tempo que as igrejas inclusivas.

          Obviamente, nem toda corrente judaica (ortodoxa, reformista, liberal etc.) compartilha das mesmas tradições, a maioria dos judeus são seculares, mas isso não os impede de garantir os mesmos direitos para todos.

          • Eduardo Nobre
            Não vejo nenhuma obscuridade, as pessoas que colocam.
            Você conhece os quatro níveis de interpretações e deve a sua importância e pode perceber que não se contradizem.
            Para se chegar ao último posto é necessário subir cada degrau.
            O Israel de hoje não é o mesmo Israel de ontem politicamente observando.

            “A Torá, aparentemente regulamenta a pena de morte, enquanto a Halachá (lei judaica) não a permite. Curioso não? Só para ver como não há nada claro na Torá.” Novamente afirmo que não há obscuridade alguma.
            Fato importante foi daquela mulher cujos acusadores já estavam com pedras na mão para executá-las aguardando a sentença de Jesus apenas pela interpretação literal.

  6. Ora o que eu posso dizer? eu digo que a coisa ta braba, a coisa ta preta e quem não for Filho De Deus tá na unha do capeta, 2 caminhos dois caminhos 2 caminhos dois caminhos, um caminho o das portas escancaradas para a perdição eterna,[ um caminho Jesus Cristo O Senhor Da Gloria O Rei Eterno, Á Salvação Eterna, o resto e resto de resto e restolho e prosa carnal e prosa humana e terrenal, Quem é Espiritual Cogita Das Coisas Do Espirito Santo Do Deus Vivo, quem e carnal cogita das coisa da carne carnaveral carne nua e crua friboi, portanto nada mais natural de quem e Espiritual Crer No Que Esta Escrito Na Santa E Gloriosa Palavra De Deus, [ A BIBLIA ], e quem e carnal acreditar crer no ser humano em ensinos humanos em palavras humanas, [ e ponto final há e tenho dito fui ]

  7. Era, é e sempre será pecado aos olhos de Deus.

    Não importa quantas normas ou leis eles inventem, isso é um fato e nada do que façam mudará isso.

      • Eduardo Nobre

        O “seu” presidente também prestará contas à Deus, e lá na hora da prestação de contas, o seu “status” de presidente não lhe servirá de absolutamente nada…

        • Não é repressão, não estão proibindo os pastores de contribuírem e ajudar, e nem de divulgar a sua fé. Estão proibindo de ultrapassar o limite de ofender um ser humano que não compartilha das mesmas crenças que ele.

          Para a sua religião pode ser inquestionável que a prática homossexual é pecado, mas entenda que nem todos acreditam no que diz o seu livro, e o Estado não é regido pelo seu livro.

          Enquadrar por racismo um homem que espalha teorias neonazistas de superioridade branca, é repressão? O caso é o mesmo, basta em vez de se colocar no lugar do agressor (o pastor ou o neonazista, onde você vai achar o neonazista um monstro enquanto você, acha que só divulga sua fé), se colocar no lugar do agredido (tanto o negro como o homossexual, irão sentir a mesma dor).

      • Hehehe…veja bem o presidente vai morrer, como muitos morreram, Deus é eterno. Será que o presidente realmente é quem manda? Ou que faz o que quer? Será que se ele pudesse e tivesse poder, morreria?

    • Muito bom o comentário do Youth Against Satan, podem criarem quantas leis quiserem, homossexualismo e tudo aquilo que é pecado continua sendo torpeza.
      Deus, o Criador não muda, “Porque eu, o Senhor, não mudo” Malaquias 3:6

    • Dizendo o que o Eduardo Nobre já disse, porém com outras e mais palavras, o seu deus “homem de guerra” (Êxodo 15:3), deus tribal de andarilhos do deserto, não dita as leis em um país democrático, republicano e laico, Satan. Aqui vale o que esta na Carta Magna, na Constituição livre e soberana, e os ensinos de amor e caridade do Deus de Jesus Cristo, o manso e compassivo filho de Deus, aquele Deus que João disse ser o próprio amor personificado (1 João 4:8), inspira os homens de bom coração e de boa vontade.

      • Gostei,Sandro.JESUS é um poço eterno de paz e amor.Preconceitos e toda sorte
        de homofobia e exclusão social são criados por homens desprovidos da verdade.
        Mas eles colhem o que plantam.JESUS nos ama,amigo,e nele nos podemos confiar.Só JESUS CRISTO mesmo.

      • Sandro
        Esse cântico de Moisés está virando mantra para você.
        Esse “deus tribal” ou “homem de guerra” que você tando cita é a quem todos prestarão contas.
        Deus é Amor e também é Justiça e não afaga o pecado.
        Você leu o que Jesus disse àquela mulher prestes a ser apedrejada pelos seus acusadores:”vá e não peques mais”.

  8. foi só eu que notei,ou vcs. também notaram que os nick fake do poeirinha assumiram de vez que fazem apologia satanista aqui no site, defendem de leis que protegem a homossexualidade até qualquer lei que acabe com a ihgreja ou que denigra os prs e a bíblia, é o poeirinha está jogando na nossa cara

  9. realmente homosexualismo não é pecado é a pior doença que o mundo já teve. A pior desgraça e vergonha da humanidade. mas, esse mal vai ser eliminado em breve,.

      • roque não se preocupe com isso. o dna da minha familia é limpo, não tem como uma desgraça de aberração gay entrar na minha familia. somos seres humanos normais , ao contrario de você que até hoje não aprendeu pra que serve o ku. seu retardado.

        • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk chupa que é de uva roque kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
          é isso ai DELL………………………

        • Infelizmente não te conheço nem faço a mínima questão. Não sei a tua idade, mas garanto que vai pagar com a língua todas as tuas asneiras. A irmã do meu cunhado era tão imbecil quanto você, sequer escutava Maria Betânia para não se contaminar. Quando a filha mais velha começou a se comportar de forma diferente, foi maltratada pela mãe para que não virasse sapatão. Pois a maldita gerou 3 filhas e hoje, em vez de genros, tem 3 noras. Desgraçados como você e a irmã do meu cunhado pagam com a língua.
          .

  10. No site “Teologia e Inclusisão”, dedicado a temas de Teologia Inclusiva, encontramos, entre outros textos que tratam da homossexualidade à luz das Escrituras, um texto interessante sobre a homossexualidade em face do judaismo do tempo de Jesus. Aproveito para sugerir a todos os que estudam esse tema, o exame sincero e atento dos argumentos inclusivos.

    “Eunuquismo e homossexualidade: uma releitura bíblica

    Por Alexandre Feitosa

    É consenso que a Bíblia não apresenta o conceito de homossexualidade tal qual o conhecemos. Entretanto, há relances que aludem implicitamente aos homossexuais nas Escrituras. Essa constatação é possível na figura dos eunucos. Não estou afirmando que o eunuquismo e a homossexualidade são termos sinônimos. Esses homens ocupam uma posição especial em Isaías 56, representando a classe dos sexualmente excluídos na Antiga Aliança, entretanto, o profeta os destina a uma promessa grandiosa de inclusão ao povo de Deus.

    A figura do eunuco é decisiva nas palavras de Jesus no relato de Mateus 19.12. Visto que o único modelo de casamento da época era heterossexual, é óbvio que Cristo não poderia fazer qualquer referência a relações homoafetivas. A noção de orientação sexual na cultura judaica inexistia, Cristo usou um conceito que para nós seria rudimentar, mas que se relaciona diretamente à homossexualidade. Como assim?

    Embora a história ateste alguns casos de relações homossexuais envolvendo eunucos, o conceito geral da Antiguidade Judaica era o de que eunucos não se casavam. Isso se relacionava intimamente à sua função primordial, não única: a guarda das mulheres. Cristo separa muito bem os tipos de eunucos: os de nascença; os feitos pelos homens; e os que se fazem eunucos pelo reino. A nós interessa o primeiro tipo: o eunuco de nascença.

    A análise do termo usado por Cristo deve ser feita de acordo com o contexto sociocultural e linguístico da época. Os judeus conheciam dois tipos de eunucos de nascença, chamados especificamente de “eunucos do sol”. Eram assim chamados, pois nunca viram o sol sob outra condição, a não ser a de eunucos. Os eunucos do sol podiam ser homens com problemas congênitos ou homens sem libido que os impossibilitava ao casamento com uma mulher.

    Segundo o Talmude, tais eunucos se caracterizavam pelos modos frágeis e femininos. Clemente de Alexandria, um dos pais da Igreja (século II), reafirmou que a visão judaica sobre tais eunucos os associava a homens que naturalmente se afastavam das mulheres. Esse “afastar-se naturalmente das mulheres” não indica apenas a falta de libido puramente, mas indica a falta de libido POR MULHERES. O contexto da fala de Jesus é o casamento heterossexual. O Novo Testamento judaico (Editora Vida) se refere aos eunucos de nascença como homens que nasceram sem o desejo deste casamento, ou seja, entre homem e mulher. Parece-me bastante claro que os eunucos do sol também incluíssem os homossexuais, ou melhor, se refiram a eles já que estes são bem mais numerosos que homens congenitamente incapazes. Sendo assim, a homossexualidade torna-se inata e isenta de pecado. Conclusão a que muitas igrejas já chegaram oficialmente, como é caso da Igreja Católica. Sabe-se que a homossexualidade pode ter vários fatores em sua constituição, porém, a experiência dos homossexuais a situam ainda na infância, quando não há condição de escolhas sexuais conscientes. Embora a ciência apresente apenas indícios da origem da homossexualidade, o conceito de Cristo é o que deve prevalecer para o cristão homoafetivo.

    Como percebemos, Cristo falou sim sobre pessoas homossexuais, não com a mesma complexidade que conhecemos hoje, claro, o mais importante é que ele não atribuiu nenhum caráter pecaminoso à condição sexual de tais pessoas.”

    Fonte: teologiaeinclusao. blog spot. com. br

    • Sandro,querido amigo:A definição de um EUNUCO é esta:É um que não se
      relaciona sexualmente com mulher.Gay mesmo.E a Bíblia cita 3 tipos de homens eunucos:
      De nascesça,feito pelos homens e eunucos por causa do reino de DEUS.Os fanáticos
      falam que o eunuco é um homem castrado.Nada a ver.Se se castrasse homem naquela
      época,estava escrito na Bíblia.

      • um homem tornado eunuco pelos homens é ser “castrado”. E a Bíblia conta a história do homem e de seu Criador, do início ao fim. Se a Bíblia não fala quando Maria ou José morreram, nem contou todos o milagres que Jesus fez, por acaso vai dar atenção se um tal eunuco foi castrado ou não, ou era de nascença? O que acrescentaria isso ao homem? No tempo em que é relatado os acontecimentos do VT, essa palavra era bem conhecida e sabiam bem seu significado. Agora o “gay” de hoje, naquela época era chamado de efeminado e não eunuco. E, janio, você bem escreveu “feito pelos homens”.

        (eunuco – substantivo masculino
        1. no Oriente, homem castrado que tinha a função de guardar as mulheres do harém. 2.p.ana. indivíduo débil e impotente, física e/ou espiritualmente.)

        • Cláudia Dantas
          Dizer que “eunuco” eram gays é hilariante para não dizer que é falta de estudo e pesquisa.
          Os eunucos de naturais nasciam com uma anomalia. Seus órgãos não se desenvolviam quando estavam no útero e podiam nascer atrofiados.

          Já os eunucos pelos homens eram castrados mesmos chegando ao ponto inclusive de serem emasculados.

          Já aqueles que são eunucos por amor ao Reino sacrificavam seu apetite sexual. Estes subjugavam os seus desejos.

          Dizer que homossexual e eunuco são a mesma coisa, é uma discrepância.
          Um homossexual pode gerar filhos ao passo que um eunuco é totalmente incapaz.

        • a unica coisa que a Biblia cita é que as aberrações gays como o janio que usa a calcinha da mãe dele e a sandrete rainha do boquete , que eles vão para os quintos dos infernos. a Biblia fala em aberração gay o lixo , a desgraça, o ser criado por lucifer, as aberrações gays que a propria familia tem vergonha.

      • e dai JANIO ABERRAÇÃO, esta colocando em pratica as dicas que te dei.?
        pra desinfetar o fiofó cheio de bactéria vc já sabe, lave ele três vezes ao dia com creolina…..pra completar vc coloca baygon , o baygon evita DST..

    • Sandro
      Dê uma lida nesses links.
      De antemão levo ao seu conhecimento que são respostas do Caio Fábio às cartas enviadas.
      Apesar de algumas coisas um pouco estranhas dele, respeito-o muito e considero muito o que ele fala.

      MMM.caiofabio.net/conteudo.asp?codigo=03465

      MMM.caiofabio.net/conteudo.asp?codigo=00034

      MMM.caiofabio.net/conteudo.asp?codigo=01176

  11. Boa tarde, eu irada com esse criatura que tiro o dinheiro do trabalhadores Pis e outro porque vc. Autoridades criam normas que proíbem o presidente colocar mão do no dinheiro do trabalhadores neste brasil ser tirando nosso e uma vergonha deputado(a) senadores(a) no salário dela.

  12. DENNIZ LAMBE LAMBE

    Vamos, cade o endereço? vou mandar um barril de creolina, pra vc desinfetar o fiofó carnicento cheio de bactéria…

    gay escroto …….

  13. Denniz lambe lambe, vai lambe o fiofó fidido do Sandro , vai lá kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  14. Seria interessante os pastores pregarem entre as condenadas;

    Quero, entretanto, que saibais ser Cristo o cabeça de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus, o cabeça de Cristo” (1 Coríntios 11:3). “A mulher aprenda em silêncio, com toda a submissão. E não permito que a mulher ensine, nem exerça autoridade de homem; esteja, porém, em silêncio” (1 Timóteo 2:11-12)

    Porque, primeiro, foi formado Adão, depois, Eva. E Adão não foi iludido, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão” (1 Timóteo 2:13-14)

  15. Meu irmão está nos Estados Unidos e tem presenciado esses atos repulsivos. Mas estou tranquila no Senhor, porque isso é mais um dos sinais do fim.

DEIXE UMA RESPOSTA