China se refere a cristãos como “viciados em religião” e proíbe fiéis de atuarem na política

30

A China anunciou que irá proibir o acesso de cristãos à política do país, regida pelo Partido Comunista, o único existente e permitido por lei. A decisão de aplicar uma antiga regra que estava caída no esquecimento é uma tentativa de limitar o crescimento do cristianismo entre os chineses.

O anúncio de que o partido – que tem 84 milhões de filiados – irá restringir a participação de pessoas “viciadas em religião” é uma amostra do temor dos políticos de que os princípios de fé que são combatidos pela legenda, alimentem movimentos por maior liberdade religiosa.

O Partido Comunista da China é regido pelo princípio marxista-leninista que define a fé como uma distração que impede as pessoas de exigir seus direitos e trabalhar por uma sociedade equilibrada. No entanto, a limitação de atuação das igrejas no país não impede a existência de uma grande desigualdade social na China.

Para pôr em prática a decisão, o comitê do partido na província de Zhejiang vai bolar estratégias que possam desmentir a crença religiosa dos filiados.


Além disso, foi anunciado que de agora em diante, todos os candidatos deverão ser rastreados e investigados para descobrir se há vestígios de fé. Caso seja detectada alguma crença, entre elas a cristã, o registro deve ser rejeitado.

De acordo com informações do Huffington Post, o Partido Comunista da China é a maior agremiação política do planeta, porém a maioria dos filiados foi registrada durante o período escolar e, na prática, não se envolve nos rumos políticos do país.

Já o cristianismo, temido pelas autoridades, vem registrando um crescimento ainda maior que a economia do país, com milhões de fiéis. Para muitos estudiosos, a China já é o país com o maior número de cristãos hoje. No entanto, como há dificuldades impostas às igrejas pelo governo, há limitações para a divulgação dos números de pessoas que seguem a fé cristã através das igrejas Católica e protestante.

30 COMENTÁRIOS

  1. Ser cristão não significa ser viciado em religião. Agora, que há viciados em religião entre cristãos isso é fato. Quanto a não permitir a participação em política, o ideal é que os líderes religiosos não participem de política partidária, pois muitos, ao participarem, acabam confundindo a tribuna do parlamento com o púlpito da igreja e fazendo da Bíblia uma espécie de Constituição.

          • DENNIS
            PRÉ CONCEITO É QUANDO NÃO CONHECEMOS A VERDADE E JULGAMOS SEM ENTENDIMENTO, AGORA COM RELAÇÃO A GAYS E ATEUS EU TENHO É CONCEITO, SEMPRE EM CIMA DO CONHECIMENTO, ANTI-NATURAL E PROMISCUO= NOJENTO E CAUSADOR DE DSTS

          • grande conceito o seu
            sabe de nada . . .

            só entende de pagar o dizimo
            alias , é só pra isso que voce serve

            morre de inveja de quem esta livre , sem depender de leis biblicas pra viver e ser feliz

            cada um tem o direito de acreditar no que quiser
            se voce quer seguir a biblia, vá em frente
            NINGEM ESTA TE IMPEDINDO DE SER O QUE VOCE QUER . . .

            vá se informar, as maiores vítimas de sdts hoje em dia são as mulheres, todas contaminadas por heterossexuais imundos como voce.

  2. Perdemos por completo o poder de discernir, deixando, como vemos, a sociedade em delicada situação.

    Ora, a China a ela interessa mesmo é que alguma coisa, seja o que for, proporcione entretimento ao seu cidadão, aliás, todo e qualquer governo quer isso, modo dele permanecer no poder.

    Ocorre que até hoje sociedade alguma conseguiu afastar os seus cidadãos do rumo político de sua nação, quando muito fazem é calar a massa por algum momento, por um ciclo como se dá neste país desde o início da década de cinquenta.

    O partidão da China não está preocupado com os aspectos intrínsecos de seus cidadãos, ou seja, se são ou não são religiosos, mas sim em continuar impondo o medo via a força do estado.

    Dentro desse partidão chines há figuras com ideologias partidárias tão arraigadas que os cristãos mais fanáticos do mundo não chegam a ser um milimetro quando comparado a eles.

    Doente é stálin, lenin, fidel, hugo chaves, pois nada produziram para a humanidade, só mataram e destruíram o próximo, diferente dos cristãos, com muitos inventos, com muitas tecnologias, ciências. O que foi que a China criou neste período de luz comunista? Nada, apenas agora reproduz a tecnologia de quem ela ofende, a dos cristãos. Gerar algo para a socidedade como um todo, a China fez quando não era do partidão, comunista.

    Delegante a postura do governo chines ao cuspir no prato que come, não é nem que já comeu, pois além da tecnologia que acima falei, sua gama de consumidores maior são os cristãos, ou seja, tá começando a pegar a mania dos muçulmanos, que vem nos matar, mas antes nos vendem o petróleo deles.

    Fico a imaginar se destruído fosse o ocidente, no dia seguinte seria a vez de ambos, pois sem consumidores para o que produzem, a inanição bateria à porta, ceifando a vida, uma a uma.

  3. Ser político ou participar da política é algo pessoal, como cristão precisa tomar cuidado
    a igreja de cristo nunca dependeu de política e nem dependerá. É preciso sim como político,
    fazer um grande trabalho social agradando a todos a qual confiaram com seus votos.

  4. Os Líderes e todos quantos defendem tais regras de que os cristãos não de vem participar da política com medo de que haja uma abertura religiosa maior, ora o que os Chineses tem medo é que cristãos na política defendem maior liberdade de expressão culminando com democracia que o direitos de escolha e pensamento e o Cristianismo é tão bom para um sociedade que permite com que eles tenham a escolha de quem devem ou não servir incluindo a Religião com isso se tem opção de escolha do rótulo da Igreja a servir ou não servir isso é Democracia.

  5. Os chineses precisam é coibir a pratica política exercida pelos Judeus. Estes sim podem de alguma maneira sabotar o estado socialista chines, e quando se derem por conta estarão fumando e negociando ópio. De novo. Os chineses precisam fazer como os persas, que possuem uma colonia prospera de Judeus que atuam em todas as áreas. Menos na política. Quanto ao Cristão, este não fede e nem cheira, com exceção do plano social e em assuntos da sexualidade alheia. Ao menos aqui no Brasil, onde quem manda são
    os maçons.

      • Quem anda revivendo a postura de Hitler são os pentecostais. Se vc analisar bem, há preocupantes semelhanças entre o pentecostalismo e o nazismo. Apenas troque judeus por homossexuais, que isso fica muito claro.

        Eu concordo com qualquer um que disse que, esse pessoal tem que ser impedido de meter o bedelho na política.

        • Slash

          Não te importes com marcos zambujeiro, falsa oliveira. Ele é apenas
          um capacho da loja maçom. “A base” onde do grau 33 ao 1 º, recebe o esterco liberal e capitalista. Te apresento hoje, Slash, um exemplar de parasitas que gostam de sacanear o planeta, os países, as famílias, e os trabalhadores e ainda postar em site gospel para medir o nível de tolerância e consciência das ações que estão sendo perpetradas. Aquilo que tú conheces como pentecostalistas, é a excrescência de uma verdade, mas que porém, fora adulterada por um ninho de ratos que tem como causa maior a extorsão dos recursos alheios. É só mais um asno com mania de santo.

          • Alguém dê atenção ao Latoeiro, por favor, fica chato ele falando sozinho e recebendo atenção só de mim…temos de amar até mesmo os lunáticos.

      • Vc não passa de um verme, capacho e vira latas. Acho que deve ser uma mariquinha
        na loja maçom tentando enganar os cristãos verdadeiros daqui.
        Abriu um pardieiro no fundo do quintal, pq na igreja te condenavam a viadice.
        Vai te converter capitalista viado. tú engana este povo humilde daqui, mas não a mim.

  6. Isso que eles nem imaginam como são os evangélicos pentecostais que temos aqui…..

    Viciados em religião é até pouco pra definir essa gente. Precisaríamos inventar uma nova e adequada palavra para usar no caso deles.

    E na boa, se for para os cristãos atuarem na politica tal como os evangélicos atuam aqui no Brasil e em outros países, eu concordo com o regime chinês (não acredito que disse isso).

    Não gostaram? Os evangélicos daqui vão ficar de piti? Ora, provem que estou errado e comecem a evitar que suas convicções cerceiem os direitos das outras pessoas na sociedade. Quando vcs fizerem isso, eu mudo de ideia sobre evangélicos na política.

  7. A China não conheceu os princípios de Liberdade e Democracia, nem tinha em sua essência basilar o espírito cristão, tão determinante no fracasso dos ideais socialistas. Desse modo não fica difícil perceber que a aplicação da ortodoxia marxista em relação a religião não foi problemática num país agrário, com pouco desenvolvimento econômico e social, com religiões distantes de uma conscientização política fruto do amadurecimento doutrinal e histórico. Por exemplo, a Igreja Católica na China, muito diminuta num passado não tão distante, não era um obstáculo ideológico a ponto de ser determinante em um possível fracasso comunista. Desse modo, sem um espírito contra-revolucionário intrínseco a formação social, o Estado marxista lançou mão de sua força totalitária para perseguir e reprimir todos aqueles que pudessem subverter a nova ordem, incluindo instituições. Mesmo o cristianismo sendo pouco presente em terras chinesas, as Igrejas em seu solo poderiam servir como canais de propulsão de um ideal de liberdade e fé, uma combinação muito explosivo para os comunistas. As Igrejas não precisavam do apoio dos países capitalistas ocidentais para que fossem justificadas as perseguições pelo regime, o simples fato de ensinar o Evangelho, que carrega no seu âmago uma mensagem de esperança, tornaria a presença de Cristo perigosa.

  8. A China sempre foi uma ditadura comunista.Nada sabe de Democracia e muito menos de Estado Laico.Faz muito bem em proibir os cristãos de entrar na política.Estão com medo dos
    cristãos sérios e moderados.Se fossem crentes pentecostas fanáticos e fundamentalistas como
    certo grupos daqui,com certeza eles não existiriam na China.

DEIXE UMA RESPOSTA