Cristão é condenado a prisão perpétua pela morte de muçulmano; Confronto ceifou a vida de seis cristãos, mas ninguém foi preso

3

A instabilidade social no Egito por conta dos atos de intolerância de muçulmanos contra cristãos provocou mais um incidente grave no país que levou à condenação de três cristãos.

Um confronto recente entre os dois grupos resultou na morte de seis cristãos e um muçulmano, e os acusados de matarem o homem muçulmano foram julgados e condenados por um tribunal penal da capital do país, Cairo. De acordo com informações da agência de notícias Reuters, ninguém foi preso ou condenado pelas mortes dos cristãos.

O advogado de defesa dos acusados da morte do muçulmano disse que as autoridades não conseguiram identificar os suspeitos da morte dos cristãos porque as testemunhas se recusavam a cooperar com as investigações  por medo de retaliação.

A condenação dos três cristãos foi dividida em partes. Um deles, Hani Awad Farouk, foi sentenciado à prisão perpétua, e os outros dois, pegaram 15 anos de pena cada um.


A crise social do Egito começou com a deposição do presidente Mohamed Morsi, o primeiro eleito democraticamente na história do país, e favorável às leis que previam privilégios à maioria muçulmana. Desde que os militares o retiraram do poder, uma onda de ataques a igrejas e empresas de cristãos resultou em mortes e na condenação de nove muçulmanos por vandalismo.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


3 COMENTÁRIOS

  1. ENQUANTO O MUNDO NÃO DAR UMA RESPOSTA FIRME AOS MUÇULMANSO, FECHANDO SUAS TABERNAS, PROIBINDO SEUS CULTOS E ENFORCANDO QUANDO FALAREM DE SEU ALA…NUNCA VÃO NOS DAR SOSSEGO, OLHEM BEM DEUS GUARDOU E MULTIPLICOU OS JUDEUS PELO MUNDO DEU-LHES PODER DINHEIRO PARA PROTEGER, SEU POVO, ISRAEL , TAMBÉM SATANAS TEM ESPALHADO PELO OCIDENTE MUÇULMANOS INSTALADO SINAGOGAS DIFUNDIDO SUA SEITA, E MONTADO UM GRANDE ESTRATAGEMA PARA A GRANDE GUERRA FINAL , CUIDEMOS, COMO DIZ A PALAVRA OREMOS PARA A PAZ EM ISRAEL

  2. Existem muitas religiões no mundo e muitos livros tidos como sagrados. Em meio a tudo isso, há uma maneira segura de reconhecermos a verdadeira Palavra de Deus e o seu plano de salvação. A Bíblia Sagrada prova ser verdadeira.

    Esse estudo está disponível em Evangelismo.blog.br. Nele, você descobrirá o engano do profeta Maomé, que sem qualquer fundamento ou verdade, afirmou que o Senhor Jesus Cristo nos ensinou a morrer e também a “matar” pela causa de Deus (Sura 9:111 – Alcorão).

    Convido a todos os muçulmanos que porventura acessarem esta notícia a raciocinarem:

    Faz sentido levar uma vida casta na terra (o Alcorão ensina isso) para depois no paraíso levar uma vida promíscua e libertina, com setenta virgens? Onde está a lógica nisso?

    Evangelismo.blog.br
    ………….

DEIXE UMA RESPOSTA