Destaque

Cristãos iraquianos exilados organizam milícia para combater terroristas do Estado Islâmico

Comentários (11)
  1. emanuelle disse:

    Lutero e Charlie Hebdo: muita coisa em comum e muitos não sabem disso.
    Nesses tempos de discussão sobre o respeito às crenças religiosas alheias, convém mais do que nunca trazer à tona uma faceta de Martinho Lutero que pouca gente conhece: o de gravurista que não tinha limites para a baixaria.
    Bem diferente do que muita gente pensa, não foi por meio da distribuição de bíblias que a Reforma Protestante difundiu sua doutrina. A grande arma de propaganda dos “reformadores” eram panfletos com gravuras ridicularizando o Papa e o clero das formas mais asquerosas possíveis, no melhor (ou pior) estilo da revista Charlie Hebdo.
    Ânus, cocô e demônios eram elementos quase onipresentes nos desenhos de Lutero e sua turma. Pudera… a boca fala do que o coração está cheio! Vejam que “primor”, por exemplo, o texto que acompanha a gravura acima, De Ortu et Origine Monachorum (“A Fonte e a Origem dos Monges”): diz que o capeta teve uma dor de barriga e, ao se aliviar sobre uma forca, de seu traseiro saíram os monges. Será que Luterinho, ex-monge agostiniano, estava então contando sua própria história de vida?
    É preciso dar um desconto para Lutero, afinal, diferente dos cartunistas franceses, ele não usava a imagem de Cristo para blasfemar, nem tampouco a da Santíssima Virgem, de quem era devoto (saiba mais aqui). Por outro lado, enquanto as charges do jornal francês nunca incitaram a violência física contra ninguém, Lutero, por sua vez, pedia em uma gravura que o Papa e os cardeais fossem mortos na forca e tivessem suas línguas pregadas ao lado (veja as fotos no site a o catequista. com. br)
    A gravura mostrada no site, intitulada Digna merces Pape satanissimi et cardinalium suorum (“A justa recompensa que o Papa Sataníssimo e seus cardeais merecem”) foi produzida por Lucas Cranach. Por encomenda de seu amigo Lutero, esse pintor renascentista fez diversas xilogravuras anticatólicas. Lutero e Lucas formaram assim a dupla LuLu; um bolava o desenho, o outro executava.
    O mais célebre dos panfletos de Lutero ilustrado por Lucas Cranach é “Contra o pontificado romano fundado pelo diabo”, de março de 1545. A seguir, mostramos mais algumas das gravuras contidas nessa publicação.
    A gravura “O nascimento e a origem do Papa” apresenta um demônio feminino “parindo” vários papas pelo traseiro; os bebês são embalados e amamentados por outros demônios.
    A genialidade humorística da dupla LuLu era mesmo ilimitada. Além de muito cocô e bunda, eles também faziam sátiras com… muito cocô e bunda! Na gravura a seguir (cujo título é Adoratus Papas Deus Terrenus) eles sugerem que o povo deveria usar a tiara papal como penico.

    Em outra gravura, cujo título é The Papal Belvedere, camponeses mostram as nádegas e peidam diante do Papa Paulo III, que lhes expõe uma bula. Como vemos, o “grande reformador” propunha um debate teológico de “altíssimo” nível! Será que alguém acredita que o Espírito Santo inspirou tais coisas?
    Mas nem tudo o que a propaganda da Reforma produzia era baixaria. Há algumas exceções com conteúdo de crítica genuína, como a ótima gravura que compara o abuso da venda de indulgências ao crime dos vendilhões do templo (veja abaixo). A imagem faz parte de uma série de “quadrinhos” feitos por Lucas Cranach, desta vez em parceria com o reformador Philip Melancthon.
    Porém, no “conjunto da obra”, Lutero fez uso de sátiras tão porcas quanto a de um moleque aloprado. Ele, que se dizia apegado às Escrituras, não aprendeu com elas a satirizar. Desejando arrancar risadas quase sempre por meio de bundas, bostas e capetas, passou a mil quilômetros da fina ironia do profeta Elias no Monte Carmelo.
    Desafiados por Elias a provar a força de Baal, os profetas do ídolo se esgoelavam horas a fio, clamando para que o fogo descesse do céu e consumisse o novilho ofertado no altar. Mas nada de novo acontecia o sol… #deuruim
    “Elias escarnecia-os, dizendo: Gritai com mais força, pois (seguramente!) ele é deus; mas estará entretido em alguma conversa, ou ocupado, ou em viagem, ou estará dormindo… e isso o acordará” (I Reis 18, 27).
    O profeta Elias nos mostra que o humor é uma arma legítima para a defesa da verdade, e não deve ser excluído do debate religioso. Por isso, TENHAM CUIDADO COM A DITADURA DO POLITICAMENTE CORRETO, que dá voz aos melindrados e ofendidinhos de plantão. Já dissemos aqui e reafirmamos: todas as religiões – inclusive o catolicismo – possuem eventualmente aspectos passíveis de serem criticados e ironizados.
    É justo pedir um mínimo de bom senso. Tomara que aqueles que usam do humor utilizando temas religiosos elevem o nível acima das sátiras abjetas da Reforma Protestante, do Charlie Hebdo, do Porta dos Fundos e companhia.
    Fonte:o catequista .com. br
    Veja as fotos

    1. Gilberto disse:

      Os Católicos da época não ficaram atrás! Satirizaram os Protestantes também!

      1. emanuelle disse:

        E qual a sua fonte?

  2. emanuelle disse:

    Aproveito para mais uma notícia de “pastor”
    Em Minas, pastor é preso após organizar suruba evangélica

    No município mineiro de João Monlevade um pastor de 36 anos foi preso após denúncias de que o mesmo estaria promovendo encontros sexuais coletivos entre os fiéis da ‘Igreja do Reavivamento Divino’.
    As informações são do Tramado por Mulheres. Segundo testemunhas ouvidas na 27ª Delegacia Regional João Monlevade o pastor Gibran Henrique induzia os fiéis a deturpações das leituras bíblicas para que os mesmos se despissem de suas roupas e de sua moral.
    Giovana Duarte Sarmento, estudante de 27 anos disse em depoimento que o pastor selecionava as moças e rapazes de beleza mais evidente para os “encontros de aprofundamento”, nestes encontros ele afirmava que para entrar em conexão direta com Deus precisariam tirar as roupas e tomar o sangue de Cristo, que era representado por cálices de Cabernet Sauvignon.
    Depois de dezenas de cálices de vinho o pastor Gibran promovia a chamada ‘comunhão com os irmãos’, que segundo depoimento de Letícia Duila Cabral, radalista de 26 anos, seria uma espécie de abraço coletivo onde todos deveriam sentir integralmente o corpo dos irmãos.
    Fonte: o correio News em 03 de fereiro de 2015

    1. delldellphone disse:

      Ta por dentro da noticia por sua mãe estava lá né?

      1. luciano disse:

        Não so a mãe mais também a avó.

    2. Gilberto disse:

      Isso lá é Igreja Evangélica? Igreja Evangélica é: Batista, Presbiteriana, Congregacional, Assembleia de Deus, Metodista… Ou seja, Igrejas históricas!

  3. Max disse:

    Se queres a Paz, preparesse para a guerra!!

  4. clamando disse:

    a bem da verdade demoraram para tomar a iniciativa, o povo de Deus nunca foi covarde, é só ler sua história de lutas e e perseguições, vejam a entrada em jerusalem e como tiveram de lutar para entrar e permanecer no que era deles, é isto vamos botar para correr os muçulmanos assassinos filhos da escrava

  5. luciano disse:

    Eu não sou contra mais eu acho que neste momento eles deviam ficar na deles e deixarem a aliança encabeçada por EUA trabalharem,eles não tem experiência alguma e só iriam virar comida para os leões.

  6. josue luciano rosa disse:

    eu sou a favor pode contar comigo manda o numero da conta ajudo no que poder esse caras fazendo o que quer e ninquem faz nada

  7. Luciano disse:

    O que combate o terrorismo é o avivamento vindo do Espírito Santo… avivamento que gera arrependimento, amor ao próximo e anuncia a mensagem do evangelho de Cristo.

  8. levi varela disse:

    É melhor esse estado islâmico se desmanchar logo, fugir.

    É que o cerco está se formando.

    De tudo quanto é lado, por terra, ar e mar.

    Todos os povos em conjunto, principalmente depois do sacrifício do militar jordaniano.

    Já basta dos sacrifícios diários previstos na bíblia, agora é a vez final deles, pois os árabes e muçulmanos não aprovam essa postura contra os de própria cultura.

  9. Nielson disse:

    OS CATÓLICOS NÃO SATIRIZARAM OS PROTESTANTES… ELES ASSASSINARAM MILHARES!!!!!! Kkk QUAL É A MINHA FONTE? QUALQUER LIVRO DE HISTÓRIA DE QUARTA SÉRIE PRIMÁRIA! KKKKKKKKKKKKKKKKK!

  10. Nielson disse:

    Os católicos não satirizaram os protestantes… eles assassinaram milhares!!! Kkkkk… Qual é a minha fonte? Qualquer livro de história da quarta série do primário! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!

  11. home disse:

    You’re able to submit enhancements, ratings, reports, connections, films, and in addition imagery over the web-site that allows you to propagate the products and solutions to your followers and also mount up readers.
    [url=https://www.smartselfbalancewheel.com]home[/url]

  12. O CRISTÃO DEVE LUTAR NUMA GUERRA!

    Por que você acha que um dos nomes de Deus é o "SENHOR DOS EXÉRCITOS"?! Por que você acha que o próprio Deus disse em Eclesiastes 3:8 que "há tempo para tudo: para amar, para GUERREAR…"? Por que Deus ordenou ao povo de Israel que para a conquista da Terra Prometida fossem dizimados e exterminados cerca de 15 povos, incluindo mulheres, crianças e idosos? Abrão era o pai da fé e lutou em muitas guerras e venceu; Gideão ganhou batalhas; Josué lutou contra os amalequitas e venceu; o Rei Davi guerreou contra diversos povos e venceu. Aliás, ele pede no Salmo 144:1 que "Deus o adestre para a GUERRA". Mas os que lêem a bíblia superficialmente e se dizem conhecedores da Palavra vão dizer que Deus ordenou a guerra contra os povos inimigos só no Antigo Testamento, que no Novo Testamento não há nenhuma ordenança sobre isso. Argumento falso! DEUS NÃO MUDA! É só ler Malaquias 3:6 e Tiago 1:7. Deus não muda! É o mesmo ontem, HOJE e amanhã! Mas vamos ao Novo Testamento. O Apóstolo Paulo em Romanos 13:1-7 escreve que "devemos no sujeitar às autoridades, ao Estado, que tem sobre todo cidadão o direito de vida e de morte com vistas à manutenção da ordem social". E ai daquele que resistir ao Governo, pois estará resistindo ao próprio DEUS!!! Deus apóia a guerra justa! Se assim não fosse, não existiriam os policiais e soldados que tem a missão de trazer a ordem e a paz, mesmo que isso signifique matar seu semelhante. Por que você acha que Jesus em Lucas 3:14 não repreendeu o soldado para que abandonasse as armas? Jesus "esqueceu" de dizer da proibição de matar o próximo numa ocasião de guerra? Tenho certeza que não! Pedro é muito claro: "sujeitai-vos, pois, a toda ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior; quer aos governadores, como por ele enviados…". (1 Pedro 2:13-14). Ele reconhece que o Governo é instituído por Deus e que o cristão deve sempre se submeter ao Governo debaixo de Deus. O cristão deve responder à chamada do Governo para ir à guerra, porque Deus deu a autoridade de espada às autoridades governantes. Para os cristãos reformados, o Catecismo de Westminster (Londres, Inglaterra), quando as maiores autoridades da igreja da Inglaterra na época se reuniram por 6 anos (1643 a 1649), inspirados pelo Espírito Santo de Deus, registraram na pergunta 136 que o cristão deve MATAR numa guerra legítima, em justiça pública e numa defesa necessária.
    Por fim, quem pensa o contrário NÃO CONHECE a bíblia e ao Deus que serve!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.