Cristãos iraquianos exilados organizam milícia para combater terroristas do Estado Islâmico

11

Os cristãos no Iraque exilados de suas cidades estariam treinando técnicas de guerrilha para combater os militantes do Estado Islâmico que os expulsaram de suas terras meses atrás.

De acordo com o The Wall Street Journal, aproximadamente dois mil jovens cristãos aderiram à milícia, que ocupou uma antiga base militar dos Estados Unidos e tem usado o local como campo de treinamento.

O “exército cristão” enfrenta uma variedade de deficiências, tais como poucas armas e falta de recursos financeiros para uniformizar, alimentar e organizar os voluntários. A esperança dos líderes da milícia é que o governo dos Estados Unidos financie a operação.

A expectativa se dá porque recentemente, uma medida adotada pelos norte-americanos destinou US$ 1,6 milhão para treinamento e armamento de combatentes contra o Estado Islâmico.


De acordo com a legislação, o dinheiro será destinado às “forças locais que se comprometem a proteger as comunidades étnicas e religiosas minoritárias altamente vulneráveis ​​na planície de Nínive e em outros lugares”, informou o jornal.

Um soldado da milícia chamado Fadi, de apenas 19 anos, afirmou que o desejo de retornar à terra natal e retomar a vida interrompida pelos terroristas do Estado Islâmico é a principal motivação para pegar em armas: “Estou animado para retomar nossas aldeias, mas a única maneira de fazer isso e proteger o nosso povo é tomando as armas e lutando”, resumiu.

O Estado Islâmico tem como objetivo aniquilar os cristãos e judeus do Oriente Médio, assim como ocupar os governos dos países da região para formar um califado, uma espécie de governança comum a todas as nações com maioria muçulmana, com as leis civis sendo baseadas na doutrina religiosa, chamada de sharia. Há poucas semanas o porta-voz do Estado Islâmico convocou todos os muçulmanos a perseguirem os cristãos no mundo todo e fazer os seguidores de Jesus Cristo viverem sob medo.

11 COMENTÁRIOS

  1. Lutero e Charlie Hebdo: muita coisa em comum e muitos não sabem disso.
    Nesses tempos de discussão sobre o respeito às crenças religiosas alheias, convém mais do que nunca trazer à tona uma faceta de Martinho Lutero que pouca gente conhece: o de gravurista que não tinha limites para a baixaria.
    Bem diferente do que muita gente pensa, não foi por meio da distribuição de bíblias que a Reforma Protestante difundiu sua doutrina. A grande arma de propaganda dos “reformadores” eram panfletos com gravuras ridicularizando o Papa e o clero das formas mais asquerosas possíveis, no melhor (ou pior) estilo da revista Charlie Hebdo.
    Ânus, cocô e demônios eram elementos quase onipresentes nos desenhos de Lutero e sua turma. Pudera… a boca fala do que o coração está cheio! Vejam que “primor”, por exemplo, o texto que acompanha a gravura acima, De Ortu et Origine Monachorum (“A Fonte e a Origem dos Monges”): diz que o capeta teve uma dor de barriga e, ao se aliviar sobre uma forca, de seu traseiro saíram os monges. Será que Luterinho, ex-monge agostiniano, estava então contando sua própria história de vida?
    É preciso dar um desconto para Lutero, afinal, diferente dos cartunistas franceses, ele não usava a imagem de Cristo para blasfemar, nem tampouco a da Santíssima Virgem, de quem era devoto (saiba mais aqui). Por outro lado, enquanto as charges do jornal francês nunca incitaram a violência física contra ninguém, Lutero, por sua vez, pedia em uma gravura que o Papa e os cardeais fossem mortos na forca e tivessem suas línguas pregadas ao lado (veja as fotos no site a o catequista. com. br)
    A gravura mostrada no site, intitulada Digna merces Pape satanissimi et cardinalium suorum (“A justa recompensa que o Papa Sataníssimo e seus cardeais merecem”) foi produzida por Lucas Cranach. Por encomenda de seu amigo Lutero, esse pintor renascentista fez diversas xilogravuras anticatólicas. Lutero e Lucas formaram assim a dupla LuLu; um bolava o desenho, o outro executava.
    O mais célebre dos panfletos de Lutero ilustrado por Lucas Cranach é “Contra o pontificado romano fundado pelo diabo”, de março de 1545. A seguir, mostramos mais algumas das gravuras contidas nessa publicação.
    A gravura “O nascimento e a origem do Papa” apresenta um demônio feminino “parindo” vários papas pelo traseiro; os bebês são embalados e amamentados por outros demônios.
    A genialidade humorística da dupla LuLu era mesmo ilimitada. Além de muito cocô e bunda, eles também faziam sátiras com… muito cocô e bunda! Na gravura a seguir (cujo título é Adoratus Papas Deus Terrenus) eles sugerem que o povo deveria usar a tiara papal como penico.

    Em outra gravura, cujo título é The Papal Belvedere, camponeses mostram as nádegas e peidam diante do Papa Paulo III, que lhes expõe uma bula. Como vemos, o “grande reformador” propunha um debate teológico de “altíssimo” nível! Será que alguém acredita que o Espírito Santo inspirou tais coisas?
    Mas nem tudo o que a propaganda da Reforma produzia era baixaria. Há algumas exceções com conteúdo de crítica genuína, como a ótima gravura que compara o abuso da venda de indulgências ao crime dos vendilhões do templo (veja abaixo). A imagem faz parte de uma série de “quadrinhos” feitos por Lucas Cranach, desta vez em parceria com o reformador Philip Melancthon.
    Porém, no “conjunto da obra”, Lutero fez uso de sátiras tão porcas quanto a de um moleque aloprado. Ele, que se dizia apegado às Escrituras, não aprendeu com elas a satirizar. Desejando arrancar risadas quase sempre por meio de bundas, bostas e capetas, passou a mil quilômetros da fina ironia do profeta Elias no Monte Carmelo.
    Desafiados por Elias a provar a força de Baal, os profetas do ídolo se esgoelavam horas a fio, clamando para que o fogo descesse do céu e consumisse o novilho ofertado no altar. Mas nada de novo acontecia o sol… #deuruim
    “Elias escarnecia-os, dizendo: Gritai com mais força, pois (seguramente!) ele é deus; mas estará entretido em alguma conversa, ou ocupado, ou em viagem, ou estará dormindo… e isso o acordará” (I Reis 18, 27).
    O profeta Elias nos mostra que o humor é uma arma legítima para a defesa da verdade, e não deve ser excluído do debate religioso. Por isso, TENHAM CUIDADO COM A DITADURA DO POLITICAMENTE CORRETO, que dá voz aos melindrados e ofendidinhos de plantão. Já dissemos aqui e reafirmamos: todas as religiões – inclusive o catolicismo – possuem eventualmente aspectos passíveis de serem criticados e ironizados.
    É justo pedir um mínimo de bom senso. Tomara que aqueles que usam do humor utilizando temas religiosos elevem o nível acima das sátiras abjetas da Reforma Protestante, do Charlie Hebdo, do Porta dos Fundos e companhia.
    Fonte:o catequista .com. br
    Veja as fotos

  2. Aproveito para mais uma notícia de “pastor”
    Em Minas, pastor é preso após organizar suruba evangélica

    No município mineiro de João Monlevade um pastor de 36 anos foi preso após denúncias de que o mesmo estaria promovendo encontros sexuais coletivos entre os fiéis da ‘Igreja do Reavivamento Divino’.
    As informações são do Tramado por Mulheres. Segundo testemunhas ouvidas na 27ª Delegacia Regional João Monlevade o pastor Gibran Henrique induzia os fiéis a deturpações das leituras bíblicas para que os mesmos se despissem de suas roupas e de sua moral.
    Giovana Duarte Sarmento, estudante de 27 anos disse em depoimento que o pastor selecionava as moças e rapazes de beleza mais evidente para os “encontros de aprofundamento”, nestes encontros ele afirmava que para entrar em conexão direta com Deus precisariam tirar as roupas e tomar o sangue de Cristo, que era representado por cálices de Cabernet Sauvignon.
    Depois de dezenas de cálices de vinho o pastor Gibran promovia a chamada ‘comunhão com os irmãos’, que segundo depoimento de Letícia Duila Cabral, radalista de 26 anos, seria uma espécie de abraço coletivo onde todos deveriam sentir integralmente o corpo dos irmãos.
    Fonte: o correio News em 03 de fereiro de 2015

  3. a bem da verdade demoraram para tomar a iniciativa, o povo de Deus nunca foi covarde, é só ler sua história de lutas e e perseguições, vejam a entrada em jerusalem e como tiveram de lutar para entrar e permanecer no que era deles, é isto vamos botar para correr os muçulmanos assassinos filhos da escrava

  4. Eu não sou contra mais eu acho que neste momento eles deviam ficar na deles e deixarem a aliança encabeçada por EUA trabalharem,eles não tem experiência alguma e só iriam virar comida para os leões.

  5. O que combate o terrorismo é o avivamento vindo do Espírito Santo… avivamento que gera arrependimento, amor ao próximo e anuncia a mensagem do evangelho de Cristo.

  6. É melhor esse estado islâmico se desmanchar logo, fugir.

    É que o cerco está se formando.

    De tudo quanto é lado, por terra, ar e mar.

    Todos os povos em conjunto, principalmente depois do sacrifício do militar jordaniano.

    Já basta dos sacrifícios diários previstos na bíblia, agora é a vez final deles, pois os árabes e muçulmanos não aprovam essa postura contra os de própria cultura.

  7. OS CATÓLICOS NÃO SATIRIZARAM OS PROTESTANTES… ELES ASSASSINARAM MILHARES!!!!!! Kkk QUAL É A MINHA FONTE? QUALQUER LIVRO DE HISTÓRIA DE QUARTA SÉRIE PRIMÁRIA! KKKKKKKKKKKKKKKKK!

  8. Os católicos não satirizaram os protestantes… eles assassinaram milhares!!! Kkkkk… Qual é a minha fonte? Qualquer livro de história da quarta série do primário! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!

  9. You’re able to submit enhancements, ratings, reports, connections, films, and in addition imagery over the web-site that allows you to propagate the products and solutions to your followers and also mount up readers.
    [url=https://www.smartselfbalancewheel.com]home[/url]

  10. O CRISTÃO DEVE LUTAR NUMA GUERRA!

    Por que você acha que um dos nomes de Deus é o "SENHOR DOS EXÉRCITOS"?! Por que você acha que o próprio Deus disse em Eclesiastes 3:8 que "há tempo para tudo: para amar, para GUERREAR…"? Por que Deus ordenou ao povo de Israel que para a conquista da Terra Prometida fossem dizimados e exterminados cerca de 15 povos, incluindo mulheres, crianças e idosos? Abrão era o pai da fé e lutou em muitas guerras e venceu; Gideão ganhou batalhas; Josué lutou contra os amalequitas e venceu; o Rei Davi guerreou contra diversos povos e venceu. Aliás, ele pede no Salmo 144:1 que "Deus o adestre para a GUERRA". Mas os que lêem a bíblia superficialmente e se dizem conhecedores da Palavra vão dizer que Deus ordenou a guerra contra os povos inimigos só no Antigo Testamento, que no Novo Testamento não há nenhuma ordenança sobre isso. Argumento falso! DEUS NÃO MUDA! É só ler Malaquias 3:6 e Tiago 1:7. Deus não muda! É o mesmo ontem, HOJE e amanhã! Mas vamos ao Novo Testamento. O Apóstolo Paulo em Romanos 13:1-7 escreve que "devemos no sujeitar às autoridades, ao Estado, que tem sobre todo cidadão o direito de vida e de morte com vistas à manutenção da ordem social". E ai daquele que resistir ao Governo, pois estará resistindo ao próprio DEUS!!! Deus apóia a guerra justa! Se assim não fosse, não existiriam os policiais e soldados que tem a missão de trazer a ordem e a paz, mesmo que isso signifique matar seu semelhante. Por que você acha que Jesus em Lucas 3:14 não repreendeu o soldado para que abandonasse as armas? Jesus "esqueceu" de dizer da proibição de matar o próximo numa ocasião de guerra? Tenho certeza que não! Pedro é muito claro: "sujeitai-vos, pois, a toda ordenação humana por amor do Senhor; quer ao rei, como superior; quer aos governadores, como por ele enviados…". (1 Pedro 2:13-14). Ele reconhece que o Governo é instituído por Deus e que o cristão deve sempre se submeter ao Governo debaixo de Deus. O cristão deve responder à chamada do Governo para ir à guerra, porque Deus deu a autoridade de espada às autoridades governantes. Para os cristãos reformados, o Catecismo de Westminster (Londres, Inglaterra), quando as maiores autoridades da igreja da Inglaterra na época se reuniram por 6 anos (1643 a 1649), inspirados pelo Espírito Santo de Deus, registraram na pergunta 136 que o cristão deve MATAR numa guerra legítima, em justiça pública e numa defesa necessária.
    Por fim, quem pensa o contrário NÃO CONHECE a bíblia e ao Deus que serve!!!

DEIXE UMA RESPOSTA