Pastor Franklin Graham lamenta morte dos 21 cristãos e diz que Estado Islâmico se curvará a Jesus

6

As barbáries promovidas pelo Estado Islâmico e as ameaças de perseguir e matar cristãos em todo o mundo tem atraído as atenções de autoridades, jornalistas e lideranças religiosas, que repudiam a violência e tentam encontrar meios de reagir.

O pastor Franklin Graham, filho do evangelista Billy Graham, usou sua página no Facebook para lamentar a postura dos líderes muçulmanos, que ficaram em silêncio sobre a decapitação dos 21 cristãos coptas egípcios.

“A tempestade está vindo”, disse Graham, fazendo referência ao aviso do Estado Islâmico sobre a perseguição. “Você pode imaginar o clamor se 21 muçulmanos fossem degolados por cristãos? Onde está a condenação universal por líderes muçulmanos de todo o mundo?”, questionou.

Para o pastor, “é melhor tomar a sério esse aviso de que esses atos de terror irão se espalhar por toda a Europa e os Estados Unidos. Se isso lhe diz respeito, como diz a mim, compartilhe isso”, escreveu.


Segundo Franklin Graham, a violência do extremismo muçulmano não deveria causar espanto: “O mal do Estado Islâmico realmente não deveria chocar-nos, pois está totalmente de acordo com sua agenda de apressar um apocalipse final”.

A referência às revelações de João no Apocalipse não parou nisso, e o pastor disse que uma “batalha final” acontecerá e marcará a “derrota de Satanás e todos os aliados dele”, e acrescentou: “Uma coisa é certa – um dia todo joelho se dobrará e toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai”.

O assassinato dos 21 cristãos egípcios gerou comoção e provocou reações, com as Forças Armadas do Egito bombardeando as instalações do Estado Islâmico na Líbia, em parceria com os militares do país vizinho.

A Itália, que fica ao norte da Líbia, também se manifestou e propôs liderar uma coalizão internacional contra os terroristas. O Exército do país já reuniu tropas para enviar ao território líbio.


6 COMENTÁRIOS

    • André
      entrei em contato com ele e disse que certamente vai lá se vcs. gays forem junto. e ai o que digo para ele. tu o sandro o felipe o wanderlei o janio vão ou não, se não vão não manifeste mais tuas bobagens aqui

  1. estou ansioso pra esse tal estado islamico chegar no brasil. vai ser legal mandar esses covardes para o inferno da pior maneira possivel. aqui eles vão saber o que é dor..

DEIXE UMA RESPOSTA