Internacional

Ex-muçulmano convertido ao cristianismo processa igreja que o batizou afirmando que um erro da igreja quase o matou

Comments (13)
  1. josecarvalho disse:

    Realmente é uma falta grave, a bíblia já diz que os filhos das trevas são mais prudentes que os filhos da luz.

    1. neida xavier disse:

      A igreja deve ter este cuidado e orientar aos membros quando isto acontecer. Jesus disse que foi perseguido e que seus seguidores tambem o seriam. Então , todo o cuidado é pouco. No Brasil mesmo vemos pessoas que mudam de religião e são discriminadas pela própria família. E no caso de pessoas que se convertem a Jesus, vindos do Islamismo é mais complicado ainda. Que Deus nos abençôe!

  2. luciano disse:

    O apostolo paulo apanhou muito e sofreu bastante depois da sua conversão, o apostolo paulo foi um exemplo de crente.

    1. José Cláudio disse:

      Foi pouco. Ele foi exemplo de crente matando muitos cristãos.

      .

      1. itamar disse:

        ????????!
        NÃO ENTENDI SEU SARCASMO..

        1. Edson Souza disse:

          Mostra na bilbia que o apostolo Paulo matou alguém?

          Não fale besteira cara.

          Depois de sua conversão Paulo, traria sempre à memória este grande pecado que marcou sua vida. Ele considerava a atitude de Cristo em perdoá-lo um dos maiores exemplos da graça de Deus disponível ao pecador.

          “E dou graças ao que me tem confortado, a Cristo Jesus Senhor nosso, porque me teve por fiel, pondo-me no ministério;
          A mim, que dantes fui blasfemo, e perseguidor, e injurioso; mas alcancei misericórdia, porque o fiz ignorante mente, na incredulidade.
          E a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e amor que há em Jesus Cristo.
          Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.
          Mas por isso alcancei misericórdia, para que em mim, que sou o principal, Jesus Cristo mostrasse toda a sua longanimidade, para exemplo dos que haviam de crer nele para a vida eterna.”
          1 Timóteo 1:12-16

  3. alexandre disse:

    Um homem que pode ser um grande instrumento de evangelização no mundo mulçumano, é quase morto por pura displicência da igreja que se vangloria com a conversão do mesmo. Como se o feito fosse obra da igreja e não do espirito santo.

  4. Luiz Scantbelruy disse:

    Creio que ele seria um cristão tipo “007”, esse é um problema muito sério, de um lado vemos a intolerância religiosa, do outro vemos novos cristãos que não querem pagar o preço, Cristo nunca nos prometeu uma vida fácil, mas garantiu que estaria conosco até a consumação dos séculos.

    1. itamar disse:

      VERDADE, PAGAR O PREÇO ELE NÃO QUER.

      1. Edson Souza disse:

        “Cristo nunca nos prometeu uma vida fácil…”

        É como fica a heresia da teologia da prosperidade?
        Vida luxuosa para os fieis?

        1. Maria disse:

          Edson Souza

          Luxuoso é o palácio que esconde o seu ídolo chico bento que vive escondido pelos abusos de menores que ele acobertou no vaticômio,

  5. Marcos Oliveira disse:

    A igreja não foi prudente mas processar a igreja também não foi nem um pouco correto.

  6. Mara Eliza disse:

    Vira-casaca duas vezes, hein? Nossa o que a igreja fez foi muito errado, o pastor nem se defendeu direito. E se ele tivesse morrido?

  7. Hubner disse:

    Existem muitas religiões no mundo e muitos livros tidos como sagrados. Em meio a tudo isso, há uma maneira segura de reconhecermos a verdadeira Palavra de Deus e o seu plano de salvação. A Bíblia Sagrada prova ser verdadeira.

    Esse estudo está disponível em Evangelismo.blog.br. Nele, você descobrirá o engano do profeta Maomé, que sem qualquer fundamento ou verdade, afirmou que o Senhor Jesus Cristo nos ensinou a morrer e também a “matar” pela causa de Deus (Sura 9:111 – Alcorão).

    Convido a todos os muçulmanos que porventura acessarem esta notícia a raciocinarem:

    Faz sentido levar uma vida casta na terra (o Alcorão ensina isso) para depois no paraíso levar uma vida promíscua e libertina, com setenta virgens? Onde está a lógica nisso?

    Evangelismo.blog.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *