Fãs criticam “promoção da homossexualidade” durante show do intervalo no SuperBowl 50; Entenda

11

Na noite de ontem, domingo, 07 de janeiro, aconteceu o SuperBowl 50, a final do futebol americano, em San Francisco, Califórnia (EUA). E como acontece tradicionalmente, grande parte da expectativa estava direcionada para o show do intervalo, que reuniria os artistas Bruno Mars, Coldplay e Beyoncé. Porém, muitos dos fãs do esporte se queixaram de haver apologia à homossexualidade durante a apresentação dos artistas.

O evento, considerado histórico pelos fãs do esporte, começou com homenagens a todos os jogadores que foram eleitos os mais valiosos nos 49 anos anteriores. Na sequência, Lady Gaga – conhecida por ser uma entusiasmada militante LGBT – interpretou o Hino Nacional dos Estados Unidos.

O jogo transcorria disputado, até que no intervalo, o show passou a incomodar os fãs mais conservadores por causa das luzes coloridas que ornavam o palco e os mosaicos formados pelos espectadores.

Ao final do show (foto), o mosaico planejado pelos organizadores do evento expunha a marca da militância LGBT com a mensagem: “Creia no amor”. No Twitter, as reações foram imediatas e inconformadas.

Nos Estados Unidos, com a população amplamente cristã e boa parte conservadora, a ideia de um dos símbolos da cultura nacional – o futebol americano – ser usado para promover a homossexualidade, não foi bem aceita.

NFLGay1

“Porque eles têm que promover a homossexualidade durante o show do intervalo? #éfutebol”, escreveu Koyie Duft.

NFLGay2

“Entãããão, nós vamos ignorar o fato de que o show do intervalo do SuperBowl enviou uma clara mensagem homossexual?”, questionou a usuária que usa o apelido God Princess (princesa de Deus).

NFLGay3

“Toda a performance do show do intervalo tentou foi promover a homossexualidade”, queixou-se o usuário JetIsBad.

NFLGay4

“Um show de intervalo em um jogo de futebol não é o lugar para expressar sua homossexualidade”, opinou Max Murphy.

NFLGay5

“Eles estão, seriamente, promovendo a homossexualidade. O show do intervalo do SuperBowl morreu”, lamentou Siciid Shire.

NFLGay6

“Não se pode mais assistir ao show do intervalo sem que a homossexualidade seja imposta sobre todos nos Estados Unidos”, protestou Jaxson Blair.

NFLGay7

“Esse show do intervalo se parece com um festival pró-homossexualidade”, escreveu John Varona.

O jogo

A disputa entre os dois melhores times da temporada da National Football League (NFL) aconteceu entre Denver Broncos e Carolina Panthers, este segundo apontado como favorito por ter o jogador mais valioso (MVP) da temporada e por ter perdido apenas um jogo no ano.

Ao final, os Broncos (ex-time do quarterback cristão Tim Tebow) venceram por 24 x 10, de acordo com informações da ESPN Brasil, que transmitiu a partida.

11 COMENTÁRIOS

  1. O engraçado é que eles pegaram um símbolo que significa a aliança que Deus fez com o homem depois do dilúvio, para promover essa prática condenada pelo próprio Deus, (vemos isso no antigo e novo testamento).Colocaram o arco_íris em suas bandeiras para representar as “diversas formas de amar”, e em um ato de profundo desrespeito, zombam das coisas de Deus.
    A verdade é que esse mundo está completamente nas mãos do maligno, todos esses cantores, atores, a mídia em geral, trabalham para promover a agenda satânica que inclui; promover a homossexualidade, pedofilia, aborto e tudo o que não presta. Só Deus pra ter misericórdia, pois é daqui pra pior!

  2. Ora, mas as cores e a bandeira da comunidade homoafetiva não fazem referência ao arco-íris?

    Não temos culpa se as cores são bonitas e não temos culpa de acreditar no amor.

    Mas eu entendo os fanáticos: eles não suportam o brilho das cores, pois o mundo deles é em tom cinzento e triste, mesmo eles lendo na Bíblia o relato de Moisés falando de um arco-íris colocado nas nuvens como um sinal do amor de Deus.

    Evangélicos, saiam da caixinha, queridos; há vida e muitas cores lindas do lado de fora.

    • Na verdade, quando você fala de amor no assunto homossexual, é pano de fundo pra falar de libertinagem, promiscuidade, sexo liberal é isso que esse grupo denominado LGBOSTAS uso ai vem esse falando de amor, vai direto ao assunto sexo pelo órgão excretor é isso que você quer dizer.

      • Paulo Freire,

        não sei se é este mesmo seu nome, mas você, pela mente estreita e visão rasa, limítrofe, grosseira que revela em alguns de seus comentários não te faz digno do nome do grande educador Paulo Freire. Como diziam os Mamonas “abra a sua mente, gay também é gente”, e, como gente, não vivemos só para sexo, que é parte diminuta em nossa vida. E lembre-se: nem todo gay faz sexo anal, mas todo pênis é órgão excretor.

DEIXE UMA RESPOSTA