Comparado a Moisés, iraquiano compra meninas escravizadas pelo Estado Islâmico e as devolve aos pais

12

A iniciativa de um homem em comprar meninas sequestradas pelo Estado Islâmico para serem revendidas como escravas sexuais tem sido vista como um ato de heroísmo, pois ele as devolve às suas famílias.

Ele se mantém anônimo, por questões de segurança, mas a reputação de herói tem sido propagada por veículos de mídia cristã por causa de sua iniciativa ousada.

O iraquiano acessa áreas controladas pelo Estado Islâmico, compra uma das meninas das minorias religiosas (cristãs, yazidis ou até mesmo muçulmanas de minorias étnicas), e depois de sair das áreas de domínio dos terroristas, faz contato com a família e as devolve.

O vídeo de um dos encontros promovidos por este iraquiano foi publicado no YouTube e tem repercutido fortemente nas redes sociais.


A informação sobre o gesto humanitário deste iraquiano misterioso foi divulgada pelo Shoebat, e comparou a atitude do homem com a missão que Moisés cumpriu ao libertar o povo hebreu da escravidão no Egito.

A quantidade de meninas compradas para serem libertas não foi informada, porém o site destaca que o gesto tem inspirado outros cristãos a se manterem firmes frente a perseguição do Estado Islâmico.

O grupo terrorista usa o mercado sexual como uma das formas de financiamento de suas ações, e também para oferecer regalias a seus militantes, que muitas vezes estupram as meninas sequestradas.

Enquanto isso, a propaganda do Estado Islâmico continua aliciando jovens na Europa, e muitas meninas se voluntariam para serem esposas dos terroristas acreditando que serão tratadas com luxo e riqueza, além dos rapazes, que se oferecem para estar na linha de frente do combate contra cristãos e outras minorias religiosas do Oriente Médio.

Assista no vídeo abaixo o reencontro entre um pai e uma filha, promovido pelo iraquiano “herói”:

Assine o Canal

12 COMENTÁRIOS

    • Sandro

      Aquilo que vc considera como sendo fanatismo, há outros que consideram fé e fidelidade inabalável a palavra do Eterno. E é esta fidelidade que irá em algum momento da humanidade, levar ao confronto físico com vocês ateus e apóstatas de todo o mundo. E essa é uma verdade da qual vocês não podem escapar. Não somos de violência, mas te garanto que boa parte de nós é Pedro e carregam consigo uma espada para auto defesa.

      • ALEXANDRE MACHADO
        Eles são incapazes de reconhecer um gesto nobre, mas se vc. olhar com atenção verás que a grafia , colocação de palavras , mudança de tema e ataque velado, e poderás ver com clareza STARDUST digitando doutro lado.

        • josecarvalho

          Tem razão. Eu já pensei inclusíve que ele fosse o Marcos zambujeiro bravo.
          kkkkkkkkkkkkkkkkk. Tem coisas que a personalidade de um homem aparece em vários de seus nicks fakes. Felizmente para nós, podemos identifica-lo do jeito que vier.

    • Sandro, que preconceito heim? Os romanos perseguiram cristãos e judeus, escravizaram diversos povos, e eles eram pagãos (não eram uma religião abraâmica).

      Pelo menos cinco cristãos, incluindo uma criança de 11 anos de idade, foram mortos e cerca de sete mil pessoas foram vítimas de perseguição ao longo do ano passado, de acordo com relatório sobre a situação da Igreja na Índia. – Fonte: UCA News

      Hinduísmo também não é uma religião abraâmica.

      Stalin perseguia religiosos, e a União Soviética era um estado ateu.

  1. Seja este homem quem for que o Senhor da Gloria o Abençoe com ricas bençãos tanto a ele como a todos os seus familiares, porque seja ele o que for esta no caminho certo, pois ser caridoso e um dom uma virtude maravilhosa, que coisa tremenda que maravilha, Hó Deus de Poder e de Glorias Abençoa Senhor Abençoa Senhor este Homem em o Nome de Jesus Cristo seu Amado Filho e Senhor de todos os verdadeiros Crentes de sobre a face da terra Amem Amem e Amem, Hó Glorias Glorias Eternas Aleluiasssssssssssssssssss

DEIXE UMA RESPOSTA