Joe Jonas, ex Jonas Brothers, revela frustrações com igreja e Anel de Pureza: “Queriam um modelo que eu não era”

0

O cantor Joe Jonas, integrante afastado da trio pop Jonas Brothers, afirmou numa entrevista que se distanciou da igreja evangélica a que pertencia devido a escândalos.

Recentemente, muito se especulou sobre o hiato do Jonas Brothers, e o principal motivo levantado pela mídia seria o vício de Joe em drogas.

Na entrevista concedida ao site Vulture, o cantor ressaltou sua fé em Deus, mas fez questão de deixar claro que não congrega mais: “Nós finalmente deixamos a nossa igreja, Assembleia de Deus, quando eu tinha 14 anos. Um escândalo irrompeu envolvendo dinheiro roubado, e isso causou uma grande fenda na igreja. Depois que o conceito de igreja realmente me chateou por um longo tempo”, afirmou o cantor, que é filho de um pastor. “Quero dizer, eu acredito em Deus, e isso é uma relação pessoal que eu tenho, mas eu não sou religioso de maneira alguma”.

Joe revela que a pressão de ser filho de um líder evangélico é grande para uma criança: “Até certo ponto, eu estava acostumado a ser visto em público. Era o filho do pastor, o que fazia com que os olhos estivessem sempre em mim. Sentei-me no primeiro banco da igreja, e eu tive que usar um terno todos os domingos, porque meus pais queriam que eu fosse este modelo que nem sempre eu queria ser”, revelou.


Anel de pureza

No começo da carreira, os irmãos Jonas ficaram conhecidos por aderirem ao Anel de Pureza, que representava um compromisso de só praticar sexo depois do casamento, um princípio aprendido na igreja.

Segundo Joe, a ênfase da mídia nessa questão causou chateação e frustração: “O tema que dominou a cobertura de notícias a nosso respeito por muito tempo foi a coisa do Anel de Pureza. Nós não conseguíamos fugir disso”, disse o cantor.

“Lembro-me de uma entrevista com um cara cuja pauta inteira foi focar nos anéis. Ele continuou empurrando o assunto, e quando insistimos que não queria falar sobre isso, ele nos disse: ‘Eu posso escrever o que eu quiser’ , o que nos aterrorizou”, revelou, antes de acrescentar: “O ponto é que nós não sabíamos de nada, e nós só queríamos fazer as pessoas felizes. Agora eu sei que eu não tenho de responder a quaisquer perguntas que eu não gostar”.

A evolução da moda do Anel de Pureza colocou muita responsabilidade nos ombros do trio, segundo Joe: “As pessoas vinham até nós, dizendo: ‘Muito obrigado, eu estou esperando, porque vocês também estão!’ E nós só pensávamos ‘Não! Essa não é a nossa intenção [de influenciar os outros]”, disse o cantor, revelando que perdeu a virgindade quando tinha 20 anos.

Sobre seu afastamento da banda com os irmãos, Joe disse que isso “vinha acontecendo há muito mais tempo do que muita gente pensava”. “Nós batemos um lugar onde nós simplesmente não concordávamos sobre as coisas, e nós não queríamos nos tornar uma banda que estava preocupado com o fato de que as pessoas não entendem isso”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA