Jornalista afirma que imprensa brasileira trata cristãos como “maioria desprezível” e ignora massacre de fiéis no mundo; Assista

26

A postura da imprensa nacional a respeito dos massacres cometidos ao redor do mundo contra cristãos foi tema de uma crônica do jornalista Paulo Eduardo Martins.

Segundo Martins, a mídia brasileira tem interesse em defender as “minorias oprimidas”, e trata os cristãos como uma “maioria desprezível”.

Em 2012, mais de 100 mil cristãos foram assassinados em todo o mundo por questões de perseguição religiosa, de acordo com informações do Centro de Liberdade Religiosa na Itália.

Paulo Eduardo Martins afirmou ainda que a postura da mídia é “um reflexo inconsciente de uma postura ideológica anticristã, que domina os meios intelectualizados”. Em sua crítica, o jornalista ressaltou ainda que “os valores cristãos são obstáculos para que os socialistas implantem suas ideias mirabolantes e façam possível o tal ‘outro mundo’”.


A desvalorização do cristianismo na mídia seria, na opinião de Martins, uma ação implementada para atender interesses de grupos políticos: “Por isso, essa gente precisa destruir os valores do cristianismo, pra poder inserir seus novos valores no lugar. Daí, a perseguição aos cristãos não comove, não choca. Qualquer coisa que enfraqueça o cristianismo é potencializada, é usada como uma ferramenta de destruição, seja ela outra religião, movimentos que afrontam valores, ou mesmo movimentos de desmoralização, como vimos na visita do papa ao Brasil”, exemplificou.

“Retratado como retrógrado ou opressor, o cristão está constrangido. Defender cristão virou coisa brega. As próprias instituições cristãs caem nesse jogo, e denunciam timidamente essa perseguição. E a tendência é que a matança só venha a aumentar. A saída para os cristãos é entender que são vítimas de uma estratégia e reagir, pois com a consciência, coragem, com a sabedoria cristã, não há ideia, não há espada, não há foice e martelo que tenha força suficiente para derrubar uma cruz”, resumiu.

Assista ao comentário de Paulo Eduardo Martins no telejornal SBT Paraná:

Assine o Canal

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


26 COMENTÁRIOS

  1. O jovem jornalista falou a mais pura verdade. No mundo ainda tem pessoas de bem e que procuram a verdade. Devemos ficar atentos para que o jovem jornalista não seja destruído por retaliações dos esquerdistas,socialistas e cia. Atenção muito cuidado com os ditos “evangélicos esquerdistas”. Estes são traidores dos verdadeiros cristãos,pois querem conciliar a maldita ideologia esquerdista (socialismo,marxismo,comunismo,progressismo) com o Evangelho.

    Estes atacam os cristãos conservadores a mando dos esquerdistas.

    • Nilton
      Gostei do seu comentário, será que vc poderia citar alguns cristãos esquerdistas?
      Aliás, só pelo fato de ser da esquerda, não deveria nem levar o título de cristão.

      Graça e paz!

      • Irmão, acho desnecessário Nilton citar nomes, pois, é até antiético. Basta está atento para os politicos que dizem ser cristão, sejam eles, senadores, deputados federais e estudais, vereadores ou mesmo para aqueles que estão na midia e ai você descobrirar quem são eles.
        Lembre o que Jesus disse: “Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.” Mateus 7:17
        Jesus também falou uma parábola sobre os maus “cristãos”:
        “Ele, porém, lhes disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele.
        Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro.” Mateus 13:29-30

  2. Há uma tendência dos cristãos de associarem a morte dos deles à vinda de Cristo, afinal Ele falou quanto a isso, entretanto o que não se esperava era a não indignação, o não falar, o não exigir, o não reagir apenas em face das profecias.

    Se nós não falarmos, não mostrarmos caminhos, seremos os próximos.

    Muitas vezes falei aqui da necessidade de todos exigir da ONU que estabeleça normas de procedimento aos países membros, estabelecendo punição a todo e qualquer ato de violação aos direitos religiosos.

      • Roberto,

        Opinião é falar, é usar o intelecto, portanto um direito, aliás o que nos faz diferente dos demais animais. O diálogo e o convencimento devem sempre imperar, nunca a arma, a violência, a morte, a guerra.

        Quanto aos exageros na emissão de opinião, meu caro, assim como o Brasil já dispõem regras que punem, o mundo via a ONU deve estabelecer e criar organismos que exerçam o controle, ficando uma grande comissão composta por um fiscal (esta composta por todos os países membros) para in locun investigar todos os abusos nessa área, ou seja, 200 pessoas chegando em cada lugar de abuso não apenas para rápida análise como também ser recebida pelo Chefe do Executivo principal do país acusado visando pedir diligências.

        Já basta de intolerâncias, já basta de coronelismo, de ditaduras.

        • Queria que você fosse gay e, desde criança, por causa da tal “liberdade de opinião”, ouvisse que os gays são abominações, que vão pro inferno, que são o câncer da sociedade, possuídos por demônios, e outras pérolas gostosas de se ouvir. Será que você pensaria igual? Os gays acabam se acostumando com essa realidade, ainda mais por saberem que são proferidas por tolos que nada entendem sobre a sexualidade alheia. Mas muitos não se conformam com essa realidade, daí a promoção da “ditadura” que você insinua. Toda opressão tem limite. O mesmo aconteceu com o movimento feminista e o movimento abolicionista. Imagino que o que pensava um senhor de engenho diante da revolta dos negros: “Ora, onde já se viu? Uma ditadura de escravos negros!”. E as mulheres quando reinvidicaram o direiro ao voto: “Ora, onde já se viu mulheres votando? Só pode ser o fim do mundo…”

          • Roberto.
            Então pelo fato de vc ser gay, devemos admitir a morte de milhares de cristãos?
            Você está tão ferido com aqueles que te oprimiram e se tornou muito pior que eles.

            Deus tem um caminho melhor para você Roberto. Jesus te ama.

          • Ronalde
            O Roberto ama esta palavra oprimir hein?
            CUIDADO!!!!
            Deu em cima de mim tentei da um concelho bom para ele,e ele veio dizer que estou cantando ele.
            Cuidado ele acha que por que ele gosta de bosta,acha que todo mundo é besouro.kkkkkkk

        • Roberto,

          Meu caro, você sabe então o que é sofrer decorrente de discriminação, razão, pois, de não fazer o mesmo com ninguém, muito menos desejar a morte de outrem ou se satisfazer com isso.

          Os evangélicos neste pais sempre foram discriminados, objeto de zombaria, criticados, pois minoria, sendo que agora recebem uma discriminação pública de outro grupo que também é desprezado, os gays.

          Cristãos/protestantes sempre respeitaram os direitos individuais nos países em que são maioria enquanto população, tudo igual a Cristo mesmo.

          O problema é que de uma hora para outra, meio que de forma paranoica, grupos de gays passaram a incriminar a todos que ousassem falar alguma coisa contra, com ou sem razão, não se preocupando de pedir estudos científicos, laudos médicos, tentando persuadir com a palavra, com eloquência.

          Ora, meu caro, a coisa está num embate tão fervoroso que ao invés de atrair empatia, simplesmente vem proporcionando desrespeito, pois o país sempre foi conhecido pelo carnaval, festas, pessoas simpáticas, aberto a todos, mas agora somente se fala em homofobia, em criminoso, em enfrentamento.

          Como o mundo vê a homossesualismo? Façam um comparativo de pais por país, não esquecendo que até a palavra acima passou a ser censurada, pois a terminologia ismo é para enfermidade, esquecendo de nacionalismo, heroísmo, cristianismo, judaísmo, islamismo, brilhantismo, modernismo, protestantismo, catolicismo…vamos falar em a catolicidade? A nacionalidade?

    • Levi,
      Para com isso! a Bíblia fala de persguições aos cristãos pelo nome de Jesus, então o que devemos esperar é isso, pois não é novidade e o próprio Jesus falou dessas perseguições. Toda articulação dessa guerra não está no campo físico, mas no campo espiritual. Todo esse pessoal envolvido (ONU, Mídia, etc), consciente ou inconscientemente, contra os cristãos tem uma motivação espiritual demoniaca, oriunda do reino das trevas. Portanto não se iluda, não adianta brigar contra aquilo que foi determinado por Deus. Se tivermos que morrer por amor ao Evangelho de Jesus Cristo, morreremos e regozijemos nisso!
      Afinal de contas, “o morrer é ganho e o viver é Cristo”!
      Amem!

      • Concordo com você Gil. Já está profetizado, e nada vai impedir a profecia do Senhor de se cumprir. E ela diz, que no final, os Reis da Terra (governantes) se levantarão contra Cristo. Isso tudo que estamos vendo é apenas o começo.

        “E vi a besta, e os REIS DA TERRA, e os seus exércitos reunidos, para fazerem guerra àquele que estava assentado sobre o cavalo, e ao seu exército”.(Apocalipse 19:19).

        Mas o final dessa guerra nós já conhecemos:

        “Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele mesmo subsistirá para sempre”,
        (Daniel 2:44).

        • Discordo dos dois.

          Ora, será que vocês querem vê mais sangue ainda de cristãos?

          Cristo, Pedro, Paulo, os da arena, os mortos depois pelo império, os mortos pelo catolicismo, islamismo, judaísmo, agora por qualquer religião.

          Já chegou o tempo dos mil anos de paz previsto na bíblia, em especial pelo fato de que os anticristos já vieram, como Napoleão, Hitler, Bim Laden, enchentes, secas, duas guerras mundiais, comunismo, drogas, duas crises financeiras (1929 e 2009 e que se estende), ditadores banidos.

        • Olá Bereano,
          Não sei em qual tópico li que vc disse que o Stardust e a Núbia expulsaram o Tour Natrak.
          Depois de procurar achei no tópico do pastor Lucinho a discussão entre eles, o que achei desagradável porque eles estavam falando sério e até me colocaram no meio daquela confusão.
          Vamos emitir nossas opiniões e respeitar a dos outros, ainda que nos pareçam malucas. Podemos discordar sempre, mas ofender, nunca!
          Aproveitando a ausência do Clamando, rsrsrs…..

      • Discordo dos dois.

        Ora, será que vocês querem vê mais sangue ainda de cristãos?

        Cristo, Pedro, Paulo, os da arena, os mortos depois pelo império, os mortos pelo catolicismo, islamismo, judaísmo, agora por qualquer religião.

        Já chegou o tempo dos mil anos de paz previsto na bíblia, em especial pelo fato de que os anticristos já vieram, como Napoleão, Hitler, Bim Laden, enchentes, secas, duas guerras mundiais, comunismo, drogas, duas crises financeiras (1929 e 2009 e que se estende), ditadores banidos.

  3. Stardust Jussara
    Tem a opinião da maioria jornalística.
    Oberservem os comentários dela?
    Hoje vi ela colocando um comentário no face dela depois vou reproduzir aqui.
    AGUARDEM….

  4. É engraçado esse jogo de minoria. Os cristãos são perseguidos no mundo todo e poucos abrem a boca para falar. Porém, quando se tenta defender os valores cristãos na sociedade dizem que estamos sendo a maioria autoritária. Nós provamos na ciência que a normalidade do sexo é o heterossexual.

    O homossexualismo é um comportamento obtido como artifício de quem sofreu algum dano, ou aprendeu a ter empatia com o mesmo sexo, fruto de um comportamento social, que inverte o verdadeiro sentido do ato, uma reprodução. E seres humanos só se reproduzem com o cruzamento de gametas masculinos e femininos, gerando um ser com a genética do sexo feminino ou masculino, se ele ou ela vão se tornar homossexuais quando se desenvolverem é devido a uma mentalidade adquirida ou percebida que diverge da normalidade do sexo. E então vai continuar nessa de nos perseguir, só porque a Bíblia concorda com a ciência?

    Agora se alguém quer se tornar homossexual o problema é dela, só que enquanto estiver sob a tutela dos pais deve seguir a orientação familiar. E a influência da parte da sociedade que não aceita esse tipo de comportamento, como os cristãos, continuará a existir, pois ainda somos garantidos pela constituição de nos manifestarmos contra ou a favor de qualquer coisa, e homossexualismo é pecado, possui perdão, mas se mesmo após oferecido a chance de perdão pela Bíblia e também o conhecimento de que tal ato é contra a natureza do próprio homem e perverte os valores do sexo, o que você acha que Deus faria se a pessoa quisesse permanecer no pecado, mesmo após ter se provado e tido o pleno conhecimento que o homossexualismo é contra o próprio homem, e contra Deus? Te daria um ursinho de Natal? Aplaudiria? Não, a condenação ocorreria.

    Mas é por isso que existe a Igreja para que ouçam a palavra de Deus por meio de pessoas que também são falhas e buscam se afastar do pecado, mas que possuem um contato com a Bíblia para ensinar. Aconselho que se busque uma igreja que pregue a verdade da bíblia para que possam ser instruídos. Ou no mínimo se, ao contrário, continuar a querer essa mesma vida, bom você escolheu, a vida é sua, mas não queira minar a voz dos que são contra tal comportamento que você pratica e temos razão, ciência e religião ao nosso lado para apoiar que estamos no mínimo certos. Só que os ativistas estão nos pés de vocês para implantar uma mentira e começar uma perseguição contra os cristãos. Bem vindos a essa chacina provocada pelos ativistas ou sejamos sinceros e deixemos esse interesse?

  5. Ronalde, nada a ver “o que tu falou”. Chama um pastor pra interpretar o que eu disse. Mas tem que ser um que tenha concluído pelo menos o ensino médio, porque é bem provável que um semianalfabeto também não entenda o que eu quis dizer.

  6. Os evangélicos são desprezíveis mesmo. Não gostam de se distanciar dos “mundanos” e julgar os que não são crentes, como se fossem superiores? Que eles não reclamem do desprezo.

  7. Os cristãos cometeram tantas barbaridades e mortes em nome de Deus. Estão colhendo o que plantaram nesses anos e anos de perseguições e intolerância. Mais que merecido serem desprezados.

DEIXE UMA RESPOSTA