Divulgação da Marcha para Jesus em São Paulo realiza flash mob evangelístico com centenas de jovens; Assista

10

A divulgação da Marcha para Jesus em São Paulo realizou uma ação no centro da cidade, conhecida como flash mob, que envolve música, dança e a posterior publicação em vídeo.

O flash mob aconteceu no último dia 01 de junho, no Vale do Anhangabaú, local onde foi realizada a primeira edição da Marcha para Jesus no Brasil, há 21 anos. A ação de divulgação contou com centenas de dançarinos, que após a gravação do vídeo, distribuíram panfletos do evento numa iniciativa evangelística.

“Foi uma iniciativa maravilhosa. Participar desta ação foi maravilhoso. Adotar o flash mob como estratégia evangelística é algo pioneiro. É um privilégio fazer parte. Ver a galera reunida, nessa grande festa”, afirmou Rodrigo Aguiar, um dos participantes.

O idealizador da ação, bispo John Bassi, líder da Cia Praise de Dança, afirmou que a ideia é repetir a ação nas próximas edições da Marcha: “Essa apresentação que realizamos foi um ato profético. Estamos levando alegria, porque infelizmente, muitos jovens se destroem neste local, por conta das drogas e do abandono. Há muitos suicídios também. Viemos levar vida. Evangelizamos muitas pessoas. Foi um privilégio promover tudo isso. Com certeza, o flash mob será uma das marcas registradas da Marcha para Jesus. Pretendemos realizar esta ação anualmente”.


Participaram do evento, além dos jovens da Igreja Renascer em Cristo, membros de outras denominações: “Para a gente foi uma flashmob marcha para jesus 2experiência maravilhosa. Primeiro, porque mesmo sendo de outra denominação, nós andamos em aliança. Somos do Ministério Caminho da Vida, lá de Mogi das Cruzes. Por ser uma mobilização do Reino de Deus, viemos com alegria. Foi uma grande bênção”, disse Suellen Sartorat.

Uma das organizadoras do flash mob, a pastora Sandra Bolognini afirmou ao iGospel que a concretização da ação foi marcante: “Esse flash mob foi a realização de um sonho. Um sonho que nasceu no nosso coração há mais de dois anos. Aqui, no Vale do Anhangabaú, realizamos nosso primeiro sonho: trazer a Marcha para Jesus para o Brasil. Nosso desejo era também realizar nosso primeiro flash mob neste local. O nosso objetivo com tudo isso é levar a palavra de Deus. Foram mais de quinhentos jovens que se reuniram para esta linda ação evangelística, estampado o centro da cidade com o nome de Jesus Cristo. Foi uma das cenas mais lindas que já presenciei”.

Confira no vídeo abaixo, o flash mob de divulgação da Marcha para Jesus:

Assine o Canal

Antes do evento, a Rede Gospel e o canal da Marcha para Jesus haviam divulgado a coreografia do flash mob. Assista:

Assine o Canal

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

10 COMENTÁRIOS

  1. Que diferença da igreja primitiva, os apóstolos se preocupavam em ajudar os órfãos, as viúvas e diz a bíblia que não havia um necessitado sequer, eles ensinavam o puro evangelho de amor e danças nem pensar, diferente deste evangelho moderno, apostatado, fabricado, onde o nome de jesus é blasfemado, por estes falsos profetas e falsos adoradores, querendo se promover, serem celebridades e terem fama.Com capoeiras dentro da igreja, ufc dentro da igreja, funk, samba,pagode, passinho do abençoado e outros lixos mais.Que saudade dos verdadeiros apóstolos.

    • Dante, eeh… vc errou de post, pois este é sobre a marcha pra Jesus meu, é a parada gay que tem suruba, orgias e libertinagem além de muita droga e álcool é claro.

      • Não errei não i$mael, essas promíscuidades acontecem bem dentro das igrejas evangélicas. Você já se esqueceu do caso pereirão?

        Túnel do Tempo: Pereirão para a sua fiel: Saudade do teu ra…bo”.

        Que clássico não?! rs!

        • O típico “modus operandi” de todo ateu, tempos atrás foi veiculado uma matéria aqui de um famoso ateu que dizia que estava na hora dos ateus também terem sua igreja, diante das indagações aqui, os ateus de plantão se apressaram em dizer que o “dito cujo” não representava todos os ateus, mas quando acontece algo no meio evangélico como o Marcos Pereira, lá vem eles generalizando… meu, se o pr. Marcos Pereira fez aquilo ( porque até agora só disse que me disse tanto da parte dele quanto da polícia), mas se culpado deve ser condenado exemplarmente pela justiça, mas pra mim estas generalizações que vcs fazem demonstra incapacidade de sustentar um diálogo firmado no que acreditam, aí fazem o que todo ateu faz, partir pra ofensas, este é o “modus operandi” seus, tsc, tsc!

  2. Não errei não i$mael, essas promíscuidades acontecem bem dentro das igrejas evangélicas. Você já se esqueceu do caso pereirão?

    Túnel do Tempo: Pereirão para a sua fiel: Saudade do teu ra…bo”.

    Que clássico não?! rs!

DEIXE UMA RESPOSTA