Ministério Público investigará denúncias de agressão a ativistas gays que protestaram contra o pastor Marco Feliciano

102

As denúncias de que ativistas gays teriam sido agredidos durante um evento da Assembleia de Deus em Santarém, no Pará, serão investigadas pelo Ministério Público Federal.

O evento tinha como preletor principal o pastor Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados e principal alvo dos protestos da militância homossexual.

O tumulto começou quando os manifestantes abriram uma bandeira com as cores do movimento gay e causaram irritação no pastor Marco Feliciano, que pediu respeito à Igreja e a intervenção da Polícia Militar (PM).

Antes que a PM intervisse nos protestos, seguranças contratados pela Assembleia de Deus teriam agredido os ativistas gays com tapas, socos e armas de choque, segundo relatos dos próprios manifestantes, que acusam ainda  a Polícia de ter agido com força desproporcional posteriormente.


Segundo o site do jornal Tribuna Hoje, o Ministério Público Federal (MPF) pedirá a identificação dos policiais que atuaram no evento e também os laudos dos exames de corpo de delito realizados nos ativistas. A investigação contará ainda, com a coleta de novos depoimentos dos manifestantes.

A Polícia Militar, a direção da Assembleia de Deus e o pastor Marco Feliciano não comentaram o anúncio de que o MPF investigará o incidente.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


102 COMENTÁRIOS

  1. rapaz achei que o ministério publico iria abrir investigação, para descobrir que é os autores e patrocinadores que enfrigiram a lei não dando liberdade de culto aos crentes…será verdade os pobres crentes quietos no seu canto adorando seu DEUS a ralé da sociedade vai la faz tumulto agride de varias formas…é lei no Brasil é para bandidos…os direitos humanos para as bixas e os cidadãos que se danem…que belo país ..que belos politicos que nos arrumamos

    • Você leu o artigo???
      Quem, foi agredido foram os gays e não os crentes, para de ser hipócrita, clamando.
      O ódio de vocês é visível a toda sociedade, e é tão grande que agredirão recentemente, os irmãos da quadrangular, por conta de sua bandeira quase arco-iris.
      Seja correto, e não emcubra o sol com a peneira, DEUS é juiz homem.

      • ANDRÉ LI SIM O ARTIGO.
        SIM E QUE NÓS VIMOS QUE MESMO PEDIDO PARA QUE FOSSE RESPEITADO O LUGAR DE CULTO CRISTÃO PARTIRAM PARA CIMA.
        SE OUVE RETALIAÇÃO É PORQUE FORÇARAM UMA SITUAÇÃO.
        AGORA VEJA BEM TAMBÉM NÃO SEI PORQUE SE SENTIU OFENDIDO, QUANDO FALEI DA RALÉ DA SOCIEDADE. APENAS FALEI DE UMA PARCELA GAY ATIVISTA FINANCIADOS PELO GOVERNO PARA PROMOVER BADERNAS E DESESTABILIZAR A IGREJA.
        VOCE ESTA DE ACORDO COM ESTA PARCELA QUE É O LIXO DA SOCIEDADE? QUE ESTÃO USANDO VOCES PARA ENRIQUECER , E QUE NÃO ESTÃO NEM AI PARA VOCES?

    • André.
      Afinal, não são os gays que exigem respeito? Não são vocês que querem liberdade para se manifestarem?
      André, tu, como gay, sabes que a agressão moral é pior do que a agressão física.
      Até agora só ficou comprovada a agressão moral provocada pelos ativistas gays. As supostas agressões físicas por eles sofridas ainda não foram comprovadas, e talvez nem sejam. E será que os gays também não agrediram? Eles não são de apanharem quietos. Vocês não são santos não, isto todo o mundo sabe.

      • Alfeu Marco, primeiramente sou cristão mas não pertenço a igreja fundamentalista, minha sexualidade não interessa a você nem a ninguem,
        Feliciano e Silas, são cercados de trogloditas mal encarados, bateram até em jovens da quadrangular e seu pastor, em evento, imagine em GAYS. Aprenderam bem a decer o pau como diz de maneira pejorativa Silas como um bufão na TV.
        O pior cego é aquele que não quer ver.

        • André.
          Tu até podes não ser gay, mas se comporta como tal.
          Não existe nada mais “fundamentalista” -só para usar um termo que está na moda- do que um ativista gay. Se tu realmente não és um , procura prestar atenção no comportamento deles. Contrarie um gay, e tu terás que sair correndo para não apanhar.
          Confesso que até hoje eu não entendi do que os gays se queixam com relação aos “crentes”. Acompanhe os noticiários e tu vais comprovar que, mais de 90% dos assassinatos de homossexuais são cometido pelos seus “parceiros”, e não por crentes, mesmo que “fundamentalistas”. Os outros 10% ficam por conta das circunstâncias da vida.As agressões físicas são cometidas , via de regras, por skins ou neos-nazistas, e não por crentes.
          As críticas às práticas homossexuais é livre. TODOS são passíveis de críticas, porque só os gays estariam livres?
          Eu entendo que o que o Silas defende realmente. é o direito de criticar, e se posiciona contra os privilégios que o PT quer dar aos gays, mesmo que isto implique em restrições aos direitos dos outros.

          • Alfeu Malcon, Não é o PT ou Lula ou Dilma, que querem dar privilégios aos gays.
            Mas sim a ONU a e as organizações mundiais ligadas aos direitos humanos, e não são privilégio querido, é igualdade estas pessoas, tem o mesmo direito que você de se casar, andar de mãos dadas, e viver juntas e dividir suas, vidas e formar suas famílias, mesmo que você não concorde com uma família gay, eles tem este direito.
            è uma tendência mundial, assim como aconteceu com os negros, todos sabemos que a menos de 100 anos estes tiveram direito de frequentar igrejas, evangélias e católicas e as igrejas tiveram de aceitar essas pessoas.
            Não me venha com está história de opção sexual, que então você terá de me responder quando optou por ser hétero.
            A sexualidade é inata a cada ser humano, tanto que a homossexualidade existe em praticamente todos os seres criados por DEUS, principalmente mamíferos, entretanto no reino animal existe respeito pelos que são diferentes a grande maioria.

          • Alfeu, claro que esse André é “BIBA”, mas suponhamos que não fosse, o que não acredito, então, se não é, já deve estar fazendo curso pra ser, rsrsrsr… isso é um “BAITOLA”, que não sabe nada de bíblia e com português péssimo, o André vai estudar um pouco, deixe de ficar comentando sobre aquilo que você não entende, pois é na bíblia que encontramos a condenação para o homossexual.
            Agora que, Malafaia, Feliciano, Macedo, RR, Valdemiro, e muitos outros enganadores da fé estão a caminho do inferno junto com a bicharada, disso não tenho dúvidas, e antes que alguém diga, “não julgueis”, eu digo, não sou eu quem julgo, é a Palavra, vejamos;
            ” I Cor. 6:10 Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus”.
            Aí esta, é a Palavra de Deus, não tem como mudar para atender os desejos pecaminosos da humanidade, outras inúmeras passagens condenam os pecadores, que não se arrependem de seus maus caminhos.

    • Clamando, se os coitadinhos dos crentes estivessem no seu canto rezando, não haveria problemas, mas muitos querem impedir direitos dos gays se casarem no civil e terem os mesmos direitos de qualquer pessoa, pra que isso? ah, mas a religião é contra! problema seu! você não precisa se casar com gay pois tem sua liberdade mas não o bom é não tentar banir direitos de pessoas que não possuam a mesma crença que a tua. Mas você fala de direitos para bixas né? Pois, é homossexual é cidadão, pra você pode ser um lixo, mas é cidadão, pra você pode ser aberração, verme, diabo, drogado mas é cidadão porque soa, trabalha, paga suas contas no final do mês assim como qualquer pessoa. O dia que algum gay tentar tirar direitos de cidadãos evangélicos, aí sim você poderá reclamar!

        • Fernando, tenho uma notícia ótima pra você! Os homossexuais agora podem se casar mas os héteros também podem, olha que incrível!!!!!!

          Ah, meu corpo não tem nada de errado mas não vou discutir isso por causa da sua capacidade!

      • Diogo, na Inglaterra por exemplo a união civil foi liberada, agora os gays estão processando as igrejas porque elas estão negando realizar casamentos de gays.. a meu ver o que está acontecendo no Brasil, é pra evitar esse tipo de coisa, se der a mão vão querer o braço.

        “O dia que algum gay tentar tirar direitos de cidadãos evangélicos, aí sim você poderá reclamar!”
        Não é isso que está acontecendo ?

        • Sou gay, mas essa estória de gay querer se casar em igreja cristã é uma palhaçada e sou o primeiro a questionar o fato, caso eu me encontre com algum casal que tenha esta intenção. Gays e igrejas cristãs, judaicas ou islâmicas jamais poderão se misturar.

          • Também acho isso aí palhaçada, mas é o que está acontecendo…
            Outra coisa, discordo do que vc disse a respeito de gays e igrejas. Se um gay quiser frequentar uma igreja, não acho errado, pra buscarmos a Deus não precisamos ser “perfeitos” ou “santos”.
            Só porque o pecado de um é diferente dos pecados dos demais, não quer dizer que deve-se exclui-los.

        • Jeann, sou gay mas também sou contra casamento homossexuais em igrejas já que a religião não aceita! Ah não ser se a igreja aceita como aquela voltada para homossexuais ou em centros espíritas ou candomblé. Porém o caso que você cita é somente um casal que quer e não uma grande multidão. Seria um problema se juntasse milhares deles exigindo isso. Mas oi que eu discuto é o casamento no civil, quando por exemplo Malafaia juntou milhares de evangélicos em Brasília contra o aborto e o casamento gay! Poxa, querer tirar direitos dos outros não dá né. Nessa época acabava de ser permitido no Brasil o casamento gay, em março, em acho e aí me junta essa gente contra o direito desses cidadãos que se casando não vão interferir no direito do hétero se casar, aí não dá, né!

          • Diogo, por enquanto é um casal apenas, mas o problema é que sendo aprovado vai ter muitos pastores e padres sendo acusados de homofobia ou discriminação por isso. Querendo ou não, uma coisa leva a outra, apenas por isso essa luta contra.
            Se tivéssemos respeito mútuo não teriamos este problema.

      • DIOGO
        JÁ FAZ TEMPO QUE POSTAMOS JUNTOS AQUI, E VOCÊ SABE QUE NÃO SOU HOMOFÓBICO. TAMBÉM SABE QUE NÃO SOU CONTRA A UNIÃO ESTÁVEL DOS GAYS. MAS SIM SOU CONTRA A ADOÇÃO. TAMBÉM NÃO SOU CONTRA O DIREITO A HERANÇA E PLANO SOCIAL ( SUS ) NEM CONTRA QUALQUER DIREITO QUE SEJA DADO A QUALQUER OUTRO CIDADÃO…AGORA SOU CONTRA TAMBÉM A MORDAÇA QUE QUEREM COLOCAR NOS CRISTÃOS , MORDAÇA ESTA QUE NÃO IMPEDEM VOCÊS DE FALAREM O QUE QUEREM DOS PASTORES DAS IGREJAS DO PRESIDENTE ,OU SEJA, DE QUEM QUER QUE SEJA. E AINDA MAIS DIREITOS ESTES ACIMA DE CIDADÃOS QUE COMO DIREI, QUE SOFREM REALMENTE ..VEJA AS CRIANÇAS…TEM SEU ESTATUTO…MAS ESTE SÓ SERVE PARA OS MENORES INFRATORES OU SEJA PROTEGER OS BANDIDOS…OS INDEFESOS MESMOS ESTES NÃO TEM PROTEÇÃO DO ESTADO E DA LEI SOFREM ABUSOS E SEUS ALGOZES SAEM PELA PORTA DA FRENTE DA DELEGACIA. AS MULHERES TAMBÉM…SÃO ESPANCADAS ASSASSINADAS TODOS OS DIAS AS CENTENAS…E A LEI PRIVILEGIA SEUS ALGOZES…SÓ DEPOIS DE MORTAS SÃO JULGADOS E MESMO ASSIM MUITAS VEZES SOLTOS AINDA AMEAÇAM A FAMILIA DESTAS MULHERES…TEM TAMBÉM OS IDOSOS TEM SEUS ESTATUTOS E ESTÃO JOGADOS A PRÓPRIA SORTE, TEM TAMBÉM OS CIDADÃOS HETEROS QUE TODOS OS DIAS SAEM PARA TRABALHAR, E NÃO SABEM SE VOLTAM PARA CASA, TEMOS MÉDICOS E EQUIPES QUE TRABALHAM SEM CONDIÇÕES , PACIENTES QUE MORREM NOS CORREDORES E DO LADO DE FORA DOS HOSPITAIS, TEM EDUCADORES QUE RECEBEM SALARIO DE FOME, TEM POLICIAIS QUE TAMBÉM PASSAM FOME E AINDA NÃO SABEM SE VOLTAM PARA CASA ENFIM..A SOCIEDADE DE UMA FORMA GERAL, ESTA A MERCE DE UM GOVERNO LADRÃO E CORRUPTO….VOCE NÃO ACHA DEMAIS QUEREREM BENEFICIOS ACIMA DOS CIDADÃOS COMUNS…A MESMA LEI QUEE PROTEGE A CRIANÇA O VELHO A MULHER O HETERO ..TAMBÉM PROTEGEM VOCES
        QUERER UMA LEI PARA ABUSAREM A COMUNIDADE COMO FAZEM UMA ALA GAY E QUERER INDENIZAÇÃO E QUE SEJA CRIME INAFIANÇAVEL VEJA BEM É PIADA

        • O único projeto que se parece com isso rodando na comissão do nosso Feliciano é o projeto que criminaliza a heterofobia. Eu acho isso muito necessário porque todos os dia lemos notícias que pais espancam e quase matam seus filhos por serem heterossexuais, cadeia nesses héterofóbicos!

    • E o 666 o Cumulo da maldade, estamos de um jeito que se não houver providencias serias das autoridades, a coisa tende a piorar, mas as próximas eleição esta ai e a esperança e tirarmos estes políticos deste poder maligno e nefasto, e vamos ver no que se dará

      • RAPAZ SE ARREPENDIMENTO MATASSE EU ESTARIA MORTO. DIZER QUE LUTEI CONTRA O REGIME MILITAR IMPOSTO AO BRASIL E CONTRA O A.I 5 . NÃO SE VIA EST5A DESORDEM QUE ESTA AI, JOVEMS ATÉ ALTAS HORAS NAS RUAS , DROGAS PONTOS DE DROGAS TRAFICO MENORES ENVOLVIDOS EM ROUBOS E ASSASSINATOS DESRDENS TUMULTOS, ERAM COISAS QUE A SOCIEDADE NÃO CONHECIA…ATÉ VIADO GAY OU PEDERASTAS COMO ERAM CONHECIDOS NA ÉPOCA TINHAM UMA VIDA DISCRETA ERAM AMIGOS DA SOCIEDADE,,,COMO SE DIZIA CABELELEIROS MAQUILADORES , AMIGOS DAS MULHERES, AGORA VIROU SACANAGEM…VOLTA REGIME MILITAR EU ERA FELIZ E NÃO SABIA..PODIA SE ANDAR NAS RUAS COM PAZ E TRANQUILIDADE OS PARQUES PODIAM SER BEM APROVEITADOS …ATÉ MESMO A NOITE…..QUE SAUDADE….O RUIM É QUE TAMBÉM REPRIMIAM OS INTELECTUAIS A MUSICA O TEATRO E ATÉ MESMO A IGREJA SEMPRE TINHA ALGUÉM DO DOPS DENTRO ESPIONANDO

        • CLAMANDO nesta época nos estávamos de lados oposto pois sou um ex combatente do exercito brasileiro em plena ditadura militar, e com toda sinceridade tenho uma saudade danada da caserna tempos bons

      • EU estava la no famoso 12 RI decimo segundo regimento de infantaria 1973,74,75 comandante coronel Armando Vilar Pitaluga tempos bons que saldade tenho do quartel o famoso dose RI em BH estávamos em lados opostos já pensou como o mundo da voltas hoje a tantos anos depois estamos lutando pelos mesmos ideais, não e uma ironia do destino? o meu ultimo comandante o general figueiredo um dia antes de entregar a presidência disse em rede nacional que o povo brasileiro iria sentir saudades de nos os militares, não me esqueço disso nunca

        • ele não mentiu, veja como esta o país, ele com os outros construiram as estradas e itaipu entre tantas coisa, claro me lembro quando rapaz, fui expulso de casa por meu pai quando aceitei jesus, morava em um ap. quase sem móveis. e andei envolvido com o famigerado pc do b heheh, tinha em minha casa um farto material de militancia, e um amigo que estava me esperando viu que eles me vigiavam, e disse para tirar o material…combinamos e a noite quando sai com uma turma, outro foi la e tirou tudo…hehehe noutro dia chegando me abordaram entraram vasculharam tudo, não achando nada , me levaram para o dops…la me deram uns tapas e quando perguntaram quem era meu pai..deram um tempo e chamaram o velho, nesta hora que vejo pai é pai…meu pai era um homem que quando dizia algo não voltava atras, ele havia jurado que se um dia eu ou meus irmãos fosse preso ele nunca iria a uma delegacia…mas foi e me tirou..saindo não deu adeus não perguntou nada , segui seu caminho e eu o meu..anos mais tarde. nos encontramos em uma av. famosa onde eu morava, rapaz fiz que não vi apertei o passo e ele gritou..eu sei que me viu pare;;;;heheheh rapaz não tinha medo do dops como do meu velho…o cara impunha respeito…parei ele me abraçou e pediu para voltar para casa, mas não tinha mais jeito…só comecei aos domingos almoçar em casa, claro nunca me pediu desculpas ou aceitou minha decisão de aceitar JESUS….que DEUS o tenha em bom lugar
          MEMÓRIAS DA DITADURA….QUER SABER SOBRE O PC DO B,,,,CONTO EM OUTRA OPORTUNIDADE…

          • OK hoje podemos falar abertamente, também quero te falar de nossas manobras ante guerrilhas, de lugares que íamos em busca de subvercivos

    • dayana, chama o coelhinho da pascoa, pra orar junto ao Feliciano, e abraçar os gays em amor de Cristo.
      Não seja boba menina, Feliciano e Silas, não tem o amor de Cristo a muito tempo em seus corações, mas sim amão a fama e o poder.

  2. Gays são como ratos,baratas,mosquitos só servem para espalharem doenças.
    Quem bateu ta de parabéns.
    Tem que pegar um porrete cheio de pregos e descer a pancada.hehe

    • ex. Lucifer e seus demônios te esperam no inferno, você e muitos crentes que vejo neste, site.
      Aceite Jesus homem, você e os fundamentalistas que se identificarem.

      • André, com relação aos ataques por meio da televisão, nem o Clodovil, com sua postura escrachada, fazia isso com os evangélicos. Hoje, com o exemplo dado por Silas Malafaia e Marco Feliciano, com certeza destilaria todo o seu veneno contra eles.

  3. Os gays fazem suas manifestações,onde e como querem,e os crentes nunca invadiram tais manifestações,pois é um direito legítimo deles fazerem manifestações.A gora eles os gays,podem invadir os cultos dos crentes,causar tumultos,afinal o “direito ” está so do lado deles,no Brasil agora é assim so temos direito se estivermos de acordo com o homossexualismo.Daqui a puco não vamos mais ter direito de fazer cultos,pois so os homossexuais terão direito de fazer reuniões.

    • Orlando vocês está enganado, quem começou a perseguir os gays, na TV?
      Nas ruas, nas praças, em placas???
      Foram vocês fundamentalistas, agora vão ter de aguentar.

  4. Terrível e coloca terrível nisso, a que saudade do Iraque quando ainda era um pais, os muçulmanos são errados na doutrina de em relação a Deus, mas em relação a isto se fosse em uma mesquita não sobrava nem os trapos

    • As três religiões abrâamicas discriminam os homossexuais. Os judeus, que desde os primórdios da civilização sofrem preconceitos, também discriminam os homossexuais. Parece que o holocausto judeu não foi suficiente para dar-lhes uma lição de como se sente uma pessoa discriminada.

  5. OLha ai meus amigos e irmão O PRECONCEITO RELIGIOSO ESTAMPADO!!! OS ATIVISTAS GAYS INVADREM NOSSOS CULTOS EM DIA DE MUITA ALEGRIA EM QUE A IGREJA DE SANTARÉM COMEMRAVA SEUS 85 ANOS E ESSES BANDOS DE BADERNEIROS FAZEM GRITARIAS NA HORA QUE O PASTOR ESTAVA PREGANDO A PALAVRA DE DEUS E O MINISTÉRIO PÚBLICO AINDA OS PROTEJE!!!!!!! ATÉ QUANDO A JUSTIÇA BRASILEIRA VAI DEIXAR DE AGIR E PROTEJER NOSSOS DIREITOS AO CULTO..NÓS EVANGÉLICOS NÃO SAÍMOS POR AÍ INVADINDO BOATES COMO ESTÃO FAZENDO CONOSCO!!! NÃO VAMOS NOS CALAR..VAMOS BRIGAR POR NOSSOS DIREITOS , SOMOS APOIADOS PELA CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA…EXIGIEMOS NOSSOS DIREITOS!!!

  6. Os gays podem quebrar tudo, ficar pelado em praça pública, dar beijaço em frente a uma igreja, xingar e tripudiar qq um, entrar em templos e fazer revolução homossexual, q não podem fazer nada contra eles, pois serão acusados de homofobia e agressão a homossexuais… É brincadeira…

  7. O ódio evangélico se revelando, como a diz a palavra de Deus “não a nada escondido que não venha a ser descoberto”

    casais homossexuais se beijar, dar as mãos em praça publica, agente vê todos os dias em praças públicas e shoppings em cidades desenvolvidas como curitiba, Florianópolis e São Paulo, comum pois os casais heterossexuais não só se beijam e dão as mãos, mas quase transão em praça pública.

    Mas agressão desproporcional e crime, e os pseudo ungidos, serão julgados, pela justiça dos homens como Jesus nos ensinou.

  8. Vejo de ma
    neira trsite, neste site, jovens cristãos falando até em morte aos homossexuais.
    E tudo por culpa de Malafaia e compania, não vejo um fututo bom para está guerra, logo a gente verá crente matan do gay, e a vergonha para a igreja será mais terrível do que é hoje.

    Quem sabe teremos de chegar a este ponto, para estes pregadores de ódio, serem desmascarados pela população, Malafaia, está preparando terre3no ao pedir para crentes não denunciar Pastor ques eja bandido, estuprador, ladrão etc, a coisa ta ficando feia

    • Gays e evangélicos, apesar de não se tolerarem, se aturavam. Essa guerra começou quando Silas Malafaia e Marco Feliciano, para ganhar prestígio político, passaram a desferir ataques diretos contra os gays. Aí a guerra começou e imagino que vá piorar. Afinal, paciência tem limite.

      • Quem quer gerra? paciência tem limite? Só irei lembra-lo quem em 2020 os evangélicos segundo o IBGE serão maioria no Brasil. Se vc quer gerra está escolhendo o povo errado. No entanto somos de paz e contra a violencia, então vou orar por vc.

  9. Existe uma denúncia gravíssima contra esse movimento. POR VOLTA de 300 milhões já foi desviado pra promover essa cambada. Dizem que começou com o Lula, e continua. Se isso for verdade, o Brasil está correndo sério risco. Quem pode combater uma raça ruim dessa com tanto dinheiro? Polícia, justiça, ministério público, poderes …, todos em prol desses desalmados, aí fica difícil.

  10. Já estou achando que a PL 37 deveria ter sido aprovada mesmo.
    Não é possível que membros do nosso Ministério Público tenham tempo para se envolver com pessoas que, comprovadamente, procuram a baderna e o confronto.
    Estranho que, segundo a matéria, o Ministério vai ouvir os gays e a polícia, vai requerer exames apenas dos gays. Se realmente houve agressões, o que eu estou duvidando, será que só as bibas foram agredidas? Afinal, quem agrediu primeiro? E a agressão moral não é levada em conta? E os direitos constitucionais de culto onde ficam? Ah!!!! se isto fosse na BRASIL……

    • Agressão Moral? E o feliciano atacando gays com frases absurdas como aids é o câncer gay, gays levam ao ódio, ao crime e a rejeição. Quem começou a querer aparecer foi ele, porque até ano passado ninguém sabia (pelo menos eu) quem era Marco Feliciano mas sabe como eu o conheci? Certo dia, abri o google e lá nas notícias estavam “Pastor diz que AIDS é o câncer gay”, foi a primeira notícia que eu li sobre esse homem. Ah mas ele tem liberdade de expressão como todos? Sim, mas isso machucou muita gente e agora, onde fica a agressão moral? Se ele enfrenta protestos ele pediu por isso, agora aguenta!

      • … que os gays destroem famílias. Pessoas como Marco Feliciano e Silas Malafaia fazem da questão homossexual seu tema de campanha, não evangélica, mas política. Só um cérebro atrofiado não consegue enxergar isso. Os gays, inteligentes, conseguem.

      • Diogo.
        Vamos combinar o seguinte: Qualquer um pode criticar aquilo que acha errado. Qualquer pessoa é passível de críticas. Até onde sei, tanto o Feliciano quanto o Malafaia Usam os meios de comunicação, pagos, ou os templos deles para fazerem isto. Qualquer Gay pode criticá-los, dentro do seu espaço, o que não pode é vilipendiar um local protegido pela lei, Até onde sei, nem Malafaia nem Feliciano se puseram na frente de uma boate gay com alto-falantes e outros instrumentos para perturbar as atividades ali exercidas.
        Ademais, o Feliciano não inventou essa de que a aids é uma doença originalmente atribuidas às práticas homossexuais. Foi a ciência. É certo que, hoje em dia, em nome do “politicamente correto”(leia-se: hipocrisia institucional) já não se possa mais divulgar isto.

          • O Alfeu Marcon ainda não saiu da década de 80, quando foi critado mais um estigma sobre os homossexuais. Hoje, até crianças recém-nascidas contraem o vírus, portanto, geradas por heteros, mas ele ainda não se deu conta disso. Isso que dá quando as pessoas não estudam.

    • Diogo.
      Leia um pouco melhor.
      No último parágrafo eu escrevi “ORIGINALMENTE”, não escrevi “atualmente”. Pegue um dicionário e vais entender o significado de originalmente.
      A aids é sim uma doença que se originou das, ou nas relações entre pessoas do mesmo sexo. Não sou eu nem o malafaia quem afirma isto. É a ciência.

  11. Se alguem souber o email do “engavetador geral da republica” Roberto Gurgel, me passe por favor

    Quero lembra-lo Que de cacador ele se tornara caca quando deixar a PGR

    E melhor ele abrir o olho porque nos nao vamos esquecer o nome dele tao facil

  12. o ministério publico vai investigar uma suposta agressão, e como fica a invasão do templo enquanto os fies estava reunidos, isso deixa pra lá?……..covardia

  13. Quando os fundamentalistas, aceitarem o livre arbítrio que os homossexuais e toda a sociedade tem, e respeitar que essas pessoas, não aceitam a interpretação errônea da bíblia feita por estes fundamentalistas, da bíblia Viva traduzida por Malafaia.
    E pararem de se preocupar com o traseiro dos outros, está guerra acabe.
    Mas como Silas, Feliciano e outros oportunistas se aproveitam da agustia por que passam milhões de homossexuais, neste país, muitos, médicos, professores, advogados, vendedores, pedreiros, e claro alguns que se prostituem por serem escurraçados de suas famílias por serem gays (maioria família evangélica).
    E este políticos se promovem em meio a tal situação, esquecem que não estão lutando somente contra travestis nas ruas, mas contra uma população inteira, que tem amigos, e família heterossexual que não concorda com toda está palhaçada.
    Fariseus até quando vos suportareis.

      • Pra você estudar marcos oliveira:
        Bom, a clareza depende de como lemos e interpretamos determinado texto. Uma das regras da Hermenêutica é comparar versículos paralelos – ou seja, que tratem do mesmo assunto – para esclarecer termos obscuros. É aí que os acusadores ficam encurralados! A condenação do sexo entre homens ainda encontra certo número de textos para embasá-la. Mas o que dizer do sexo entre mulheres? Além de Romanos 1.26, nada mais há nas Escrituras que se refira a ele. Se Paulo condena aí a orientação homossexual, comum a homens e mulheres, por que não fez o mesmo em outros textos? Uma coisa, porém deve ficar muito clara: as razões do sexo homogenital masculino condenado na Bíblia não são as mesmas de hoje. Mas esse é um assunto para outro artigo!

        É interessante notar como os acusadores esquecem-se por completo do contexto de seus versículos-bala! Ignoram as regras da hermenêutica e da exegese e depois nos acusam de manipular as Escrituras! Bom, mas vamos ao texto em questão:

        26 – Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
        27 – E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.

        Para analisar corretamente esse texto, precisamos de dois princípios da hermenêutica e da exegese: o contexto textual e sociocultural.

        Quando analisamos o contexto textual, percebemos que os versículos 26 e 27 de Romanos 1 não são independentes, mas têm o seu conteúdo específico iniciado a partir do versículo 18: a impiedade dos homens e a supremacia de Deus em relação à Criação. A idolatria é um dos temas centrais, o que fica evidente entre os versículos 23 a 25 (Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém). O Versículo 26 inicia-se com a expressão por isso, ou seja, explica porque aqueles atos antinaturais foram cometidos.

        A idólatra Roma servia a muitos deuses, bem como cultuava o hedonismo – o prazer como bem supremo. Paulo faz uma análise das consequências dessa realidade tão abominável diante de Deus. Uma das práticas comuns aos cultos romanos era a prostituição cultual. Ali, homens heterossexuais se envolviam em rituais homossexuais, o que justifica a expressão: deixaram a relação natural com a mulher. Ou seja, homens heterossexuais, trocaram uma conduta sexual que lhes era natural por outra, contrária à sua natureza, ou seja, uma prática homossexual, simplesmente como fonte de prazer e de expressão ritualística.

        Quanto ao sexo entre mulheres, o texto de Paulo não é definitivo em afirmá-lo, havendo, inclusive, quem acredite que o Apóstolo mencionava o sexo anal heterossexual. Essa interpretação perdurou durante toda a Idade Média. Tudo indica, porém, que o texto esteja fazendo referência a duas cerimônias comuns entre os romanos daquela época: o culto a Dona Dea – restrito às mulheres, inclusive com a prática de cópula com animais; e o culto a Baco, ou bacanais, em que o incesto era parte dos ritos de iniciação. Todas essas práticas eram contrárias à natureza segundo o pensamento judaico, para o qual a função principal do sexo era a procriação.

        O texto faz menção a relações contrárias à natureza praticadas em um contexto bastante específico: a adoração de ídolos. Nenhuma ideia há que reflita as relações homoafetivas e monogâmicas da sociedade atual.

        O texto fala de homens e mulheres que praticaram perversões sexuais específicas, contrárias a sua natureza. Homens de orientação homossexual nunca deixaram a relação natural com a mulher (v.27), simplesmente porque isso nunca lhes foi natural! O sexo entre mulheres não está em questão visto que a penetração e a semente (exclusiva dos machos, segundo a visão da época) eram necessárias para que um ato fosse considerado de natureza sexual.

        Alguns leitores podem estar pensando: “que nada, essa interpretação é forçada! Vocês estão deturpando a Bíblia para ajustá-la às suas práticas homossexuais!” Bom, para provar que essa análise não é invenção de teólogos gays, vamos ver o que diz o comentário da Bíblia de Estudo Dake, CPAD, sobre esse texto:

        “… Esse tipo de idolatria tem sido a raiz de toda imoralidade abominável dos pagãos. Os ídolos têm sido os padroeiros da licenciosidade (vv. 23-32). Quando davam forma humana a seus deuses, eles os dotavam de paixões e desejos e os representavam como escravos de infames perversões sexuais e como possuidores de poderes ilimitados de satisfação sexual. Deus permitiu que eles se entregassem a pecados homossexuais e perversões desse tipo.”[1]

        Entretanto, não faltam tentativas de alterar o que Paulo escreveu. Vejam como a Nova Bíblia Viva, Editora Mundo Cristão, Edição 2011, traduziu Romanos 1.26:

        “Esta é a razão pela qual Deus os entregou a paixões pecaminosas, a tal ponto que até suas mulheres se voltaram contra o plano natural que Deus tinha para elas e cederam aos pecados sexuais entre elas mesmas.”

        Bom, diante de tudo o que expusemos, deixo uma pergunta aos nossos acusadores: Quem está deturpando a Bíblia para ajustá-la às suas crenças?

        Quer aprofundar esse estudo? Não deixe de ler o livro “Bíblia e homossexualidade: verdade

        • EXCELENTE TEÓLOGO!!!!!!
          MAS UM POBRE DE ESPÍRITO!!!
          VOCÊ NÃO TEM QUE DEMONSTRAR, DAR UMA RESPOSTA A NINGUÉM NÃO MEU NOBRE GARANTO QUE DEUS TE CHAMOU PRA FAZER PARTE DE UMA GERAÇÃO INFORMADA SIM, MAS VEJO QUE VOCÊ É MUITO INTELECTUAL E POUCO ESPIRITUAL.

    • Concordo plenamente com você, André. Bíblia para quem precisa de Bíblia. E os que precisam de Bíblia se veem na obrigação de empurrar esses princípios ultrapassados para quem não tem essa necessidade.
      Ora, os crentes estão salvos, beleza! Eu quero ir pro inferno. E aí?

      • E o que você faz em um site evangélico? Isso tem um nome! muito trabalho na empresa e pouca vontade de fazer, fica enrolando o chefe e dando opinião de um assunto que não entende ou acha que entende!

      • Roberto, prefiro viver sobre princípios ultrapassados do que achar normal uma criança por exemplo: dançando quadradinho de 8, o creu, falando palavras obscenas, aos 12 anos sendo pai ou mãe, jovens enchendo o caneco e fazendo merd… no transito, estuprando e matando.. dando para o namorado e postando no face.. o que mais de esperto pessoas modernas como você fazem meu querido? Me ajuda ai!…
        há é estava me esquecendo.. protestar por liberdade quebrando e chutando símbolos religiosos falando palavras obscenas e pelado ainda.. depois ir na tv e falar que não concorda com o vandalismo.. resumindo,.. povinho moderno é safado e sem vergonha.. isso é falta da mãe e do pai ter pego uma vara de marmelo e sentar no traseiro! vcs são um povinho mimado que estraga a sociedade.. se fossem tão bons o mundo estava top e não tínhamos trabalhadores e pessoas de bem sendo oprimidas por vcs povinho sem principio algum.

        • Isso não tem nada a ver com princípio, mas com formação familiar, que independe de religião. Eu nunca apanhei de vara de marmelo do meu pai falecido, no entanto, tinha o maior respeito e admiração por ele. O mesmo não posso dizer da minha mãe que me batia.

    • André,

      Algum dia você teve o trabalho de ler a bíblia sagrada?
      Meu caro, não sei se você acredita ou não em Deus, mas gostaria de dizer a você que na bíblia em 1° Coríntios cap. 6 verso 9 em diante ela nos deixa bem claro que nem os afeminados, nem os sodomitas herdarão o reino de Deus, isso é, a salvação de suas almas..
      O que é uma pessoa afeminada? O que é um sodomita? Acredito que você é inteligente o bastante para saber ou procurar saber.
      Meu caro, não concordo com determinadas atitudes de “lideres” religiosos e nem os tenho como tal por descordar de sua teologia muitas vezes distorcida, pois eu como protestante (evangélico) não estou em busca de coisas materiais e sim da salvação da minha alma, mas deixo um recado para ti.. não discuta sobre o que não entende, não queira “empurrar” garganta abaixo seus pecados, sua libertinagem.. tu no mínimo nunca entrou em uma verdadeira igreja protestante, nunca teve o mínimo de contato com a tal.. Não tenho nada contra a pessoa e sim contra o ato! Podem querer discutir com homens, porém gostaria de saber o que diriam a Deus? Vivam em seu pecado.. Deus deu ao homem livre arbítrio, porém meu caro não queira obrigar os seguidores de Cristo a se calar e aceitar seus atos errôneos..
      Casamento? Adotar crianças? Querem multiplicar o pecado neste mundo? acredito que já tem o bastante! Se você nunca se deu o trabalho de ler a bíblia então leia, estude, entenda e para de ficar botando moral onde não tem! E se os gays estão oprimidos, humilhados, descriminados.. aqui vai o remédio baratinho.. é só criar vergonha na cara!

      • Fernando, o mesmo livro em que você se baseia para vomitar todo o seu preconceito contra os homossexuais trata da sujeição da mulher ao homem e as proíbe de falar nas igrejas, “conforme ordena a lei”. No entanto, hoje já existem mulheres pastoras, bispas, e outros títulos religiosos de impacto para enganar os incautos. Portanto, seu livro sagrado apresenta vários pesos e várias medidas. Me ajuda, aí, vai!

        • Agora entendi… sua competência para ler o capitulo e verso corretos e compreende-los é zero… burrinho em colega.. mas enfim quando Jesus voltar convence ele.. se tiver tempo pra abrir a boca.

          • Fernando, lá vem você com essa estória de compreensão pelo contexto histórico (que argumento mais pífio). Essa lenga-lenga eu já sei de cor. Não seria mais fácil e honesto admitir esses absurdos bíblicos? Até hoje tem evangélicos que se manifestam contra essa liberdade feminina para dirigir cultos. O problema da bíblia é que cada pastor tem a sua própria interpretação, daí vira essa verdadeira torre de Babel, onde cada um fala uma língua. Se vocês próprios não se entendem, como querem que os “hereges” os entendam? Acho muita presunção

      • Querido sou cristão a mais de 15 anos, mas não fundamentalista, já dei aula em escola dominical, durante anos, e claro li várias vezes a bíblia.

        Mas não é pelo fato de que em Levítico mencionar sobre as várias abominações, inclusive de se fazer a barba, que deixarei de fazer, a barba ou comer camarão.
        Mesmo porque a verdadeira tradução de “abominável” é não usual. e no caso para a época o que se aplica a todas as abominações.
        Ou você vive e prática toda a Lei??
        Acredito que não, você esqueceu todas as abominações, só as contra os gays, que não pois ela te convém, hipócrita.

        • A mais de 15 anos… etc etc etc… Jesus disse: “Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem” (Mt 7.6). Vou seguir esta palavra, pois é tempo perdido falar com pessoas que querem se afundar em seus equívocos…
          Lamentável..

          • O Congresso Nacional deveriam criar uma lei para obrigar os fundamentalistas evangélicos a se submeterem a tratamento compulsório numa casa de recuperação para viciados em evangelização, repleta de imagens de santos e orixás. Todos os psiquiatras deveriam ser gays. Aí, ou o paciente se curava ou ficava louco de vez. Pena que não haja uma bancada gay, ateia ou candomblecista no congresso para forçar a aprovação dessa lei.

    • André eu não tenho nada com seu comentar, você tem todo o direito de colocar aqui sua posição de tudo isso, agora convenhamos dizer interpretação errada da bíblia, cara você salto um rio, a bíblia e claro sobre este assunto, não tem como fugir e tudo isso mesmo que você ou já leu ou ouviu falar, o respeito cabe em todo lugar, eu conheço muitos gays que nunca faria e nem participa destas bagunças, aqui mesmo perto de casa tem dois deles declarados nunca houve reclamação contra eles, nunca deixam de um bom dia ou uma boa tarde, para todos que passam perto deles pois são conhecidos de todos aqui de minha rua, veja que dentro desta classe tem pessoas idôneas e responsáveis, se você quer defender você teria que estar defendendo os corretos não os bagunceiros e aproveitadores, não fique com raiva por te falar assim mas esta e a verdade so se você não quer enxergar a verdade

  14. Vivemos um caos moral, onde pessoas sem pudor que não se dão respeito e nem respeito os outros querem privilégios, agridem a sociedade com suas perversões e imoralidades e temos que aprovar seus comportamentos, é lamentável, tentam de toda maneira enfiar na cabeça de nosso filhos seus comportamento, não questiono a homossexualidade em si cada um faça o que quiser de sua vida, o que questiona é a depravação de pessoas que se dizem representar a homossexualidade, o que questiono é um grupo organizado que arranca milhões do governo federal pra se beneficiar embolsando muita grana (dinheiro publico) por que o ministério publico não foi atras dos depravados que fizeram a manifestação em praça publica nus com crucifixo e como se tivessem fazendo sexo com as imagens e depois quebraram as imagens na visita do papa no Rio de Janeiro, agora vai um grupo de religiosos manifestar em uma macha gay, coitados destes, cade o ministério publico para investigar os religiosos que foram agredidos e o video esta na internet no sul do pais, isso é uma palhaçada.

  15. os caras passam por cima da constituição e ainda vão ser protegidos pela mesma lei que não respeitaram só no brasil só rindo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  16. Normalmente são promotores gays, pois há e muitos promotores homossexuais e conheço alguns amigos meu que ja sairam com alguns promotores gays aqui do estado do RN. Esses gayzistas que desrespeitas igrejas protestanes e católicas, deveriam mesmo eram serem espancados e pendurados pelos culhões (ovos) em praça pública para servirem de exemplo para os demais, incluindo aí os promotores bichas tambem e juizes baitolas iriam juntos nessa leva. So assim aprenderiam a respeitarem as opiniões contrárias e tambem respeitariam os locais de culto.

    • Também conheço alguns juízes e promotores gays. Que classe inteligente, hein! Enquanto isso, crentes se veem na obrigação de pagar dízimos, na esperança de conseguir melhores condições de vida.

      • Todos errados, gays fiquem na sua e continuem morrendo de depressão, alegres no publico mais no intimo sem vida, sem graça.
        Votei no Marcos Feliciano, arrependi, perdemos um grande pregador, e criamos mais um politico, quer um conselho pessoal sou cristão vote um cristão sim, porém aqueles que são da sua região, que poderão trazer alguma coisa para ela.

        • Evandro, os gays só sofrem de depressão se estiverem em conflito com sua sexualidade. Senão, vivem muito bem, obrigado. Depressivos são muitos evangélicos que eu conheço, pricipalmente esses que pulam de igreja em igreja, buscando um pastor que diga palavras que possam dar paz aos seus espíritos conflituosos e repletos de angústias. Eu nunca precisei recorrer a nenhum pastor para resolver meus problemas pessoas. Sabe por quê? Porque sou forte.

  17. rapaz interessante o comentario de uma pessoa que disse que os ativistas gays tem razao em invadir a igreja e fazer o protesto, engano dela o direito ao culto é inviolável voçes nao podem ir entrando na igreja para protestar , porque nao fizeram o protesto na frente da igreja sem nenhum problema, e porque afrontar a igreja dentro do templo, agiu muito bem a policia e os seguranças, muito bom mesmo

  18. Jeann, GAY ——> IGREJA = Conflito. Prefiro viver se igreja e em paz. Sabe onde encontro o divino? no meu contato com a natureza. Você já sentiu a energia boa que nos envolve quando você abraça uma árvore e escuta o canto dos pássaros? Experimente.

    • Roberto, conheço várias igrejas que não recriminam os gays, claro sempre se tem exceções, mas em algumas tem gays que frequentam também… se um fofoqueiro ou mentiroso pode frequentar, pq um gay não pode ? Pecado é pecado, todo mundo peca.

      Gosto da natureza também, mas se você já sente a “energia” boa com a natureza, coisas que o próprio Deus criou, imagina o que vc não sentiria conhecendo o próprio Deus. Deverias tentar, não tem nada igual a sentir a verdadeira presença dEle em QQUER lugar.

  19. André.
    Aqui no Brasil, onde eu vivo, é sim o PT, com as suas “Martas” que lutam desesperadamente para que os gays tenham privilégios. Eu disse privilégios, e não igualdade, porque igualdade a nossa constituição já garante a todos, inclusive a eles.
    André, veja se isto é igualdade. Se eu sair às ruas usando apenas cuecas ou menos que isto, e em determinado momento eu resolvo baixá-las, apenas por um instante, com certeza serei preso e responderei por isto. Já, se um traveco fizer isto, será apenas o exercício de um “direito”.
    Tu sabes que eu não estou exagerando, pois isto ocorre em todas as paradas gays.
    André. Já remos pastores respondendo judicialmente por se negarem a efetuar cerimonia religiosa de casamentos homoafetivos. Tu achas correto? É claro que os gays não querem benção nenhuma, eles querem apenas tumultuar, desafiar. Estão loucos à procura de confusão, para poderem “acionar” a lei contra qualquer um que ouse se opor às suas loucuras.
    Quanto ao termo “opção” sexual, (termo que eu não usei) são eles mesmos que gostam de usá-lo, quando dizem: Ninguém tem nada a ver com minha ‘Opção” sexual.

  20. Finalmente chegamos aos últimos textos bíblicos que supostamente condenam a homossexualidade. Encerramos, com este artigo, a série de estudos que visam a desmitificar a ideia de que a Bíblia reprova a homoafetividade, como a conhecemos em nosso tempo e cultura.
    O apóstolo Paulo foi o único escritor do Novo Testamento a fazer menção a atos homossexuais – entre homens, apenas, como já foi comprovado. O silêncio dos Evangelhos, dos Atos dos Apóstolos, das Epístolas Gerais e do Apocalipse comprova que seus escritores estavam preocupados com outras questões, e o fato de apenas Paulo mencionar atos homossexuais – por 3 vezes, apenas – é indício de que os atos homogenitais não constituíam um tema central da abordagem e do conceito de pecados sexuais.

    Na verdade, duas palavras utilizadas nessas ocasiões por Paulo são razão de grande controvérsia entre os eruditos. A maioria das traduções protestantes em língua portuguesa está baseada no trabalho de João Ferreira de Almeida. No Brasil, o trabalho de Almeida ainda é referência para muitos cristãos. Nos últimos anos é que outras traduções vêm ganhando o mercado editorial em terras brasileiras, o que representa uma mudança significativa, também, no sentido de alguns textos. Há avanços e retrocessos em tais traduções, das quais se destacam a Bíblia Judaica e a Bíblia A Mensagem, ambas da Editora Vida.
    A grande chave para se rejeitar tais textos como referência à homossexualidade é a dificuldade em saber com certeza o significado das palavras cujas traduções mais consagradas são “efeminados” e “sodomitas”. Tais palavras no original grego são, respectivamente: malakoie arsenokoitai. Há dezenas de traduções para ambas as palavras, o que prova a incerteza dos eruditos sobre o que elas realmente significam no texto original. Palavras e termos como “devassos”, “travestis”, “catamitos”, “prostitutos masculinos”, “sodomitas”, “afeminados”, “pederastas” e “pedófilos”, dentre vários outros, já foram utilizados para traduzir malakoi earsenokoitai.
    Malakos (plural malakoi) aparece em outros textos bíblicos e significa, literalmente, macio, suave ao toque, mole. No texto de Paulo adquiriu um significado metafórico, figurado. Os dicionários teológicos associam malakos a um homem afeminado, mas também reconhecem que o termo pode significar pessoas em geral dadas aos prazeres da carne (Dicionário VINE, CPAD). Tal tradução é bem mais coerente, pois todos os outros pecados citados ali se referem a pessoas de ambos os gêneros. Algumas traduções como A Bíblia de Jerusalém (em português), La Bible du Semeur (em francês) e a Contemporary English Version (em inglês) já apresentam essa idéia. Há estudos que relacionam malakoi com a prostituição masculina praticada na época de Paulo, principalmente em Corinto, cidade famosa por sua depravação sexual. Algumas traduções como a “Today’s New International Version” (2001), a “New International Reader’s Version” (1996) e a “New Century Version” (1984) apresentam essa idéia. Embora não completamente precisas, essas traduções já representam um avanço ao dissociar os pecados dos malakos da homossexualidade moderna. A palavra sodomita também aparece na Bíblia como referência aos prostitutos do templo. Confira Deuteronômio 23.17 e 18, de preferência em traduções diferentes.
    O contexto cultural e religioso de Corinto justifica perfeitamente a teoria de que Paulo referia-se à depravação ritualística tão comum naquela cidade: Leiamos o que diz Lindolfo WEINGÄERTNER, na obra O contexto histórico das recomendações bíblicas quanto à sexualidade, Encontro Publicações, 2000. Paraná:

    “Nos tempos apostólicos, as influências das religiões oriundas da Babilônia, Pérsia, Egito, e outras tinham invadido em larga escala a antiga religião dos gregos e romanos. Assim, no tempo do apóstolo Paulo, na cidade de Corinto, longe do lugar de origem dos cultos de fertilidade, existia um templo de Diana (chamada também de Ártemis) no qual atuavam centenas de prostitutas e prostitutos cultuais, que se entregavam sexualmente aos que frequentavam o lugar de adoração. O verbo ‘corintiar’ (korintiázein) era sinônimo de ‘viver em promiscuidade’. Nas cartas de Paulo aos coríntios ainda podemos sentir as dimensões da luta do evangelho de Cristo com a libertinagem e a promiscuidade sexual prevalecentes na cidade.”

    Apenas o vocábulo “arsenokoitai” se refere exclusivamente a homens, pois em sua composição temos “arseno” que significa literalmente homem. Koitai significa “leito”, “cama”, numa conotação sexual. Portanto, arsenokoitai, significa o homem que mantém relações com outro homem ou, mais precisamente, o homem que penetra outro homem. Na época de Paulo, era comum a prática da exploração sexual, principalmente na relação senhor/escravo. Em Timóteo, Paulo menciona, juntamente com arsenokoitai, os traficantes de jovens escravos, o que reforça tal interpretação. Algumas traduções, valendo-se desse fato sócio-histórico, traduziram arsenokoitai como “pederastas” (Bíblia Vozes – 1995) e “pedófilos” (Bíblia dos Capuchinhos – 2002). Tais traduções, ainda que não completamente exatas, são coerentes com o contexto social do século I, pois revelam um caráter abusivo em tais relações. Essa era a visão judaica do comportamento sexual romano: a violência, o abuso e a prostituição. Paulo, por ser judeu, cultivava tais conceitos. O mais importante é compreender que o apóstolo desconhecia o sentido moderno da homoafetividade. O que ele presenciava estava muito longe de representar o amor entre pessoas do mesmo sexo e seus relacionamentos estáveis. Alguns tradutores já perceberam que Paulo condena qualquer tipo de ato sexual não restrito às relações heterossexuais legais para a cultura judaica. Vamos ler novamente esses textos nas traduções já mencionadas no início deste artigo:

    “Quem usa e abusa das pessoas, do sexo, da terra e de tudo que nela existe não se qualifica como cidadão do Reino de Deus. Estou falando de libertinagem heterossexual, devassidão homossexual, idolatria, ganância e vícios destruidores”. (1ª Coríntios 6.9 – Bíblia “A Mensagem”, 2011, Editora Vida)

    “Temos consciência de que a Torah não tem por objetivo a pessoa justa, mas quem negligencia a Torah: descrentes, ímpios e pecadores, quem mata pai e mãe, assassinos, pessoas sexualmente imorais – quer heterossexuais quer homossexuais– vendedores de escravos, mentirosos e perjuros, e quem age de forma contrária à sã doutrina”.(1ª Timóteo 1.9 e 10 – Bíblia Judaica, 2011, Editora Vida)

    Talvez nunca saibamos o que tais palavras significam, porém, é evidente que não se referem às relações homoafetivas e monogâmicas da atualidade. O que Paulo condena em tais textos é a prostituição, o sexo abusivo, cometido por solteiros (fornicação) fora do casamento (adultério) e o abuso entre homens. Outro ponto a ser considerado é o seguinte: se tal texto condena a homoafetividade, por que não menciona as mulheres

      • Você não pertence a assembléia,? samuel josé ? Pois seu maravilhoso pastor Malafaia, permitiu a sexo anal.
        Na verdade eu e você e todos os crentes deste site, sabemos que ele é praticado entre casais na igreja, mas ninguem menciona é TABU.
        Como muita coisa, na igreja, a hipocrisia reina, e você é produto deste meio hipócrita.

      • Me diz onde na bíblia se fala em anus??? Jesus jamais se importou com o anus dos outros não é tema, Bíblico. Jesus se preocupou em amar e respeitar o próximo e praticar a TOLERÂNCIA….

        Mas os fundamentalistas só pensam em cú.

        • Contra o pecado nao tem bandeira branca nao tem rendicao.

          Podem nos chamar de nomes que quiser porem nossa posicao nao vai mudar uma iota.

          Nossos antepassados morreram pela espada defendendo a mesma posicao que temos hoje nao sera palavras que nos fara desistir.

      • Samuca, você diz que ânus é esgoto e uma vagina menstruada é resíduo de matadouro clandestino. Existe coisa mais nojenta do que aquele fedor azedo que escorre, pior do que cocô? Mas não se aflija. Afinal, a água lava, lava, lava tudo. A água só não lava o preconceito dessa gente.

  21. Há muitos séculos se tem atribuído a destruição de Sodoma e Gomorra à homossexualidade. Porém, um estudo atento do texto bíblico tem muito a nos revelar sobre as reais transgressões dessas duas cidades antigas. Nesse caso, a regra de ouro da hermenêutica (a Bíblia explica a própria Bíblia) será nossa principal ferramenta de análise e interpretação. Atualmente, uma lista de respeitados teólogos defendem que o pecado de Sodoma nada tem a ver com homossexualidade, mas com falta de hospitalidade, xenofobia, orgulho, crueldade e egoísmo. Vamos conferir agora alguns nomes dos estudiosos neste assunto:

    Walter Wink – professor do Seminário Teológico, Doutor em Teologia (Th.D) do Union Theological Seminary de Nova York;

    Quanto ao termo, é importante ressaltar que o uso da palavra sodomia como referência a atos genitoanais[1] data da Idade Média e foi um conceito consagrado pelo teólogo Tomás de Aquino.
    Vejamos o que nos diz o mais conhecido e utilizado relato sobre Sodoma e Gomorra. As partes em negrito merecem destaque:
    1) Ao anoitecer, vieram os dois anjos a Sodoma, a cuja entrada estava Ló assentado; este, quando os viu, levantou-se e, indo ao seu encontro, prostrou-se, rosto em terra. 20) E disse-lhes: Eis agora, meus senhores, vinde para a casa do vosso servo, pernoitai nela e lavai os pés; levantar-vos-eis de madrugada e seguireis o vosso caminho. Responderam eles: Não; passaremos a noite na praça. 3) Instou-lhes muito, e foram e entraram em casa dele; deu-lhes um banquete, fez assar uns pães asmos, e eles comeram. 4) Mas, antes que se deitassem, os homens daquela cidade cercaram a casa, os homens de Sodoma, tanto os moços como os velhos, sim, todo o povo de todos os lados; 5) e chamaram por Ló e lhe disseram: Onde estão os homens que, à noitinha, entraram em tua casa? Traze-os fora a nós para que abusemos deles. 6). Saiu-lhes, então, Ló à porta, fechou-a após si 7. e lhes disse: Rogo-vos, meus irmãos, que não façais mal; 8- tenho duas filhas, virgens, eu vo-las trarei; tratai-as como vos parecer, porém nada façais a estes homens, porquanto se acham sob a proteção de meu teto. 9) Eles, porém, disseram: Retira-te daí. E acrescentaram: Só ele é estrangeiro, veio morar entre nós e pretende ser juiz em tudo? A ti, pois, faremos pior do que a eles. E arremessaram-se contra o homem, contra Ló, e se chegaram para arrombar a porta. (ARA) – Grifo do autor.

    Theodore W. Jennings – professor-assistente no Chicago Theological Seminary;

    1º ponto a se considerar: o texto bíblico diz que todos os homens de Sodoma cercaram a casa de Ló. Ora, em qualquer sociedade, os homossexuais são minoria, portanto, aqueles homens, definitivamente, não eram homossexuais. Sodoma não seria uma cidade tão numerosa e próspera se ali houvesse apenas homossexuais, na verdade, tal cidade nem subsistiria!

    Para refletir: Já conheceu alguma cidade em que todos os habitantes fossem homossexuais?

    2º ponto: Eles exigiam que os estrangeiros (anjos em forma humana) que ali estavam fossem postos para fora a fim de que fossem abusados (v. 5); Sua intenção era fazer o mal, humilhando os visitantes da forma mais vil possível:
    “…Não se pode imaginar desprezo maior das práticas orientais de hospitalidade do que submeter hóspedes de sexo masculino a estupro por outros homens.” Comentário Bíblico, Editora Vida Nova, SP, 2010, p.123
    Para refletir: Por que os homens de Sodoma queriam ser apenas ativos na relação sexual? Por que isso é incompatível com a realidade dos homossexuais de fato?
    Para refletir: já presenciou algum grupo de homossexuais que tenha invadido alguma casa com a intenção de violentar sexualmente algum visitante? Se a resposta for NÃO por que acha que alguns insistem em dizer que os habitantes daquela cidade eram homossexuais?

    John B. Cobb Jr. – Professor Emérito de teologia e co-diretor do Centro de Estudos sobre Processo da Faculdade de Teologia de Claremont, Califórnia;

    3º ponto: Os sodomitas nutriam sentimento de xenofobia, ou seja, ódio a estrangeiros. Ló também era estrangeiro. Os sodomitas ameaçaram fazer mais mal a ele que aos próprios visitantes. (v. 9)
    O texto revela claramente uma tentativa de violência sexual coletiva aos visitantes de Ló motivada pela xenofobia. Naquele sociedade patricarcal, dominada pelos homens, os habitantes de Sodoma desejaram submeter os estrangeiros à situação mais humilhante que um homem poderia experimentar: ser usado como uma mulher; transgrediram, assim, violentamente a lei da hospitalidade, sagrada para os povos semíticos (Êxodo 22.21). Na tentativa de humilhar os visitantes, mostraram-se maus, arrogantes e soberbos. Enxergar homoafetividade em tal gesto de violência demonstra uma completa ignorância ao que de fato a Bíblia diz. Se uma leitura atenta desse relato não bastar para se compreender o real pecado dessas cidades, seguiremos outra regra da hermenêutica, ou seja, examinaremos alguns textos paralelos:
    Ezequiel 16.49 e 50:
    49)Eis que esta foi a iniqüidade de Sodoma, tua irmã: soberba, fartura de pão e próspera tranqüilidade teve ela e suas filhas; mas nunca amparou o pobre e o necessitado. 50) Foram arrogantes e fizeram abominações diante de mim; pelo que, em vendo isto, as removi dali.
    Lucas 10. 10-12:
    10) Quando, porém, entrardes numa cidade e não vos receberem, saí pelas ruas e clamai: 11) Até o pó da vossa cidade, que se nos pegou aos pés, sacudimos contra vós outros. Não obstante, sabei que está próximo o reino de Deus. 12) Digo-vos que, naquele dia, haverá menos rigor para Sodoma do que para aquela cidade.

    James B. Nelson – professor de ética cristã no United Theological Seminary em New Brighton e Minnesota;
    O profeta Ezequiel, em harmonia com o relato de Gênesis, aponta a soberba e o egoísmo como pecados de Sodoma. O profeta também menciona a palavra abominação, que, também nesse caso refere-se à idolatria, como indicam as 9 ocorrências dessa palavra no mesmo capítulo (4ª regra da Hermenêutica: definir o sentido das palavras pelos versos que precedem e seguem a perícope em estudo). No texto de Lucas, Jesus faz um alerta: nem todas as cidades receberiam os discípulos enviados e como exemplo dessa falta de hospitalidade Cristo utilizou a cidade de Sodoma. Nenhuma palavra sobre homoafetitivade consta em tais textos. Há, entretanto, uma referência muito clara sobre a rejeição aos mensageiros divinos. A relação entre o Evangelho e Sodoma é a recusa aos mensageiros divinos.

    Robert K. Johnston – Ph.D., professor de Teologia e Cultura no Seminário Teológico Fuller, em Pasadena – Califórnia

    Até mesmo os livros deuterocanônicos (das bíblias católicas) expressam o mesmo conceito acerca de Sodoma:
    Eclesiástico 16.8
    “Não poupou os concidadãos de Ló, aos quais detestou por seu orgulho.”
    Sabedoria 19.13-17
    13) Sobre os pecadores, porém, caíram os castigos de raios violentos, não sem as advertências que antes lhes tinham sido feitas; mas sofriam justamente por causa de suas próprias maldades, por terem praticado a mais detestável falta de hospitalidade. 14) Houve quem não acolhesse visitantes desconhecidos; outros reduziram à escravidão esses hóspedes que lhes faziam bem. 15) E não só isto: se ainda se aguarda julgamento contra aqueles que receberam com hostilidade a estrangeiros, 16) quanto mais contra os que atormentaram com cruéis sofrimentos aqueles a quem tinham recebido com alegria e que haviam participado dos mesmos direitos! 17) Por isso, foram feridos de cegueira como aqueles, à porta do justo, quando, envolvidos em densas trevas, cada qual procurava a direção da sua casa. (CNBB)
    Há outros textos bíblicos e extrabíblicos que confirmam que os pecados de Sodoma e Gomorra, bem como as motivações para tão degradante tentativa de abuso. Como exemplo, citemos um trecho do Midrash Judaico:
    “Os homens de Sodoma não se orgulhavam de outra coisa senão da fartura e da riqueza que possuíam […]. E eles diziam: Se de nossa terra tiramos pão e minério de ouro, para que precisamos dos forasteiros? Não precisamos que venha a nós qualquer pessoa, pois vem apenas para tomar o que é nosso. Apaguemos, pois, de nossa terra as leis e costumes de ir e vir.” Midrash, San’hedrin 109 – A Lei da Torá, Editora Sêfer, p. 46
    Como vimos, nenhuma só palavra sobre homossexualidade.

  22. esta parte, vamos falar sobre dois textos largamente utilizados para condenar pessoas de orientação homossexual: Levítico 18.21 e 22.13:
    Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é. (18.22 ARA)
    Se também um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos praticaram coisa abominável; serão mortos; o seu sangue cairá sobre eles. (20.13 ARA)
    Antes de mais nada, é importante fazermos algumas perguntas sobre tais versículos:

    1) Eles condenam a homoafetividade?

    2) Por que as mulheres não foram mencionadas?

    3) Por que a Igreja ignora a parte B de Levítico 22.13? O texto é claro ao ordenar a morte aos homens que praticassem atos homossexuais.

    4) Por que tal ato é classificado como abominação?

    5) Embora ambos os homens cometessem pecado, por que o texto é específico em condenar o papel passivo da relação homossexual (não te deitarás como se fosse mulher)?

    Essas perguntas não são fáceis de responder, pois exigem um estudo com base no método histórico-crítico, ou seja, baseado nos aspectos socioculturais da época em que foi escrito.
    Vamos às respostas:

    1) Não. Os textos não condenam a homoafetividade, pois, como um conceito relativamente recente (as diferentes orientações sexuais apenas foram reconhecidas no século XX) não poderia haver nesse texto qualquer referência à homossexualidade. Sendo esta uma realidade comum a homens e a mulheres, e o texto se silencia quanto à expressão sexual feminina, é muito evidente que a noção de sexo e sexualidade para os escritores e receptores originais de Levítico não corresponde à noção moderna.

    2) As mulheres são mencionadas em todas as outras proibições sexuais de Levítico, porém, o sexo entre elas não é aí proibido, pois, segundo a crença da época, as mulheres não possuíam semente, isso era exclusividade dos homens. Não haveria, portanto, a perda da essência da vida, logo, atos íntimos entre elas sequer seriam considerados como sexo, logo, está explicada a ausência da proibição do sexo entre mulheres.
    Segundo o pastor presbiteriano Alan Brash:
    “A razão por que não se mencionam as mulheres – sugerem estudiosos do Antigo Testamento – é que se acreditava naquela época que a fonte total de uma nova vida vinha do homem, sendo que a mulher servia apenas de receptáculo no qual a semente se desenvolvia em uma nova vida. Numa pequena nação, cercada de poderosos vizinhos e almejando o crescimento, qualquer ação na qual as sementes de possível nova vida fossem desperdiçadas tinha que ser declarada pecaminosa”.*
    As proibições sexuais de Levítico (compreendidas na perícope presente entre os versículos 21 a 25) não se relacionam com orientação sexual, mas com atos específicos, não geradores de vida. Havia uma razão especial para a proibição do sexo entre homens, porém, esta não se relacionava à afetividade, mas à perda da vida, representada pelo sêmen:
    “Então disse Judá a Onã: Toma a mulher do teu irmão, e casa-te com ela, e suscita descendência a teu irmão. Onã, porém, soube que esta descendência não havia de ser para ele; e aconteceu que, quando possuía a mulher de seu irmão, derramava o sêmen na terra, para não dar descendência a seu irmão. E o que fazia era mau aos olhos do SENHOR, pelo que também o matou.” (Gênesis 38.8-10)

    3) As Igrejas não defendem a morte para os gays hoje em dia porque interpretam a Bíblia de forma seletiva, ou seja, só utilizam os textos por partes, aquelas que concordam com suas doutrinas. Usam a parte A e desprezam a parte B do texto, ignorando, também, a regra do paralelismo (semelhança entre textos diferentes), algo desonesto para com a Bíblia, com a Hermenêutica e com a Exegese. Alguns argumentam que não estamos sob as leis da Constituição Judaica, mas estamos sujeitos à Constituição de nosso país. Se pensarmos dessa forma, teremos de admitir que estamos dando às nossas constituições uma autoridade maior que a Bíblia. Será que países como o Irã estão cobertos pela autoridade bíblica porque aprovam a pena de morte para atos homossexuais?

    Walter Wink – professor do Seminário Teológico, Doutor em Teologia (Th.D) do Union Theological Seminary de Nova York;

    Quanto ao termo, é importante ressaltar que o uso da palavra sodomia como referência a atos genitoanais[1] data da Idade Média e foi um conceito consagrado pelo teólogo Tomás de Aquino.
    Vejamos o que nos diz o mais conhecido e utilizado relato sobre Sodoma e Gomorra. As partes em negrito merecem destaque:
    1) Ao anoitecer, vieram os dois anjos a Sodoma, a cuja entrada estava Ló assentado; este, quando os viu, levantou-se e, indo ao seu encontro, prostrou-se, rosto em terra. 20) E disse-lhes: Eis agora, meus senhores, vinde para a casa do vosso servo, pernoitai nela e lavai os pés; levantar-vos-eis de madrugada e seguireis o vosso caminho. Responderam eles: Não; passaremos a noite na praça. 3) Instou-lhes muito, e foram e entraram em casa dele; deu-lhes um banquete, fez assar uns pães asmos, e eles comeram. 4) Mas, antes que se deitassem, os homens daquela cidade cercaram a casa, os homens de Sodoma, tanto os moços como os velhos, sim, todo o povo de todos os lados; 5) e chamaram por Ló e lhe disseram: Onde estão os homens que, à noitinha, entraram em tua casa? Traze-os fora a nós para que abusemos deles. 6). Saiu-lhes, então, Ló à porta, fechou-a após si 7. e lhes disse: Rogo-vos, meus irmãos, que não façais mal; 8- tenho duas filhas, virgens, eu vo-las trarei; tratai-as como vos parecer, porém nada façais a estes homens, porquanto se acham sob a proteção de meu teto. 9) Eles, porém, disseram: Retira-te daí. E acrescentaram: Só ele é estrangeiro, veio morar entre nós e pretende ser juiz em tudo? A ti, pois, faremos pior do que a eles. E arremessaram-se contra o homem, contra Ló, e se chegaram para arrombar a porta. (ARA) – Grifo do autor.

    Theodore W. Jennings – professor-assistente no Chicago Theological Seminary;

    1º ponto a se considerar: o texto bíblico diz que todos os homens de Sodoma cercaram a casa de Ló. Ora, em qualquer sociedade, os homossexuais são minoria, portanto, aqueles homens, definitivamente, não eram homossexuais. Sodoma não seria uma cidade tão numerosa e próspera se ali houvesse apenas homossexuais, na verdade, tal cidade nem subsistiria!

    Para refletir: Já conheceu alguma cidade em que todos os habitantes fossem homossexuais?

    2º ponto: Eles exigiam que os estrangeiros (anjos em forma humana) que ali estavam fossem postos para fora a fim de que fossem abusados (v. 5); Sua intenção era fazer o mal, humilhando os visitantes da forma mais vil possível:
    “…Não se pode imaginar desprezo maior das práticas orientais de hospitalidade do que submeter hóspedes de sexo masculino a estupro por outros homens.” Comentário Bíblico, Editora Vida Nova, SP, 2010, p.123
    Para refletir: Por que os homens de Sodoma queriam ser apenas ativos na relação sexual? Por que isso é incompatível com a realidade dos homossexuais de fato?
    Para refletir: já presenciou algum grupo de homossexuais que tenha invadido alguma casa com a intenção de violentar sexualmente algum visitante? Se a resposta for NÃO por que acha que alguns insistem em dizer que os habitantes daquela cidade eram homossexuais?

    John B. Cobb Jr. – Professor Emérito de teologia e co-diretor do Centro de Estudos sobre Processo da Faculdade de Teologia de Claremont, Califórnia;

    3º ponto: Os sodomitas nutriam sentimento de xenofobia, ou seja, ódio a estrangeiros. Ló também era estrangeiro. Os sodomitas ameaçaram fazer mais mal a ele que aos próprios visitantes. (v. 9)
    O texto revela claramente uma tentativa de violência sexual coletiva aos visitantes de Ló motivada pela xenofobia. Naquele sociedade patricarcal, dominada pelos homens, os habitantes de Sodoma desejaram submeter os estrangeiros à situação mais humilhante que um homem poderia experimentar: ser usado como uma mulher; transgrediram, assim, violentamente a lei da hospitalidade, sagrada para os povos semíticos (Êxodo 22.21). Na tentativa de humilhar os visitantes, mostraram-se maus, arrogantes e soberbos. Enxergar homoafetividade em tal gesto de violência demonstra uma completa ignorância ao que de fato a Bíblia diz. Se uma leitura atenta desse relato não bastar para se compreender o real pecado dessas cidades, seguiremos outra regra da hermenêutica, ou seja, examinaremos alguns textos paralelos:
    Ezequiel 16.49 e 50:
    49)Eis que esta foi a iniqüidade de Sodoma, tua irmã: soberba, fartura de pão e próspera tranqüilidade teve ela e suas filhas; mas nunca amparou o pobre e o necessitado. 50) Foram arrogantes e fizeram abominações diante de mim; pelo que, em vendo isto, as removi dali.
    Lucas 10. 10-12:
    10) Quando, porém, entrardes numa cidade e não vos receberem, saí pelas ruas e clamai: 11) Até o pó da vossa cidade, que se nos pegou aos pés, sacudimos contra vós outros. Não obstante, sabei que está próximo o reino de Deus. 12) Digo-vos que, naquele dia, haverá menos rigor para Sodoma do que para aquela cidade.

    James B. Nelson – professor de ética cristã no United Theological Seminary em New Brighton e Minnesota;
    O profeta Ezequiel, em harmonia com o relato de Gênesis, aponta a soberba e o egoísmo como pecados de Sodoma. O profeta também menciona a palavra abominação, que, também nesse caso refere-se à idolatria, como indicam as 9 ocorrências dessa palavra no mesmo capítulo (4ª regra da Hermenêutica: definir o sentido das palavras pelos versos que precedem e seguem a perícope em estudo). No texto de Lucas, Jesus faz um alerta: nem todas as cidades receberiam os discípulos enviados e como exemplo dessa falta de hospitalidade Cristo utilizou a cidade de Sodoma. Nenhuma palavra sobre homoafetitivade consta em tais textos. Há, entretanto, uma referência muito clara sobre a rejeição aos mensageiros divinos. A relação entre o Evangelho e Sodoma é a recusa aos mensageiros divinos.

    Robert K. Johnston – Ph.D., professor de Teologia e Cultura no Seminário Teológico Fuller, em Pasadena – Califórnia

    Até mesmo os livros deuterocanônicos (das bíblias católicas) expressam o mesmo conceito acerca de Sodoma:
    Eclesiástico 16.8
    “Não poupou os concidadãos de Ló, aos quais detestou por seu orgulho.”
    Sabedoria 19.13-17
    13) Sobre os pecadores, porém, caíram os castigos de raios violentos, não sem as advertências que antes lhes tinham sido feitas; mas sofriam justamente por causa de suas próprias maldades, por terem praticado a mais detestável falta de hospitalidade. 14) Houve quem não acolhesse visitantes desconhecidos; outros reduziram à escravidão esses hóspedes que lhes faziam bem. 15) E não só isto: se ainda se aguarda julgamento contra aqueles que receberam com hostilidade a estrangeiros, 16) quanto mais contra os que atormentaram com cruéis sofrimentos aqueles a quem tinham recebido com alegria e que haviam participado dos mesmos direitos! 17) Por isso, foram feridos de cegueira como aqueles, à porta do justo, quando, envolvidos em densas trevas, cada qual procurava a direção da sua casa. (CNBB)
    Há outros textos bíblicos e extrabíblicos que confirmam que os pecados de Sodoma e Gomorra, bem como as motivações para tão degradante tentativa de abuso. Como exemplo, citemos um trecho do Midrash Judaico:
    “Os homens de Sodoma não se orgulhavam de outra coisa senão da fartura e da riqueza que possuíam […]. E eles diziam: Se de nossa terra tiramos pão e minério de ouro, para que precisamos dos forasteiros? Não precisamos que venha a nós qualquer pessoa, pois vem apenas para tomar o que é nosso. Apaguemos, pois, de nossa terra as leis e costumes de ir e vir.” Midrash, San’hedrin 109 – A Lei da Torá, Editora Sêfer, p. 46
    Como vimos, nenhuma só palavra sobre homossexualidade.

  23. Queridos sou cristão a mais de 15 anos, mas não fundamentalista, já dei aula em escola dominical, durante anos, e claro li várias vezes a bíblia.

    Mas não é pelo fato de que em Levítico mencionar sobre as várias abominações, inclusive de se fazer a barba, que deixarei de fazer, a barba ou comer camarão.
    Mesmo porque a verdadeira tradução de “abominável” é não usual. e no caso para a época o que se aplica a todas as abominações, ou seja não é pecado hoje.
    Ou vocês vivem e praticam toda a Lei Levítica??
    Acredito que não, é impossível, até o divórcio condenado por Cristo na Nova Aliança, vocês praticam aceitaram, seu mestre casou Bolsanaro pela terceira vez.
    Mas vocês esqueceram todas as abominações, só as contra os gays, que não pois ela lhes convém, hipócritas.

  24. Para mim gay é todos machos, para fazerem o que faz, rsrs mais eu prefiro utilzar o que ganhei na minha sexualidade dada por Deus, e olhando os dois lados da moeda: Crentes sempre felizes, curados, cheios de esperanças, ajudam a retirar milhares de pessoas das ruas e das drogas, sem um centavo do governo – Gays choram em silencio, não ajudam e sim matam e morrem, se suicidam-s, e criam ongues para retirar nosso proprio dinhinheiro. Todos tem o livre arbitrio porém um dia todos os joelhos se dobrarão perante nosso Jesus que passara de Advogado para Juiz. Um dia saberemos quem esta certo, aproveite em quanto é tempo e se convertam, essa noite vc vai ter uma esperiencia com Deus, e vai ser a noite do seu arrependimento, vc vai ser livrado do laço do passarinheiro.

    • Evandro, “Crentes sempre felizes, curados” e quebrados. É por isso que muitos recorrem às igrejas, basta ouvir os testemunhos. Gays não precisam pagar dízimos, e prosperam mesmo assim. Refiro-me às pessoas de bem, que não recorrem às drogas nem à prostituição. Esses realmente precisam de ajuda. Gays realizados prosperam sozinhos, com seu próprio talento, apesar de toda a conspiração contra o seu sucesso pessoal. O gay pode ser um faxineiro, mas torna-se um referencial na profissão. Conheço um que se chama Malafaia e acho que ainda trabalha na casa de um desembargador. O cheiro da sua comida é sentido de longe e, quando ele ameaçava procurar outro emprego, o desembargador tratava de aumentar o seu salário. Não tenho estatísticas, mas garanto que muitas famílias que recebem bolsas do governo são evangélicas. Portanto, seu comentário vem desprovido de cabimento.

  25. Não é incrível como qualquer suposta agressão, à grupos ativistas da bandeira governamental, provoca uma reação instantanea da máquina administrativa?
    O que o povo evangélico realmente não tem é discernimento. Não conseguem perceber esta tempestade que se anuncia tão óbvia.
    O governo de esquerda há décadas no poder, está nos levando à destruição total de todos os valores da sociedade.
    veja o que o governo defende no google: “governo-do-pt 14383”

    • Complementando, à todos que verem que são de bom coração e não tem como não ficar chocados com a legalidade da afronta a religião.
      Isto não será investigado?? É um crime contra a religião de milhões de pessoas?
      Embora eu não seja desta religião, prezo pela liberdade que temos em nosso país de opnião, religião, culto, etc.
      Agora aos de coração torpe, não pensem que apoiando estas insanidades quando estas coicidem com sua posição, pois este tipo de governo totalitário, quando entra, vai até o fim das consequencias, e nada irá passar, nem mesmo suas opniões mais discretas, vide o grande expurgo da URSS que morriam até mesmo pessoas que discordavam um pouquinho do regime destruidor comunista….
      Ou você acha que em CUBA há liberdade de expressão opnião?
      E na china? Vai pra rua pra ver o que acontece? Os bonzinhos mandam os tanques massacrar!
      O Final do socialismo foi sempre o mesmo. Banho de sangue. Basta pesquisar na história…
      O que queremos inflando o estado de poderes?

  26. “Investigando a natureza formal do evento, verifica-se que ele se apresenta como um evento sócio-cultural (veja-se a Lei Estadual nº 14.524, de 2 de setembro de 2011) e não como um evento religioso. Desse modo, todas as apresentações do Glorifica Litoral são, formalmente, sócio-culturais e não religiosas, e por isso podem ser financiadas com o dinheiro público.
    Neste momento, retomo o ponto central que me instiga a reflexão: Joana Palhares e sua parceira, Yunka Mihura, não violaram qualquer lei de proteção ao culto religioso, não estavam em um. Estavam em um evento público, financiado com dinheiro público, em um local público e de natureza sócio-cultural. Assim sendo, beijos são absolutamente aceitáveis (como houve outros, heterossexuais, e não reprimidos). Se esses beijos eram motivados uma posição política e não por flama libidinosa é uma questão sem relevância.
    Devemos dizer, portanto:
    1. O deputado deve responder por mandar prender jovens que não contrariavam qualquer lei (do mundo, do céu já não sei);
    2. A Guarda Civil Municipal deve responder por deter as jovens (obedecendo ao deputado que não é, contudo, superior hierárquico da Guarda);
    3. A Guarda Civil deve ainda responder pelo excesso de força utilizado.”

DEIXE UMA RESPOSTA