Morador de rua ajudado por Ricardo Oliveira reencontra artilheiro e fala sobre mudança de vida

5

Primeiro as palavras, depois a ação. Meses atrás, o jogador e pastor Ricardo Oliveira recebeu um morador de rua no Centro de Treinamento do Santos e deu conselhos, incentivando-o a não desistir dos sonhos.

Longe das câmeras, Oliveira fez contato com pessoas da ONG que havia proporcionado a visita do rapaz e pediu que oferecessem a ele uma vaga em uma clínica de recuperação, onde ele pudesse ser tratado por causa de sua dependência química.

No último domingo, 20 de setembro, o programa Esporte Espetacular, da TV Globo, exibiu uma matéria contando a história de Sérgio Fernandes, o torcedor do Santos que era morador de rua e agora, depois do incentivo e ajuda de Ricardo Oliveira, parecia uma nova pessoa.

O reencontro entre o jogador e o torcedor aconteceu após uma partida na Vila Belmiro, quando o Santos venceu o Atlético-MG por 4 a 0. Ricardo Oliveira abraçou o rapaz, disse que estava feliz por ele e destacou que o maior responsável pela mudança experimentada por Sérgio é ele mesmo.


“Acho que a parcela que eu tenho com o Sérgio é muito pequena. Eu sempre falei para ele o seguinte: depende muito dele e pouco de mim, da vontade dele, da entrega dele, do desejo dele, do esforço dele. E isso ele tem feito. Coincidência? Talvez. Saber da paixão de um torcedor, da história dele, de como chegou até a mim, de como foi, mexeu muito comigo. Mexeu demais e eu, naturalmente, falei com ele naquele vídeo e tomou uma proporção que ninguém esperava. Tem algo que está muito além daquelas palavras: é o esforço dele, a dedicação dele, ele acreditar que a vida pode mudar para ele. Acho que isso, de fato, me deixa muito feliz”, afirmou.

Falando sobre uma mensagem muito comum ao Evangelho, Ricardo Oliveira destacou que a vida é feita de recomeços: “Acho que minha alegria é muito completa, porque o primeiro encontro nosso foi muito especial. O segundo ele já estava com a aparência muito diferente da primeira e hoje muito melhor. Acho que esse é o maior troféu. Eu acredito muito no investimento em pessoas, em motivar. Mostrar para elas o seguinte: se você tropeçou e caiu, pode levantar. Todo mundo tem uma segunda chance, tem uma oportunidade, e a vida não acabou e ele entendeu isso. E hoje ele está ai lutando para se recuperar do tombo que ele levou e ele está cumprindo isso daí. Isso, para mim, de fato, me deixa muito feliz”, concluiu.

Acima, o primeiro encontro; Abaixo, a aparente transformação de Sérgio
Acima, o primeiro encontro; Abaixo, a aparente transformação de Sérgio

5 COMENTÁRIOS

      • Que comentários infelizes esses,porque você não vai buscar a Deus ,se arrepende de seus pecados,e assegura sua salvação, aceitando Jesus como seu salvador,e a respeito dos dízimos,eles são bíblicos, e o pastor não obriga ninguém a dar,as pessoas dão por obediência a palavra de Deus

  1. O mundo nunca vai enteder a verdadeira obra que Deus faz aqui na terra pois seus olhos estão fechados para o que e espiritual, para o que e misterio nas mão de Deus. pois a palavra nós diz: as coisas de Deus parecem loucura e o homem natural não as comprendem porque elas se discernem Espiritualmente.

DEIXE UMA RESPOSTA