Brasil

TV Mackenzie discute corrupção nas igrejas e Augustos Nicodemos afirma que “igrejas neopentecostais se tornaram negócios”

Comments (7)
  1. Hugo Aquino disse:

    Concordo com o texto…Inclusive, eu escrevi um texto criticando o comércio descarado de "objetos ungidos" na igreja evangélica atual…Eis o texto a que me referi…

    Atualmente, dentro de algumas igrejas evangélicas, está havendo uma verdadeira avalanche de “objetos ungidos”, tais como “cajados ungidos”, “meias ungidas”, “água ungida”, “toalhinha ungida”, “martelo”, “fogueira santa”, etc, etc… E qual é o perigo de tudo isto? é o que veremos abaixo.

    Em primeiro lugar, as pessoas estão sendo condicionadas a buscarem a suposta solução de seus problemas através destes “objetos ungidos”, que não exigem nenhuma forma de mudança de vida: quando alguém está com algum problema ou quando precisa de uma benção especial, basta comprar um “objeto ungido” e pronto… As coisas se resolverão como por um passe de mágica, não exigindo mudança de vida alguma. Com isso, as pessoas não experimentam o verdadeiro arrependimento, não se convertem e não terão um encontro pessoal com Jesus como Senhor e Salvador. A Bíblia diz que o Senhor habita em corações contritos e sem arrependimento não há conversão e sem conversão não há salvação. Irmãos, isto é algo muito sério, pois, se uma igreja não estiver preocupada com a salvação de vidas, então esta igreja não pode ser chamada de igreja. Vamos acordar irmãos, Satanás está “pintando e bordando” bem debaixo de nossos narizes e não estamos nos dando conta disto.

    Em segundo lugar, os “objetos ungidos” não incentivam o estudo da Palavra de Deus: se qualquer um puder resolver um problema e conquistar uma benção através destes objetos ungidos, então não há o porquê de alguém ter o interesse de estudar a Bíblia. Basta adquirir o “objeto ungido” e pronto… Tudo se resolverá como por um passe de mágica. Isto também é algo muito sério, pois, o único momento em que a Bíblia diz que o povo de Deus pode ser destruído é quando o povo de Deus deixa de observar o que dizem as Escrituras, como podemos ver em Oséias 4:6, que nos diz: “o meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento. Porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei… ”. Isto também é algo muito sério, pois, sem o conhecimento da Palavra de Deus, qualquer cristão pode ser manipulado e enganado, sendo assim, uma presa fácil para Satanás. Mais uma vez, vamos acordar irmãos amados.

    Em último lugar, os “objetos ungidos” permitem que o povo de Deus seja explorado financeiramente. A “água ungida” vendida em uma igreja evangélica de um suposto apóstolo, custava a bagatela de mil reais… Que absurdoooooo… . Isto é um verdadeiro estelionato psicológico, pois, além de ser um engodo, é também um verdadeiro assalto. O engraçado é que na Bíblia, os servos de Deus não cobravam pelos milagres feitos. é irmãos, exploração de fé alheia também é pecado. E qual vai ser a sua posição em tudo isso? Você vai tocar a trombeta como um verdadeiro atalaia do Senhor ou vai continuar agindo como se nada estivesse acontecendo. Lembre-se que ser conivente com as obras das trevas também é pecado… Não se esqueça disso.

    Espero que este estudo tenha sido benção em suas vidas. Eu vou terminar este estudo com a seguinte frase: satanás está induzindo A igreja evangélica A buscar os “objetos ungidos” em lugar da presença de DEUS.

    Atualmente, dentro de algumas igrejas evangélicas, está havendo uma verdadeira avalanche de “objetos ungidos”, tais como “cajados ungidos”, “meias ungidas”, “água ungida”, “toalhinha ungida”, “martelo”, “fogueira santa”, etc, etc… E qual é o perigo de tudo isto? é o que veremos abaixo.

    Em primeiro lugar, as pessoas estão sendo condicionadas a buscarem a suposta solução de seus problemas através destes “objetos ungidos”, que não exigem nenhuma forma de mudança de vida: quando alguém está com algum problema ou quando precisa de uma benção especial, basta comprar um “objeto ungido” e pronto… As coisas se resolverão como por um passe de mágica, não exigindo mudança de vida alguma. Com isso, as pessoas não experimentam o verdadeiro arrependimento, não se convertem e não terão um encontro pessoal com Jesus como Senhor e Salvador. A Bíblia diz que o Senhor habita em corações contritos e sem arrependimento não há conversão e sem conversão não há salvação. Irmãos, isto é algo muito sério, pois, se uma igreja não estiver preocupada com a salvação de vidas, então esta igreja não pode ser chamada de igreja. Vamos acordar irmãos, Satanás está “pintando e bordando” bem debaixo de nossos narizes e não estamos nos dando conta disto.

    Em segundo lugar, os “objetos ungidos” não incentivam o estudo da Palavra de Deus: se qualquer um puder resolver um problema e conquistar uma benção através destes objetos ungidos, então não há o porquê de alguém ter o interesse de estudar a Bíblia. Basta adquirir o “objeto ungido” e pronto… Tudo se resolverá como por um passe de mágica. Isto também é algo muito sério, pois, o único momento em que a Bíblia diz que o povo de Deus pode ser destruído é quando o povo de Deus deixa de observar o que dizem as Escrituras, como podemos ver em Oséias 4:6, que nos diz: “o meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento. Porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei… ”. Isto também é algo muito sério, pois, sem o conhecimento da Palavra de Deus, qualquer cristão pode ser manipulado e enganado, sendo assim, uma presa fácil para Satanás. Mais uma vez, vamos acordar irmãos amados.

    Em último lugar, os “objetos ungidos” permitem que o povo de Deus seja explorado financeiramente. A “água ungida” vendida em uma igreja evangélica de um suposto apóstolo, custava a bagatela de mil reais… Que absurdoooooo… . Isto é um verdadeiro estelionato psicológico, pois, além de ser um engodo, é também um verdadeiro assalto. O engraçado é que na Bíblia, os servos de Deus não cobravam pelos milagres feitos. é irmãos, exploração de fé alheia também é pecado. E qual vai ser a sua posição em tudo isso? Você vai tocar a trombeta como um verdadeiro atalaia do Senhor ou vai continuar agindo como se nada estivesse acontecendo. Lembre-se que ser conivente com as obras das trevas também é pecado… Não se esqueça disso.

    Espero que este estudo tenha sido benção em suas vidas. Eu vou terminar este estudo com a seguinte frase: satanás está induzindo A igreja evangélica A buscar os “objetos ungidos” em lugar da presença de DEUS.

    1. Emerson Venancio disse:

      eu concordo com vc 100% por sou missionario a 10 anos
      e falo nao me deixao me chamao para pregar mais por que eu falei a verdade igual a vc

    2. Hugo Aquino disse:

      Irmão Emerson Venancio, a paz…Viu, parabéns pelo fato de você querer falar a verdade e não aquilo que os outros querem ouvir…Continue pregando a verdade, porque é isto que realmente agrada à Deus…Parabéns…

    3. Abran Silva disse:

      adorei a sua colocação clara e objetiva,continue assim sendo luz nas trevas p/ ver se o povo venha a despertar-se do sono.

    4. Hugo Aquino disse:

      Obrigado irmão Abran Silva pelas suas palavras animadoras…Que Deus te abençoe grandemente…

    5. Emerson Venancio disse:

      obrigado vamos continuar a falar do verdadeiro evangelio de jesus ,
      pelo menos sei que tem pessoas como vc que defende a verdade ,por que ta dificil
      muito dificil continuar ouvindo balela , nao suporto mais isso

    6. Pois é, Hugo Aquino….diz um velho ditado popular: Enquanto existir trouxas, sempre existirá lavadeiras… e o outro ditado que diz: Enquanto existir CAPIM, existirá o CAVALO. Vem bem a calhar, a despeito desses "neo-convertidos" que não examinam a Palavra de Deus, e se escravizam, isso mesmo, se escravizam nestas "igrejas", enriquecendo esses "apóstolos, bispos, reverendos, pastores…etc", todos CAÍDOS da Palavra de Deus, reprovados na Fé. Jesus tenha Misericórdia.

  2. Edigar Torres (IURD) disse:

    Era só o que faltava: Ter que prestar contas à “Sociedade”.

    Deixem as Igrejas em paz!!!! Vão cuidar das almas!!! Nunca ví este Nicodemos apresentar fruto algum de seu ministério, nada de viciados recuperados, mendigos reintegrados à sociedade, etc…

    Estes “Teólogos” só tem língua.

    1. Lívia disse:

      A igreja evangélica existe a mais de 500 anos, fé reformada, e agora vem a IURD, com 35 anos de existência, com muitas das prática contrária da igreja genuinamente evangélica,se proclamar também que é evangélica, é piada de mal gosto. E nós que somos evangélicos verdadeiramente temos de denunciar a mal práticas deste grupos neopentecostais, que passam ano luz do que é ser evangélico.

  3. Fábio Peres disse:

    Respeito o que diz o reverendo Augustus Nicodemus, mas voltamos ao mesmo problema: como o Estado define qual Igreja é séria e qual denominação é picareta, se nem quando quiseram fazer isso a IPB agiu corretamente, preferindo entrar com uma Ação de Inconstitucionalidade a aceitar as garantias aos membros de associações previstas no Código Civil de 2002?

    Sério, não se pode fazer uma lei especificamente para punir os neopentecostais por suposto charlatanismo, até porque essas pessoas não estão procurando salvação, mas sim bênçãos; e, ao contrário do que pensa o senso comum, NÃO ESTÃO SENDO ENGANADAS, porque querem mesmo ver milagre a toda hora, simples assim.

    1. a questão não é as "neopentecostais", e sim o uso indevido do dinheiro arrecadado, para uso próprio dos "ungidos" ao invés para e pela própria igreja, e é aí que encontramos o charlatanismo…

    2. Hugo Aquino disse:

      Parabéns, Jonatas da Silva…A questão é o uso indevido do dinheiro dos fiéis, que em vez de ser usado para o bem das próprias ovelhas e/ou da comunidade, este dinheiro está sendo usado para o bem e enriquecimento dos próprios líderes…Isto é um absurdo, para não dizer um péssimo testemunho…Infelizmente, o povo está se habituando em fazer o papel de palhaço nas mãos de pilantras, que são predadores, e não pregadores da fé…É isso…

    3. Abran Silva disse:

      gostei dos predadores,é o que parecem os ganancios da fé.

    4. Diz a Bíblia: ''Quando quiseres orar ,junte-se aos seus familiares e se feche em seu quarto particular. Não faça como os falsos que rezam nas esquinas das ruas largas e nas Igrejas''

  4. Nao se fala mas de amor ao proximo, esqueceram da cruz e seus principios, havendo ciencia realmente o amor se esfriaria ja dizia o Espirito Santo por intermedio de Paulo, nao se fala de morte pelo seu proximo nao se fala de renuncia e dizem-se conhecedores, interpretes da PALAVRA, estao se esquecendo de vivela na verdade de Cristo e isso me faz pensar cada vez mais na renuncia da minha vida por tudo e todos eu acredito na morte dessa vida para obtermos vida na proxima acredito no derramamneto de sangue sim, pelos outros que estao de fora, poxa sera que e mais facil acreditar naquilo que vemos, do que no que nao vemos e a vida pelo seu proximo edai vamos fazer uma reuniao ali e outra aqui e ta bom vamoos visitar os doentes e ta bom vamos visitar os presos e ta bom vcamos dar esmolas e ta bom estao tapando o buraco do seus coracoes com a mao e deixando que a Palavra escape pelos seus dedos e triste, essas palavras sao idiotices para alguns mais eu tenho a plena certeza de que nesse momento tem muitos irmaos morrendo por amor a cruz de Cristo e por acreditar que nao teram nada nessa vida mas teram em uma outra vida por renunciaram as suas por amor de um Evangelho puro e simples que nao vem de preceitos humanos mas sim da plenitude Daquele que nos ensinou a dar do que receber.

  5. João Hernane disse:

    igreja que nao tem obras sociais e trabalhos missionarios nao deveria nem ter isenção fiscal. toda semana abri uma igreja no brasil maioria sem propositos e muito com interesses eo verdadeiro papel de igreja eo evangelico ficando em segundo plano, O dia que aparece um governo serio e cristao querer rever esse questao isenção para igrejas que nao fazem obras sociais esse pessoal vao dizer há é perseguição religiosa. Quem tem sabedoria na palavra e intumidade com senhor sabe agir e perceber ha qualquer coisa nesse mundo ruim, ilegal, tribulação, onde e quem nos congregamos etc, tem muita gente que estar acordando para isso e outras caindos na maos dessa Nao igrejas digamos assim.

  6. Gil disse:

    Acho que essa discussão já é um começo. As distorções no meio evangélico precisam ser denunciadas e combatidas, pois entendo que tal situação não está presente somente nas neopentecostais, mas também em todas as denominações, é só perceber bem a promiscuidade entre pastores, políticos e os meios de comunicação que trocam favores a fim obter vantagens. O ciclo vicioso é a roda da fortuna.

  7. "O que impede o homem de entrar no céu, não é o fato de possuir riquezas, mas o fato de as riquezas o possuírem." (J. Caird

  8. Nenhuma novidade na notícia. Venho combatendo esse mercantilismo da fé há muito tempo. Não tenho muitas esperanças das coisas melhorarem. Os vendilhões dos templos tomaram conta de tudo, e somente Deus poderá dar um jeito nisso. Bem que os fiéis dessas pseudo-igrejas poderiam ajudar ao Senhor, dizendo NÃO para estes falsos pastores, missionários e bispos.

  9. Parabéns pela iniciativa. Já e hora de rediscutirmos o tratamento financeiro e tributario dado as instituições religiosas como um todo. A sociedade tem de ter a informação correta do que acontece com os recursos doados de boa fé. Os administradores devem prestar contas através de publicação de balanços e auditoria externa devidamente abertos para que não tenhamos os desvios que refletem na fé das pessoas. O bom administrador a luz da bíblia não tem medo de prestar contas, a não ser que tenha negócios escusos e que defraudem a sua moral. No mundo secular todos os dias somos questionados com relação a isto, por as instituições não precisam disto ????

    1. sou 100% a favor da transparencia no meio cristão…..

    2. Concordo em grau gênero e número!

    3. Puxa vida… até parece que esse tal reverendo, Augustus Nicodemus, descobriu o fogo, uuuuaaaaaaaaaaaaaaauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu.

    4. Salomão Carvalho disse:

      Porque as instituições não são espirituais, e são seculares. Ora, meu querido João Manuel Freitas, este debate não tem de ser aberto ao público pois estrá municiando os inimigos do povo de Deus. A reboque deste seu posicionamento anti-Cristão estão igrejas séria e espirituais, que sofrem as aflições de Cristo e já têm luta suficiente para vir mais cargas.

      Você não é crente, é? Me parece que não é, pois a sua forma de falar não é de alguém cristão. Infelizmente, muitos comentaristas cristãos estão curtindo este seu comentário infeliz para os verdeiros crentes. Assim será com o anti-Cristo, que disse Jesus, se fosse possível até os escolhidos ele enganaria.

      A igreja de Cristo não pode ser monitorada pelo Estado ou por quaisquer formas de controle externo. O que os crentes fazem, cabe somente a Deus julgá-los. Nós somos maiores do que o Estado. Paulo disse que nós é que iremos julgá-los, não eles a nós!

      Quem é crente de verdade tem uma outra forma de crítica, não igual a sua, meu querido.

      Deus o abençoe.

  10. Salomão Carvalho disse:

    Tenho para mim que este debate não é propício em tempo que a igreja brasileira está em perseguição velada pelo homossexuais e ateus, principalmente pelo PT, que a pretexto de Direitos Humanos está querendo manobrar e engessar as denominações, como já ocorre em outros países que o governo petista apóia e tem aliança. Será um tiro no pé vir a público com este tipo de debate, quando todos nós sabemos que as referidas igrejas já praticam isto há muito tempo. É um farisaísmo a serviço de Satanás a médio e longo prazos.

    Repito: Quem quer aparecer agora deveria ter dado "a cara a tapa" lá trás, não agora que já o pecado dominou os púlpitos e o povo contaminou-se de tal forma que a igreja está sendo questionada até pelo MP. Vir a público agora e ainda suscitar exemplo norte-americano, que sabemos é uma igreja falida espiritualmente, é oportunismo barato para desserviço do Reino de Deus.

    Deveria utilizar a emissora da TV Mackenzie para fins de melhorar os cristãos, não expor desta forma bizarra e traiçoeira as vergonhas internas das igrejas, sejam elas quais forem e quais erros tiverem. Não estamos defendendo o erro de A ou B, as referidas igrejas irão se ajustar com Deus. O que não podemos é trazer a existência conflitos expostos para não dar munição para os já deflagrados inimigos do povo de Deus.

    Está me parecendo conflitos maiores como plano de fundo para tais debates públicos, por exemplo, interesses de Emissoras de Televisão ou de políticos das igrejas, pois estamos em período eleitoral. Não se deve agir desta forma para não destruir os cristãos sinceros, e suas igrejas.

    Abraços. Deus os abençoe.

  11. Dangelis disse:

    Igreja e paz!! enquanto administrada por homens algo impossível… Principalmente quando vemos a corrupção dos “tais” homens de Deus, roubarem, e roubarem e roubarem… Somente a recuperação de viciados, e reintegração de mendigos a sociedade não basta, temos que ser claros e saber testemunhar de forma certa o que é servir a Jesus Cristo

  12. JOSÉ DANTAS disse:

    Concordo em grau gênero e número. É preciso separar o que é e o que é um balcão de negócios.

  13. Luis disse:

    A MINHA PERGUNTA É: QUANTO VALE UMA ALMA?
    O QUE JUDAS QUERIA QUANDO SUGERIU QUE SE VENDESSE O VASO DE ALABASTRO E DESSE O DINHEIRO AOS POBRES?
    POR MAIS QUE ALGUM LIDER RELIGIOSO USE TAMBÉM O DINHEIRO DOS DIZIMOS E OFERTAS PARA COMPRAR CASA E BENS PARA SI, AINDA ASSIM ACHO QUE ELE TEM DIREITO DADO POR DEUS. PORQUE MEDICOS, JUIZES E TANTAS PESSOAS ENRIQUECEM E O PASTOR NÃO PODE? ESSAS PESSOAS SÃO MINORIA. QUANDO SE É USADO POR DEUS PARA SER BÊNÇÃOS NA VIDA DAS PESSOAS, ESSAS DÃO OFERTAS COM PRAZER; É GRATIDÃO!

  14. Deve-se criar um órgão fiscalizador. Ora, pastor não é semideus! O certo seria não necessitar de lei, pois lei é para bandido. Todavia, como há diversos lobos travestidos de pastor, inclusive presidentes de denominações, então, deve-se haver lei que permita fiscalizar e punir aqueles que estão se utilizando do evangelho para explorar a boa fé dos fiéis. É preciso banir presidentes facínoras, cujos comportamentos não são diferentes do antigo ditador da Líbia (CADAF).

    1. Fábio Peres disse:

      O que deveríamos ter é um "Estatuto das Igrejas evangélicas", onde ficasse bem claro os direitos e deveres dos membros, as formas e sistemas de governo possíveis no contexto brasileiro, e a possibilidade concreta de intervenção nas Igrejas em caso de picaretagem; contudo, há o risco de outros tipos de intervenção, como quando as denominações se posicionam contra opiniões comuns na sociedade (movimento gay, por exemplo).

    2. Prezado Fábio, Concordo quanto à criação de um estatuto, o qual possa abranger todas as igrejas evangélicas. Eu só não compreendi as questões de posicionamento contra o mov. Gay. Eu penso que o fato de existir um estatuto fiscalizador, ele não deve fazer intervenções neste sentido. O estatuto deve regular e fiscalizar as questões financeiras e aberturas de denominações; e principalmente as questões de ordem e decência. Por exemplo, não se pode aceitar que um Pr. esteja envolvido em crimes de contrabando, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e passiva, crimes de pistolagens etc.

    3. Fábio Peres disse:

      Prezado José, o problema de regulamentar as Igrejas externamente é que a nossa postura é muito mais conservadora que a estatal, o que pode dar margens para interferência do Estado nas Igrejas (o que não é difícil, já que elas são "empresas sem fins lucrativos", ao contrário da Igreja Católica, que é a expressão de um país, o Vaticano).

    4. Fábio Peres Nós somos a expressão de um REINO e das escrituras. E quando o estado fizer oposição a isto nós romperemos com o estado.

  15. Marcos Vinícius Gomes disse:

    Que tal falar também da tolerância à maçonaria entre os 'escolhidos calvinistas'. Dinheiro da viúva usado para enriquecimento? Hum…os doutos revoltados com a bolha de crescimento alheia, simulam incômodo enquanto contam com seus templos esvaziados. E viva os doutos teólogos e suas irrefutáveis articulações. Dane-se o iletrado. Transparência total.

  16. O evangelho merece respeito , Deus criador merece respeito ; será que quando se pede oferta nas igrejas e se dá um livro por 5 a igreja paga 20 , para seus bispos e apostolos , como fica a obra de Deus criador ;para mim isso é lavagem de dinheiro , que seus fieis não sabe mas quando o ministério publico vai investigar se consegue provar que esses bispos e apostolos ganharam seu dinheiro honestamente ; mas Deus criador não se deixa escarnecer ,aquilo que o homem plantar isso também ceifara ,e eu tenho fruto para mostrar ; Deus criador criou um mega projeto de salvação , que explico em meus blogs , e acredito que Deus criador nãoi se mete em briga interna , desses que estão dando sua comida ,seu dinheiro a esses , que se dizem especiais mas que não consegue curar nem seu joelho ; nessas igrejas genericas só ,só ,só tem uma coisa verdadeira que é a fé do povo ,que Deus criador não pode nem vai abandonar

    http://reino-dos.blogspot.com/
    http://reisilvanir.blogspot.com/
    http://silvanirrodrigues.blogspot.com/
    http://perigoperigoofimestaproximo.blogspot.com/
    http://conheamoseprosigamosemconhecer.blogspot.com/
    AMIGOS PEÇO QUE VEJAM LEIAM E DIVULGUEM AGRADECIDO ATENCIOSAMENTE SILVANIR

  17. A coisa tá feia mesmo, Quem ler este artigo é bom desconsiderar os vários erros ortográficos…. Igreja ou Empresa? Qual a diferença ou semelhança, onde muitos que estão indefinidamente, pastoreando ou gerenciando estas igrejas. Que o povo em geral, os membros que contribuem possam ter responsabilidade com o que anda cooperando financeiramente. Assim como na política, o poder está nas nossas mãos. O que falta é atitude, e até vergonha na cara dos membros, pois tem que analisar se o dinheiro entregue está sendo usado de maneira justa e dentro dos principios bíblicos.

  18. A coisa tá feia mesmo, Quem ler este artigo é bom desconsiderar os vários erros ortográficos…. Igreja ou Empresa? Quais as diferenças ou semelhanças? Onde muitos que estão indefinidamente, pastoreando ou gerenciando estas igrejas. Que o povo em geral, os membros que contribuem possam ter responsabilidade com o que andam cooperando financeiramente. Assim como na política, o poder está nas nossas mãos. O que falta é atitude, e até vergonha na cara dos membros, pois tem que analisar se o dinheiro entregue está sendo usado de maneira justa e dentro dos principios bíblicos.

  19. O destino dos dízimos no velho testamento, não tem nada haver com o destino que é dado hoje ao dinheiro que entra nas igrejas. Aliás, o dízimo não tem nada haver com novo testamento, não vemos nem Jesus, nem os apóstolos falando em dízimo, mas infelizmente os lideres religiosos, usam textos bíblicos de forma destorcida para amedrontar as pessoas. Pois se formos observar atentamente cada texto bíblico que fala em dízimo, vamos entender , que não tem nada com a igreja de Cristo.

    1. Roberto Huna disse:

      O QUE ELES NÃO ENSINAM É QUE HOUVE MUDANÇA NA LEI:
      “Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê.” (Romanos 10:4)
      “Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei.” (Hebreus 7:12) “mas, visto que vive para sempre, Jesus tem um sacerdócio permanente.” (Hebreus 7:24) NA LEI DE CRISTO NÃO É MAIS ESTABELECIDO QUANTIA (10% – DIZÍMO) É DAR O QUE VC PROPÕE NO SEU CORAÇÃO (2 Coríntios 9:7) Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.

    2. Roberto, você tem toda razão, a bíblia diz: Errais por não conhecer as escrituras. É por isso que muitos erram e são enganados facilmente, por não conhecer a palavra.

  20. é bom de mas ouvir pessoas inteligentes

  21. Com o cidadão comum a Justiça, a Receita Federal, o Polícia Federal e outros órgãos repressores agem rapidamente com ameaças de prisão dos indivíduos acusados e de aprensão dos seus bens. Com os religiosos não acontece nada. Como exemplo temos o Edir Macedo dono da TV Record, o Valdemiro (fazendeiro), o MALAfaia dono de gráficas, imóveis nos EU, aviões etc, e outros que esnobam com o dinheiro dos fiéis. O MALAfaia chama até os dizimitas de 'bobos' e 'idiotas'. E é o que realmente são!

  22. Há uma certa omissão na explicação e na aplicação dos dízimos nas igrejas evangélicas em nosso país sejam elas pentecostais ou neo pentecostais. Os pastores sempre usam como referência Malaquias 3.10 que diz: “TRAZEI TODOS OS DÍZIMOS À CASA DO TESOURO, PARA QUE HAJA MANTIMENTO NA MINHA CASA,…”
    Muitos líderes eclesiásticos só explicam bem a primeira parte deste versículo ‘TRAZEI TODOS OS DÍZIMOS À CASA DO TESOURO’, quanto à segunda parte, ‘PARA QUE HAJA MANTIMENTO NA MINHA CASA’, parece haver certa omissão. Por que será?
    Os dízimos e ofertas são princípios fundamentais da vida cristã fiel no Reino de Deus, e aplicação destes deve ser feita com responsabilidade na Igreja do Senhor. A função principal dos dízimos e ofertas é sustentar o OBREIRO (Pastor ou qualquer outro líder eclesiástico) e a OBRA DO SENHOR NA IGREJA LOCAL como também no CAMPO MISSIONÁRIO E NA DISSEMINAÇÃO DO EVANGELHO PELO MUNDO, ou seja, é para a promoção do Reino de Deus. Infelizmente muitos líderes religiosos usam de forma indevida os dízimos e ofertas para o enriquecimento ilícito e para aquisição de bens de consumo, quer dizer, o dinheiro arrecadado nunca dá para a manutenção da igreja local nem para a obra missionária, mas só para A FARRA (consumismo desenfreado), A MORDOMIA E A AVAREZA DESSES PASTORES MATERIALISTAS QUE ADORAM UMA VIDA BOA!
    É lamentável convivermos com essa realidade, mas deixemos que Deus tome as devidas providências com esses lobos devoradores infiltrados na Igreja do Senhor. Se houver leis que possam combater essa prática corrupta dentro da Igreja, eu assino em baixo!
    Como servos de Cristo, façamos a nossa parte.
    Fiquem todos na paz

  23. Ai do mundo, por causa dos escândalos; porque é mister que venham escândalos, mas ai daquele homem por quem o escândalo vem!
    Mateus 18:7

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *