Salão de eventos fechado após donos recusarem casamento gay reabre como igreja

7

O salão de eventos de um casal cristão precisou ser fechado após sua recusa em locar o espaço para a realização de uma cerimônia de casamento gay. Os noivos os processaram e venceram a ação. No entanto, meses depois do início da polêmica, o local se tornou uma igreja.

Os empresários cristãos Richard e Betty Odgaard foram acusados ​​de discriminação após se recusar a realizar o casamento de Lee Stafford e Jared Ellars no salão que mantinham há 13 anos, chamado Görtz Haus Gallery.

No processo movido pelo casal homossexual, a Justiça obrigou os empresários cristãos a pagarem uma indenização de US$ 5 mil para Stafford e Ellars. Diante da sentença, Richard e Betty decidiram fechar o salão, pois enfrentaram muitos cancelamentos de agendamentos de cerimônias de casais que discordam de sua postura, e seriam obrigados a locar o espaço para cerimônias homossexuais no futuro.

Porém, mesmo com a frustração de ter que pôr fim ao negócio que mantinham há vários anos, o casal resolveu vender o prédio, e a compradora foi a igreja que eles frequentam, segundo informações do Christian Today.


“Se o lugar não pode mais ser uma galeria, esta é a melhor opção”, afirmou Betty Odgaard. O edifício foi comprado pela Harvest Bible Chapel, uma igreja associada ao ministério Harvest Bible Fellowship.

O pastor da igreja, Ryan Jorgenson, comentou o desenrolar do fato: “Apoiamos plenamente a posição dos Odgaards em relação ao negócio que construíram, mas o nosso maior objetivo é, de longe, sermos conhecidos como uma igreja que ama Jesus. Nós pregamos e ensinamos a Bíblia plenamente. Nós queremos ser uma bênção para a nossa comunidade”.


7 COMENTÁRIOS

  1. Mais um templo onde fariseus se reunirão para o culto e louvor de si mesmos enquanto vociferam, aqueles que se fazem de puros a seus próprios olhos, contra todos a que julgam infiéis e pecadores.

  2. Dentro de seus salões os fanáticos fundamentalistas podem pregar suas visões limítrofes e muitas vezes preconceituosas, alienantes e imbecilizantes, mas não pensem que poderão, fora do gueto do obscurantismo, impor suas agendas totalitárias ao conjunto da nação, pois sendo os EUA um país republicano, democrata, laico e de direito constitucional, é com a lei e a Justiça que terão de se ver os que tentarem fazer da maior democracia do mundo um estado evangélico teocrático dominionista, valendo o mesmo raciocínio também para o Brasil, um país democrático e laico.

    • Quanta bobagem, palavras muito bonitas mas um discurso muito vazio, por mais que vocês queiram tornar normal algo que não e, as pessoas apenas irão conviver mas jamais aceitar algo que vai contra a vontade de DEUS, os fatos fal por si só ou vivemos num.mundo aonde impera a paz , a isenção de doenças, a ausência de corrupção e outros fatos que demonstram cada vez mais que a humanidade que insiste em viver longe de DEUS só caminha para a sua própria destruição, quem quiser conviver e chafurdar neste mundo tenebroso e violento fique a vontade cada um faz a sua escolha.

  3. esta deve ser nossa razão de viver, cada vez que a justiça porca retaliar quem não aceita a porca podridão dos gays ateus, nos unir e comprar estes espaços , assim ajudando aos fiéis

DEIXE UMA RESPOSTA