[Vídeos] Conheça mais sobre o ministério do pastor Myles Munroe, morto em um acidente aéreo

9

O pastor Myles Munroe, morto em um acidente aéreo no último domingo, 09 de novembro, esteve no Brasil algumas vezes falando sobre os principais temas que marcaram os mais de 30 anos de seu ministério, como teologia da prosperidade, liderança e discipulado.

Autor de best-sellers – muitos deles publicados no Brasil – Munroe era palestrante e presidente sênior do Bahamas Faith Ministries (“Ministério de Fé de Bahamas”, em tradução livre). Nos últimos anos, suas visitas ao Brasil aconteceram durante eventos promovidos pela Associação Vitória em Cristo (AVEC) ou pela Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC), ambas presididas pelo pastor Silas Malafaia.

Durante a 2ª edição da Escola de Líderes da Associação Vitória em Cristo (ESLAVEC), realizada em dezembro de 2010 na cidade de Águas de Lindóia (SP), Myles Munroe afirmou que um ministério precisa estar sob autoridade divina.

“Jesus não procurou um ministério. A primeira coisa que Ele fez foi procurar João, pois reconhecia que este era uma autoridade de Deus na terra”, afirmou Munroe, que dizia que um líder, mesmo influente, precisa receber direcionamento: “O poder é ilegal sem autoridade. Hoje temos líderes aqui que se questionam porque enfrentam tanta dificuldade em seu ministério. Deus os trouxe aqui para lhes dizer que precisam estar sob uma autoridade”, concluiu o pastor, de acordo com informações do Guia-me.


Na palestra “Maximizando o Potencial da sua Liderança“, Munroe afirmava que o futuro pode ser moldado conforme a determinação de cada um dentro das possibilidades semeadas por Deus nas pessoas.

“A nossa cultura diz que o futuro está na frente. Eu quero corrigir esse conceito, pois o futuro está dentro de ti. Você nasceu com tudo o que precisa para possuir o que deseja. Deus coloca o futuro na semente, Ele nos dá a semente e ali tem tudo o que precisamos. O seu potencial está dentro de você e o tamanho dele é igual ao tamanho da visão. O diabo não tem medo de você, mas daquilo que você vai se tornar. E saiba que aquilo que Deus chama para você fazer, Ele vai prover”, dizia Munroe.

Confira vídeos da pregação do pastor Myles Munroe durante sua visita ao Brasil na 2ª Eslavec:

Parte 1

Assine o Canal

Parte 2

Assine o Canal

Parte 3

Assine o Canal

Parte 4

Assine o Canal

Para saber mais sobre os livros de Myles Munroe, acesse as sinopses no Glivros.


9 COMENTÁRIOS

      • “A nossa cultura diz que o futuro está na frente. Eu quero corrigir esse conceito, pois o futuro está dentro de ti. Você nasceu com tudo o que precisa para possuir o que deseja. Deus coloca o futuro na semente, Ele nos dá a semente e ali tem tudo o que precisamos. O seu potencial está dentro de você e o tamanho dele é igual ao tamanho da visão. O diabo não tem medo de você, mas daquilo que você vai se tornar. E saiba que aquilo que Deus chama para você fazer, Ele vai prover”, dizia Munroe.

        —-
        Me expliquem o suposto antropocentrismo citado na fala final deste pastor?

        • Rubem
          Tudo nessa frase está centralizado no ser humano e Deus é apenas um coadjuvante.
          Isso que você citou não tem nada de evangelho e não passa de frases de efeito e autoajuda para massagear o ego das pessoas que necessitam desse tipo de palestra.

        • Esta mensagem não é Cistocentrica e coloca o homem como a centralidade.

          “o futuro está dentro de ti”
          “Você nasceu com tudo o que precisa para possuir o que deseja”
          “O seu potencial está dentro de você e o tamanho dele é igual ao tamanho da visão”
          “O diabo não tem medo de você, mas daquilo que você vai se tornar”

          Praticamente copiei o texto todo. É uma visão além de antropocêntrica é de confissão positiva supervalorizando o homem.

          • Marcos Oliveira
            A coisa aparece bem na cara e muitas pessoas não conseguem enxergar.
            Isso que está na frase é semelhante ao que Satanás disse ao homem no Jardim do Edem: “…e sereis como Deus..”.

    • Se muitos por aqui não se livrarem do mal podem irem embora a jato também, afinal turbo hélice só R.R.Soares tem.



      Assine o Canal
    • mas e a sua teologia da miséria e de DEUS?
      imagine se todos os crentes fossem igual a esse stardust?
      que miseria , seria um bando de mendigos vgbdos, e miseraveis pedindo ceta basica nas igrejas.

  1. Um grande homem de Deus, muito humilde e preparado. Louvo a Deus por ter tido o privilégio de conhece-lo pessoalmente, bem como ouvir suas ministrações e ler seus livros. Saudades!

  2. Quem somos nós para julgarmos, pois a um só Juiz.
    E porque satânica teologia da prosperidade?
    A palavra de Deus diz que Deus tem prazer na prosperidade do seus servos, e ao olharmos para seus servos dos passado, todos foram muito prósperos em todas as áreas.
    Para criticar e falar contra, precisamos de respaldo bíblico e não apenas opinião.
    Antes de olhar o cisco no olho dos outros, vamos olhar a trave que está no nosso impedindo de enxergarmos as bênçãos de Deus.

  3. O que temos por vídeos deste abençoado pastor que nos deixou; é algo tremendo, mas que ro agradecer ao pastor Silas pela visão de nos abençoar com as palestras dele.

    Ao Pr. Silas. Que Deus amplie sua visão e Ele mostrará outros com Myles para abençoar nossa nação e colocá-la nos propósitos de Deus.

  4. A teologia da prosperidade é uma desvirtuação do verdadeiro ensino Bíblico. A prosperidade não está dentro de nós como uma semente, isto é ensino esotérico de seitas Panteístas que acreditam que todos e tudo é Deus. A verdadeira prosperidade é aquela que transforma um pecador perdido em uma santo salvo independente de sua condição financeira, social, intelectual,etc.
    Quero ver estes profetas pregarem prosperidades para os dois bilhões de pessoas que passam fome no mundo hoje na chamada janela 10/40. pregar nos países comunistas.
    Pregar prosperidade em países democráticos é fácil.
    A Bíblia nos ensinas que Jesus não andava pregando o evangelho nos grandes centros, mas nas aldeias entre as pessoas pobres e miseráveis.
    O que a prosperidade tem feito é criado um grupo de pessoas que se acham deuses em miniaturas e acreditam que as posses é o que faz a diferença entre as pessoas e não caráter.
    A Igreja primitiva não ficou mais rica pelo contrário os crente vendiam o que tinham e traziam aos apóstolos não para ficarem mais ricas, mas para ajudar os necessitados. O que motivava a doação não era o aumento dos bens materiais, mas o equilíbrio da vida social da Igreja e o crescimento da vida espiritual. O resultado era que Deus salvava pessoas, a Igreja aumentava de pessoas e não de faturamento.

DEIXE UMA RESPOSTA