Evangélico Rubens Teixeira é escolhido por Crivella para a Secretaria de Meio Ambiente

0

O escritor e capitão da Reserva Rubens Teixeira, 46 anos, evangélico e colunista do Gospel+, foi selecionado pelo prefeito eleito do RIo de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), para ocupar a Secretaria de Conservação e Meio Ambiente da cidade.

A lista com os escolhidos para o secretariado de Crivella foi divulgada essa semana após a diplomação do prefeito pela Justiça Eleitoral. No total, serão 12 secretarias formando a nova estrutura administrativa da prefeitura carioca.

Teixeira é formado pela Academia Militar das Agulhas Negras e pelo Instituto Militar de Engenharia, além de em Engenharia Nuclear pelo Instituto Militar de Engenharia (IME); Engenheiro de Fortificação e Construção pelo IME; doutor em Economia pela UFF; pós-graduado em Auditoria e Perícia Contábil pela UNESA; bacharel em Direito pela UFRJ (aprovado na prova da OAB-RJ); bacharel em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras; capitão da reserva do Exército do Quadro de Engenheiros Militares do Exército; membro da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG/RJ); analista de carreira do Banco Central do Brasil; e ex-Diretor Financeiro e Administrativo da Transpetro (2008-2015).

Segundo informações do site Holofote, Teixeira é “conhecido por ter perfil austero na administração dos recursos públicos”, e por suas passagens à frente de repartições do Exército e Banco do Brasil.


Durante seu período na ativa pelo Exército, atuou como comandante de pelotão, oficial de tiro, de comunicações e na área tecnológica, além de engenheiro. Foi chefe de seção técnica do 7º Batalhão de Engenharia de Construção no Acre, sendo responsável pela construção de obras civis e rodovias na região amazônica.

Em sua passagem pelo Banco Central, atuou nos departamentos Econômico, Organização do Sistema Financeiro, Meio Circulante e Operações de Mercado Aberto. Foi premiado pelo Tesouro Nacional em 2007 por sua tese de doutorado em economia na categoria “Ajuste Fiscal e Dívida Pública”, além de receber o troféu “Paulo Roberto de Castro”, em janeiro de 2008, conferido pelo Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central, por trabalho científico baseado em sua monografia de Direito com o tema “Regime de metas de inflação: seus efeitos sobre a inflação, o produto e o emprego no Brasil”.

Seu mais recente livro é uma coautoria com os doutores em economia Henrique Dezemone e Márcio Araújo, “Desatando o Nó do Brasil: Propostas para Destravar a Economia e Travar a Corrupção“.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA