Evangelista pode pegar até cinco anos de prisão por oferecer uma Bíblia a um muçulmano

26

O gesto de distribuir exemplares da Bíblia Sagrada em um shopping pode custar cinco anos da vida de um evangelista egípcio de 35 anos de idade. Ele foi “flagrado” oferecendo o livro sagrado e preso.

O caso, registrado no dia 06 de outubro de 2014, rendeu a Medhat Ishak 15 dias de prisão, inicialmente, sob a acusação de “incitar a luta sectária”. Porém, o juiz responsável, pode sentenciá-lo a até cinco anos de prisão, segundo informações do Christian Post.

A decisão final sobre o caso ainda será tomada, mas mesmo assim, Ishak já vem cumprindo uma pena maior do que a imposta inicialmente, por “prejudicar a segurança nacional” com o “crime de blasfêmia”.

Enquanto o caso corre na Justiça egípcia, ele está sendo mantido preso, há quase um ano. Os advogados do evangelista rebatem as acusações e dizem que seu cliente não cometeu nenhum crime.


A possibilidade de aumento da pena se dá porque os acusadores acrescentaram à lista de denúncias o crime de “insulto à religião”.

O advogado Rafik Rafaat contou que toda a confusão se deu porque Ishak se encontrou com um homem muçulmano no shopping, e embora ele não soubesse sobre a religião do homem, ofereceu-lhe uma Bíblia.

O homem, no entanto, recusou a oferta e explicou que praticava o islamismo. Segundo Rafaat, Ishak não insistiu, desculpou-se com o homem e deixou o local. “A palavra ‘blasfêmia’ significa que ele estava insultando a outra religião, mas ele não fez isso e não falou sobre o islamismo, profetas ou qualquer coisa assim para ser acusado de blasfêmia. Então, agora nós somos surpreendidos pelo procurador-geral, que acusou Ishak de blasfêmia quando ele não cometeu nenhum ato deste tipo”, frisou o advogado.


26 COMENTÁRIOS

  1. Fatos que não podem ser contrariados, EM GERAL (significa que sempre está acontecendo aqui ou acolá, embora nem todo mundo faça):
    – o ser humano é e sempre foi violento e intolerante;
    – a história humana na terra é uma vergonha;
    – isso tudo comprova inexoravelmente que somos fruto do pecado, somos uma raça manchada pelo mau deliberado;
    – amamos o pecado e tratamos por injustiça aquilo que é justo e vice-versa;
    – só uma intervenção divina pode nos salvar uns dos outros.

    Lástima.

    • Então comecem dando o exemplo no respeitar as leis de países que proibem o proselitismo. Vocês não tem que ficar provocando os islâmicos. Eles estão no país DELES, na cultura DELES, na religião DELES. Esses países não são problema de VOCÊS, eles são problema de DEUS, e ELE cuidará de resolver o problema.

          • SANDRO
            Obrigada pelo elogio.
            Aproveitando, queria te perguntar uma coisa…
            Esses dias aconteceu uma coisa horrível aqui no G+, que me deu o que pensar sobre a intolerância que você enfrenta.
            Uns fanáticos despejaram sobre mim uma tempestade de palavrões, insultos e ódio da pior espécie.
            Tudo porque eu me enchi de coragem e resolvi expor coisas como sex0 antes do casamento, que eles chamam de “fornicação”, nem sei se é no velho testamento ou no novo.
            Quando eu disse que não casei virgem, me atiraram os nomes mais feios e já deram a “sentença”, me condenando ao “inferno”, apenas por falar que fazia sex0 (uma delícia!) com meu namorado.
            Falei que pensava “por que não?” quando via amigas que já tinham perdido a virgindade.
            E que quando chegou a hora, mandei ver mesmo, sem medo, a vontade era maior que a proibição dos moralistas e crentes, afinal por que sufocar a própria sexualidade / sensualidade?
            Eu não era casada, meu gato também não, éramos livres, não era adultério, adultério é fazer com um homem casado.
            Aí um perguntou: hoje seu gato é namorado ou marido?
            Eu ri e disse que informalmente chamo de “namorado”, mas claro que na vida social, em coisas mais formais, é óbvio que é marido.
            Eu sou assim, muito romântica, e “namorado” tem um jeito especial e quem disse que o marido não pode ser também namorado?
            As coisas que eu li, passei mal depois de ler…
            Senti o peso do mundo em cima de mim, chorei muito, muito aquele dia, não entendi por que tanto ódio, não tinha feito nada de errado…
            Recuso-me a ver Deus como um velho sentado num trono nas alturas, vigiando dia e noite o que eu faço com minha vagina.
            O seu caso é parecido…
            Diversas pessoas me chamando com todas as letras de P-U-T-A, coisa que eu nunca fui, “messalina”, que o meu destino era o fogo do inferno…
            Foi aí que eu lembrei de você e as dificuldades de homo sexu@l em nossa sociedade.
            Tem um sujeito que atende pelo nome de Raji Obama, esse foi o pior, insistindo que meu namorado-marido “não é homem” e veio se insinuando pro meu lado, falando que seu “instinto de predador” tinha identificado em mim uma “mulher fácil” e que ficasse com ele se eu quisesse conhecer um macho de verdade.
            Parecia menos um homem que um demônio do Abismo…
            Se não for, pelo menos tem um monte junto com ele.
            Disse ainda que eu passo o dia, tenho vergonha até de citar a expressão dele, que eu passo o dia me masturband0, pensando nele e gemendo de prazer.
            Olha, falar isso pra uma dama?
            A que ponto chegamos…
            E o cara não desiste, continua fazendo as mesmas “propostas”…
            Se você é inteligente, não fale com ele, esse cara é perverso, é mau.
            Eu disse pra esse verme que os caras que mais fazem pose de machão em casa ou no trabalho, são os que à noite escondido vão procurar travestis, e não é para fazer papel de homem não.
            É de vontade de “usar o ânus” e chupar um p…bem grande…
            O orgulho impede de ser passivo com outro homem, então pegam alguém que tem a aparência de uma mulher, dói menos no ego…HAHAHAHAHAHA
            Deve ser por isso que em jornalecos os anúncios de travestis sempre incluem a medida do bicho ou a palavra “DOTADÍSSIMA”.
            Sinal que isso é importante para os “clientes”…

            HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA

  2. Eu não entendo essa insistência dos evangélicos em desafiar a lei em lugares ou países onde é proíbido o proselitismo religioso. Jesus disse a seus discípulos para sacudirem o pó das sandálias quando uma cidade os rejeitasse. Esses crentes ficam tão preocupados com a conversão de islâmicos que se esquessem que é Deus quem nos escolhe, e não nós quem O escolhemos. É Deus quem nos chama para a Sua graça, não nós que nos chamamos a nós mesmos. Além disso, porque não vão pregar nesses países, imitando Paulo e outros discípulos, esses ricaços intitulados apóstolos, bispos, pastores, missionários, etc.? Essas aves de rapina gospel só gostam mesmo é de curtir a vida boa em suas mansões de luxo, em seus carrões último tipo, em suas mesas cheias de fartos banquetes, em suas camas regadas a muito sexo. Vão lá, suas hienas gospeis, vão lá pregar, consolar e dividir uma cela com os ingênuos que agindo movidos por seus sermões de encorajamento ao proselitismo acabam na masmorra!

    • Na sua mente maliciosa ele só foi lá por ser manipulado por essas bestas que você falou, mas nem todos são assim, muitos se movem pelo amor ao “ide” de Jesus.

      O evangelho é maior e mais importante que qualquer lei humana. Ele, infelizmente não teve tempo para sacudir o pó dos seus pés…foi preso antes disso…o Senhor o conforte.

      • Não julguei o indivíduo, apenas disse um fato. Agora, já que você posa de valente, faz o seguinte: levanta teu bundão da cadeira e vai lá pregar o Evangelho na Síria, no Iraque, na Coreia do Norte! Vai lá, fanfarrão, e leva o Malafaia junto.

      • CRISTÃO

        Tenho uma pá de divergências com o Sandro.
        Mas tento sempre ser justa.
        Nesse caso, ele tem razão.
        Não se pode converter quem não quer ser convertido.
        Muito menos à força e com armas, como fizeram os espanhóis nas Américas.
        E como fizeram os muçulmanos no Oriente, nas guerras de conquista.
        O cristão pregava o Evangelho da paz com o arcabuz engatilhado.
        O muçulmano pregava o Alcorão com a espada em punho.
        Eles vão se recusar a aceitar o cristianismo, assim como você se recusaria a se converter ao islamismo.
        Você diria que o islã é uma religião falsa e que seus seguidores irão para o inferno.
        E o muçulmano diria o mesmo…
        Ainda mais lá naqueles lugares, é uma imprudência sem tamanho!
        E esse cara ainda teve a “sorte” de ser só preso, pois os fanáticos com cérebro de camelo não pensam muito para matar um “infiel”.
        E corretíssimo o que Jesus disse.
        Se num lugar não vos aceitarem, vão a outro e esqueçam aquele.
        As pessoas só devem se tornarem cristãos livremente, nunca forçados.

          • SANDRO

            Obrigada…
            Mesmo divergindo da pessoa, se ela disser algo certo, não vou contrariar apenas para ser contra.
            Se você disser que 2+2=4, é estupidez dizer que é 5 só pra ser contra.

            A verdade é que naqueles lugares os fanáticos dominam e não adianta querer conversar e resolver pacificamente.
            Um cristão corre perigo de morte, não importando com quem você faz sex0.
            Porque o livrinho deles fala que vai pro paraíso o “verdadeiro crente” que matar pelo menos um “infiel”, indicando aí judeus e cristãos.

            E o paraíso deles é um absurdo que nunca poderia ter existido, bem adequado a homens rudes e ignorantes, composto de 72 moças de busto volumoso e eternamente virgens, bem como um imenso palácio com muito ouro, pedras preciosas, comida e bebida.
            E repare que os países islâmicos são todos extremamente pobres, então não é difícil entender como tem tanto fanático querendo morrer pelo Islã para ter direito a esse “paraíso”.

            Quem não quer trocar uma vida de pobreza, fome e privação, por uma eternidade vivendo como reis?
            E outra, os líderes desses fanáticos os mandam para a morte, mas por que o próprio líder não vai?
            Nem ele acredita nesse “paraíso”???

            O estranho é que aqui no Brasil os muçulmanos são livres para seguirem sua religião, os judeus também, os hindus, os budistas e tantos outros.
            E aproveitando essa liberação geral, tem até membros do Estado Islâmico sondando os incautos para recrutar novos membros.

      • CRISTÃO

        Lá naqueles países muçulmanos eles não vão virar cristãos, uns porque não querem, outros por medo.
        Lá há territórios dominados por fanáticos e organizações terroristas.
        Lá na Nigéria temos o Boko Haram e no Iraque e países vizinhos o Estado Islâmico.
        E no Egito temos a Irmandade Muçulmana.
        Todos são fanáticos extremistas, que não pensam muito antes de matar um “infiel”, pois o livro do falso profeta garante o “paraíso” e as “bênçãos de Allah” para qualquer dos “verdadeiros crentes” que matar infiéis, notadamente judeus e cristãos.
        Então, se vc vai lá pregar o Evangelho, pouquíssimos aceitarão, por medo de morrer mas mãos dos terroristas, pois abandonar o islamismo é considerado traição aos “irmãos” e a Allah, crime esse punido com a morte.
        E se vc conseguir trazer aquelas pessoas para Cristo, o bem que vc imagina estar fazendo se transformará em mal, pois os novos cristãos passarão a correr perigo.
        Já imaginou vc o resto da vida carregando a culpa pela morte deles?
        Ah, o governo desses países nada faz com os assassinos, isso quando se dá ao trabalho de investigar alguma coisa.
        Ou seja, vc vai morrer por nada!

    • Ester, então dê o exemplo e compre uma passagem – aconselho comprar só de ida, para não perder o dinheiro – e vá pregar na Síria, no Iraque ou na Coréia do Norte. E leve junto o Malafaia, o Feliciano, o Waldomiro, et caterva.

      • SANDRO

        Então por que você não vai nesses mesmos lugares falar que o Alcorão está errado ao condenar o homo sexualismo?
        Ou dizer que o falso profeta MORRA-MED era gay?
        Também só precisa da passagem de ida…
        E leva os outros do G+ como companhia.
        Vai lá falar em inclusão que certamente eles vão te incluir…
        Nas listas de desaparecidos…
        Lá não tem essa de “amor livre”.
        Com os fanáticos de cérebro de camelo não se brinca, não!
        Os evangélicos daqui são anjos de bondade perto da turma do falso deus Allah.

        • Eu não preciso ir até lá só para dizer o que eles já ouviram, princesa.

          A questão com os muçulmanos não é de ouvir, mas de aceitar os direitos humanos para os homossexuais, e a liberdade de culto.

          Além disso, em que eu ajudaria sendo mais uma vítima?

          E os evangélicos daqui só não são iguais porque o Brasil não é uma teocracia, pois na primeira oportunidade que tiveram – leia-se Uganda – aprovaram um lei satânica, sob a influência ou instigação inclusive de evangélicos americanos, condenando homossexuais a prisão perpétua. Você não sabe do que são capazes os que no passado queimaram pessoas nas fogueiras da Inquisição.

  3. Estamos tratando de uma situação fática esse Sandro e até tu princesa vem com teorias…não estou discutindo o campo ideal de ir ou não evangelizar os muçulmanos (o que pessoalmente eu não faria)…há um homem bom que está preso e por amor à palavra de Cristo e por isso oro…se vocês ainda querem discutir se é ou não viável fazer isso ou não é outro assunto.

    • Sandro – lá você estaria morto, sua prática é resultado de uma tremenda lavagem cerebral feita na nossa geração, estude sobre…no cinema, nas novelas, e muitas outras fontes. Você é fruto de engenharia social, sinto muito meu caro. arrependa-se e pare com isso, o Senhor te receberá.
      Princesa – esse homem que está preso é de muita coragem e o Senhor o abençoe e conforte.

      • “Você é fruto de engenharia social”. Nossa, nunca ninguém me disse isso! Você foi original em sua forma de agressão à minha orientação sexual.

        Então um garotinho que se descobre gay aos 5 anos de idade é fruto de “engenharia social”? Então o DESEJO que eu tenho por homens é fruto de “engenharia social”? Então o PRAZER que eu sinto beijando e fazendo sexo com um homem é fruto de “engenharia social”? Só falta agora você dizer que o amor que eu sinto por meu namorado é fruto de “engenharia social”.

        • hmmm então seu caso não é modinha da mídia…mas com certeza foi alimentado por ela…ninguem se descobre gay aos 5 anos, eu nessa idade nem sabia o que era pintinho nem o que era aranhazinha…tem muita coisa oculta aí que te aconteceu que tu ou nao lembra ou nao gosta de falar sobre…
          Não discuto seu prazer nos atos, acredito que tenhas, mas tu sabes que o prazer não implica a coisa ser boa ou ruim para a condição da tua alma.
          Sei lá velho, a masculinidade é conquistada pela fibra e pela força já desde a infância…o que te aconteceu não sei…mas certamente não foi nada bom…ou vai me dizer que teve um homem te ensinando coisas de homem e ainda assim tu pendeu para esse lado?

    • E Engenharia social começou lá pelos anos 60 e 70 com movimentos chamados de “liberdade” como o feminismo etc…nossa atual geração é fruto disso…não há agressão nenhuma.
      A virilidade é conquistada pelos desafios, pela ação…quando uma criança não tem um pai forte, presente, pode acontecer esse tipo de coisa.

  4. O mundo evangélico (principalmente ) é bastante fraco nessas questões mesmo…mas temos de convir que não convém a prática sexual antes do casamento, não porque seja pecado, mas porque é perigoso passar pela mão de muitos entende? O ato sexual configura o casamento…quando você se entregou para seu namorado, casou com ele e isso não depende de uma cerimônia ou da bênção pastoral.
    Pecado não é, mas o perigo é: e se não der certo? O casamento formal, então, torna-se um laço muito mais forte e seguro, principalmente para a mulher que, geralmente, faz sexo por amor.
    Em suma, o casamento formal é uma segurança para a mulher…mas transar antes desse casamento não é pecado em si, pecado é fazer com um….com outro….e com outro…dae com outro…e quando chegar a vez de ter uma marido, o cara pode não dar tanto valor para a mulher.

    • princesa de Arendelle…foi pra você essa mensagem de cima.
      .
      .
      A questão homossexual é outra coisa bem diferente…estamos tratando de algo que não é preconceito, é realmente pecado…é uma demonstração de uma alma que está com algum problema…todo homem nasceu para a glória de Deus e claro que realizar sodomia não é para isso…agora feliz é o leito sem máculas, e deleite-se o homem na sua mulher…como gazela…eu amo minha mulher e é lindo ver um casal, combina, a mulher completa o homem, faz de nós muito melhores.

DEIXE UMA RESPOSTA