Governo vai investigar distribuição indevida de “kit gay” em escolas públicas

7

Recentemente, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, determinou a interrupção do envio do material conhecido como “kit gay” para escolas no norte e nordeste do país. Apesar de ter sido vetado pela presidente Dilma Rousseff, o material neste ano, chegou a ser remetido às Secretarias de Saúde nos estados.

Padilha determinou também a abertura de um processo administrativo para identificar os responsáveis pelo envio de material conhecido como ‘kit gay’ a 13 estados das regiões Norte e Nordeste do país. O Ministério da Saúde já expediu ofícios às secretarias destes estados, determinando que o material não seja distribuído nas escolas; e começou a investigar de onde partiu a remessa do material.

As revistas de histórias em quadrinhos (HQ), apresentadas como um suposto material informativo para prevenir a homofobia entro o público adolescente foram elaboradas em 2010 como parte do programa de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DST) e AIDS. A informação sobre o envio das revistas para os serviços de combate a DST/AIDS e sobre o posterior veto do ministro Padilha foi divulgada pelo jornal O Estado de S. Paulo no último sábado (16).

O material foi produzido durante a gestão de José Gomes Temporão, antecessor do ministro Padilha, segundo o qual o ministério já sabe que o envio aos 13 estados partiu do Departamento de DST/AIDS da pasta, vinculado à Secretaria de Vigilância em Saúde.


Por Dan Martins, para o Gospel+


7 COMENTÁRIOS

  1. A matéria está errada. Esse material não se refere ao chamado “kit gay” (que na verdade se chamava kit contra a homofobia). Esse produto foi produzido pelo Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais juntamente com diversos órgãos das Nações Unidas com a finalidade de levar informações sobre sexo, proteção e sexualidade aos estudantes do penúltimo e último ano do ensino médio. É bom lembrar que a incidência de HIV em jovens, principalmente mulheres, entre 14 e 24 anos tem crescido no país. O material foi aprovado e lançado pelo então Ministro da época José Gomes Temporão, mas não foi distribuído por questões de licitação e políticas. Sabemos que o problema não se refere ao conteúdo, mas sim, politicagem do governo que prefere tapar os olhos a levar informação séria a quem realmente precisa.

  2. Bem-vindos ao Brasil, país que cria leis e não respeita nenhuma!
    A próxima eleição está chegando, época do PT se transformar em anjo de Luz!

    Misericórdia!

    Shalom Adonai!

  3. é … isso continuemos pagando nossos impostos!!!! … p que nosso dinheiro sejam investidos nessa palhaçada !!!!!!!!.. Pq o importante no Brasil agora é se preocupar com essa piada de homofobia !!!! qdo que devemos ser contra a qualquer tipo de violência ao ser humano e não focar só nisso agora afff ja encheu a paciência… enquanto … devemos nos preocupar é com a educação, saúde e segurança de nossas crianças… algo que nem é citado maissss …. poca vergonha desses governantes … que ainda perdem tempo e dinheiro com essas aprovações horrorosas… sei que não só sou eu que penso assim…. Meu Deus
    Agora aqui no Brasil tudo gira em torno de gays e lésbicas … viu e nós héteros cadê os nossos direitos???????
    daqui a poucooo vão ver o que isso vai virar …. to cansada já dessa Palhaçadaaaaaaaa….que realmente não tem acrescentado nada ao Brasil
    Senhores …. Politicos !!! Acordem….

  4. Os que pensam que o kit gay, é só uma prevenção contra as DSTS, ou se faz de boubo, ou quer fazar os outros de otário. Pois, palestras sobre as DST, é o que não falta, pois, desde o ensino fundamental, palestras empostos de saúde, escolas, televisão, é o que mais se têm. Logo, não seria necessário, um despedício e derrame de dinheiro público em um programa imoral como o é esse kit gay, que de prevenção ele tem é pouca coisa. Agora, de intenções de tranformar os nossos jovens em marionetes do diabo e de criar uma fábrica de gays e lésbicas no Brasil. É o que está por trás desse projeto satânico e petista. A baixo já a ditadura petista, gayzista, Xuxista e Wyllysta. E viva a democrácia! viva a família: Macho x femea e filhos e não pessoas do mesmo sexo, eca que nojo!

DEIXE UMA RESPOSTA