Pastor é investigado após obrigar fiéis tomarem óleo de motor como prova de fé no “poder de Deus”

0

O continente africano vem experimentando o crescimento das igrejas neopentecostais e, junto a esse movimento, testemunhando aberrações teológicas promovidas por pastores ávidos por se destacar em meio à multidão de líderes religiosos locais. A insensatez do momento é protagonizada pelo pastor Theo Bongani Maseko, que obriga os fiéis a beberem óleo para motores como um gesto de fé.

Autointitulado “profeta” da igreja Ministério do Sopro de Cristo, Maseko confirmou em uma entrevista ao jornal The Star que estimula os fiéis a ingerirem óleo de motor durante os cultos, pois isso “demonstra o poder de Deus”.

“Quando oramos sobre aquele líquido, seu veneno vai embora. Por isso, não faz mal algum. Nada aconteceu e ninguém foi parar no hospital”, disse o “profeta”.

Na retórica de Maseko, os fiéis que beberam o óleo foram curados e salvos. No entanto, sua denominação agora está na mira das autoridades sul-africanas, que abriram uma investigação sobre o ocorrido, já que o pastor fez propaganda do ritual na página que a igreja mantém no Facebook.


A presidente do órgão governamental que promove a liberdade de culto, Thoko Mkhwanazi-Xaluva, afirmou que existe um abuso de práticas irresponsáveis nas igrejas sul-africanas, segundo informações do portal Uol. “Muita gente vai acabar morrendo. Por sorte, nada aconteceu. Mas a vida de vários está em risco”, disse.

Gasolina

A ideia de Maseko de levar os fiéis a beberem óleo de motor não é inédita. Em setembro de 2014, outro pastor sul-africano obrigou os fiéis de sua denominação a ingerirem gasolina como se fosse suco.

Lesego Daniel, que ficou conhecido por convencer os fiéis de sua denominação a fazer coisas incomuns, como comerem grama para ficarem mais perto de Deus, comprou gasolina e disse que, através de um “milagre” o combustível havia se tornado suco.

“Muitos de vocês não acreditam que isso é combustível, mas eu só quero que acreditem. Se você olhar para a garrafa, ela parece que contém um suco de maçã, mas a chama que tomará o liquido será a prova que é gasolina, e será prova suficiente para você ter fé. No Livro de Lucas 1 vs. 37, diz que nada é impossível para Deus”, disse, descontextualizando o texto bíblico.

África do Sul aperta o cerco contra pastores que obrigam fiéis a comerem grama e cobras

Morte

Em agosto do ano passado uma fiel morreu em uma igreja na África do Sul após o pastor ordenar que ela deitasse com um alto-falante sobre o peito, como prova de fé em milagres.
A fiel faleceu devido às lesões internas causadas pelo peso do aparelho combinado com peso do líder religioso, chamado Lethebo Rabalago, que subiu no aparelho e a obrigou a um grande esforço físico.

Quando ele ordenou que ela levantasse, ela não respondeu, e os fiéis constataram que ela havia desmaiado. Ao voltar à consciência, depois de receber os primeiros socorros dos fiéis, ela se queixou de sentir uma costela quebrada. No hospital, ela foi declarada morta após algumas tentativas de socorro, e o pastor que causou sua morte rebateu as acusações, dizendo que havia faltado fé à jovem, que não teria podido “suportar uma tarefa muito simples”.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA