Brasil

“Evangélicos querem um Estado que garanta a família tradicional”, diz pesquisadora Magali Cunha

Comments (3)
  1. Witnere Holt disse:

    Basicamente essa entrevista mostra como a parcela mais fanática e preconceituosa dos evangélicos tem se utilizado da ignorância desses gados eleitorais para passarem pautas e defenderem politicas discriminatórias, segregacionistas e extremamente ignorantes contra essas e outras minorias, são uma ameaça a democracia, aos ideais de igualdade, a constituição e aos direitos humanos no país e como a historia demonstra no mundo também, estão agindo e prol de um estado teocrático preconceituoso e extremamente fanático e como sempre as pessoas terão de suportar e amargar mais embates por suas subsistências, parabéns aos ignorantes que apoiam esses nazistas, fascistas, fanáticos, hipócritas, cínicos, homofóbicos, misóginos, racistas, xenofóbicos entre outras escorias, terão de amargar o veneno que cultivaram fertilizado com suas respectivas burrices e preconceitos.

  2. A intenção desses fanáticos é transformar o país em uma republiqueta evangélica. E ainda falam do fanatismo muçulmano.

  3. Com essa história de "família tradicional", Magno Malta e Bolsonaro estão fora. Família tradicional é composta de pai, mãe e filhos juntos, mas os dois que eu citei são divorciados. E aí? Por falar nisso, Magno Malta anda sumido. Será que ele não aguentou a pressão sobre ele e a esposa também divorciada? O mal dos evangélicos é essa mania de só apontar o "pecado" dos outros.

  4. Parte de uma entrevista coletiva com Eistein.
    — Senhor Eistein… Que tipo de armas serão usadas numa terceira guerra mundial?
    — Bem. Não posso dizer, com certeza; mas, na quarta guerra, posso garantir. Serão usadas pedras!
    — Senhor Einstein… Uma arma com tamanha devastação, um homem o como o senhor não poderia, nem de longe, imaginar qual seria?
    — Bem, meu caro… Com a velocidade da deterioração dos bons hábitos da sociedade e em nome do que certas minorias chamam de… avanço nas relações entre pessoas, o fim da sociedade, tal qual a conhecemos hoje, será decretado com o fim da família tradicional.

  5. Otemeb Brasil disse:

    A Paz!
    Uma sugestão seria a implantação de condominios Cristãos/Evangélicos, desde que não se aumente muito as taxas como ocorre nos condominios da classe média/alta. Bp. marcos pinheiro – Otemeb Brasil
    Seja um Palestrante Credenciado – http://www.conae-com-br.webnode.com

  6. É bastante interessante o que a entrevistada diz, que foi os catolico que barrou as pauta de genero (ou seja a população en si). que é contra isso. Mais porque a midia não mostra isso' querrendo mostra que é so de um gropo'. Mas tende a tentar causar um bloquei na sociedade o rotulando esse grupo, e não levanda a sociedade a real discussão de fato. a exemplo de marco feliciano quando assumiu a camera de direitos humanos, os telejornal mostrava que ele fazia uma caisa que seria errada, mais a massa da apopulação não sabia o que.

  7. Boa ideia, já que muitos evangélicos não suportam a diversidade sócio-comportamental.

  8. Jorge Berto disse:

    Roque Oliveira não adianta chorar! Em pouco tempo o congresso será dominado por evangélicos e militar!!

  9. Manoel disse:

    A prática gay é uma vergonha!

    1. Nana disse:

      Não, Vergonha é ser intolerante.

  10. Nana disse:

    Eles se acham os donos da verdade, e querem controlar tudo, Países como Suécia, Suíça, Holanda e outros são desenvolvidos, e lá os homossexuais são livres, mas é melhor deixarmos eles com as crenças deles e tentarem converter o mundo todo, pra ver se assim cai a ficha que eles estão atrasando ainda mais o mundo, com essa tentativa de dominar a política.
    Eu não tenho nada contra as pessoas evangélicas, mas sou totalmente contra esse sistema que tenta a todo custo dominar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *