Brasil

Após insistir em denúncia por homofobia contra Malafaia, procurador tem histórico de perseguição religiosa exposto

Comments (6)
  1. nataly mconcey disse:

    “lições não aprendidas”…Deus é Deus (para os que crê ou não) ,não precisa defensor ,nem advogado…

    no princípio a imensidão do planeta terra era o nada ,depois águas & águas …o governante (Deus) abaixou as águas ,mostrando as terras…

    quando desapareceram os dinossauros e surgiram os desertos ,nem sonhavam com petróleo ,coisa de nosso último século , Deus é quem faz ou desfaz…

    agora o homem com seu orgulho e vaidade ,diz : dê me uma alavanca ,que vou mover o mundo ,ACHA QUE PODE MODIFICAR ISSO ou consertar aquilo !!!

    se a igreja houvesse feito o dever de casa (cuidado da espiritualidade ) NÃO ESTARÍAMOS NESSE FUNDO DE POÇO !!!

  2. clamando disse:

    eita Deus da glória!!!! eu já havia dito que se tratava de perseguição ao povo de Deus.

  3. É para isto que existe um procurador, havendo um crime, se pronunciar e sequir o devido processo legal, não importa se presidente da republica, senador, deputado, pastor ou qualquer outro cidadão.

  4. António Silva disse:

    Mas este site trata de tantos escândalos entre os evangélicos que me pergunto o que se passa entre estas igrejas!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *