UFC: Nate Marquardt afirma que mudou novamente de categoria por “vontade de Deus”

0

Neste sábado (28), o lutador do UFC Nate Marquardt retornou à categoria peso-médio (para lutadores até 83,9kg) após uma série de derrotas atuando como peso-meio-médio (até 77,1kg). Após uma série de derrotas ele afirma que os resultados negativos foram um sinal divino para que voltasse a lutar na categoria peso-médio.

Segundo o G1, Marquardt foi desafiante número 1 no Ultimate entre os médios, e enfrentou Anderson Silva em 2007; na divisão de baixo, o lutador conquistou o cinturão do extinto Strikeforce, mas o perdeu na luta seguinte e entrou numa sequência negativa de três derrotas pela primeira vez na carreira.

Em seu retorno à antiga categoria, Marquardt derrotou o neozelandês James Te-Huna, no card principal da edição do torneio que foi realizada em Auckland, na Nova Zelândia. Marquardt finalizou Te Huna com uma chave de braço e selou o fim de uma sequência de três derrotas

Sobre sua nova mudança de categoria, ele afirmou que o fez seguindo a vontade de Deus.


– Simplesmente sinto que era o que Deus queria que eu fizesse, subir de volta para o peso-médio. Nunca perdi duas lutas em seguida, então foi mais depois da segunda (derrota) que eu comecei a me questionar. Quando perdi a terceira luta, fiquei decepcionado, mas, ao mesmo tempo, não tive os mesmos pensamentos que tive após a luta com (Jake) Ellenberger. Senti que entendi então porque eu estava perdendo, e era porque estava lutando com 77kg. Então, fiz a mudança – contou Marquardt ao site americano “MMA Junkie”.

O lutador argumentou ainda que a série de derrotas se deu porque sua resistência foi afetada pelo corte de peso.

– Quando eu desci inicialmente para 77kg, eu me senti muito bem e isso foi basicamente atribuído ao fato que estava comendo saudável. Eu estava andando um pouco mais leve, então minha velocidade aumentou, minha força continuou grande e meu poder explosivo continuou ali. Através do tempo de dois anos como peso-meio-médio, o corte de peso começou a cobrar de mim. A desidratação na época da luta estava afetando meu queixo. Sua habilidade de levar um soco quando está desidratado é muito menor – afirmou Marquardt.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA