Pastor Saeed Abedini está sendo ameaçado de morte na prisão por membros do Estado Islâmico

3

O pastor Saeed Abedini estaria sendo ameaçado de morte por membros do grupo extremista Estado Islâmico, que na mesma prisão iraniana em que ele cumpre pena. Abedini é iraniano, porém se tornou cidadão americano após ir morar nos Estados Unidos, onde se converteu. Ele foi preso em julho de 2012 acusado de espionagem por conta de suas constantes viagens aos Estados Unidos. Entretanto, especialistas afirmam que o real motivo da prisão era sua conversão ao cristianismo.

As informações são do Centro Americano para a Lei e a Justiça (ACLJ), segundo o qual o pastor relatou à sua família que teme por sua vida, e que outros presos lhe disseram que os prisioneiros do Estado Islâmico estariam traçando um plano matá-lo.

– Este é um desenvolvimento extremamente perigoso que ameaça a vida do pastor Saeed em grave risco – afirmou Jay Sekulow, líder da ACLJ.

A situação do pastor tem sido constantemente motivo de discussões na comunidade internacional. Recentemente vieram à tona informações de que o religioso foi vítima de tortura durante interrogatórios e chegou a ser espancado no hospital para onde foi levada para tratar os ferimentos decorrentes da tortura. Além de ter sido espancado e ter tido o tratamento negado no hospital, o pastor foi levado de volta à prisão e mantido acorrentado.


Desde a prisão do pastor, o Centro Americano para a Lei e a Justiça tem trabalhado em favor de sua libertação, mas ainda não obteve resultados e tem tentado apelar para as autoridades norte americanas, pedindo para que interfiram no caso.

– Pedimos ao presidente Obama e ao secretário Kerry, que intervenha de imediato para garantir a libertação do pastor Saeed e que garanta que ele seja protegido durante esta transferência para a liberdade. O pastor Saeed, que está se aproximando de seu segundo ano na prisão no Irã, deve ser devolvido a sua família sem demora – relatou Sekulow.

3 COMENTÁRIOS

  1. DILMA, GLOBO, ONU, ESTÃO DO LADO DOS TERRORISTAS DO HAMAS. Como os cristãos estão sendo chacinados pelo ESTADO ISLÂMICO, eles ficam em silêncio. Obama enviou aviões para deter a ação dos terroristas do EL, mas não é suficiente . É necessário o envio de TROPAS DA ONU COM URGÊNCIA para fazer face ao genocído perpetrado pelos fanáticos seguidores de Maomé. CRIANÇAS ESTÃO SENDO DECAPITADAS, OS PAIS ENTERRADOS VIVOS!! EM PLENO SÉCULO XXI. O Brasil está em silêncio! Onde está a ONU?

DEIXE UMA RESPOSTA